Governo estadual eleva o piso. Queremos reajuste salarial para todos/as!

Fui procurada pelo jornal O Estado de S. Paulo para comentar a informação de que o Governo do Estado irá reajustar o salários dos Professores de Educação Básica I (PEB I) para adequá-los à lei do Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN), passando de R$ 2.088,00 para 2.298,00.

Como a APEOESP vinha denunciando desde o ano passado e continuou denunciando em todos os seus materiais de campanha (sobretudo os recentes, que estão sendo distribuídos em todo o estado durante o processo de atribuição de aulas), os salários de PEB I estão 9,2% abaixo do piso nacional. A questão salarial também tem sido ponto de pauta em todas as reuniões com o Secretário da Educação, nas quais alertávamos para esta ilegalidade, pois em 2016 o salário de PEB I já estava abaixo do PSPN.

Assim, portanto, considero uma medida necessária e obrigatória que o Governo não continue fora da lei e reajuste os salários de PEB I. Um reajuste absolutamente merecido.

Entretanto, nossa luta é em defesa de toda a categoria. Todos os professores estão com seus salários defasados e todos devem ter reajuste salarial, tendo em vista que o último reajuste ocorreu em julho de 2014. Já são, portanto, quase três anos de reajuste zero.
vale lembrar, a propósito, que o salário de PEB II, que era 59,5% acima do piso em 2008, hoje está apenas 5,1% superior, demonstrando sua enorme desvalorização.

Assim, nossa luta vai continuar, pois o reajuste necessário para recuperar o poder de compra de nossos salários (para os professores e professoras) é bem superior. É preciso que se instale imediatamente uma mesa de negociação para analisar e atender nossas reivindicações.

Professor, professora, converse com seus colegas durante o processo de atribuição de aulas e na retomada do ano letivo. Debata a nossa situação e contribua para organizar a greve da categoria, sobre a qual deliberaremos na ASSEMBLEIA ESTADUAL de 8 de março, 14h30, no Vão Livre do MASP (Avenida Paulista). Queremos a valorização de todos os integrantes da nossa categoria, da ativa e aposentados, sem exceção.

EM TEMPO: a informação foi confirmada no site do Governo Estadual. Reafirmamos: queremos reajuste salarial para toda a categoria. Todos tem direito, pelo princípio da isonomia. Vamos à luta!

http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/alckmin-eleva-em-10-salario-de-18-mil-professores-da-rede-estadual-2/

23/01/2017 at 16:46 Deixe um comentário

Plantão de dúvidas sobre atribuição de aulas

plantao

21/01/2017 at 13:08 2 comentários

MOÇÃO DE SOLIDARIEDADE AO SINTUSP

A APEOESP – Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo, expressa seu apoio ao Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo (SINTUSP) e repudia a decisão da Reitoria da USP de desalojar o sindicato de sua sede dentro do campus, que vem ocupando desde os anos 1960.

A decisão da Reitoria inscreve-se na ofensiva realizada contra o movimento sindical e os movimentos sociais pelos setores que se associaram no golpe de estado que retirou do Governo Federal a Presidente legitimamente eleita pelos brasileiros, Dilma Rousseff.

Coerente com a forma truculenta e antidemocrática como vem atuando os governos do PSDB no estado de São Paulo desde 1995, a Reitoria da USP ataca a organização sindical dos trabalhadores da Universidade, assim como restringe o direito de organização e expressão dos segmentos que compõem a comunidade universitária.

Como professores da rede estadual de ensino, sindicalistas e cidadãos, não podemos ficar indiferentes e não nos calaremos diante desta arbitrariedade. Colocamo-nos, portanto, ao dispor dos companheiros para contribuir na luta de resistência contra este ataque e continuaremos trabalhando, juntos, por educação pública, gratuita, laica, inclusiva e de qualidade para todos e todas, em todos os níveis.

Maria Izabel Azevedo Noronha
Presidenta da APEOESP

 

19/01/2017 at 20:38 1 comentário

APEOESP reuniu-se com a Secretaria da Educação para tratar da atribuição de aulas

Presidenta da APEOESP, professora Maria Izabel Noronha, e outros diretores da entidade, falam sobre a reunião mantida na manhã desta quinta-feira, 19 de janeiro, com a Secretaria Estadual de Educação para tratar do processo de atribuição de aulas de 2017. Assista.

19/01/2017 at 18:45 6 comentários

SEE amplia prazo para alterações de opção pelo artigo 22 e carga horária.

O portal http://portalnet.educacao.sp.gov.br/portalnet – opção “Alterar Inscrição”, permanecerá aberto até o dia 18/01/2017 para alterações:

a) Para os docentes titulares de cargo optarem ou cancelarem a opção para a designação pelo Artigo 22, bem como alterarem a opção de jornada.

b) Para os docentes não-efetivos (categorias P e F) optarem ou cancelarem a opção de transferência de Diretoria de Ensino, bem como alterarem a opção de carga horária (quantidade de aulas).

c) Para os docentes contratados ( Cat O) alterarem a opção de carga horária (quantidade de aulas).
Para entrar utilize o login do GDAE e a senha da Secretaria Digital – SED

17/01/2017 at 13:23 4 comentários

CNTE tem nova direção

Foi eleita neste sábado, 14 de janeiro, a nova direção da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação. A chapa vencedora, Resistência e Luta, obteve  86,8 % dos votos no 33º Congresso Nacional da CNTE que se encerra neste domingo, 15 de janeiro de 2016, em Brasília.

O novo Presidente da CNTE é o professor Heleno Araújo, do Sintepe de Pernambuco e atual coordenador do Fórum Nacional de Educação.

Coube à Presidenta da APEOESP, professora Maria Izabel Azevedo Noronha, fazer a apresentação e defesa da chapa vencedora ao plenário, antes da votação. Em sua fala, Bebel destacou: ” Esta chapa expressa a diversidade necessária para fazer o embate com um governo que é golpista e que tem feito ataques não só aos professores, mas a todos os trabalhadores. Uma chapa que representa a possibilidade real da CNTE, pela primeira vez, cumprir um calendário de greve geral dos trabalhadores em educação de todo o país. O professor Heleno Araujo, que encabeça esta chapa, reúne todas as condições para dirigir a CNTE no atual momento porque passa a educação brasileira e para liderar a lutas que virão. Ainda mais, esta chapa, por saber ser maioria, saberá respeitar todas as correntes de opinião e buscará o entendimento com todas elas para estabelecer e cumprir um plano unificado de lutas”.

Três Chapas se inscreveram para disputar o pleito. Além da vencedora, a Chapa  Independência e autonomia: colocar a CNTE na rua contra os ajustes de Temer e do Capital, com 9,7% dos votos e a Chapa  Não ao golpe: unidade para lutar, com 3,3%.

A Nova Diretoria é resultado da aliança de seis forças políticas dentro da CNTE e significa em parte continuidade “já que temos quase 50% de renovação no conjunto da chapa”, avaliou Heleno. Segundo ele, a nova composição traz diretores da antiga gestão em novos cargos e novos membros.

bebel-cnte

Bebel faz a apresentação e defesa da chapa vencedora.

A nova diretoria da  CNTE ficou assim composta:

executiva-cntecnte-restante

 

15/01/2017 at 14:15 1 comentário

Leia resolução comentada de atribuição de aulas no portal da APEOESP

CLIQUE AQUI PARA LER >>> http://www.apeoesp.org.br/publicacoes/professor/suplemento-de-atribuicao-de-aulas-2017/capa-atribuicao

15/01/2017 at 14:04 2 comentários

Posts antigos


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,592,635 hits

%d blogueiros gostam disto: