Encontro dos professores com Lula

22/10/2013 at 12:31 23 comentários

Lula 3

Foto: Victor Tito Bustamante

No dia 18 de outubro tive a enorme alegria de participar do Encontro dos Professores com Lula.

Pela primeira vez, nosso ex-Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, realizou uma atividade específica com os professores da rede estadual de ensino. Ao final, ele disse que gostou muito. Nós, então, nem se fala.

Lula discorreu sobre educação pública como uma pessoa que conhece do que está falando. Relembrou que mesmo sem diploma universitário, foi o presidente que mais expandiu o ensino superior público e gratuito. Torneiro mecânico formado pelo SENAC, foi o presidente que mais expandiu a rede de escolas técnicas pelo Brasil afora. Ele falou muito também sobre a valorização dos profissionais da educação, compreendendo que este é um fator estruturante para a qualidade do ensino e para o desenvolvimento do país.

Promovemos este encontro porque Lula é uma referência política no nosso país e uma liderança que tem muito a nos dizer. Simpatizemos ou não com suas convicções políticas, ninguém pode negar sua importância para o Brasil e para todo o mundo, como liderança popular e como líder político inconteste.

No encontro, tive a oportunidade de contar como Lula entrou em minha vida, quando um jornal noticiou sua prisão e meu patrão à época reagiu de forma preconceituosa e – por que não dizer? – violenta, mandando-me destruir o jornal. Mas eu o guardei e, mais tarde, o li. E passei a admirar e a querer conhecer mais sobre aquele homem que defendia os trabalhadores e os brasileiros mais pobres e mais humildes. Com Lula, entrou na minha vida a luta por uma sociedade mais justa, influenciando de forma definitiva a minha trajetória.

Conforme anunciei na ocasião, ao lado dele, se você também quiser contar como Lula entrou na sua vida, esteja à vontade. Você pode relatar aqui mesmo, nos comentários, ou enviar seu relato para encontrocomlula@gmail.com. Vamos organizar estes relatos e publicá-los em nossos espaços na internet, como uma memória dos professores, dos militantes e da nossa luta.

Fotos: Jordana Mercado

LulabebelLulabebel2lulabebel1

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Governo decreta ponto facultativo em 28/10 Biblioteca da APEOESP promove curso para associados

23 Comentários Add your own

  • 1. Marco Júlio Cicero Araujo  |  22/10/2013 às 17:07

    Bebel,
    É o que você disse. Não podemos negar a importância do Lula como figura política brasileira, à parte seus diversos erros na condução da nossa nação.
    Mas uma coisa que não podemos deixar de mencionar é o descaso dele em relação à educação. De uma forma, ele não incentiva as pessoas que tem nele uma inspiração a buscar estudos.
    Acho isso uma falta de consideração e de senso crítico.
    Diversas vezes ele já disse que não liga muito para os estudos.
    Enfim, acho que ele deveria rever urgentemente este discurso ultrapassado e velho.
    Abraços

    Responder
    • 2. apeoesp  |  23/10/2013 às 14:06

      Prezado professor Marco,
      Com todo o respeito, não se pode dizer que Lula tenha descaso para com a educação. Ele realizou muito pela educação brasileira e o fato de não ter tido condições de prosseguir seus estudos não signfica que ele não valorize a educação. Ele sempre fez questão de dizer isto. Nunca se orgulhou de não ter estudado. Isto não impediu, porém, que fosse um dos melhores, senão o melhor, presidente que o nosso país já teve. Presidência é um cargo político, não é técnico nem acadêmico. Não se pode exercer determinadas funções sem a formação escolar correspondente. Não é o caso da política, embora todos lutemos para a população inteira tenha formação adequada.
      Bebel

      Responder
  • 3. dirceu  |  22/10/2013 às 22:03

    enviei um comentario ontem, 21/10 e nao foi publicado nao sei o motivo. a prova do dia 20 pelo que soube era para os categoria O entretanto como o projeto aprovado pela câmara de que os categoria F não precisariam mais fazer a prova não foi sancionado a tempo pelo governador os F tiveram que fazer a prova. conheço um que foi aconselhado pela DE a fazer a prova entao a promessa nao se cumpriu inclusive quando da inscrição p/atribuição de aulas para 2014 havia a opção de fazer nova prova para os categoria F.

    Responder
    • 4. apeoesp  |  23/10/2013 às 13:50

      Prezado professor Dirceu,
      Os professores da categoria F estão dispensados de fazer a prova. Quem informa é a Secretaria da Educação, pois o projeto é de autoria do governo e foi aprovado sem emendas. A opção de inscrição para os professores da categoria F é anterior à aprovação do projeto. Não há nenhum prejuizo pelo fato de a lei ainda não ter sido sancionada, pois a atribuição será apenas em janeiro e até lá isto ocorrerá.
      Bebel

      Responder
  • 5. dirceu  |  22/10/2013 às 22:07

    há duas promessas do secretario em resposta à greve:
    1- rever jornada do piso
    2- rever salários
    ambas as ações foram prometidas para segundo semestre de 2013
    e até o momento nada.
    espero que até 31 de dezembro ocorra o cumprimento e que novembro em minha opinião é o mês chave para recordar ao Herman sua promessa. é apenas um lembrete um abraço Bebel e a todos os amigos da APEOESP.

    Responder
    • 6. apeoesp  |  23/10/2013 às 13:47

      Prezado professor Dirceu,
      Temos cobrado constantemente esses compromissos. Quanto a salários, o Secretário disse que há estudos no governo, mas ainda não são conclusivos. Quanto à jornada do piso, disse que a homologação da resolução cne/ceb 18/2012 reabriu os estudos dentro do governo e que vontará ao assunto.
      Bebel

      Responder
  • 7. Silvio Araujo de Sousa  |  23/10/2013 às 15:21

    Com certeza os comentários estão sendo moderados e claro, não serão publicados, mas isso é pua campanha política…..este Sr. se realmente se reuniu com os professores, foi tarde demais…

    Responder
    • 8. apeoesp  |  27/10/2013 às 12:27

      Prezado professor Silvio,
      Publico seu comentário, como todos os demais.
      Bebel

      Responder
  • 9. Prof Clovis  |  23/10/2013 às 21:43

    Acabei de ler sobre o curso de monitor de biblioteca, salvo engano, onde exister uma biblioteca deverá existir um bibliotecário formado como responsável. Gostaria de saber se não estamos indo contra os interreses de outra categoria de profissionais.

    Responder
    • 10. apeoesp  |  27/10/2013 às 12:19

      Prezado professor Clóvis,
      Há uma regulamentação específica para as bibliotecas escolares, pois, aplicada a lei federal, não existirão profissionais suficientes para suprir esta necessidade. O monitor não substitui e não tem as mesmas atribuições de um bibliotecário.
      Bebel

      Responder
  • 11. dirceu  |  23/10/2013 às 22:20

    obrigado pelos esclarecimentos Bebel, um abraço.

    Responder
    • 12. apeoesp  |  27/10/2013 às 12:17

      Prezado professor Dirceu,
      Um abraço.
      Bebel

      Responder
  • 13. Felipe  |  24/10/2013 às 00:11

    Em minha opinião, vocês deveriam ser imparciais. Feio.

    Responder
    • 14. apeoesp  |  27/10/2013 às 12:10

      Prezado professor Felipe,
      Imparciais em relação a que? Foram convidados os que tinham interesse em ouvir o ex-Presidente. A educação pública precisa cada vez mais de aliados.
      Bebel

      Responder
  • 15. João Carlos Batista  |  28/10/2013 às 13:10

    O orçamento ferderal não contribuiu com um centavo para o aumento de meu salário aqui no Estado de São Paulo de 2003 a 2013. Constato isso em meu demonstrativo de pagamentos.
    Em debate na Rede Globo com José Serra em 2002, Lula prometeu dobrar o salário real do professor da rede pública. Eu assisti. Cadê???

    Responder
    • 16. apeoesp  |  02/11/2013 às 13:39

      Prezado professor João Carlos,
      Creio que o senhor não tenha ouvido falar do piso salarial profissional nacional, uma das maiores conquistas dos professores. O Brasil não se resume a São Paulo. Em grande parte do país professores, com formação equivalente à nossa, recebiam salários de R$ 300,00 e hoje recebem o PSPN, ou seja, R$ 1.567,00. Significa que o salário desses professores quintuplicou. Certamente, neste debate, Lula não falava dos salários da rede pública do mais rico estado da federação, que é governado pelo PSDB há 20 anos. É do governo estadual que devemos cobrar o reajuste dos nossos salários. Por isso fazemos greves e perguntamos ao governador Geraldo Alckmin: Cadê???
      Bebel

      Responder
      • 17. João Carlos Batista  |  03/11/2013 às 08:57

        São Paulo também é Brasil e mesmo assim a média salarial dos professores brasileiros nos últimos 15 anos não teve aumento real nem de 50%. Continuo dizendo: Cadê???

      • 18. apeoesp  |  09/11/2013 às 12:32

        Prezado professor João Carlos,
        São Paulo também é Brasil e o Brasil é uma República Federativa. Há um Governo Estadual, responsável pela rede estadual de ensino.
        Bebel

    • 19. Wagner  |  04/11/2013 às 20:30

      Explica para essa senhora que ela dirige o Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo e que portanto não cabe a ela se contentar com as atitudes de um político que em nada ajudou a melhorar as condições profissionais e salariais dos profissionais da educação deste Estado.

      Responder
      • 20. apeoesp  |  09/11/2013 às 12:21

        Prezado professor Wagner,
        Sua opinião não é superior a de nenhuma outra pessoa. Dirijo o maior sindicato da américa latina e trouxe para falar aos professores não um político, mas o ex-Presidente da República, para falar sobre educação. Acho que suas críticas deveriam ser dirigidas aos governadores deste estado, pois caso não saiba, o Brasil é uma República Federativa e a responsabilidade por todos os nossos problemas e dissabores na rede estadual de ensino é do Governo do Estado. Divergências à parte, cobre corretamente as responsabilidades de quem de direito.
        Bebel

  • 21. João Carlos Batista  |  03/11/2013 às 12:16

    Prezada Bebel,

    “Entre 2003 e 2009, o crescimento médio dos salários dos professores com 12 anos de escolaridade ou mais foi de 14%, considerando o ganho real após a correção monetária”

    Fonte: UOL Educação

    Sendo assim, como escrevi na postagem anterior, o ganho REAL do professor brasileiro no período mencionado fica abaixo mesmo dos 50% citados por mim, e claramente, abaixo dos 100% REAIS prometidos por Lula em debate com José Serra em 2002 na Rede Globo.

    João Carlos Batiista

    Responder
    • 22. apeoesp  |  09/11/2013 às 12:31

      Prezado professor João Carlos,
      Você poderia citar, por favor, o texto onde o ex-presidente Lula diz que haveria ganho real de 100% nos salários dos professores? Não me recordo desta frase.
      Bebel

      Responder
      • 23. João Carlos Batista  |  09/11/2013 às 17:23

        Bebel,

        Reveja o último debate , se puder, da Rede Globo de Televisão, às vésperas da eleição presidencial daquele ano de 2002. Se não me falha a memória, foi em uma sexta-feira, como de costume na emissora, às 22 h (José Serra X Lula).
        O Lula também não deve “se” lembrar ou sei lá.
        Talvez estava só como um colunista disse sobre a trajetória política de Lula : “Vendendo Nuvens”; e complemento : distibuindo migalhas a um povo sofrido.

        João Carlos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,862,445 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em Temer, inimigo da educação, ve…

%d blogueiros gostam disto: