Assembleia estadual dos professores será no dia 15 de março

26/02/2013 at 02:54 45 comentários

O Conselho Estadual de Represen­tantes da APEOESP, reunido no dia 23 de fevereiro, sábado, decidiu convocar toda a categoria para uma assembleia estadual a se realizar na Praça da Sé, na capital, no dia 15 de março, às 14 horas, seguida de passeata até a Praça da Re­pública, onde fica a sede da Secretaria Estadual da Educação.

A SEE mais uma vez alterou o calen­dário escolar. Sabemos que Diretorias de Ensino pretendem agendar para 15 de março o terceiro dia de planejamen­to que a SEE liberou para qualquer data do mês. Isto, porém, não nos intimida. Como já afirmamos anteriormente, não adianta a SEE “mapear” nossas ativida­des para tentar nos atrapalhar, pois o nosso movimento prosseguirá.

O CER também aprovou uma cam­panha de mídia, nos meses de março e abril, esclarecendo a população so­bre as razões que podem nos levar à greve. Objetiva também motivar ainda mais os professores e professoras, que já possuem razões de sobra para se mobilizar contra um governo que não nos respeita, não nos valoriza e ignora nossas reivindicações. O primeiro anúncio ocorrerá durante o Jornal da Globo, da Rede Globo de Televisão, no dia 04 de março.

Entre as principais reivindicações que nos encaminham para a greve estão:

- Reajuste salarial imediato. Reposição das perdas salariais. Recomposição do reajuste de 2012 definido em 10,2% pela LC 1143/2011, mas do qual somente nos foram pagos 5,2%.

- Aplicação da jornada do piso: no mínimo 33% da jornada de trabalho para atividades de formação e prepa­ração de aulas.

- Fim da remoção ex-officio, designação de professores por “perfil”, avaliações anuais e outras ilegalidades na implan­tação das escolas de tempo integral.

- Fim da precarização do trabalho do­cente e da divisão em “categorias”. Trabalho igual, condições de trabalho e salários iguais.

- Extensão aos professores da “catego­ria “O” dos mesmos direitos e condi­ções dos professores da “categoria F”. Concursos públicos para a efetivação de todos.

- Dignidade na contratação, condições de trabalho e atendimento no IAMSPE para os professores da categoria “O”!

- Melhores condições de trabalho e políticas de prevenção do adoeci­mento dos professores.

- Fim da lei das faltas médicas.

- Fim dos descontos de faltas e licenças médicas para efeito de aposentadoria especial.

- Respeito e garantia de direitos aos professores aposentados.

- Fim das provinhas e avaliações ex­cludentes.

- Por um plano de carreira que atenda às necessidades do magistério.

Na primeira quinzena de março as subsedes devem organizar plenárias e visitas às escolas. Os diretores, conse­lheiros, representantes de escolas devem dialogar com todos os colegas sobre a possibilidade de realização de uma forte greve, que estabeleça as condições para uma negociação com o Governo Estadual sobre este conjunto de reivindicações. A participação de cada professor e professo­ra é fundamental. Somos uma categoria numericamente forte e socialmente im­portante e nossa mobilização é uma arma poderosa em defesa de nossos direitos e da escola pública.

A reunião dos Representantes que ocorrerá no dia 6 de março deve ser um momento de organização desta luta. As subsedes deve estabelecer cronograma de visitas e panfletagens para distribuição de carta aberta que será encaminhada.

Livro sobre saúde e condições de trabalho dos professores

No dia 5 de março, em webcon­ferência na capital (horário e local estão sendo definidos) a APEOESP lançará publicação contendo textos e resultados da pesquisa sobre saúde e condições de trabalho dos professores realizada em parceria entre a APEOESP, Grupo Géia, UNIFESP.

About these ads

Entry filed under: Artigos. Tags: .

APEOESP realiza ato em defesa dos professores da “categoria O” Folha de S. Paulo: SP convoca, pela quarta vez, docentes reprovados em processo seletivo

45 Comentários Add your own

  • 1. carlos  |  26/02/2013 às 15:13

    ola, o sptv esta fazendo esta semana uma série de reportagens sobre a falta de professores na rede estadual, o funcionario da s.e. ja deu as justificativas dele, sera que não é a hora da apeoesp também procurar a globo e tentar colocar na midia a realidade dos professores?

    Resposta
    • 2. apeoesp  |  27/02/2013 às 12:32

      Prezado professor Carlos,
      A APEOESP se manifestou no Jornal Hoje, da Globo, em reportagem sobre o mesmo assunto que irá ao ar hoje ou amanhã.
      Bebel

      Resposta
    • 3. Wagner  |  27/02/2013 às 23:57

      Boa Noite, considero de fundamental importância a APEOESP ,divulgar a todos os professores; seja via e-mail ou impressos próprios; a iniciativa adotada pelo SPTV, através do portal G1 da Globo, que solicita aos professores que indiquem no mapa de São Paulo as escolas onde existam falta de professores. Afinal uma iniciativa dessas é coisa rara.

      Resposta
  • 4. Absolon  |  26/02/2013 às 15:39

    Fui categoria O no ano passado e assumi esse ano como efetivo. Por algum motivo o meu contrato não foi extinto, mesmo após minha solicitação e a secretária da minha sede disse que não consegue fazer meu pagamento por isso. O dirigente de ensino se afastou, não assinou a recisão do meu contrato e estou recorrendo ao jurídico da subsede. Corro o risco de ficar sem pagamento em março?

    Resposta
    • 5. apeoesp  |  27/02/2013 às 12:30

      Prezado professor Absolon,
      Sim, corre este risco. Verifique junto ao departamento jurídico o que pode ser feito, embora saibamos que só é possível medida judicial mediante o fato consumado.
      Bebel

      Resposta
    • 6. Ana  |  02/03/2013 às 13:42

      Aconteceu algo parecido comigo, mas no meu caso o meu a publicação da extinção do meu contrato é que só saiu dia 8, ficarei sem pagamento em março e até agora a secretária não conseguiu lançar minhas aulas no sistema. Que absurdo.

      Resposta
  • 7. Ivan Claudio Guedes  |  26/02/2013 às 20:06

    Não é meio contraditório as pautas:
    – ” Fim da precarização do trabalho do­cente e da divisão em “categorias”. Trabalho igual, condições de trabalho e salários iguais.
    – Extensão aos professores da “catego­ria “O” dos mesmos direitos e condi­ções dos professores da “categoria F”. Concursos públicos para a efetivação de todos.
    – Dignidade na contratação, condições de trabalho e atendimento no IAMSPE para os professores da categoria “O”!…

    Porque pede-se o “fim da divisão em categorias” e em seguida pede-se “a Dignidade ao categoria O”?
    Não seria mais inteligente uma mobilização maciça para o FIM DAS CATEGORIAS?

    Não tem que haver defesa a uma categoria. O que tem que haver é um projeto de lei que acabe com a divisão de categorias e haja somente duas. Efetivo e não efetivo. Para os não efetivos, os mesmos tem que gozar de todos os direitos trabalhistas conforme a CLT. E vou além, os mesmos deveriam ter suas carteiras assinadas… É simples para o Estado empurrar todo mundo para o INSS mas não recolher (e pagar) os direitos trabalhistas.

    Ivan Claudio Guedes
    Guarulhos-SP

    Resposta
    • 8. apeoesp  |  27/02/2013 às 12:26

      Prezado professor Ivan,
      Desculpe-me, mas não hpa contradição alguma. Sim, temos a perspectiva de que não haja divisão em categorias. Entretanto, os professores da categoria O vivem situação dramática hoje. Trabalhar apenas com a perspectiva futura e deixar de atacar os problemas reais, que ocorrem neste momento, significa na prática deixar estes professores desamparados.
      Projeto de lei extinguindo o regime de contratação do professor da categoria O já existe. O problema é que o governo tem ampla maioria na Assembleia Legislativa e não o aprova.
      O que precisamos é organizar a greve para que ela seja forte o suficiente para fazer com que o governo negocie as nossas reivindicações. Aí começaremos a caminhar efetivamente para resolver nossos problemas.
      Bebel

      Resposta
    • 9. Wagner  |  28/02/2013 às 00:03

      Concordo com o professor Ivan e vou mais longe, em todas as escolas a APEOESP deveria afixar faixas para a população ir tomando cosciência que estamos lutando por melhores condições salariais e de trabalho e que se o governo continuar indiferente as nossas reivindicações a categoria poderá decretar greve como única alternativa.

      Resposta
      • 10. apeoesp  |  01/03/2013 às 09:59

        Prezado professor Wagner,
        O CER tomou decisão nesta direção que está sendo executada.
        Bebel

  • 11. Vilma  |  26/02/2013 às 20:57

    Cara Bebel,
    A situação de SP. Faltam professores. Eu mesma, para o segundo cargo, tirei notas excelentes, fiz o curso, mas barrei na perícia.
    Não quis bater boca com o psiquiatra pra provar que sou capaz. Eu sou capaz porque estou na ativa no meu cargo há 22 anos. Se não posso ficar doente, azar do governo…Agora quero apenas meu ponto, o certificado e só. Abraços

    http://g1.globo.com/sao-paulo/mapa-escolas/platb/

    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/02/apos-reclamacoes-ao-g1-sp-promete-reverter-falta-de-professores.html

    Resposta
    • 12. apeoesp  |  27/02/2013 às 12:22

      Prezada professora Vilma,
      Se desejar recorrer, procure o departamento jurídico na subsede.
      Bebel

      Resposta
  • 13. dirceu  |  26/02/2013 às 23:28

    e já faz tempo que se comete essa atrocidade, que é ilegal, contra o professor. a trabalho igual deve corresponder salário igual e direitos iguais isto está na CLT, a cartilha dos direitos básicos dos trabalhadores. e com tantos juristas no país calados diante do descalabro e o governador pensando na sua reeleição. é uma vergonha que se precise ir às ruas para lutar por um direito tão básico. Não nos dão valor, nunca deram. não tem honestidade moral, não tem caráter. deveriam pedir pra sair seria mais honroso.

    Resposta
    • 14. LUCAS  |  27/02/2013 às 18:11

      BEBEL sou prof categoria O ,trabalhei no estado 2011 e 2012,como trabalhei 02 anos certinho tive meu contrato extinto em 22/12/12 eu não passei na prova e a DIRETORIA DE ENSINO DE ITAPEVI ,esta me impedindo de participar das atribuiçoes de aula ,alegando que estou na DUZENTENA e só posso pegar aulas aprtir de julho.Segundo eles a quarentena é pra quem passou na prova e quem não passou é duzentena…..Enfim estou sem trabalhar e o site da DE cheio de aulas p atribuição.ISSO PROCEDE?TENHO Q FICAR AFASTADO OS 200 DIAS? OBSERVE que em outras diretorias não a duzentena para esses casos!!!AH POR QUE NÃO APROVEITAM-SE AS REPORTAGENS DO SPTV E DIVULGAM SOBRE ESSE ABSURDO DE DUZENTENA!!!!!!

      Resposta
      • 15. apeoesp  |  01/03/2013 às 09:56

        Prezado professor Lucas,
        Esta é uma situação em que temos frontal divergência com o Estado. Procure o departamento jurídico na sua subsede para ajuizar mandado de segurança individual.
        Bebel

  • 16. daniel andreoti  |  27/02/2013 às 17:14

    Bebel tantos professores estão recebendo férias e eu não recebi nada. Minha secretária alega que o meu contrato foi prorrogado mas vários já receberam eu sou pior do que eles?
    Conheço vários professores que pegaram aulas em fevereiro de 2012 junto comigo e já receberam suas férias.
    o que acontece comigo? eu sou pior do que eles?
    aguardo uma resposta eu te adoro vc é minha única luz no fim do túnel … respeito e admiro a luta de vcs

    Resposta
    • 17. apeoesp  |  01/03/2013 às 09:52

      Prezado professor Daniel.
      Obrigada.
      Você deve solicitar explicações por escrito na escola ou DRE. De posse delas, procure o departamento jurídico na subsede para ajuizar ação judicial.
      Bebel

      Resposta
  • 18. Renata  |  27/02/2013 às 18:29

    Bebel, não sei o que fazer….Sou categoria F, aprovada, porém, não sobrou aulas na minha sede esse ano e fui para outra escola. Escolhi as aulas no dia 29/01. Fiquei surpresa, pois, o meu salário não está provisionado na fazenda, fui até a minha DE e fiquei sabendo que a escola que é a minha nova sede perdeu o prazo de lançar as aulas, mandou apenas no dia 22/02, isso quer dizer, que não vou ter pagamento. Estou preocupada, não tenho como pagar minhas contas…A DE me informou que talvez tenha alguma folha suplementar para esses casos, isso procede?
    O que devo fazer? Não é justo ficar sem pagamento por erro da secretaria da escola.
    Obrigada

    Resposta
    • 19. apeoesp  |  01/03/2013 às 09:50

      Prezada professora Renata,
      Infelizmente isto ocorre. Já houve anos em que os atrasos eram maiores. Estamos fazendo contato com a SEE para verificar os prazos de regularização.
      Bebel

      Resposta
  • 20. IVO.FREITAS  |  27/02/2013 às 18:39

    Cara Bebel,
    Sou da antiga categoria L , desde de outubro de 2012 estao descontando um valor de 10% do meu salário, não sei o que faço. Será que não vai acabar esse desconto, como vou saber quantos devo para o governo.

    Resposta
    • 21. apeoesp  |  01/03/2013 às 09:49

      Prezada professora Ivone,
      Procure o departamento jurídico, na sua subsede.
      Bebel

      Resposta
  • 22. Prof. Renato  |  28/02/2013 às 00:16

    A pauta de reivindicações são justas sem dúvida! Mais do que justas, são essenciais!

    Resposta
  • 23. Mayara  |  28/02/2013 às 10:15

    Bebel, gostaria de tirar uma dúvida: nos anos de 2010 e 2011 fui categoria O. Em 2012, virei efetiva no Estado. Em fevereiro do ano passado eu recebi férias e esse ano, até agora nada. Por causa da mudança do tipo de regime eu corro o risco de perder as minhas férias desse ano, mesmo tendo lecionado o ano passado inteirinho? Grata.

    Resposta
    • 24. apeoesp  |  01/03/2013 às 09:46

      Prezada professora Mayara,
      Não há porque você perder suas férias. Procure o departamento jurídico para ingressar com ação judicial.
      Bebel

      Resposta
  • 25. Maikkon  |  01/03/2013 às 18:21

    Olá! Tive aulas atribuidas no inicio de maio, faço jus aos 2/3 q me fazem ter direito ao bonus????

    Resposta
    • 26. apeoesp  |  03/03/2013 às 12:01

      Prezado professor Maikkon,
      Por favor, procure o departamento jurídico na subsede para que sejam feitas as contas de forma criteriosa considerando a data em que entrou em exercício e total de dias do ano letivo correspondente.
      Bebel

      Resposta
  • 27. Joe  |  01/03/2013 às 18:22

    as férias de quem era L sai ou não ??????????

    Resposta
    • 28. apeoesp  |  03/03/2013 às 11:58

      Prezado professor Joe,
      O Estado recorreu da sentença.
      Bebel

      Resposta
  • 29. Prof. Clovis  |  01/03/2013 às 23:38

    A categoria deve estar bem informada se nós vamos entrar em greve pelas nossas justas reivindicações ou vamos repetir a paralisação de três dias como no ano passado. O nosso movimento deve ser autônomo pela sua urgência e justeza.

    Resposta
    • 30. apeoesp  |  03/03/2013 às 11:52

      Prezado professor Clóvis,
      Sempre quem decide é a categoria em assembleia. No ano passado decidiu que não havia condições de prosseguir. Neste ano, pode iniciar a greve antes dos três dias convocados pela CNTE e prosseguir. Tudo depende da decisão de assembleia. A diretoria da entidade não pode tomar esta decisão, pois a assembleia é a instância maior.
      Bebel

      Resposta
  • 31. Fernanda  |  02/03/2013 às 01:07

    Olá Bebel,estou com uma dúvida. Em fevereiro do ano passado recebi férias mas esse ano nada. Sou categoria O e meu contrato teve início em 2012 depois de cumprir a quarentena. Se puder me esclarecer eu agradeço. Obrigada.

    Resposta
    • 32. apeoesp  |  03/03/2013 às 11:49

      Prezada professora Fernanda,
      Você deve pedir na sua escola informações por escrito sobre sua situação. De posse delas, procure o departamento jurídico para ajuizar ação judicial.
      Bebel

      Resposta
    • 33. Elenice Chrispim  |  06/03/2013 às 23:06

      Olá Fernanda, estou na mesma condição sua, e ainda tenho que aguentar efetivo tirando com a minha cara. Não aguento mais a falta de respeito com a nossa categoria.
      Obrigada!

      Resposta
  • 34. Ana  |  02/03/2013 às 23:18

    Olà Bebel,
    Moro em Santos e sou ingressante em um cargo em São Bernardo, porém a escola em que trabalho provavelmente passará a funcionar como escola de tempo integral no próximo ano e a minha dúvida é se poderei me remover mesmo sendo ingressante para uma escola mais próxima da minha cidade ou se serei transferida para uma escola próxima da escola em que trabalho, pois na resolução isso não está muito claro.

    § 6º – Os docentes, titulares de cargos e/ou ocupantes de funções-atividades, que não permanecerem na unidade escolar do Programa Ensino Integral, serão removidos e/ou transferidos para a unidade escolar mais próxima.” (NR)

    Resposta
    • 35. apeoesp  |  03/03/2013 às 11:39

      Prezada professora Ana,
      Você será removida ex-officio. Você pode recorrer por meio de mandado de segurança individual. Se ocorrer, procure o departamento jurídico na subsede.
      Bebel

      Resposta
  • 36. Edna  |  04/03/2013 às 16:53

    Bebel, categoria O que tem aulas em 2 escolas, caso apareça mais aulas em sua sede, pode reduzir escolas? grata!

    Resposta
    • 37. apeoesp  |  05/03/2013 às 14:42

      Prezada professora Edna,
      O professor não pode abrir mão de aulas no decorrer do ano, sob pena de não participar de novas atribuições.
      Bebel

      Resposta
  • 38. Maria Regina  |  05/03/2013 às 02:30

    A Apeoesp não muda nunca. Faz tantas reivindicações que fica evidente a força que dá ao PSDB de não atender nenhuma.Qual é a prioridade? Salário? Fim das categorias? Ora, o salário digno torna a profissão e o profissional dignos. Pedir que trate os efetivos e não -efetivos com os mesmos direitos e ao mesmo tempo querer concurso público é um tanto dúbio, não acha? Menos pauta e mais empenho nas questões salariais teria sido bem mais objetivo do que toda essa série de itens que provocou esses mandos e desmandos com a categoria.

    Resposta
    • 39. apeoesp  |  05/03/2013 às 13:49

      Prezada professora Maria Regina,
      Com todo o respeito, creio que sua análise não está correta. A questão não é o número de reivindicações que a APEOESP faz (e aí estão apenas as principais), mas o número de reivindicações necessárias em função da calamidade em que o PSDB deixou a educação no Estado de São Paulo. Acredita que podemos abrir mão de alguma delas?
      Bebel

      Resposta
  • 40. Vilma  |  06/03/2013 às 19:11

    Olá Bebel,sou categoria O, tive aulas atribuidas no dia 07/02 não receberei salário no inicio de março,será que receberei folha suplementar no final de março?

    Resposta
    • 41. apeoesp  |  08/03/2013 às 11:59

      Prezada professora Vilma,
      Caso não receba, procure o departamento jurídico na subsede para verificar o que pode ser feito.
      Bebel

      Resposta
  • 42. Wagner  |  08/03/2013 às 17:18

    Hoje no dia internacional da mulher o jornal Folha de São Paulo publicou proposta do atual prefeito de São Paulo: As professoras que permanecerem por mais de 28 anos na profissão receberão 13% de aumento nos seus vencimentos. Lamentável!!!!

    Resposta
    • 43. apeoesp  |  10/03/2013 às 11:19

      Prezadop professor Wagner,
      Pelas informações que colhemos, a proposta foi negociada no governo anterior e vetada neste, mas houve queixa e foi retomada. Na realidade, o projeto cria duas novas referências para quem está no fim da carreira, tem tempo de contribuição, mas ainda não tem tempo para se aposentar. Essas pessoas continuam na ativa, mas ficam estagnadas.
      Bebel

      Resposta
  • 44. Vanilda  |  13/03/2013 às 21:09

    Tantos comentários, será que alguém vai na assembléia, conforme o título da matéria??????

    Resposta
    • 45. apeoesp  |  14/03/2013 às 09:16

      Prezada professora Vanilda,
      Temos um levantamento nas regiões de um bom comparecimento na assembleia. É preciso reforçar a convocação nas escolas e regiões para que tenhamos uma grande assembleia e uma grande caminhada.
      Bebel

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Em quem você vai votar no dia 5 de outubro?

Participe da nossa enquete. Não é pesquisa, mas uma enquete para aferição de intenção de voto.

Para participar, clique aqui

Total dos votos consignados

Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 3,278,317 hits

Comentários recentes

apeoesp em APEOESP cobra do Secretário da…
apeoesp em ‘Professores reclamam ma…

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 426 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: