Marcha em Brasília reune 10 mil trabalhadores em Brasília

05/09/2012 at 21:40 12 comentários

Luta é pela implantação da lei do piso, carreira e 10% do PIB para a educação

Com a presença de 10 mil trabalhadores em Brasília, que marcharam da Torre de TV até a Esplanada dos Ministérios, a VI Marcha Nacional Pela Educação aconteceu no mesmo dia em que foi protocolada a retirada coletiva de assinaturas dos deputados ao recurso do PNE, garantindo a votação no Senado.

Além dessa vitória, temas como o investimento de 10% do PIB na educação, o cumprimento da Lei Nacional do Piso, a carreira do magistério e o respeito à jornada dos professores, incluindo a hora/atividade, que deve representar no mínimo 1/3 da jornada, fizeram parte das reivindicações.

A pauta segue em debate nas reuniões programadas com a ministra da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Ideli Salvatti e com o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS). A manifestação será concluída com uma vigília na Praça dos Três Poderes, com início às 18 hs de hoje até a madrugada de quinta-feira.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Deputados derrubam recurso e Plano Nacional de Educação passa ao Senado Assista em www.apeoesp.org.br

12 Comentários Add your own

  • 1. Patricia  |  07/09/2012 às 01:02

    Ola Bebel, por favor me esclareça uma duvida que os professores auxiliares iram peder as aula dia 30/09?
    Porque o governador não tem interresse em pagar o nosso direito no fim do ano.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  09/09/2012 às 00:01

      Prezada professora Patrícia,
      A resolução determina a cessação do contrato ao fim do bimestre. Discutiremos este assunto na reunião que manteremos como o secretário nesta semana.
      Bebel

      Responder
  • 3. jane  |  07/09/2012 às 12:15

    Parabens a todos pela mobilização.Que novos ventos soprem em direção a essa incansável marcha por uma educação que respeite os direitos e dignifique professores e alunos.
    Aproveito para perguntar sobre os rumores de concurso ainda este ano. Os comentarios procedem?
    Forte abraço Bebel.
    Jane

    Responder
    • 4. apeoesp  |  08/09/2012 às 23:59

      Prezada professora Jane,
      Sim, amobilização é fundamental. O governo anunciou que realizará concurso ainda neste semestre. Vamos cobrar na reunião que teremos nesta semana.
      Bebel

      Responder
      • 5. Danilo  |  09/09/2012 às 03:00

        Bebel como anda o processo para implantação da jornada de trabalho, que determina a lei do piso , não se tem mas noticias, perdemos essa ?

      • 6. apeoesp  |  12/09/2012 às 13:28

        Prezado professor Danilo,
        Não perdemos. Ao contrário, ganhamos a ação, mas o governo está postergando, com a ajuda da 10ª Câmara de Direito Público do TJSP. Mas estamos também com ação em Brasília e atuando no Conselho Nacional de Educação. Além disso, estamos aguardando a negociação no âmbito da Comissão Paritária.
        Bebel

  • 7. Milton  |  09/09/2012 às 20:22

    Bebel será que terá mesmo concurso para peb I, há rumores que será um concurso diferente onde terá um concurso diferente para que é F, é verdade.

    Responder
    • 8. apeoesp  |  12/09/2012 às 13:31

      Prezado professor Milton,
      São apenas boatos, mas os professores da categoria F podem participar dos concursos que vierem a ser abertos. A SEE anunciou, mas ainda não confirmou o concurso.
      Bebel

      Responder
  • 9. Ligia  |  10/09/2012 às 13:43

    Prezada Bebel,

    Tenho três dúvidas:

    Posso tirar “Licença para tratar de assuntos particulares” e neste período exercer cargo público em outro Estado?

    Posso acumular dois cargos de professora efetiva em Estados diferentes? Exemplo: São Paulo e Minas Gerais, com distância de 200 km de uma cidade para outra.

    Sou PEB II e estou recebendo como PEB I, o que fazer?

    Muito obrigada,
    Ligia

    Responder
    • 10. apeoesp  |  12/09/2012 às 13:12

      Prezada professora Ligia,
      A acumulação de dois cargos de professor só é possível se houver possibilidade de exercê-los simultaneamente. Caso haja essa possibilidade, como por exemplo em duas cidades próximas, embora localizadas em estados diferentes, a acumulação é lícita.
      Se você está em licença, qualquer que seja, a titularidade de seus cargos permanece.
      Em relação à sua remuneração, você deve requerer por escrito à CGRH a regularização. Caso não ocorra, pode ingressar com mandado de segurança.
      Para melhores esclarecimentos, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
      • 11. Ligia  |  12/09/2012 às 16:52

        Prezada Bebel,

        Muito obrigada pelas respostas!
        Ainda me resta uma dúvida, se sou efetiva no estado de São Paulo e no Estado de Minas Gerais, posso tirar a Licença para tratar de assuntos particulares no Estado
        de São Paulo e continuar exercendo o meu cargo em Minas? Ou quando tiro a licença
        em um cargo sou obrigada a tirar no outro também.

        Aguardo resposta,
        Muito obrigada
        Ligia

      • 12. apeoesp  |  23/09/2012 às 12:39

        Prezada professora Ligia,
        São dois sistemas diferentes, mas você corre o risco de ter problemas legais, pois seus problemas particulares, pela lógica, teriam que ser motivo para licença nos dois cargos. Para evitar problemas no futuro, ligue para 11.33506214.
        Bebel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,830,441 hits

%d blogueiros gostam disto: