APEOESP cobra implantação da jornada do piso

31/10/2013 at 16:16 25 comentários

bebel na ALESPA APEOESP participou de duas audiências na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 30. A primeira aconteceu pela manhã para discutir o Projeto de Lei 4330/04. Com o mote “Direitos iguais para todos os trabalhadores”, o debate foi uma iniciativa dos deputados estaduais Bete Sahão e Luiz Clau­dio Marcolino (PT) e a mesa contou com dirigentes sindicais cutistas. No final, aprovou-se a criação de um Fórum Estadual de Combate à Terceirização, do qual a APEOESP fará parte. Em minha fala, em nome da APEOESP, lembrei a forma precária do contrato dos professores “categoria O”. “A precarização dos nossos trabalhos é perniciosa”. Outra questão pre­ocupante é com a terceirização dos funcionários das escolas. “A escola pública sofre com isto, não por conta dos funcionários, mas porque não se dá continuidade ao trabalho pedagógico”, comentou.

Na audiência realizada à tarde com o Secretário da Educação, no auditório Franco Montoro, a presi­denta da APEOESP fez uma série de questionamentos sobre pontos que ainda estão pendentes. Cobrou do secretário, por exemplo, a implantação da jornada do piso, questão prioritária para a nossa categoria. Lembramos que o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, homologou parecer do Conselho Nacio­nal de Educação, aprovado pela Câmara de Educação Básica por unanimidade. Outros diretores da entidade também fizeram questionamentos. O secretário reafirmou que negociará com a APEOESP a questão da implementação da jornada.

A presidenta da APEOESP insistiu em aspectos do concurso de PEB II. Desta forma, o secretário colocou-a em contato com seus assessores e com os responsáveis pelo concurso na Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos. Coube, então, à presidenta apresentar ao plenário os seguintes escla­recimentos:

Serão corrigidas provas dissertativas correspondentes a três vezes e meia o número de vagas do concurso, conforme o edital; ou seja, 206 mil provas serão corrigidas.

Convocados os aprovados, os candidatos podem escolher, numa primeira etapa, vaga na sua primeira opção de Diretoria Regional de Ensino (DRE). Não havendo vaga, poderão escolher na sua segunda opção de DRE; finalmente, não havendo vaga também nesta segunda opção, poderão, desde que desejem, escolher em qualquer outra DRE onde houver vagas.

Quanto à demora na concessão de aposentadorias, o secretário procurou, num primeiro momento, esquivar-se de responsabilidade; como a APEOESP insistiu no tema, admitiu que está sendo construido um sistema conjunto entre a SEE e a SPPrev para se chegar a uma solução, pois há professores que aguardam a aposentadoria há mais de um ano.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Faltam professores e valorização (clique na imagem para ler) Governador sanciona PLC 34/13

25 Comentários Add your own

  • 1. Andre  |  31/10/2013 às 16:30

    Bom dia, presidenta.

    A SEE firmou compromisso do pagamento de férias para os ingressantes de 2012 (com mais de um ano de serviço) no mês de Setembro. Já se foi Outubro inteiro, estamos em Novembro e até agora nada. Existe algum motivo novo em relação ao fato do não pagamento?

    Obrigado.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  01/11/2013 às 19:26

      Prezado professor André,
      Creio que o motivo é o de sempre: o estado sempre adia dispêndios quando se trata de servidores públicos. Estamos pressionando, mas ainda não nos foi informada uma nova data.
      Bebel

      Responder
  • 3. dirceu  |  31/10/2013 às 18:43

    quanto a negociação salarial prometida, deu-nos alguma posição? grato um abraço Bebel e a todos da APEOESP.

    Responder
    • 4. apeoesp  |  01/11/2013 às 19:17

      Prezado professor Dirceu,
      A última informação que temos, pois ele não entrou neste assunto na audiência pública, embora eu tenha perguntado, é que há estudos no governo a este respeito.
      Bebel

      Responder
  • 5. Ivo Nunes Itella  |  31/10/2013 às 19:40

    Li a sua matéria ‘ por uma aliança entre educadores…’ e achei óbvia… Mas o que realmente me chamou atençao – fiz a leitura em um jornal do interior – foi a sua assinatura: PRESIDENTA da Apeoesp???????? Como assim, professora??? Nao reconhece as regras gramaticais vigentes da sua língua pátria??? Como seu colega de profissao, fiquei envergonhado!!! Cabresto obrigatorio do Planalto??? Tentativa de fazer ‘colar’ esse fajutice linguística absurda por pressao, insistencia??? Ou bajulaçao explícita???
    Agora, mais ainda, tenho certeza que a Sra. NAO ME REPRESENTA!!!
    Professor (com P maiúsculo!) Ivo Nunes Itella

    Responder
    • 6. apeoesp  |  01/11/2013 às 19:08

      Prezado professor Ivo,
      Creio que o respeito pelas pessoas é base da convivência democrática. Faço questão de responder suas ofensas, por considerar um bom exemplo de tudo o que um educador não deve fazer, sobretudo ao se diriir a uma colega. Saiba, professor, que fui PRESIDENTA da APEOESP entre 1999 e 2002 e, naquela ocasião, fiz questão de grafar assim o cargo que ocupo, por uma questão de afirmar o gênero feminino no exercício do posto máximo da nossa entidade. Muito antes, portanto, da posse da nossa PRESIDENTA Dilma Rousseff.
      Não faz parte da minha personalidade bajulação, sabujice e não sou animal, para usar cabresto. Certamente não represento seu modo de pensar tacanho, machista, preconceituoso, reacionário e desrespeitoso. Sou professora de Língua Portuguesa e afirmo que a flexão está correta; juntamente comigo, muitos linguistas afirmam o mesmo. Pelo seu raciocínio, uma mulher não poderia ser chamada de deputada, não é mesmo? Ou poderia, apenas porque soa melhor que presidenta? É assim que se fazem as regras da lingua?
      A língua, professor, não é amorfa, morta, imutável. A língua é viva e evolui. Nós, mulheres, apesar de pessoas que pensam como você, continuamos avançando, democraticamente. Resta-me lamentar seu ponto de vista.

      Responder
      • 7. Rose  |  02/11/2013 às 22:33

        o que dizer depois desta resposta?? (risos).. mesmo sem palavras para expressar minha admiração, não poderia deixar de comentar…Muito bem Bebel!! Parabéns!!

      • 8. apeoesp  |  09/11/2013 às 12:37

        Prezada professora Rose,
        Muito obrigada.
        Bebel

  • 9. Katita  |  31/10/2013 às 22:53

    Olá Bebel, boa noite! Pois é esse secretário mais uma vez escorregou igual a um sabonete pra falar da nossa jornada, infelizmente temo que ele nos enrole e depois venha dizer ” Agora não há mais tempo hábil para a aplicação da jornada para 2.014 “, já passou da hora dele responder como vamos compor nossa jornada de trabalho. Falta de respeito!!!! Um grande abraço Katita.

    Responder
    • 10. apeoesp  |  01/11/2013 às 18:52

      Prezada professora katita,
      Ele pode tentar escapar o quanto quiser, nós não vamos deixar para lá. É nosso direito e vamos persegui-lo na reuniões, nas audiências, em mobilizações e também no judiciário.
      Bebel

      Responder
  • 11. Rodrigo  |  01/11/2013 às 01:04

    Bebel você já esqueceu de cobrar o reajuste prometido pra esse semestre. Se a senhora não precisa, nós professores que estamos em sala de aula, que trabalhamos em mais de duas escolas precisamos.

    Responder
    • 12. apeoesp  |  01/11/2013 às 18:43

      Prezado professor Rodrigo,
      Creio que para fazer esta afirmação, sobretudo de forma tão ofensiva e desrespeitosa, você deveria estar presente à audiência pública ou deveria ler com mais atenção o que está escrito no meu post. Ali está dito que cobrei diversas questões pendentes como por exemplo a jornada do piso.Em relato sobre reuniões anteriores e nos materiais que temos publicado em nosso site e distribuido aos professores a questão salarial está sempre presente. Também sou professora e sobrevivo exatamente com o valor que correspond ao meu salário. Se você pretende ofender-me com suas palavras, fique tranquilo: não conseguirá, pois como presidenta da APEOESP lutei e luto por reajustes salariais e, inclusive estes que você recebe todos os meses de julho desde 2011 são resultados da luta dos professores, da qual participo como liderança e como membro da nossa categoria. Creio que não precisamos de desavenças entre nós; precisamos, sim, é de mais união, fraternidade e mobilização de todos para conseguirmos os nossos objetivos.
      Bebel

      Responder
  • 13. Luciano  |  01/11/2013 às 22:02

    Olá Bebel, gostaria de saber se a apeoesp ainda está negociando a retirada das faltas injustificadas da paralização em 2012, pois as mesmas estão prejudicando vários professores na licença prêmio.beijos.

    Responder
    • 14. apeoesp  |  02/11/2013 às 12:49

      Prezado professor Luciano,
      Em todas as reuniões colocamos essa questão e o Secretário promete estudar. Até o momento, está mantendo a posição de não retirar as faltas, alegando que não houve prejuízo aos dias letivos.
      Bebel

      Responder
      • 15. Cristiano  |  08/11/2013 às 11:58

        Olá Bebel,
        Alguma informação a respeito das férias dos categorias “O”?
        Ingressei em fevereiro de 2012 e ainda não recebi.

      • 16. apeoesp  |  09/11/2013 às 11:13

        Prezado professor Cristiano,
        É preciso verificar seu caso. Pela redação anterior da lei complementar 1093/09, só há direito a férias para o professor da categoria O que não tenha tido nenhuma falta. Do contrário, recebe apenas como verba indenizatória no final do contrato. A redação foi alterada de efetivo exercício para exercício (ou seja, comporta as faltas), mas não tem efeito retroativo.
        Bebel

  • 17. Maria Auxiliadora  |  03/11/2013 às 23:17

    Bebel, boa noite! Por que nenhuma pergunta foi feita ao Secretario da Educação sobre concurso do Fundamental I?

    Responder
    • 18. apeoesp  |  09/11/2013 às 12:29

      Prezada professora Maria Auxiliadora,
      Desta vez não. Já perguntamos anteriormente e a resposta é que será feito levantamento de cargos para um decisão.
      Bebel

      Responder
  • 19. Eduardo  |  08/11/2013 às 22:05

    Olá, teria condições de aplicar, mesmo que paulatinamente, já em 2014. Por exemplo, de 32 para 30 aulas em 2014 e de 30 para 28 em 2015 e assim por diante?

    Responder
    • 20. apeoesp  |  09/11/2013 às 11:11

      Prezado professor Eduardo,
      Estamos buscando esta negociação. O Secretário confirmou no dia 30/11 que fará a negociação, mas não adiantou até que ponto pretende chegar.
      Bebel

      Responder
  • 21. Edna  |  09/11/2013 às 19:24

    Manifestação de professores marca presença de Alckmin em Prudente

    Governador do Estado de São Paulo recebeu a portas fechadas, na sede local da OAB, representantes da Apeoesp

    A
    A
    A

    Gelson Netto

    Professores fizeram protesto neste sábado (9), em frente à sede da OAB, em Presidente Prudente, durante a visita do governador Geraldo Alckmin (PSDB) (Foto: Gelson Netto/iFronteira)
    Ver galeria
    .

    A presença do governador Geraldo Alckmin (PSDB), na tarde deste sábado (9), na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Presidente Prudente, foi marcada por um protesto realizado na frente da instituição por cerca de 50 professores. Ao fim do evento de que participou, Alckmin recebeu a portas fechadas representantes do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp).

    Os manifestantes se concentraram na rua e levaram bandeiras, faixas, narizes de palhaço, apitos, caixa de som e megafone para expor o que chamaram de “revolta” dos professores com o governador. O objetivo do ato, segundo eles, foi lutar por uma escola pública de qualidade. Pacificamente, os professores também aproveitaram para protestar contra os deputados estaduais.

    De acordo com a coordenadora regional da Apeoesp, Ana Kuhn, as principais reivindicações da categoria são um aumento salarial de 25% e a redução da jornada de trabalho em sala de aula.

    Por volta das 13h, os manifestantes cercaram a van em que o governador chegou ao evento, mas não tiveram nenhum contato com Alckmin. O chefe do Palácio dos Bandeirantes entrou rapidamente na OAB e a Polícia Militar interveio para garantir a segurança dele.

    Duas horas depois, quando já havia acabado o Seminário de Desenvolvimento Regional do qual participou, Alckmin recebeu representantes da Apeoesp em uma sala fechada, onde ouviu as reivindicações da categoria.

    “Ele nos recebeu, nos disse que vai atender as nossas reivindicações e prometeu cumprir o salário e a jornada. Deixamos com ele uma lista com 13 reivindicações”, salientou Ana Kuhn, logo após o encontro com o tucano.

    .

    Responder
  • 22. rogerioagarcia  |  29/11/2013 às 22:03

    Sou Cat O, posso participar de atribuições na minha sede após transcorrido a atribuição inicial? pois o meu vinculo com a escola permanece de um ano para o outro estado vigente o contrato?

    Responder
    • 23. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:10

      Prezado professor Rogerio,
      Professores da categoria O com aulas na unidade escolar participam da atribuição de aulas na escola.
      Bebel

      Responder
  • 24. Carlos  |  28/12/2013 às 14:28

    28/12/2013 – JORNADA DO PISO/REDUÇÃO DA JORNADA QUE É BOM!!!!!! ATÉ AGORA NADA…. ACORDA APEOESP!!!!

    Responder
    • 25. apeoesp  |  29/12/2013 às 12:04

      Prezado professor Carlos,
      A APEOESP está bem acordada. Creio que você recebeu convocação para uma assembleia no dia 13 de dezembro, cuja reivindicação central era a implantação da jornada do piso. Além disso, estamos com ações judiciais tramitando nos tribunais superiores em Brasília. Nosso congresso, no final de novembro, também definiu esta como uma luta prioritária. O Secretário descumpriu o compromisso de negociar a implantação até dezembro. Estamos lutando sem cessar pela execução deste direito e não vamos desistir.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,931,923 hits

%d blogueiros gostam disto: