A Oposição Alternativa torce contra os professores

23/11/2013 at 01:01 115 comentários

Uma das conquistas de nossas lutas em defesa dos professores e das professoras da rede estadual de ensino, particularmente da greve que realizamos entre 19 de abril e 10 de maio de 2013, foi a realização do maior concurso da história da rede, com 59 mil vagas. Para este concurso, mais de 330 mil candidatos se inscreveram, configurando também um marco de participação.

Temos denunciado insistentemente as más condições de trabalho nas escolas estaduais, os baixos salários, a ausência de uma carreira que atenda nossas necessidades e as políticas educacionais que não correspondem ao direito da população a uma educação de qualidade. Também temos lutando sem tréguas pela implantação da jornada do piso, contra o excesso de trabalho em sala de aula. Este conjunto de fatores configura uma situação que afasta os profissionais da rede estadual. Entretanto, muitos desejam seguir a profissão. Cabe ao Estado prover as condições necessárias para isto.

Sempre defendemos o concurso público como a forma de ingresso no serviço público em geral e no magistério público. Sempre fomos contra provas e processos avaliatórios que visam prejudicar e punir os professores. Somos contra a prova de mérito e sempre deixamos isto muito claro em todos os nossos pronunciamentos e materiais.

Por isto, não podemos considerar nada menos que desonesta, desleal e mentirosa a nota do grupo denominado Oposição Alternativa quando tenta nos misturar com aqueles que defendem processos “meritocráticos” que premiam o individualismo em detrimento do trabalho pedagógico coletivo e que conduzem à punição dos professores que não se enquadram na “cartilha” do poder dominante ou são submetidos a péssimas condições de trabalho e jornadas extenuantes, sem tempo para participar de processos de atualização e de formação continuada.

Na realidade, a Oposição Alternativa vive em campanha eleitoral permanente. Eles não queriam a greve, atuaram contra a greve, boicotaram a luta dos professores e agora querem desacreditar toda e qualquer conquista da categoria.

Mas, no afã de criticar-me, como Presidenta da APEOESP, entram em contradição. Dizem que quero “auto-promover-me” com o concurso. Ora, fica subentendida a admissão deste concurso como uma vitória da categoria, pois ninguém poderia auto-promover-se em cima de uma derrota.  Mas não desejo auto-promoção. Desejo, sim, promover os professores e as professoras e todos os meus companheiros e companheiras da Chapa 1 que acreditaram na força, na união, na mobilização e na greve da qual a Oposição Alternativa se retirou, omitindo-se frente à luta da nossa categoria.

Se há questões erradas no concurso, os recursos e eventuais processos judiciais vão anulá-las. Já estamos tomando providências em relação às questões 22 (parte pedagógica, prova branca) e 39 (parte pedagógica, prova verde) e todas as demais questões passíveis de anulação. Se houve irregularidades pontuais, há caminhos jurídicos para que os professores pleiteiem seus direitos e a APEOESP sempre estará a postos para toda e qualquer ação necessária. Estamos atentos a todo este processo e nosso departamento jurídico é capacitado e atuante.

O que não podemos aceitar é que grupos como a Oposição Alternativa tentem utilizar-se de toda e qualquer brecha que cause problemas aos professores para tentar “faturar” politicamente e debitar à diretoria da APEOESP problema administrativos do Governo do Estado, do PSDB.

Eles não querem perceber, por exemplo, as mudanças neste concurso, conquistas nossas. As provas dissertativas, por exemplo, serão corrigidas à razão de 3,5 vezes o número total de vagas do concurso, ou seja, 59 mil (no mínimo 206 mil provas serão corrigidas). A Oposição Alternativa tentou distorcer este dado, para mostrar um número mais reduzido de provas passíveis de correção, visando gerar desânimo. Por minha iniciativa, questionando o Secretário em Audiência Pública na ALESP em 30/10, este ponto foi esclarecido.

Outro fator que desconsideram é que a correção das provas e classificação dos candidatos será feita com base na chamada Curva de Gauss, o que significa utilizar para a classificação notas padronizadas e não as notas brutas obtidas por cada um dos candidatos. A padronização consiste em uma mudança de escala baseada na nota média de todos os candidatos e no desvio padrão de cada prova, evitando que uma prova eventualmente mais difícil faça diferença no desempenho de cada candidato. É a partir da nota média padronizada pelo desempenho de todo o grupo de candidatos que se estabelece a referência para a classificação e não a partir de uma nota definida a priori.

Os professores podem continuar confiando na APEOESP. Nunca nos furtamos a defender os direitos dos professores, individualmente, em grupos ou da totalidade da categoria. Assim continuaremos a proceder. Não somos como a Oposição Alternativa, que na hora da greve foge da raia e, posteriormente, torce contra as conquistas dos professores e das professoras. Abaixo o oportunismo.

Maria Izabel Azevedo Noronha
Presidenta da APEOESP

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Progressão continuada ou aprovação automática? Grupos de oposição se retiraram do Congresso da APEOESP

115 Comentários Add your own

  • 1. Regina  |  23/11/2013 às 02:12

    È um momento de stress total para nós professores, sou de Português e as questões estão praticamente com duas alternativas corretas em cada questão, ainda bem que vcê se pronunciou Bebel, pois eu já estava desanimada em admitir que talvez o sindicato do qual faço parte estaria me dando as costas. Não estou lhe criticando, mas depois de tantas coisas que foram postadas no face eu cheguei a ficar balançada. Te admiro demais mulher.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  24/11/2013 às 13:02

      Prezada professora Regina,
      Muito obrigada.
      Nosso sindicato tem sempre como precaução se manifestar com base em fatos e análises. Estamos atentos e não vamos deixar de defender em nenhuma hipótese os direitos dos professores.
      Bebel

      Responder
  • 3. cristina  |  23/11/2013 às 02:27

    OI BEBEL GOSTEI DE SEU COMENTÁRIO E ESCLARECIMENTOS SOBRE A CORREÇÂO, POIS MUITOS PROFESSORES ESTÃO MESMO COM A IDEIA DE UM NUMERO REDUZIDO. E APROVEITO PARA TIRAR UMA DÚVIDA DA PROVA VERDE DE PEDAGOGIA QUESTÂO NUMERO 6 AO MEU VER O GABARITO SAIU COM RESPOSTA ERRADA .
    AGUARDO
    OBRIGADA CRIS

    Responder
    • 4. apeoesp  |  24/11/2013 às 13:01

      Prezada professora Cristina,
      Solicitamos a uma especialista da USP que analisasse a prova e ela identificou erros apenas nas questões 22 (prova branca) e 39 (prova verde). Se você entrou com recurso sobre a questão 6, devemos aguardar a resposta da FGV.
      Bebel

      Responder
      • 5. alessandra  |  27/11/2013 às 22:47

        Se a questão 6 do caderno verde não for anulada, podemos rasgar o diploma.Dizer que os professores não precisam considerar seu conhecimento sobre os alunos ,suas diferenças, suas habilidades e seus interesses em relação ao planejamento diarios. Então eu não sei mais nada.

      • 6. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:42

        Prezada professora Alessandra,
        Estamos aguardando o posicionamento da FGV. Mediante as respostas, ingressaremos com ações judiciais pela anulação das questões incorretas.
        Bebel

  • 7. neza  |  23/11/2013 às 15:11

    Prezada Bebel,

    Gostaria se possível uma explicação deste sindicato sobre o Concurso PebII da SEESP em andamento.
    Porque eles não divulgaram o número de vagas por Diretorias e Disciplinas bem como candidatos/vagas?
    Já participei de vários concursos que forneceram estes dados em seu edital e após as inscrições os números de candidatos/vagas por discipçlina!

    Obrigada!

    Responder
    • 8. apeoesp  |  24/11/2013 às 12:57

      Prezada professora Neza,
      Estamos cobrando insistentemente essas informações da SEE e voltaremos a fazê-lo nesta segunda-feira.
      Bebel

      Responder
  • 9. Rosane  |  23/11/2013 às 16:54

    Bebel, só uma dúvida, temos que acertar 50% em cada uma das provas ou será somado as duas geral e específica?

    Responder
    • 10. apeoesp  |  24/11/2013 às 12:55

      Prezada professora Rosane,
      Na realidade, os candidatos serão avaliados por uma fórmula que leva em conta a média de notas de todo o grupo (Curva de Gauss). Assim, não está pré-definida esta média.
      Bebel

      Responder
      • 11. alessandra  |  27/11/2013 às 22:34

        De acordo com edital é necessário fazer 50% da prova para que seja corrigida a dissertativa.

      • 12. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:43

        Prezada professora Alessandra,
        Sim, mas todas as que estiverem em condições serão corrigidas, dado o elevado número de potenciais provas a serem corrigidas.
        Bebel

  • 13. Rubens  |  23/11/2013 às 18:57

    Parabéns Bebel é isso aí mesmo. Só não entendo como pode uma mesma categoria lutar contra e não desacreditaros professores. Para mim não me canso e não me cansarei de parabenizar você e sua equipe de trabalho. Sei que gostaria de fazer muito mais por nós, porém, existe um limite permitido que você pode ir e o que me parece é que alguns colegas não entenderam isso. Repito te parabenizo sempre. Um abraço, Rubens

    Responder
    • 14. apeoesp  |  24/11/2013 às 12:38

      Prezado professor Rubens,
      Muito obrigada. Este tipo de reconhecimento e incentivo não é importante apenas para mim e para a diretoria, mas para toda a categoria.
      Bebel

      Responder
  • 15. Rocha, Jair  |  23/11/2013 às 22:16

    Parabéns.
    Há Uma data prevista para a divulgação da classificação?

    Responder
    • 16. apeoesp  |  24/11/2013 às 12:37

      Prezado professor Jair,
      Obrigada.
      Ainda não temos esta informação.
      Bebel

      Responder
  • 17. maria  |  23/11/2013 às 23:23

    Boa noite Bebel,todos os milhares de professores que realizaram esse concurso sentiram humilhados e desrespeitados diante dessa prova elaborada pela Fgv, muito me admira APEOESP não ter conhecimento dos inumeros erros observados na elaboração dessa prova. Foi cobrado uma bibliografia com vàrios autores novos, porèm tanto na prova pedogògica como na especìfica a maior parte dos autores e suas teorias não foram da bibliografia estudada para o concurso, sem falar nas vàrias questões com alternativas erradas, o que pude observa durante essa semana apos o concurso foi a revolta e o desanimo dos professores, que viram nesse concurso uma esperança para sair dessa condiçao humilhante e de trabalho degradante pela qual passa os professores da categòria.O.Esperamos a semana toda que a Peoesp se manifestace diante dessa falta de respeito sofrida pelos professores do Estado de SÃO Paulo ,diante desse concurso. Não faço parte de nenhuma corrente de esquerda porem não posso ficar calada diante de um problema que não è so meu mais de milhares de professores, e principalmente dos meus inùmeros colegas de trabalho que tambèm foram vìtimas mais uma vez, desse governo que trata os professores como nada.

    Responder
    • 18. apeoesp  |  24/11/2013 às 12:36

      Prezada professora Maria,
      Em primeiro lugar, os gabaritos só foram divulgados em 19/11. A APEOESP manteve plantão na sede central e nas subsedes durante o final de semana do concurso conforme amplamente divulgado. A APEOESP contatou professores da USP e UFSCAR que analisaram as provas e os gabaritos. Com base nesta análise vamos ingressar com ação para anular as questões 22 (prova branca) e 39 (prova verde) da parte pedagógica. Vários autores que não constam na bibliografia estavam citados em livros constantes da bibliografia do concurso, o que não dá margem para recurso. Estamos atentos, auxiliamos todos os professores que nos procuraram para a formulação dos recursos e ingressaremos com ações para anulação de todas as questões que forem comprovadamente erradas. Consideramos que problemas de formulação de questões e de logística não podem ocorrer em um concurso desta magnitude, mas a APEOESP não pauta sua atuação por manifestações precipitadas, antes que estejam claros todos os elementos. O prazo para ingresso dos recursos se encerrou às 23h59 de sexta e, agora, com todos os elementos, podemos nos manifestar através de nota e o faremos.
      Não nos omitimos e não nos omitiremos na defesa dos direitos de todos os professores, sejam coletivos ou individuais, mas o faremos com toda a responsabilidade.
      Bebel

      Responder
      • 19. maria  |  24/11/2013 às 18:09

        O brigada, Bebel pelas informações,porèm em relação aos autores que foram cobrados e conteùdos que não estavam na bibliografia e que foram citados em livros da, bibliografia estudada, essa informação não procede.Vou citar alguns exemplos das provas especìficas de filosofia e sociologia.A questão 15 da prova de sociologia ,tras anàlise de uma cartilha que circulou em varios estados brasileiros, na dècada de 1980, a questão 16 apresenta o art5°da Lei Maria da Penha, a 13 tras um artigo de um autor chamado Luiz Eduardo Soares.Essse autor , a lei e a cartilha não fazem parte da bibliografia dessa disciplina.Na prova de filosofia a questão 6,tras uma obra de Jean Pierre O Burguês e o Operàrio de 1848,a questão 8 tras um artigo escrito por Daniela Falção, Filosofia e història ajudam a entender cotidiano e comportamento, esses autores não fazem parte de nenhum livro da bibliografia do concurso de Filosofia.Esses são sò alguns exemplos, jà entramos com recurso mais isso não è sufiente, o que nos leva a entender diante de tudo isso, è que quem elaborou essa provas não tinham conhecimento da bibliografia do concurso ou foram orientados para agir dessa forma, e com isso levar os professores ao erro. Os professores esperam uma explicação coerente por parte da FGV, e do governador que contratou essa instituição para elaborar as provas desse concurso, sem fala dos locais que faltarm provas, e que essas provas foram enviadas por email, nesse momento precisamos contar com ajuda do nosso sindicado, porque sozinhos somente atravès de recursos não teremos as respostas que precisamos. Obrigada.

      • 20. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:47

        Prezada professora Maria,
        Estamos aguardando posicionamento da FGV. Contratamos especialista para analisar as questões. Ingressaremos com ações em relação a todas as questões comprovadamente erradas.
        Bebel

      • 21. Patricia Gomes  |  25/11/2013 às 13:25

        Não concordo …pois na minha específica de ciências não caiu nada dos autores que foram solicitado no edital. A prova foi mal elaborada sim nós de ciências ficamos no prejuízo…..pois a prova era a nível laboratório . Indignação dos professores é muito grande diante de tantos erros…Senhora presidenta desde quando palmito deixa de ser caule e vira folha …essa seria uma questão da prova e não foi verificada….esse concurso foi para tapear nós professores…esse lixo de prova só nos fez nos sentirmos humilhados.

      • 22. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:40

        Prezada professora Patrícia,
        Contratamos especialistas para analisarem as provas. Estamos aguardando posicionamentos da FGV. Vamos ingressar com ações em todas as questões comprovadamente incorretas.
        Bebel

      • 23. Adriana Brasil  |  25/11/2013 às 20:38

        prezada Bebel, o que mais me revolta é que na prava de matemática, não foi elaborada nenhuma questão dos livros da bibliografia pedida no edital.Me senti como uma tola gastando com apostilas especificas de matemática(tais como a da editora Solução) ,para que?As questões mais polemicas tais como a 22,37 da prova branca, acredito que deva ser retificado no gabarito,não simplesmente anulada,pois assim quem realmente acertou a questão vai ser penalizada,até mesmo que errou a questão será beneficiado. desculpe-me o desabafo,mas a FGV não indicou nenhum campo para manifestarmos nossa revolta em relação a elaboração das provas,da falta de divulgação de vagas/candidato por DE.

      • 24. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:21

        Prezada professora Adriana,
        Estamos aguardando posicionamento da FGV. Contratamos especialista para analisar as questões. Ingressaremos com ações em relação a todas as questões comprovadamente erradas.
        Bebel

  • 25. Leandro  |  24/11/2013 às 03:22

    Olá Bebel, estamos enlouquecendo com esse concurso, o edital não é claro e dá margem para várias interpretações.
    Em relação a curva e as vagas como será feito? A nível regional por D.E ou nível estadual? os 3,5 vezes número de vagas é relacionado a D.E ou as vagas em todo estado? Qual foi a interpretação da Apeoesp? Obrigado

    Responder
    • 26. apeoesp  |  24/11/2013 às 12:27

      Prezado professor Leandro,
      Tudo será feito sobre o total de vagas do concurso, como ficou esclarecido na audiência pública como o secretário da educação em 30/10 na Assembleia Legislativa.
      Bebel

      Responder
  • 27. César  |  24/11/2013 às 11:31

    Bebel, parabéns pelas conquistas!

    Tenho uma dúvida: caso sejamos chamados para ingresso, na 1ª ou na segunda 2ª Diretoria em 2014, poderemos declinar? Esta é a dúvida de todos aqueles que ainda não tem o diploma em mãos. O edital parece sugerir de que é possível declinar na terceira opção, ou seja, em nível Regional. Mas não fica claro em outras situações como as supracitadas.

    Atenciosamente,
    César.

    Responder
    • 28. apeoesp  |  24/11/2013 às 12:25

      Prezado professor César,
      Obrigada.
      Para que tenha a resposta adequada, sugiro que ligue para 11.33506214, nosso serviço de atendimento jurídico.
      Bebel

      Responder
      • 29. Daniel  |  24/11/2013 às 17:04

        E a jornada do piso?

      • 30. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:48

        Prezado professor Daniel,
        O secretário comprometeu-se a negociar ainda neste ano. O Congresso decidiu que faremos uma assembleia em frente à SEE no dia 13/12.
        Bebel

  • 31. Karen  |  24/11/2013 às 23:45

    Olá Bebel!

    Bom Dia, sobre o edital do concurso PEB II, diz que: Somente será corrigida a prova – parte dissertativa, dos candidatos aprovados na parte objetiva,
    considerando-se 3,5 (três e meio) vezes o número total de cargos disponíveis para cada Diretoria de Ensino, logo depois sobre a classificação diz: 8.2 Caso ocorra o esgotamento da lista de classificação em segunda opção de determinada Diretoria
    Regional, a critério da Administração, respeitado o prazo de validade do concurso, os candidatos poderão ser convocados para escolha de vagas disponíveis em região diversa da de Classificação
    primeira e segunda opção, conforme a lista de Classificação Final no concurso.
    A pergunta é : Como será feita a nota de corte, ou a curva de gauus, ela será em cima das notas de cada diretoria de ensino ou Estadual? E sobre a correção da dissertativa ela será referente ao numero de vagas por diretoria ou estadual? Desde já Obrigado!

    Responder
    • 32. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:43

      Prezada professora Karen,
      A resposta que obtivemos da CGRH quando o secretário da educação participou de audiência pública na ALESP é a de que tudo será feito em relação ao número global de participantes.
      Bebel

      Responder
  • 33. Profo. Junior  |  25/11/2013 às 00:34

    Olá Bebel, você sabe alguma novidade sobre o concurso de remoção. Abçs

    Responder
    • 34. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:42

      Prezado professor Junior,
      Por enquanto, nenhuma.
      Bebel

      Responder
  • 35. Eduardo Martinez  |  25/11/2013 às 01:16

    Bebel, li que segundo a análise de uma especialista da USP, só a questão (39), da prova tipo 2 (verde) está errada, mas com todo respeito , sugiro que você leia a referida questão , pois é líquido que o gabarito encontra-se equivocado.
    A resposta que supostamente está certa, sugere-nos que devemos desconsiderar o conhecimento do aluno (é claríssimo).
    Só para que não passemos por mais nenhum constrangimento, nem tão pouco fomentemos um “inconformismo”, que diga-se de passagem, muito justo dos professores que prestaram este certame, sugiro cuidado , até com as afirmações dos especialistas. Eu fiz o concurso para pontuação e fiquei indignado, imagine quem o fez como “última esperança”…..
    Li todos os depoimentos aqui e considero que deva ter muita paciência presidente, mas fato é que os professores estão muito cansados de tantas perguntas sem respostas, por parte do organizador do concurso.

    Abs

    Responder
    • 36. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:41

      Prezado professor Eduardo,
      Estamos aguardando posicionamento da FGV. Contratamos especialista para analisar as questões. Ingressaremos com ações em relação a todas as questões comprovadamente erradas.
      Bebel

      Responder
  • 37. Eduardo Martinez  |  25/11/2013 às 01:17

    Bebel referia-me no post a questão (6), desculpe-me.

    Responder
  • 38. THULASSE  |  25/11/2013 às 01:38

    Ola bebel!

    Boa noite, hoje vou andar na contramão e fazer o papel do advogado do diabo.

    A Realização do Concurso é uma grande vitória, principalmente da APEOESP, pequenos contratempos e erros de digitação de gabarito não podem lastrear difamação de grande corporações e pessoas.

    Quando vejo manifestações nas diversas mídias, noto tratar-se de um pequeno número, isto mesmo um resumido número de pessoas que apregoam o quanto pior melhor, que nada presta e que tudo está errado.

    Isto não é verdade, a única disciplina que apresentou problema foi a de LP, pontualmente na parte especifica da prova verde.

    Um concurso que contou com mais de trezentos mil inscritos, contar com um pequeno problema em um gabarito de uma disciplina específica, não é motivo para caçar bruxas, sindicatos, governos ou empresas que gerenciam a realização da prova.

    Quem estudou, quem estava ou está preparado, quem realmente está bem intencionado e conta com responsabilidade e compromisso social, sendo ou não professor, não usa de falácias para desmoralizar pessoas organismos ou empresas.

    A prova foi muito bem elaborada, exige preparação e capacidade para sua realização, aos despreparados resta o espernéio, e a malidicença de todos.

    A feitura das questôes da prova exige um nível elevado de compreensão e entendimento, ora, se me falta compreensão e entendimento, se eu não entendi o que a questão requer, como vou respondé-la?

    Ora, cobramos uma Educação de qualidade, mas quando somos avaliados com quesitos de qualidade,esperneamos e não aceitamos, ora Educação de qualidade passa por bom professor, e bom professor implica em concurso sério e de alto grau de dificuldade.

    Ora, antes de falar do quintal do vizinho, do governo da apeoesp e da fgv, vamos varrer o nosso.

    Para candidato bem preparado não existe concurso difícil, curva disto ou desvio daquilo.

    Não foi bem na prova,reinicie seus estudo agora!

    Inté.

    THULASSE

    Responder
  • 39. Silvana  |  25/11/2013 às 11:19

    Foi pedido para verificar as questões de matemática?

    Responder
    • 40. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:40

      Prezada professora Silvana,
      Sim, pedimos esta análise também.
      Bebel

      Responder
  • 41. Gildo Santos  |  25/11/2013 às 15:41

    Todos nós bem sabemos que esta diretoria a muito tempo não trabalha em prol dos professores, o grande problema da Oposição Alternativa é cobrar atitudes desta diretoria. a maioria dos professores que participaram da greve é da chamada categoria O. Foram para as ruas correndo risco de terem os contratos cancelados e no final essa diretoria e o governo fecharam um acordo sem assinar nada e deram fim a greve sem que nenhuma das reivindicações fossem compridas,A senhora saberia nos dizer
    quando vamos poder usar o IANSP?
    Cadê o fim da prova temporária para os professores da categoria O aprovados?
    É fácil colocar a culpa na Oposição Alternativa e não resolver nada daquilo que os professores realmente precisam.

    Responder
    • 42. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:37

      Prezado professor Gildo,
      Respeito sua opinião, mas discordo totalmente dela. Lutamos pelos professores e a Oposição Alternativa somente atrapalha, como atrapalhou a greve. Agora, em mais uma atitude truculenta e antidemocrática, retirou-se do nosso Congresso porque não consegue aprovar nada.
      Bebel

      Responder
  • 43. Gilmarcos  |  25/11/2013 às 16:47

    Cara Bebel ,o processo seletivo para ofa não é classificatório,porque no site da VUNESP DIZ QUE ESTA ELIMINADO QUEM ATINGIU MENOS DE 40 pONTOS!!!!GRATO

    Responder
    • 44. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:30

      Prezado professor Gilmarcos,
      Esta informação está errada. Quem faz a classificação para a atribuição de aulas é a SEE. Há uma lei que determina que o processo seja classificatório. Já entramos em contato com a CGRH que comprometeu-se a corrigir esta quest~~ao.
      Bebel

      Responder
  • 45. Maria  |  25/11/2013 às 18:02

    Bebel! Obrigada pela luta constante a favor da categoria. Gostaria de saber sobre a jornada do piso, tem novidades?

    Responder
    • 46. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:35

      Prezada professora Maria,
      Obrigada.
      O secretário disse que negociaria ainda neste ano. O Congresso marcou assembleia para 18/12 em frente à SEE.
      Bebel

      Responder
  • 47. Leandro  |  25/11/2013 às 18:05

    A nota do processo seletivo saiu. Ano passado consegui 54 pontos e este ano 39. mantem a nota maior?

    Responder
    • 48. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:35

      Prezado professor Leandro,
      Infelizmente, não. Propusemos isto, mas a SEE não aceita.
      Bebel

      Responder
  • 49. Maria  |  25/11/2013 às 18:05

    Bebel!
    Com relação ao dia de perícia médica, tirei uma licença e no dia da perícia já estarei em exercício, neste caso tenho que abonar no dia?

    Responder
    • 50. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:34

      Prezada professora Maria,
      Creio que sim. Por favor, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 51. Marcia Raquel  |  25/11/2013 às 19:26

    Não é possível ler isso e ficar calada.
    Em primeiro lugar eu estava na greve de 2010 e de 2013 .essa ultima onde a greve foi encerrada pela presidenta Bebel, quando os professores do Estado queriam unificar a greve com os professores da prefeitura de São Paulo dando maior visibilidade as reivindicações dos docentes.
    Vi os professores sendo humilhados por seus representantes, como já não bastasse o governo.
    Estive presente quando professores foram chamados de bêbados, vi professores sendo agredidos e a reação dos nossos representantes deixou a todos na mão.
    Vi a greve ser encerrada e nenhum avanço para os categorias O .
    Tudo ficou na promessa sem nada assinado a presidenta encerra a greve ,será que a senhora não sabe que a validação esta em um documento assinado e não apenas em palavras desse governo do PSDB.
    Não queremos brigar por esse ou aquele partido queremos nossos direitos respeitados, senhora presidenta faça seu papel que é defender os professores, chega de tanto falatório.
    O concurso foi uma luta dos professores e não da presidenta, pois, ela não queria embate com o PT que comanda a cidade de São Paulo e o país. Por que mesmo? Gostaria de saber a resposta.
    Senhora Bebel sinto lhe informar, mas a classe dos professores do Estado de São Paulo não tem uma representação efetiva em sua pessoa. Esta na hora da senhora voltar para a sala de aula e sentir o que esta acontecendo e parar de brigar contra que esta nas ruas esclarecendo a população. O dinheiro que vai para CUT deveria ser usado em prol dos professores. Não vejo apoio da CUT em nossas greves nas portas das empresas, nos terminais de ônibus, nas ruas chamando a população para apoiar as reivindicações legitimas dos professores. Politica, essa sim a senhora faz bem, afinal tudo o que deseja é continuar em seu cargo, volte para sala de aula quem sabe assim a senhora vai desejar alguém que realmente represente essa classe a dos professores.

    Responder
    • 52. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:25

      Prezada professora Marcia,
      Respeito sua opinião, mas discordo totalmente dela. O que eu escrevi neste post é tão verdadeiro que seus amigos da Oposição Alternativa abandonaram o XXIV Congresso Estadual da APEOESP porque não conseguem aprovar suas propostas e ficam nervosos porque a maioria dos professores não concorda com eles.
      Bebel

      Responder
  • 53. maria  |  25/11/2013 às 22:37

    BEBEL, NÃO DÁ PARA ENTENDER A SECRETARIA ESTADUAL DA
    EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO, NÃO FOI DIVULGADO QUE NÃO HAVERIA NO SITE DO GDAE A PALAVRA ‘REPROVADO’, BEBEL E AGORA???????AGUARDO SUA RESPOSTA? PARECE QUE DENTRO DA SECRETARIA ELES NÃO SE COMUNICAM…É UMA VERDADEIRA BAGUNÇA….NÃO HAVERIA LISTA ÚNICA …IRÁ FICAR O ANO INTEIRO A PALAVRA REPROVADO NO SITE GDAE..
    NÃO FOI O COMBINADO…CORRETO…
    BEIJOS!!!!

    Responder
    • 54. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:19

      Prezada professora Maria,
      Já entramos em contato com a CGRH e o faremos novamente porque a classificação é única, sem aprovados e reprovados.
      Bebel

      Responder
  • 55. flavio eduardo mazetto  |  25/11/2013 às 23:29

    Gostaria de esclarecimentos sobre outro assunto: a dispensa de ponto para o congresso. foi publicado a dispensa de ponto no diário de 13/11/13, documento 556/0001/2009, para os dias 28 e 29. O fax urgente 69 trouxe uma informação sobre “efetivo exercício mediante confirmação de participação do professor no evento” para o dia 27/11. A secretaria de minha escola informou que não existe nenhuma informação sobre tal possibilidade. Assim, como devemos proceder: o congresso já tem programação para o dia 27 e deveremos estar nas escolas? aguardo esclarecimento para eventuais providências.

    Responder
    • 56. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:17

      Prezado professor Flávio,
      Já encaminhamos a lista de delegados para o secretário adjunto, que nos enviou e-mail assegurando a publicação de efetivo exercício. Não publicamos nada que não parta do gabinete da SEE.
      Bebel

      Responder
  • 57. Prof. Renato  |  25/11/2013 às 23:32

    Nossa, quanta hipocrisia!! Comentários críticos contundentes excluídos e operação “desviando o foco” posta em ação. Que bizarro!

    Responder
    • 58. Prof. Renato  |  25/11/2013 às 23:43

      Desculpe-me. Até ontem mesmo os comentários mais críticos não tinham sido publicados no blog. Acabei de ver que agora foram, embora sem uma resposta convincente. Nada convincente. Porém, para ser justo, peço que desconsidere por hora essa minha afirmação equívoca.

      Responder
      • 59. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:15

        Prezado professor Renato,
        Não foram os comentários mais críticos os não publicados, foram todos, pelo simples fato de que eu estava viajando e publiquei um conjunto de comentários. Da mesma forma, agora publico outro conjunto, devido ao congresso da APEOESP.
        Como não omito comentários, não omitirei também o seu.
        Bebel

    • 60. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:15

      Prezado professor Renato,
      Sem comentários.
      Bebel

      Responder
  • 61. renata  |  26/11/2013 às 00:26

    o Pessoal da Usp então não analisaram direito, as provas, desculpa mas eu estudei fiz três meses de curso preparatorio e exitem sim autores que não fazem parte da bibliografia! assim como (Del Barrio, C., Martins, E.,Almeida,A. & Barrios, A (2003). Del maltrato y otros conceptos relacionados con la agresión entre escolares, y su estudio psicológico. Infancia y Aprendizaje, 26,- 9-24) nenhum autor falava de bullying, e em português que vergonha nenhum autor da bibliografia utilizado apenas a gramatica pela gramatica e com 15 questoes retificadas e que ainda existem questoes com erros grotescos! o fato de serem da USP não quer dizer nda, vamos em cima dos fatos!

    Responder
    • 62. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:13

      Prezada professora Renata,
      Solicitamos mais análises e poderemos ingressar com novas ações, se necessário.
      Bebel

      Responder
  • 63. Francisca  |  26/11/2013 às 10:59

    Bebel, obrigada pelas informações e tenho uma dúvida; é verdade que nesse concurso a contratação de professores será CLT?
    Obrigada,
    Francisca.

    Responder
    • 64. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:11

      Prezada professora Francisca,
      Não, não é verdade.
      Bebel

      Responder
  • 65. Patricia Gomes  |  26/11/2013 às 17:47

    Diante de tantos recursos cade a FGV que não se manifesta …pois na minha específica de ciências não caiu nada dos autores que foram solicitado no edital. A prova foi mal elaborada sim nós de ciências ficamos no prejuízo…..pois a prova era a nível laboratório . Indignação dos professores é muito grande diante de tantos erros…Senhora presidenta desde quando palmito deixa de ser caule e vira folha …essa seria uma questão da prova e não foi verificada….esse concurso foi para tapear nós professores…esse lixo de prova só nos fez nos sentirmos humilhados.

    Responder
    • 66. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:10

      Prezada professora Patrícia,
      Estamos aguardando posicionamento da FGV. Contratamos especialista para analisar as questões. Ingressaremos com ações em relação a todas as questões comprovadamente erradas.
      Bebel

      Responder
  • 67. Luciana  |  26/11/2013 às 19:22

    Olá Bebel, lamentável saber que em meio a tantos erros só a possibilidades de anularem 1 questão a (39 verde) , como assim ? A 6 e 23 ,praticamente a mesma pergunta , onde o gabarito de uma contradiz a outra , peça pra um especialista observar bem por favor, fora outros tantos erros .Se eu for tão prejudicada como fui com o 1º gabarito , vou reclamar no Ministério Público. Estudei tanto fiz curso pela apeoesp e depois esse é o resultado , erros grotescos!!!

    Responder
    • 68. apeoesp  |  01/12/2013 às 15:08

      Prezada professora Luciana,
      Contratamos consultores para examinar todas as questões. Estamos aguardando posicionamento da FGV sobre recursos. Ingressamos com ações sobre todas as questões comprovadamente erradas.
      Bebel

      Responder
  • 69. Rafael  |  26/11/2013 às 20:21

    Segue meu desabafo: Sou mais um professor categoria O, entre tantos que viram nesse concurso a única oportunidade de sair dessa situação precária e deixar de ser cat. O. Mas creio que não foi dessa vez, pois fiz apenas 39 pontos, a prova de matemática estava surreal.
    Sempre fazemos provas com a Vunesp e FCC, já estamos acostumados, por que logo nesse concurso tão importante para nós veio FGV?
    O jeito agora é deixar de lamentar e estudar para o próximo concurso, que se depender desse governo talvez demore mais uns três ou quatro anos.

    Responder
  • 70. dirceu  |  27/11/2013 às 02:40

    Ouvi uma vez chamarem você de “pelega” Bebel.
    Quero te dizer que não concordo.
    Ocorre uma grande desunião e divisão na nossa categoria.
    Em faixas, tipos de contratações…. Há aqueles que acumulam cargos, não se envolvem muito, inclusive os efetivos. Diretores e supervisores têm seus próprios sindicatos.
    Com tantos “pensadores” e intelectuais na educação, os resultados não são satisfatórios.
    Até quando perdurará esta situação? Creio que nossa reviravolta pode vir com Padilha governador em 2014, tirando os tucanos do poder em SP, e iniciando uma reforma pra valer inclusive valorizando mais o professor. Talvez o atual ofereça um aumento maior de salário em 2014 visando a reeleição. Considero voce uma lutadora que sempre esteve e estará do nosso lado. Obrigado pela sua disposição de lutar, tem mérito para ser presidente da APEOESP. a luta continua até a vitória. um abraço.

    Responder
    • 71. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:57

      Prezado professor Dirceu,
      Obrigada.
      Não me sinto e nunca me senti “pelega”.
      Sei do meu compromisso com a categoria e a escola pública e dedico-me às causas que defendo e ao sindicato com a mesma garra do início.
      Bebel

      Responder
  • 72. Renata  |  27/11/2013 às 14:04

    Bebel, fiz a prova de Matemática… achei horrível… nada a ver com a realidade, questóes difícieis e mal elaboradas. Sem contar que não
    permitiram o uso de lápis e borracha.
    Não menosprezando a nossa profissão, porém, não entendi o grau de dificuldade das questões foi muito além da realidade em sala de aula.. me senti uma BURRA.
    Obrigada

    Responder
    • 73. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:51

      Prezada professora Renata,
      A avaliação do grau de dificuldade de uma prova é subjetiva. A aplicação da curva de Gauss permite corrigir esta distorção, pois considera uma média de referência e a média real do grupo, além do desvio padrão, para a correção e classificação.
      Bebel

      Responder
  • 74. Ana Paula  |  27/11/2013 às 16:00

    Oi. estou entrando agora para área e gostaria de tirar uma dúvida: Fiz a prova do processo seletivo para 2014. Estou me formando agora em dezembro em Pedagogia. Não sei qual o proximo passo. Acertei 36 na prova e minha ficou 48 (não sei qual o calculo que eles fazem). Fui mal, ou tenho chance de conseguir uma vaga? (não tenho magistério e nunca trabalhei na área)

    Responder
    • 75. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:49

      Prezada professora Ana Paula,
      A prova é classificatória. Você tem chances, dependendo do número de aulas por professor na sua disciplina.
      Bebel

      Responder
  • 76. Professora Claudia  |  27/11/2013 às 18:32

    Boa Tarde, Bebel…

    Alguma notícia sobre o Concurso de Remoção, a SEE está segurando o resultado e deixando “como sempre” os professores em angústia para se programar para o ano que vem. Professores precisam encerrar contratos de aluguel, voltar para suas casas no interior, litoral, etc. Parece que a SEE tem prazer em nos ver fragilizados.
    Claudia

    Responder
    • 77. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:48

      Prezada professora Cláudia,
      O resultado terá que ser publicado antes da classificação do concurso de PEB II.
      Bebel

      Responder
  • 78. Fábio Oliveira  |  27/11/2013 às 19:53

    Prezada Bebel,

    Nos docentes que prestamos a prova gostaríamos que o sindicato lançasse uma orientação a fim de tranquiliza-los em relação aos critérios de classificação do concurso, em relação ao número de avaliações dissertativas a serem corrigidas fica uma dúvida, pois não sabemos ao certo se será por número de vagas na regional optada ou em relação ao total de vagas da rede estadual.
    Mas a principal dúvida que precisa ser esclarecida é em relação a curva de Gauss que será realizada pois no item 8 da seção VIII das instruções consta que será habilitado somente o candidato que atingir 40 pontos na parte objetiva, a partir dessa pontuação que a as dissertativas serão corrigidas e que a curva seria aplicada.
    Ocorrerá mesmo dessa forma?
    Muito obrigado!

    Responder
    • 79. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:47

      Prezado professor Fábio,
      O concurso será classificatório e a nota final será de acordo com a média do grupo todo, considerando-se o desvio padrão. Os 40 pontos são a média de referência para montar a equação. A SEE confirmou que o cálculo do número de dissertativas a serem corrigidas será pelo total de vagas.
      Bebel

      Responder
  • 80. ROSANA  |  27/11/2013 às 21:51

    OLÁ! BEBEL

    FUI APROVADA NO “PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO FIZ 46 PONTOS , SOU CAT . “O”, POSSO SOMAR O TEMPO DE SERVIÇO SÃO 15 ANOS NO ESTADO???
    GRATA!

    Responder
    • 81. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:44

      Prezada professora Rosana,
      O tempo de serviço será considerado na classificação.
      Bebel

      Responder
  • 82. sandra  |  28/11/2013 às 01:31

    Olá,Bebel!
    Sei que a pergunta que vou fazer não é pertinente ao post,mas desde o começo do ano que nós professores das unidades prisionais estamos atrás de respostas para as nossas dúvidas e até agora ninguém sabe nos dizer nada.Foi publicado no diário oficial,no mês de setembro, o pagamento dos adicionais devidos só que ninguem sabe nos dizer quando isso ocorrerá.Você poderia nos dar informações mais precisas?Agradeço.

    Responder
    • 83. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:35

      Prezada professora Sandra,
      Na próxima reunião com o secretário, que ocorrerá ainda em dezembro, vou pedir esta informação. Um passo foi dado, agora é preciso que a Fazenda pague.
      Bebel

      Responder
  • 84. ROSANA  |  28/11/2013 às 13:43

    OI! BEBEL FIZ 46 PONTOS NA PROVINHA DO CATEGORIA “O”, POSSO SOMAR A NOTA DA PROVA+ O TEMPO DE SERVIÇO???POIS TENHO 14 ANOS TRABALHADOS NO ESTADO?
    GRATA!

    Responder
    • 85. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:33

      Prezada professora Rosana,
      A informação da CGRH é que este recurso não pode ser utilizado pela categoria O. Por outro lado, não poderia mesmo usar, pois isto só é feito para quem não atingiu na nota mínima. Finalmente, é preciso lembrar que a nota mínima não é mais eliminatória.
      Bebel

      Responder
  • 86. Claudia  |  28/11/2013 às 14:43

    Será que algum dia sairá o resultado da remoção???? A gente não consegue organizar a vida para o próximo ano. Se vou poder me mudar, ou não.,.. e o resultado… NADA…!
    O sindicato não pode intervir nisso?

    Responder
    • 87. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:32

      Prezada professora Cláudia,
      O resultado deverá ser publicado nos próximos dias, antes da convocação dos concursados.
      Bebel

      Responder
  • 88. Cláudio Renato Amadio Guerrero  |  28/11/2013 às 19:40

    Professora Maria, porque o resultado final da remoção esta tão demorado esse ano? Como ele assegurou 59 mil vagas se muitos que ingressaram com jornada reduzida estão tentando remover para jornadas maiores em outras UE? Eu tenho direito de remover antes dele convocar os novos ingressantes? Posso entrar com recurso de uma escola na qual eu pedi remoção e foi negada oferecer a vaga aos ingressantes?
    Obrigado

    Responder
    • 89. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:27

      Prezado professor Cláudio,
      Os resultados da remoção serão publicados antes da convocação dos concursados, que serão em número de 20 mil para 2014.
      Bebel

      Responder
  • 90. lucas  |  29/11/2013 às 16:44

    Bebel passei na última prova de mérito e gostaria de saber se você sabe quando o estado irá nos pagar? pois disseram que é retroativo a primeiro de julho de 2013 e até agora nada!nem no holerite eletrônico de dezembro…ainda não me pagaram nada!!desde já grato, Lucas M. L. Di G. Oliveira.

    Responder
    • 91. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:12

      Prezado professor Lucas,
      A informação que temos é que será em folha suplementar em dezembro, mas ainda não sabemos a data.
      Bebel

      Responder
  • 92. Edward F C  |  30/11/2013 às 09:18

    Bebel, parabéns por sempre estar disposta a responder as dúvidas da nossa classe mesmo que ainda muitos, achem pouco aquilo que é possível ser feito dentro dos limites da lei.

    Mas ainda em relação ao assunto “concurso” o sindicato tem feito ações contra as questões que estão incoerentes e isso é visível por todos já! Sendo assim após essas reivindicações irá sair um novo gabarito não é isto ou simplesmente serão anuladas? Eu infelizmente perdi o prazo de entrar com esse recurso mas estou confiante na Apeoesp para não deixar esses problemas sem solução. Visto que este concurso deveria ter acontecido agora no mês de dezembro acho todos estaríamos mais preparados pedagogicamente e até especificamente como não tivemos muito tempo para estudo o resultado imagino eu que não foi tão alto e ao meu ver intermediário, mas o que estou querendo saber é se há alguma previsão de quando sairá um parecer sobre essas reivindicações. Será que o governo vai cumprir com o seu dizer ” de convocar pelo menos 20 mil professores ” para trabalhar já no próximo ano?

    Muito grato continue insistindo com os nossos direitos!!!!

    Responder
    • 93. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:06

      Prezado professor Edward,
      Obrigada pelas suas palavras.
      Todas as questões sobre as quais há dúvidas devem ser respondidas pela FGV nos próximos dias. Persistindo as dúvidas, ingressaremos com ações para anulação destas questões.
      Bebel

      Responder
  • 94. Fernanda  |  30/11/2013 às 12:42

    Oi Bebel, mais um se passa e parece que nada da lei do piso ser implantada. Lamentável para a categoria!

    Responder
    • 95. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:04

      Prezada professora Fernanda,
      Ainda não desistimos. O processo de atribuição de aulas ainda não começou. Nosso congresso aprovou assembleia para 13 de dezembro em frente à Secretaria da Educação, sendo este o ponto principal.
      Bebel

      Responder
  • 96. Ester Regina Françoso  |  30/11/2013 às 17:44

    Olá Bebel!Tudo bem!Estou muito preocupada,pois saiu a Resolução para a atribuição de aulas e continua a mesma coisa. Sou categoria F(38 acertos)uso tempo de serviço para compor minha nota na classificação dos professores aprovados.Será que vai continuar contando tempo de serviço novamente?Um abraços!Aguardo resposta.

    Responder
    • 97. apeoesp  |  01/12/2013 às 14:08

      Prezada professora Ester,
      A nota da prova não faz mais parte da classificação para o professor da categoria F. Contará pontos como os demais títulos. O tempo de serviço será o fator determinante da classificação.
      Bebel

      Responder
  • 98. Katita  |  01/12/2013 às 02:34

    Boa noite Bebel, lendo o D.O de 29/11 vi publicado a resolução de atribuição de aulas e infelizmente nenhuma mudança na nossa jornada, poxa vida acho que agora as mudanças na nossa carga horária não acontecerão em 2014, o senhor secretário que dizia que estava estudando junto com o governo se faz de besta e nos deixa sem a jornada, e agora quais serão os caminhos para cobrar deste desgoverno um direito que já é nosso? Um abraço Katita

    Responder
    • 99. apeoesp  |  01/12/2013 às 13:43

      Prezada professora Katita,
      A mudança na jornada, que ainda é possível, não faz parte da resolução de atribuição de aulas. Ali se mencionam as jornadas existentes, mas não a sua composição em termos de atividades com educandos e fora da sala de aula.
      Bebel

      Responder
  • 100. Fernando  |  03/12/2013 às 13:12

    Assembleia??????? Depois daquele congresso? Nem pensar! Ou melhor, como você mesma disse que a oposição não fez greve, essa assembleia é somente para sua chapa que é muito unida.
    Ah, cuidado quando você diz que os professores da oposição não fez greve, porque tenho dois cargos e fiz todos os dias da greve. Mas agora quem sabe sozinhos, vocês conseguem algo mais fácil.

    Responder
    • 101. apeoesp  |  08/12/2013 às 13:18

      Prezado professor Fernando,
      Lamento suas palavras divisionistas. Só confirmam o que tenho dito.
      Bebel

      Responder
  • 102. salltorelli  |  05/12/2013 às 00:01

    Bebel boa noite.
    Por gentileza, a Apeoesp já tem a informação a respeito da(s) data(s) de atribuição de aulas ?

    Responder
    • 103. apeoesp  |  08/12/2013 às 12:55

      Prezado professor Salltorelli,
      Serão iniciadas no dia 20 de janeiro. Publicarei o calendário no blog.
      Bebel

      Responder
  • 104. ROSI  |  05/12/2013 às 02:33

    BOA NOITE!POR GENTILEZA PODERIA INFORMAR QUANTO AO ENVIO DO ANEXO A FGV;NAO ENVIEI PENSANDO QUE SO PODERIA O TEMPO DE PEBII E ATE ENTAO TRABALHEI SO COMO PEBI.TENHO 18 ANOS NO ESTADO E SO SOUBE NO DIA DA PROVA QUE SERVIA TODOS ESTES ANOS MESMO DE PEBI POIS SO ME FORMEI AGORA COMO PEBII, SEREI PREJUDICADA OU POSSO ENVIAR JUDICIALMENTE.OBRIGADA, ACERTEI 48 QUESTOES FALTA VERIFICAR AS DISSERTATIVAS,..ME FORMEI EM ARTE. SERA QUE TENHO CHANCE POIS NAO FOI DIVULGADO O NUMERO DE VAGAS POR DISCIPLINA.

    Responder
    • 105. apeoesp  |  08/12/2013 às 12:50

      Prezada professora Rosi,
      Por favor, procure o departamento jurídico na sua subsede para orientar-se sobre como proceder.
      Bebel

      Responder
  • 106. ROSI  |  05/12/2013 às 02:39

    NOS OUTROS CONCURSOS SO ENVIAVAM DECLARACAO DE TEMPO DE SERVICO APOS SABER SE O CANDIDATO HAVIA PASSADO PORQUE NESSE CONCURSO TAMBEM NAO FOI ASSIM?

    Responder
    • 107. apeoesp  |  08/12/2013 às 12:47

      Prezada professora Rosi,
      Certamente deve ser pelo pequeno tempo disponível para as providências de posse, devido à antecipação do calendário escolar de 2014.
      Bebel

      Responder
  • 108. Silvio  |  09/12/2013 às 00:32

    Olá Bebeu gostaria de saber lendo a resolução se fala que quem o professor categoria F atingiu 40 pontos ganha dois pontos e quem não atingiu 1 ponto. Os professores categoria F que usava o tempo de serviço e acertou acima de 32 questões ganha 2 pontos também

    Responder
    • 109. apeoesp  |  15/12/2013 às 16:42

      Prezado professor Silvio,
      Esses pontos se referem aos títulos, que fazem parte da classificação para a atribuição de aulas.
      A prova deixou de ser obrigatória e não determina mais a ordem de classificação.
      Bebel

      Responder
  • 110. carla regina  |  12/12/2013 às 17:31

    Oi
    Sou de português e fui reprovada no concurso pois minha nota foi 43 e a nota de corte é de 43,39, sendo que no edital diz que serão arredondados para cima resultado em que o terceiro algarismo for igual ou maior que 5… Então quem acertou 44 passou. .. mas o terceiro algarismo é menor que 5 no caso 3 arresondaria a nota pra 43?

    Responder
    • 111. apeoesp  |  15/12/2013 às 15:28

      Prezada professora Carla Regina,
      Sim, é isto. Houve prazo para recurso até as 23h59 de 14/12. Espero que tenha conseguido ingressar com seu recurso. Se isto não foi possível, por favor ligue para 11.33506214 e veja se algo pode ser feito.
      Bebel

      Responder
  • 112. Rosinei  |  13/12/2013 às 19:41

    Prezada Bebel, boa tarde!
    Só esclareça uma dúvida, segundo divulgado a 1ª fase para Língua Portuguesa, tive um acerto de 43 questões a média do grupo foi 43,39 e o desvio 8,10; dessa forma fui reprovada e não tenho a chance de ter minhas questões dissertativas corrigidas. De acordo com edital é necessário fazer 50% da prova para que seja corrigida a dissertativa. Ainda, com tantas mudanças de gabarito, sinto-me prejudicada, por ter mudado o gabarito da questão de número 6, pois no primeiro divulgado, estava correta, com a mudança, fiquei por uma questão. Afinal não seria 50% de acertos???

    Responder
    • 113. apeoesp  |  14/12/2013 às 15:04

      Prezada professora Rosinei,
      Vale o gabarito modificado. Entretanto, entre em contato com o departamento jurídico na sua subsede para verificar se algo pode ser feito.
      Bebel

      Responder
  • 114. Rafael Vigarani  |  20/12/2013 às 16:34

    Prezada Bebel, boa tarde!

    Você confirma que 113 mil professores foram selecionados para a segunda fase? Quantos desses são de educação física? Obrigado pela atenção!!!

    Responder
    • 115. apeoesp  |  22/12/2013 às 15:05

      Prezado professor Rafael,
      Sim, confirmo o número total, porém não conseguimos obter os números detalhados por disciplinas.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,859,400 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em Temer, inimigo da educação, ve…

%d blogueiros gostam disto: