Estado vai devolver dinheiro descontado indevidamente para associados da APEOESP

10/05/2012 at 14:36 80 comentários

Tão logo a APEOESP tomou conhecimento de que o Estado descumpria decisão judicial determinando o não-desconto indevido, nos salários dos professores da “categoria O”, de dias trabalhados no mês de dezembro, o juiz da causa foi procurado para que determinasse o estorno dos valores descontados.

Hoje, 10/05, o jornal Diário de S. Paulo (veja ao lado) informa que a devolução do dinheiro será feita por folha suplementar no dia 14/05, segunda-feira, mas para os associados da APEOESP, que são abrangidos pela ação judicial. Os demais devem procurar o departamento jurídico da entidade nas subsedes.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Queixas sobre aposentadorias e atrasos foram encaminhados à SEE Esclarecimentos sobre pagamento de bônus para aposentados

80 Comentários Add your own

  • 1. Michelle  |  10/05/2012 às 15:11

    Olá! Gostaria de saber se este estorno será feito somente para os professores da ex categoria L, já que os descontos indevidos foram feitos também no pagamento dos professores categoria O. Obrigada desde já.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  10/05/2012 às 15:45

      Prezada professora Michelle,
      A certeza que temos é que serão devolvidos os valores descontados indevidamente dos professores que pertenciam à categoria L e hoje são O. Quanto aos que já eram da categoria O, a justiça proibiu novos descontos mas, provavelmente, determinará a devolução quando der a sentença, o que pode acontecer a qualquer momento.
      Bebel

      Responder
  • 3. Fátima  |  10/05/2012 às 15:53

    Boa tarde, colegas,
    gostaria de avisar que foi depositado a outra metade do vale alimentação hoje dia 10/05/2012 do aumento de 4 para 8 reais, claro para quem tem direito que não é o meu caso, mas já fico contente por quem tem esse direito, pois não vai ter que esperar até junho.
    Abraços
    Fátima

    Responder
    • 4. apeoesp  |  10/05/2012 às 16:05

      Prezada professora Fátima,
      Obrigada. Estamos lutando, também, para que mudem as regras para a concessão do benefício, para que todos os professores possam ser contemplados.
      Bebel

      Responder
  • 5. Profª. Meire Isabel Rodolpho Cintrão  |  10/05/2012 às 17:02

    Boa tarde, Bebel! Estou na situação dos ex-L e tive os dias de dezembro de 2011, descontados. Sou associada à subsede de Araraquara. Terei devolvido o q foi descontado? Obrigada, mais uma vez! Abraços!

    Responder
    • 6. apeoesp  |  13/05/2012 às 15:47

      Prezada professora Meire,
      Provavelmente, sim. Se não ocorrer, procure o departamento jurídico na sua subsede.
      Bebel

      Responder
  • 7. Prof. Fernando  |  10/05/2012 às 17:48

    O que acontece se atribuem aulas compussoriamente a um professor (cat F) e ele não der as aulas?

    Responder
    • 8. apeoesp  |  29/05/2012 às 19:31

      Prezado Professor Fernando
      Não sendo ministradas as aulas atribuídas, o professor terá consignado faltas e isso acarretará processo administrativo por abandono
      de função.
      Bebel

      Responder
  • 9. Emerson  |  10/05/2012 às 18:23

    Ola professora Bebel sou professor efetivo e em dezembro era categoria L e foi descontado os dias de dezembro gostaria de saber se também vou ter o dinheiro devolvido sou filiado

    Responder
    • 10. apeoesp  |  13/05/2012 às 15:44

      Prezado professor Emerson,
      Provavelmente sim. Caso não ocorra, procure o departamento jurídico na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 11. Shirlei  |  10/05/2012 às 20:42

    Será que tem como reivindicar este decreto para os professores? (Não proibe a remoção em estágio probatorio, o que é uma incoerência, já que faltam tantos professores na rede)
    DECRETO Nº 58.027, DE 7 DE MAIO DE 2012

    Responder
    • 12. apeoesp  |  29/05/2012 às 19:34

      Prezada Professora Shirlei

      O decreto citado regulamenta a remoção dos titulares de cargo do Quadro de Apoio Escolar. No caso da remoção dos docentes, temos reivindicado insistentemente do Governo que permita a participação no concurso remoção também dos que se encontram, em estágio probatório, a exemplo do que ocorre com os integrantes do Quadro de apoio escolar, como você bem lembrou. Dada as negativas do Governo, só nos resta recorrer ao Poder Judiciário para que se faça justiça. Foi impetrato Mandado de Segurança coletivo pelo jurídico da APEOESP, sem sentença até a presente data.
      Bebel

      Responder
  • 13. Shirlei  |  10/05/2012 às 21:46

    Mais uma pergunta no diario oficial aparece:

    COMUNICADO CGRH nº 1, de 09 / 04 / 2012 CONCURSO DE REMOÇÃO DE DOCENTES / 2012 PROCEDIMENTOS DE INSCRIÇÃO E INDICAÇÕES E RELAÇÃO DE VAGAS

    O Coordenador da Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos, com fundamento no Decreto nº 55.143, publicado no DOE de 11 de dezembro de 2009 e na Resolução SE nº 95, publicada no DOE de 12 de dezembro de 2009, torna pública a abertura de inscrições e as orientações quanto aos procedimentos de    inscrições e indicações do Concurso de Remoção das Classes Docentes – 2012 – Professor Educação Básica I e Professor Educação Básica II.

    Delegacia de Ensino: Selecione a DE Municípios: Selecione o Município

    O candidato deverá fazer todas as indicações pretendidas no momento da inscrição.

                Os removidos assumirão a nova unidade escolar somente no ano letivo de 2013.
     
    Se no diário oficial não fala nada sobre a proibição de participação do professor em estágio probatório e o decreto e a resolução que aparecem também não falam nada como podemos nos proteger contra esta proibição. Será que com essas informações é possivel ganhar esse direito na ustiça?

    Responder
    • 14. apeoesp  |  13/05/2012 às 15:42

      Prezada professora Shirlei,
      É possível vencer na justiça e temos conseguido ganhar várias casos. Mas a ação é individual, por determinação da justiça. Entre em contato com o departamento jurídico na sua subsede.
      Bebel

      Responder
  • 15. Rogério  |  11/05/2012 às 00:28

    Por que só para quem entrou com ação na apeosp? Se foi cobrado indevidamente todos devem ser resarcidos do descontos. quem não entrar não recebe? quem não filiado a apeosp paga quento pela ação? Desde já obrigado Bebel.

    Responder
    • 16. apeoesp  |  11/05/2012 às 15:47

      Prezado professor Rogério,
      Porque a Justiça só reconhece que a APEOESP fale pelos seus associados. Para ações individuais, pode se associar no próprio ato e pagará uma taxa de R$ 50,00 para ingressar com a ação.
      Bebel

      Responder
  • 17. vALTER RABAQUINHO  |  11/05/2012 às 01:02

    ACHO ISSO mUITO ERRADO A APEOESP SO LUTAR PARA QUEM FAZ PARTE DELA E OS OUTRO QUE TAMBEM DIVERAM DESCONTOS O QUE VAI OCORRER ??? ACHO QUE O GOVERNO DEVERIA TARTAR TODO MUNDO IGUAL INDEPENDENTE DE SER FILIADO A APEOESP OU NÃO

    Responder
    • 18. apeoesp  |  11/05/2012 às 15:44

      Prezado professor Valter,
      A base para uma crítica tem que ser a informação e a verdade. A APEOESP luta por toda a categoria. Todos os benefícios que conquistamos são para toda a categoria. Ocorre que, em ações judiciais, a justiça só reconhece a decisão para os associados do sindicato e o governo, naturalmente, acata esta decisão. Para nós, a decisão tem que valer para todos e é isto que temos dito para o governo. Diante disto, os demais professores podem contar com a APEOESP para ações individuais, mas neste caso terão que se associar.
      Bebel
      Bebel

      Responder
    • 19. Prof. Fernando  |  12/05/2012 às 01:38

      Valter vc é um sem noção.

      Responder
      • 20. Valter rabaquinho  |  15/05/2012 às 23:27

        e vc é um puxa saco seu lixo

  • 21. matéria desastre na educação  |  11/05/2012 às 10:16

    A Educação Em Um Beco Sem saída

    A Educação no Estado de São Paulo, o Estado mais rico do país, vem passando há anos por sucessivas mudanças.Desde 2000, que se iniciou a chamada Reforma Educacional com então governado de São Paulo Mário Covas do PSDB .Em um primeiro momento o problema da educação segundo o governador era a motivação do professor, segundo ele a educação não era boa porque os professores estavam desmotivados .Institui-se então uma gratificação, conhecida por Bônus assiduidade ,os técnicos educacionais acreditavam que precisava motivar os professores para que ele desse um boa aula e não faltassem mais, os professores ,muitos doentes e muitos lutando para a melhoria da educação acabavam se ausentando do trabalho, devido ás péssimas condições.Com o Bônus assiduidade o professor deixou de faltar, porém ia trabalhar doente, para poder ganhar um pouquinho a mais o que não contribuía para a melhora da educação.Mas o que estava de fato por detrás do Bônus, era já, o início de uma campanha de desvalorização do professor que desde então amargou dez anos sem reajuste salarial e o resultado é um dos menores salários que um profissional da relevância do professor deveria ganhar perdendo até para trabalhadores que tem curso técnico.
    A tão falada melhora na educação com o Bônus não veio,é lógico que não seria por aí, mas o governo insiste e segue adiante com sua obstinada ideia de copiar o receituário do Banco Mundial , e adotam metas para educação, que deixa de ser vista como investimento para ser vista como custeio e dessa forma tem que se cortar gastos.
    Assim segue -se as reformas na educação que deixa de ser seriados para serem em ciclos, ou seja, a cada dois anos , ha a reprovação nos demais anos o que vale é a Progressão Continuada , ou como os professores a chamam, Promoção Automática, pois os alunos passam sem saber.
    Essa engenharia pedagógica não estava dando resultados, e no governo do senhor Geraldo Alckmim, é feita uma nova tentativa, agora então, com a política da Meritocracia , que consiste ainda em continuar fazendo do professor o Bode Expiatório e dessa forma reafirmando que o professor é o culpado por tudo o que acontece com a educação, dessa forma então , segundo o governador,era preciso separar os ruins dos bons, aqueles que fossem bons e conseguissem atingir as metas educacionais ganharia o Bônus , que de bônus assiduidade passou a ser Bônus Mérito .E como uma coisa puxa a outra, e agora para obtermos ganhos salariais foi instituído a prova de mérito, ou seja ganha reajuste quem fizer uma prova que até o ano passado havia uma cota de 25 por cento , ou seja não era para todos, e com isso 75 por cento da categoria ficava sem aumento salarial.
    Mas isso ainda é pouco, não está dando resultados , o que tem então?Lógico, os professores estão velhos precisam se reciclarem ou darem lugar para os mais novos!Bom, aí temos um problema , como dizer que alguém com 15 , 20, ou mais anos, não serve mais para dar aulas?
    Mais uma vez, os técnocratas tucanos entram em cena, vamos fazer uma rotatividade , enquanto um professor fica de quarentena por dois anos outro mais novo dá aulas em seu lugar!Agora só falta inventar uma prova para provar que os professores realmente precisam de reciclagem e pronto!E é o que foi feito, dessa forma alunos de último ano de faculdade, começam a substitur os então dinossauros, da educação mesmo que para isso tenha que passar por cima da LDB, ou tenha que atribuir ao professor uma falsa estabilidade de doze aulas que daria um enorme salario de mais ou menos quinhentos reais mensais.
    Bom , o leitor deve estar se perguntando, mas e vocês não fizeram nada ,como deixaram isso chegar até aqui ? Nesse período de tempo , apesar do assédio Moral , das ameaças, fomos á luta , dizemos em vários momentos que a solução se passaria por diminuir a carga horária em sala de aulas, para termos tempo de prepararmos aulas, corrigirmos provas, fazermos cursos de especialização etc.
    Eis que a lei do piso e da jornada foi sancionada , não da forma como queríamos, mas que é o mínimo do que queríamos e passa a ser de 33 por cento reservado para as horas atividade fora de sala de aulas,o governo diz que irá aplicar, no entanto em uma manobra jurídica suspende uma lei federal e diz que já aplica a lei do piso ,e que portanto nós não temos direito á lei, e como ele é bonzinho , através da conta hora relógio e não hora trabalhada chega ao espantoso número de uma aula de crédito e dessa forma a nossa jornada que pela nova lei deveria ser de pelo menos 8 aulas fora da sala de aula, temos essa quantidade magnífica de uma aula , cuja , é para que nós corrijamos provas, façamos planejamentos de aulas , e melhoremos a qualidade do ensino no estado de São Paulo!
    Infelizmente caro trabalhador, que tem seu filho em uma escola pública,ainda não acabou as peripécias do então governador que tem a seu lado mais um magnifico reitor de uma das mais conceituadas Universidade Pública, o Senhor Herman da Unesp atual secretário da Educação no estado de São Paulo, que vem com toda sua bagagem e de engenheiro de produção , e toda a sua experiência democrática em negociar com os professores e funcionários daquela Universidade, e começa a inovar, diz que é preciso diálogo e institui o chamado Pòlos de Discussão, onde pode ir qualquer professor desde que escolhido á dedo pelos dirigentes de ensino nas diretorias que são cargos de confiança do PSDB.
    Alí nesses ditos Pòlos ele descobre que apesar de aplausos há sérias críticas á política educacional do governo e acuado, tem que dar respostas, passando assim a dizer que propostas como, dois ciclos, escola de excelência, divisão das férias, dos professores em dois períodos teriam saídos de tal Pólo por propostas dos professores, e que esses propostas é que resolveriam os problemas da educação.
    Já o governador por seu lado em descumprimento de nossa data base instituída em março, resolve dar um passa moleque nos professores parcelando em quatros anos um reajuste salarial que deveria recuperar em um só ano as perdas ele divide em quatro anos.
    Infelizmente essa engenharia pedagógica psdbista, não pára apenas no ensino fundamental, ela atinge o ensino superior mais especificamente as Universidades Públicas Estaduais,que embora figurem como no caso específico da USP, entre as duzentas melhores Universidades do mundo , vem sofrendo um ataque sem precedentes na história política dese país e estado com as mais estapafúrdias atitudes do senhor reitor , homem de confiança do senhor Geraldo Alckmim que alé de colocar gente infiltrada para espionar o sindicato dos funcionários, demitem diretores do sindicato que tem estabilidade pelo mandato sindical,e está processando inúmeros , alunos , funcionários e professores , que ousem se colocar contra as fundações de cunho privado que estão dentro da universidade ganhando dinheiro com os seus cursos particulares e a partir daí escanacarando as portas da univesidade para os acordos das empresas públicos privada, ou seja, os cursos , a Universidade e todo seu patrimônio científico passaria ser gerenciado por algum empresário do ramo educacional.
    Por tudo isso , a Educação encontra-se em um beco sem saída, as políticas educacionais , tanto para o ensino fundamental , médio e superior está sendo truncado por uma política privatista dos governos tucanos que para ser levado a cabo é preciso contar com a repressão aos movimento sociais, contratar como fez a USP , três Coronéis da polícia militar para poder enviar goela abaixo o projeto neoliberal do PSDB dessa formaa lógica tucana está se impondo: difamar e depois privatizar.
    Os cidadãos paulistanos e também os paulista não podem permitir o desmonte da escola pública, que se expressa no ataque ao professor retirando direitos e culpabilizando- os pelo desmazelo com a educação por um lado e por outro se expressando em uma política educacional desastrosa que tem na Progressão Continuada e nas escolas de ensino médio por excelência, que obrigará o professor novamente a prestar uma prova, e dividirá novamente a categoria, dos professores dentro do estado realizando a mesma função só que em regimes de contratação diferenciados com a exemplo de como são agora com as categorias F, O. E etc,e também se expressando com as fundações de cunho privatista dentro da USP.
    Até agora , o que esse governo tem demonstrado que é muito capaz em dar dinheiros para revistas e jornais , como Veja , Estadão, Folha , da qual fazem parte a Abril cultural , empresa que é responsável por imprimir a apostilas do aluno , que em muitas vezes vieram carregadas de erros e longe da realidade educacional e estrutural dos alunos e que cujo material é constantemente questionado pelos professores, por serem matéria de cunho pedagógico construtivistas enquanto que para os vestibulares das Universidades são cobrados pedagogias mais conteudistas, ou seja, é ensinado nas escolas particulares a essência da ciência , e nas escolas públicas é o aluno que constrói seu conhecimento, com o binômio aprender a aprender, criado uma defasagem muito grande que só com politicas compensatórias é possivel reverter, e diga de passagem a principal Universidade dirigida pelo reitor do PSDB é contra.
    Benedito

    Responder
    • 22. apeoesp  |  11/05/2012 às 15:27

      Prezado professor Benedito,
      Obrigada pela sua contribuição. Como sempre, você acerta em suas críticas às políticas educacionais em vigor no Estado de São Paulo, que coincidem com aquelas que temos feito e com as lutas que temos desenvolvido na busca de mudanças e na defesa da escola pública e dos direitos da nossa categoria.
      Bebel

      Responder
  • 23. Lia  |  11/05/2012 às 12:00

    Olá!
    E quanto aos professores O antigos L que não receberam a metade de 1/3 de férias pago em janeiro?
    Nós vamos receber 1/3 de férias(integal) em julho ou será esquecido???
    Abraços…

    Responder
    • 24. apeoesp  |  11/05/2012 às 14:41

      Prezada professora Lia,
      Por favor, veja no site da APEOESP (www.apeoesp.org.br) o boletim APEOESP Urgente nº 14, com orientações sobre procedimentos neste caso.
      Bebel

      Responder
  • 25. THAISA FERREIRA  |  11/05/2012 às 19:11

    OLÁ, OS PROFESSORES CATEGORIA O IRÃO RECEBER A DIFERENÇA DESCONTADA?

    GRATA

    Responder
    • 26. apeoesp  |  12/05/2012 às 10:50

      Prezada professora Thaisa,
      Os que são associados da APEOESP sim, pois este é um critério da justiça. Se não receber deve procurar o departamento jurídico da APEOESP.
      Bebel

      Responder
  • 27. Denis  |  12/05/2012 às 17:42

    Olá
    estou há + de 2 meses sem salário e não tive ainda esse desconto. Sou filiado a Apeoesp. Será q no meu próximo salário esse desconto ainda vêm ?

    Responder
    • 28. apeoesp  |  13/05/2012 às 15:08

      Prezado professor Denis,
      Acredito que você quis dizer a devolução do desconto. Se não receber gno dia 14 e for associado da APEOESP, procure o departamento jurídico na sua subsede.
      Quanto ao salário atrasado, mande seus dados se seu relato para presiden@apeoesp.or.br para que possa remeter à SEE.
      Bebel

      Responder
  • 29. Alfredo  |  12/05/2012 às 23:39

    Quem era categoria O em 2011 e teve os dias de edzembro descontados terão que entrar com ação contra o Governo para ter restituido este valor? E a Limanar concedida em 21 de março não serviu de nada?

    Responder
    • 30. apeoesp  |  13/05/2012 às 14:53

      Prezado professor Alfredo,
      Se você é associado da APEOESP e não teve o dinheiro devolvido, procure o departamento jurídico na sua subsede. De toda forma, para os professores da categoria O, a liminar proibiu qualquer novo desconto, mas não mandou restituir imediatamente o que já havia sido descontado, diferente da liminar concedida aos categoria L.
      Bebel

      Responder
      • 31. Alfredo  |  14/05/2012 às 00:30

        no post do dia 24/03 que diz: “A juíza Silvia Maria Meirelles Novaes de Andrade da 12ª Vara da Fazenda Pública no Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu na quarta-feira, 21 de março, liminar em Mandado de Segurança Coletivo impetrado pela APEOESP para que não sejam descontados dos professores da categoria “O”, quaisquer valores indevidos, relativos aos salários pagos ao mês de dezembro de 2011.
        Decisão semelhante, já transformada em sentença de mérito, foi tomada em relação ao Mandado de Segurança Coletivo de igual teor, referente aos professores da extinta categoria “L”. no texto a sentença diz que não é para ser descontado valores dos salarios pagos em dez/2012, mais e o que foi descontado será devolvido?

      • 32. apeoesp  |  14/05/2012 às 00:47

        Prezado professor Alfredo,
        As duas sentenças têm uma sutil diferença. A dos categoria L manda devolver os valores descontados. A dos categoria O proibe novos descontos, mas não fala da devolução. Se não recebeu os valores de volta, procure o departamento jurídico, na subsede.
        Bebel

  • 33. Professor Danilo  |  13/05/2012 às 03:38

    me associei sexta dia 11/05/2012 será que consigo?

    Responder
    • 34. apeoesp  |  13/05/2012 às 14:48

      Prezado professor Danilo,
      Terá que procurar o departamento jurídico, na sua subsede, para ajuizar ação.
      Bebel

      Responder
      • 35. Professor Danilo  |  16/05/2012 às 12:41

        Mandei um email para minha subsede e me responderam assim:
        – O Dr. Orlando elaborou um requerimento que será enviado hoje, para APEOESP Depto. Jurídico, junto com a copia do seu holerite, para que você possa ter os valores devolvidos.

        É isso mesmo? O que é esse ajuizar?

      • 36. apeoesp  |  17/05/2012 às 02:22

        Prezado professor Danilo,
        Ajuizar é ingressar com ação individual ou coletiva. Este é o procedimento que está sendo adotado no caso dos descontos indevidos.
        Bebel

      • 37. Danilo  |  17/05/2012 às 22:10

        Para qual email devo mandar para saber como ficará minha situação?

        Obrigado Bebel

      • 38. apeoesp  |  18/05/2012 às 01:15

        Você deve se informar pelo telefone 11.33506214 ou no departamento jurídico,na sua subsede.
        Bebel

      • 39. Professor Danilo  |  18/05/2012 às 01:47

        Na minha subsede me responderam isso:

        – O Dr. Orlando elaborou um requerimento que será enviado hoje, para APEOESP Depto. Jurídico, junto com a copia do seu holerite, para que você possa ter os valores devolvidos.

        Não tenho como ligar para 011 moro no interior não tem um email?

      • 40. apeoesp  |  20/05/2012 às 18:30

        Prezado professor Danilo,
        Como você relata, o encaminhamento já foi feito. Verifique no site da APEOEOESP (www.apeoesp.org.br) o e-mail do departamento jurídico.
        Bebel

      • 41. Professor Danilo  |  22/05/2012 às 12:28

        no site não tem o email do departamento jurídico

        Danilo

      • 42. apeoesp  |  23/05/2012 às 00:15

        Prezado professor Danilo,
        Por favor, acesso “Contato” no alto da página.
        Bebel

  • 43. Alex Santos  |  13/05/2012 às 04:20

    Sou categoria O e tive descontado das férias de 2011 quase 800,00 reais referente a ultima quinzena de Dezembo. Teremos reposição deste valor ou apenas ex L? Sou sócio APEOESP e não tenho nada provisionado para dia 14.
    Outra coisa: As férias de 2010 ninguém toca no assunto?

    Responder
    • 44. apeoesp  |  13/05/2012 às 14:47

      Prezado professor Alex,
      Se você é associado da APEOESP e não recebeu, procure o departamento jurídico na sua subsede.
      Quanto às férias,precisa requerer na escola e diante de resposta negativa, por escrito, procure o departamento jurídico na sua subsede.
      Bebel

      Responder
  • 45. Marcia  |  13/05/2012 às 19:46

    Olá, Li a reportagem da folha, as vezes me pergunto, será que o sindicato sabe que estou socia da apeoesp, pois ainda acredito que o meu processo está em questão, para eu tentar retornar a categoria F, mas realmente, há muita falha na comunicação do sindicato, porque horas vejo que, quem responde este não faz ideia da repercusão que pode causar ao dizer que, por exemplo, “que infelizmente o governo recorreu e os descontos aconteceram, favor entrar em contato com o juridico”, e para que serve o ícone “andamento do processo”?? se vocês eviam um link que não abre ou pedem para ligar no juridico,e, para piorar a própria central de atendimento não sabe que era para os professores que sofreram descontos em folha enviar email à presidência para informar o ocorrido, bom pelo menos sei que o meu processo esta andamento, e está em terceira instância, perdido nas outras instâcias e quem sabe nesta consigo pelo menos as férias, os valores descontados que até hoje não sei o que ocorreu. As vezes temos que ser “grosseiros” para conseguir uma resposta mais eficaz com o sindicato.Diante do que escrevi, peço a vocês um alinhamento na comunicação, têm muitas falhas e fui prejudicada com o desconto e nem sabia que eu não poderia ter essa reposição do governo porque estava beneficiada com a ação.Sem mais.Obrigada

    Responder
    • 46. apeoesp  |  13/05/2012 às 20:45

      Prezada professora Márcia,
      Este blog tem a intenção de informar a categoria sobre as questões gerais que a afetam, promover debates sobre as questões educacionais e, também, tem sido um espaço utilizado pelos professores para obter esclarecimnentos sobre questões mais pontuais. Aqui, tenho me empenhado para bem informar a todos e todas, mas o blog não substitui os departamentos do sindicato, qual acompanhando as questões que lhes são pertinentes. As falhas que você aponta são realmente graves e vamos apurá-las, no sentido de melhorar o atendimento de nossa entidade. Apenas gostaria de salientar que o sindicato tem buscado defender os professores contra todos os ataques do governo estadual a seus direitos, ataques esses que tem sido muitos e seguidos.
      Bebel

      Responder
  • 47. Jones Martins de Freitas  |  14/05/2012 às 22:01

    Bebel me filiei no dia 01/02, será que preciso pagar mais 50,00reais para entrar com ação Judicial, já basta de todas que já tenho!!!! Gostaria de saber se irei receber porque passei na Apeoesp da Penha hoje e a pessoa não soube me responder!!!

    Responder
    • 48. apeoesp  |  15/05/2012 às 01:05

      Prezado professor Jones,
      Sim, é necessário pagar a taxa. Ela não cobrfe praticamente nada das custas do processo, mas a APEOESP não tem condições de dispensá-la, pois ela, em larga escala, colabora para minimizar essas custas.
      Bebel

      Responder
  • 49. Rose  |  14/05/2012 às 23:26

    PROFA BEBEL BOA NOITE,

    NÃO SOU ASSOCIADA DA APEOESP MEU POUCO SALARIO (22 AULAS SEM ALI) NÃO DÁ PRA TANTO DESCONTO. MINHA PERGUNTA É A SEGUINTE: SÓ OS ASSOCIADOS DA APEOESP RECEBERAM DE VOLTA OS 10 DIAS DESCONTADOS ? PORQUE O GOVERNO NÃO DEVOLVEU A TODOS OS PROFESSORES? A LEI NÃO É PRA TODOS?

    Responder
    • 50. apeoesp  |  15/05/2012 às 01:03

      Prezada professora Rose,
      Para nós, todos deveriam ter recebido e colocamos isto para o governo. Entretanto, seguiram a decisão judicial, que só considera a APEOESP representativa de seus associados em juízo.
      Bebel

      Responder
  • 51. Marcos Medeiros  |  16/05/2012 às 13:08

    Olá sou o professor Marcos Medeiros e tive o desconto de maneira indevida pelo Governo em meu salário de 1.088.21 e centavos com relação os dias não trabalhado em Dezembro.Por isso Bebel peço que faça alguma coisa para que o Governo devolva esse volor descontado ..

    Responder
    • 52. apeoesp  |  17/05/2012 às 02:20

      Prezado professor Marcos,
      Você deve entrar em contato com o departamento jurídico, na sua subsede.
      Bebel

      Responder
  • 53. livia melo  |  17/05/2012 às 03:01

    Sou categoria O desde o ano passado e tive esses dias de dezembro estornados e sou filiada a apeoesp,mas ate agora nao recebi nada,nem folha suplementar,como devo agir nesse caso?Sera que tenho direito???Obrigada!

    Responder
    • 54. apeoesp  |  18/05/2012 às 01:22

      Prezada professora Livia,
      Você deve procurar o depaertamento jurídico, na sua subsede.
      Bebel

      Responder
  • 55. jane  |  18/05/2012 às 00:08

    Para o governo é muito fácil pagar 549 professores , gostaria de ver eles pagarem as férias , os descontos indevidos e outros direitos que nós ex cat L temos!!! Não sou associada e pelo que sei e li nos blogs anteriores o desconto é indevido para todos os professores !!!!
    Não tenho palavras para dizer o quanto me sinto péssima de ser tratada desta forma , como tantos outros colegas são!!!!!
    Mas não vou mais aceitar vou entrar com uma ação individual com para obter meus direitos!!!!
    Ps: Espero que meu post seja publicado , diferentemente do anterior!!!

    Responder
  • 56. Vanessa  |  18/05/2012 às 02:01

    Olá Bebel sou da ex categoria L me descontaram os 10 dias, porém sou associada da apeoesp, liguei na subsede de guarulhos e me informaram que deveria protocolar um requerimento na escola é isso?
    No meu entender a ação beneficia todos os associados não é?

    Responder
    • 57. apeoesp  |  20/05/2012 às 18:33

      Prezada professora Vanessa,
      A ação beneficia todos os associados. A APEOESP acionou o juiz da ação, mas a subsede precisa comunicar os casos em que a sentença vem sendo descumprida. Você também pode enviar seus dados para a sede central (praça da república, 282, centro, São Paulo/SP – departamento jurídico) discriminando “devolução de valores descontados indevidamente”, com cópia do holerite.
      Bebel

      Responder
  • 58. Silas  |  18/05/2012 às 14:53

    Bom dia!
    Sou o professor Silas ex categoria L e tive tbm descontos indevidos referente a 20/12/2011 a 30/12/2012. Porém não recebi o estorno que seria pago no ultimo dia 14. Quais as providencias que devo tomar?

    Responder
    • 59. apeoesp  |  20/05/2012 às 18:43

      Prezado professor Silas,
      Procure o departamento jurídico na subsede, munido do seu holerite.
      Bebel

      Responder
      • 60. maria m. stos. negreiros  |  29/05/2012 às 01:36

        A professora Rosa M. Caetano está sendo perseguida, humilhada e obrigada assinar advertência, na Escola Eunice Terezinha de Oliveira Fraoás.procure ajudá-la.
        A professora,está desesperada, contudo isto, a professora é conselheira estadual. A diretora não gosta da Apeoesp. Procure ajudá-la… …Negreiros

      • 61. apeoesp  |  30/05/2012 às 03:01

        Prezada professora Maria,
        Por favor, solicite que a professora procure o departamento jurídico na sua subsede ou, se preferir, na sede central da APEOESP. Ela será orientada, sob sigilo, sobre todos os procedimentos administrativos e judiciais cabíveis ao caso.
        Bebel

  • 62. tatiane  |  27/06/2012 às 15:58

    Olá, fiquei de receber o desconto neste pagamento de julho e novamente não recebi os 1200 reais que me descontaram…. Já fui na apeosp e eles me orientaram a esperar…. cansei!!!! tenho, chance ainda???

    Responder
    • 63. apeoesp  |  28/06/2012 às 03:13

      Prezada professora Tatiane,
      Há ação judicial em andamento, mas o juiz não determinou, ainda, a devolução do dinheiro descontado.
      Bebel

      Responder
  • 64. Rúbia  |  31/07/2012 às 23:12

    sou ex categoria L, venho tendo descontos em torno de R$ 200,00 nos últimos 4 meses referentes ao mês de dezembro, só que o engraçado é que eu recebi R$ 1.393,38 pelo mês de dezembro e os descontos já estão em R$ 809,21, isto é, já é mais da metade do que eu recebi, se tá descontando 15 dias como o valor pode ser este, daqui a pouco eles vão ultrapassar o que eu recebi, COMO PODE ACONTECER ISSO?

    Responder
    • 65. apeoesp  |  01/08/2012 às 02:33

      Prezada professora Rúbia,
      Existe ação judicial coletiva contra esses descontos, em tramitação no TJSP. Informe-se pelo telefone 11.33506214 se deve aguardar essa ação ou se pode ingressar também com ação individual.
      Bebel

      Responder
  • 66. Vanessa  |  10/08/2012 às 22:58

    Bebel tambem sou ex categoria L e associada a apeoesp e os DESCONTOS dos dias de DEZEMBRO CONTINUAM, já mandei os primeiros hollerites para a subsede e até agora nada? São 4 MESES descontados ?
    E fazenda não nos informa o valor total . Vai continuar assim por quanto tempo.

    Responder
    • 67. apeoesp  |  11/08/2012 às 14:41

      Prezada professora Vanessa,
      Infelizmente, professora, não temos o poder de impedir o desconto, nem determinar o estorno do que já foi descontado. Por isso, ingressamos com ação judicial, Na qual a justiça determinou que não haveria novos descontos e não definiu prazo para o estorno. O Estado, como sempre ocorre, recorreu e a ação prossegue no TJSP.
      Bebel

      Responder
  • 68. Vanessa  |  29/10/2012 às 20:47

    E agora Bebel devemos esperar o estorno dos descontos já que temos ação favorável.

    Obrigada pela atenção.

    Responder
    • 69. apeoesp  |  31/10/2012 às 11:38

      Prezada professora Vanessa,
      Por favor, procure o departamento jurídico para verificar o procedimento a tomar.
      Bebel

      Responder
  • 70. Cláudia Tavares  |  06/11/2012 às 01:06

    Bebel, boa noite.
    Sou ex-categoria L, nos meses de (09, 10 e 11/12) venho tendo um desconto que não souberam me explicar do que se tratava, no meu holerite vinha (saldo devedor O.E – Natureza atraso – Qtde 10,00 – Unid Perc. Período 01/08/012 a 31/08/2012 – Valor 221, 34). Semana passada é que a Diretora levou meus tres holerites e meu extrato bancario para que fosse analisado, então ela voltou com a seguinte pergunta. “Professora você era categoria “L” ??? então esse desconto é do pagamento que eles fizeram e estão descontando.

    Enfim eu já tinha entrado com madado de segurança para não haver descontos, mas isso não surtiu efeito, eles estão fazendo os descontos e sim sou sócia da APEOESP.

    Continuo dizendo o estado de São Paulo é um país a parte e faz suas leis a revelia, a que interessa e não a quem tem direito.

    Responder
    • 71. apeoesp  |  10/11/2012 às 21:30

      Prezada professora Cláudia,
      Como deve ter lido na matéria que comenta, o Estado perdeu o recurso. Terá que cessar os descontos e devolver o que já descontou,
      Bebel

      Responder
  • 72. Cláudia Tavares  |  06/11/2012 às 01:12

    Bebel, me diz uma coisa? Se eu for na secretaria da fazenda da minha cidade, eles podem levantar o quanto ainda o estado ira descontar do meusalario, porque do eito que vai a gente fica sem saber o que fazer, o que espera no banco não é o que está acontecendo e fica dificil se planejar a gente nunca sabe quanto vai receber de verdade.

    Att. Cláudia Tavares

    No aguardo

    Responder
    • 73. apeoesp  |  10/11/2012 às 21:28

      Prezada professora Cláudia,
      Você pode tentar essa saída ou protocolar requerimento dirigido à CGRH solicitando essa informação.
      Bebel

      Responder
      • 74. Cláudia Tavares  |  10/11/2012 às 22:57

        Agradeço pela atenção, colhi a maior quantidade de informações possíveis, em resumo só estão descontando porque não estou como associada da APEOESP para a fazenda, mas tenho a comprovação na minha conta bancária, entrei em contato com a subsede de mogi das cruzes e eles já pediram um documento que confima minha associação desde 2006.
        Espero que essa novela tenha um final desta vez.

        Agradeço pela orientação.

        Att. Cláudia Tavares

  • 75. Luciana santos pires  |  25/03/2013 às 20:36

    Olá,
    Bebel..
    Lamento discordar totalmente do que ocorre na Diretoria de ensino Norte 1, a dirigente regional é uma senhora estranha que apresenta um neurotismo fora do comum e isso provoca nas pessoas humilhações, vexames e até escândalos de baixissimo nível, ela usa palavras fortes tais como os meu diretores são ladrões, porfessores das escolas são sem qualidade, pergunto a senhora, o que se pode fazer para retirar esse cargo de Dirigente Regional dessa desequilibra e desqualificada para tal cargo? Pessoal alguém tem que fazer alguma coisa pois aquilo não é normal, essa senhora é folgada só porque é amiga do governador? Por que ela autoriza diretores designados a dispensar os alunos antes da hora do términos das aulas? Porque diretores designados n~qo consegue administra as escolas pois ela toda hora se mete nas decisões da escola? Porque essa senhora não presta contas dos gastos da Diretoria de ensino perante as pessoas? Porque ela não atende professores e diretores? Afinal ela passa uma ideia de corupção fora do normal. Quer exemplo? Como ela pode obrigar diretores a votar no serra para prefeito? Gente vamos ajudar a milhares de professores e diretores que são vitimas dessa desclassificada. Agradeço a atenção e um abraço.

    Responder
    • 76. apeoesp  |  26/03/2013 às 09:39

      Prezada professora Luciana,
      Há dois caminhos, que se combinam:
      1- um movimento de professores e diretores que colocque a cquestão do ponto de vista político, criando um quadro em que o secretário tenha que retirá-la do cargo; e
      2- juridicamente, se alguma de suas atitudes configurar um ilicito (como assédio moral, ofensa, calúnia, difamação), desde que alguém faça a denúncia.
      Sugiro que procurem a subsede da região e discutam o problema e as soluções.
      Bebel

      Responder
  • 77. Rita de cássia amorim  |  18/05/2013 às 00:48

    A professora Rosa M. Caetano está sendo perseguida, humilhada e obrigada assinar advertência, na Escola Eunice Terezinha de Oliveira Fraoás.procure ajudá-la.
    A professora,está desesperada, contudo isto, a professora é conselheira estadual. A diretora não gosta da Apeoesp. Procure ajudá-la… …Negreiros
    61. apeoesp | 30/05/2012 às 03:01

    Prezada professora Maria,
    Por favor, solicite que a professora procure o departamento jurídico na sua subsede ou, se preferir, na sede central da APEOESP. Ela será orientada, sob sigilo, sobre todos os procedimentos administrativos e judiciais cabíveis ao caso.
    Bebel
    OU DONA BETEL
    Isso ai que foi postado é mentira, minha filha tainah estuda nessa escola ai Eunice no tremembe, eu sou uma das mães que fiz queixas na diretoria dessa professora Rosa, essa pro ai é um lixo de professora, meia adoidaiada e nao ensinava nada os alunos, a senhora procure se informar melhor pra evitar sujar o nome da escoola da tainah, essa escola é só da boa, essa rosa nao dava nada de aula e dona mari nunvca brigou brigou com ela pelo contrario ate defendeu esse lixo ai.

    Responder
    • 78. apeoesp  |  19/05/2013 às 14:03

      Prezada senhora Rita,
      Como pode ver pela minha resposta, evitei emitir qualquer juízo de valor sobre fatos que eu não conheço. Como Presidenta da APEOESP é minha obrigação colocar o departamento jurídico da entidade à disposição de todo professor ou professora que se sinta atingido em seus direitos. Tudo o que vier a ser constatado será objeto de procedimentos administrativos e/ou judiciais. Em nenhum momento minha intenção é atingir a escola ou as pessoas. Lamento, finalmente, que a senhora utilize os termos que utilizou para se referir a uma professora.
      Bebel

      Responder
  • 79. Gláucia Cestari Franzé Manha  |  05/11/2013 às 18:20

    Boa tarde, sou categoria “O” e associada à APEOESP. Tive o seguinte desconto em minha folha de pagamento:
    79.006 SALDO DEVEDOR – O.E. / A 10,00 / PERC. 01/10/2013 A 31/10/2013 VALOR 141,04. O que será isso? Como devo proceder? Grata.

    Responder
    • 80. apeoesp  |  09/11/2013 às 11:53

      Prezada professora Gláucia,
      Por favor, entre em contato com o telefone 11.33506214 e descreva seu holerite para obter informações e orientações. Ou entre em contato com o departamento jurídico na subsede.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,804,952 hits

%d blogueiros gostam disto: