APEOESP divulga resultados de pesquisa sobre violência nas escolas

09/05/2013 at 21:38 14 comentários

DSC_0229bebel bibliotecaA APEOESP realizou nesta quinta-feira, 09 de maio, evento para a mídia sobre a violência nas escolas, divulgando os resultados da pesquisa realizada pela entidade por meio do Instituto Data Popular. O evento contou com a participação de Renato Meirelles, sócio-diretor do Instituto, que fez a apresentação dos resultados.

Compareceram os principais órgãos de comunicação (TV, rádio, jornais), com repercussão imediata nos sites de notícias da internet e redes sociais. A pesquisa apontou a gravidade do quadro de violência nas escolas da rede pública estadual. Para se ter ideia, 84% dos professores entrevistados (em todas as regiões do estado) disseram ter tomado conhecimento de casos de violência nas suas escolas e 44% , ou seja 4 em cada 10 professores, já foram vítimas de algum tipo de violência dentro da escola.

A APEOESP não se limitará a estudar a questão da violência escolar. A entidade formulará um projeto de médio prazo para trabalhar a prevenção e o combate a este problema, buscando envolver as comunidades escolares, o poder público e outros setores da sociedade.

violência

A íntegra do caderno publicado para o evento pode ser encontrado em www.apeoesp.org.br. Um livro será confeccionado com o detalhamento e a análise dos resultados da pesquisa.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Estadão critica bônus e defende salário, carreira e condições de trabalho ASSEMBLEIA DECIDE SUSPENDER A GREVE, MANTER ESTADO DE ALERTA E MOBILIZAÇÃO

14 Comentários Add your own

  • 1. Jefferson  |  10/05/2013 às 00:03

    Professora Maria Izabe,,

    sei que o assunto aqui não tem nada a ver com o “post”, mas está um “zum-zum-zum”, que as Equipes Gestoras das escolas estaduais receberam aumento de 100% (gratificação)???? a partir de Julho de 2013

    Isso é verdade ,porque dei uma “googada” e vi varias reportagens que afirmam isso…..

    Responder
    • 2. apeoesp  |  11/05/2013 às 19:35

      Prezado professor Jefferson,
      Sim, isto é verdade. Distribuímos materiais aos professores sobre esta questão e estamos utilizando nas negociações com a SEE. O argumento, porém, não sensbiliza o Secretário.
      Bebel

      Responder
    • 3. Helena  |  15/05/2013 às 17:01

      Eu fiquei sabendo que é de 25% para a equipe gestora e 8% para os professores o que é uma vergonha pois humilha os professores que estão verdadeiramente na linha de frente de todas as dificuldades e cria um vergonhoso “vamos bajular quem esta com o chicote pra ver se rendem mais”

      Responder
      • 4. apeoesp  |  16/05/2013 às 17:59

        Prezada professora Helena,
        Durante a greve produzimos um panfleto sobre as disparidades de reajustes, com as quais, obviamente, não podemos concordar. Porém, na realidade, o diretor de escola terá neste 16,1% de reajuste, contra 8,1% dos professores. Os demais membros terão reajustes variáveis em suas gratificações. Na negociação salarial que ocorrerá no segundo semestre vamos voltar a este ponto.
        Bebel

  • 5. Kelly  |  10/05/2013 às 17:16

    Bebel.
    O governador ou a apeoesp já tem uma posição sobre os duzentos dias?Sou da DE de Santo André e o meu mandado de segurança foi negado.Estou sem trabalhar desde dezembro.Aguardo resposta.
    Sou categoria O, aprovada e formada em letras.

    Responder
    • 6. apeoesp  |  11/05/2013 às 19:32

      Prezada professora Kelly,
      Como resultado da negociação com o governo essa questão será revista, voltando a ser de 40 dias. Porém, apenas para 2014.
      Bebel

      Responder
  • 7. Fabio nobre  |  10/05/2013 às 22:21

    Desculpem mas eu já sabia disso: Apeoesp é fraca, e os professores estão quase passando fome e não tem condições de aguentar nem um mês de greve. Irão voltar revoltados, e fracassados mais uma vez. Quer melhorar o salario? Não dê 300 aulas por semana, não substitua, não pegue aula daquilo que não é formado, Não aceite ser auxiliar de classe. Quer ser valorizado? Aprenda a viver com 24 a 28 aulas no Estado. Enquanto tiver gente querendo dar aula de tudo, vai continuar essa porcaria de salario.

    Como relação ao 1/3, Infelizmente o Governo esta certo.

    40 horas são iguais 2400 minutos, 32 aulas de 50 minutos dão 1600 minutos, sobrando 800 minutos para outras atividades. É a nossa jornada em vigor. A conta do governo ta certinha, o que será julgado é a questão hora-aula e hora-relogio. Agora vai a pergunta! Quando que o judiciário aqui no brasil favoreceu pobre?

    Responder
    • 8. apeoesp  |  11/05/2013 às 19:31

      Prezado professor Fábio Nobre,
      Acho lamentável que você utilize este espaço repetidamente para tentar enfraquecer a luta dos professores. Precisamos de união e pessoas combativas, que lutem para mudar a situação atual. Você não contribui em nada para melhorar a situação de sua própria categoria. Mas continuaremos a nossa luta, apesar de sua torcida contra e de seu apoio à “conta certinha” do governo que nos massacra.
      Bebel

      Responder
  • 9. EDUARDO  |  10/05/2013 às 23:44

    SÓ QUERO SABER UMA COISA. QUANDO A JORNADA DO PISO VAI OCORRER COM 26 AULAS? O GOVERNO NÃO IRÁ NEGOCIAR. FICAMOS PEDINDO MUITA COISA. VAMOS NOS CONCENTRAR. O SINDICATO ESTA VENDIDO. ATÉ ACHO QUE VCS NÃO QUEREM NOS FAZER COMO MASSA DE MANOBRA, MAS ACHO QUE VCS NÃO ESTÃO CONSEGUINDO FAZER UMA BOA GESTÃO. QUERO SABER SOBRE A LEI DO PISO. ACHO QUE NA SEGUNDA IREMOS NOVAMENTE PERDER E VAMOS CONTINUAR NOS SUJEITANDO TRABALHAR NESSAS SITUAÇÕES. QUE PENA QUE TENHO QUE TENTAR SAIR.

    Responder
    • 10. apeoesp  |  11/05/2013 às 19:29

      Prezado professor Eduardo,
      Estão marcadas negociações para a implantação da jornada do piso no segundo semestre, juntamente com a questão salarial. Ao mesmo tempo, temos a sentença do TJSP, que o governo conseguiu suspender por ora. O julgamento ocorrerá nas próximas semanas. Se perdermos, vamos aos tribunais superiores em Brasília.
      Quanto à sua afirmação de que o sindicato está vendido, só lamento que as conquistas da luta de muitos professores, liderados pelo sindicato, também beneficiem pessoas caluniosas como você. Por outro lado, não comentarei seu julgamento sobre o que é uma boa gestão, pois é uma questão subjetiva. Estamos trabalhando, e muito. É muito mais difícil que apenas comentar.
      Bebel

      Responder
  • 11. Joao  |  11/05/2013 às 03:49

    BEBEL O SINDICATO NAO POSTOU NADA SOBRE A AASSEMBLEIA DE SEXTA FEIRA DIA 10 ,PQ?

    Responder
    • 12. apeoesp  |  11/05/2013 às 19:12

      Prezado professor João,
      Creio que você não tenha observado com atenção. Está postado do lado esquerdo da tela, abaixo dos títulos principais.Reproduzi aqui no blog sob o título “Assembleia decide suspender a greve, manter estado de alerta e mobilização”.
      Bebel

      Responder
  • 13. lucivelo  |  12/05/2013 às 12:35

    Defender o fim da violência nas escolas, encomendando pesquisa, promovendo discussões com autoridades (embora não acredite que isso vá se resolver sem políticas públicas eficientes) e na assembleia os PROFESSORES serem agredidos pela PM e a APEOESP simplesmente calar-se!!! Que contradição, hein, Bebel???

    Responder
    • 14. apeoesp  |  12/05/2013 às 12:56

      Prezada professora Lucivelo,
      Se a senhora estava na assembleia sabe que o confronto com a polícia foi intensamente buscado por grupos ligados a PSTU, PCO e outros pequenos grupos, inclusive compostos por pessoas que nada tem a ver com a nossa categoria. As vítimas, nesse caso, eram outros professores, a maioria, agredidos e xingados por terem votado majoritariamente pela suspensão da greve em função de seu declínio e devido aos resultados alcançados na negociação. Não atendem ainda nossas reivindicações, mas foram avanços inegáveis,
      Somos, sim, contra a violência nas escolas e estamos trabalhando por isso. Por isso, não podemos concordar com a ação de vândalos, que chegaram a arrancar pedaços do caminhão para nos agredir. A senhora defende isso? Por fim, seu comentário não me surpreende, pois jamais entrou neste espaço para fortalecer a luta dos professores, mas apenas para nos agredir verbalmente.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,860,816 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em Temer, inimigo da educação, ve…

%d blogueiros gostam disto: