SEE divulga calendário de atribuição de aulas

02/01/2014 at 18:48 56 comentários

Diário Oficial
Estado de São Paulo/ Poder Executivo

Geraldo Alckmin – Governador Seção I

Sexta-feira, 20 de dezembro de 2013 – Pagina 47

COORDENADORIA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

Portaria CGRH-6, de 19-12-2013

Fixa datas e prazos para a divulgação da classificação dos inscritos e estabelece cronograma e diretrizes para o processo de atribuição de classes e aulas do ano letivo de 2014, nos termos da Resolução SE 75, de 28/11/2013

A Coordenadora da Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos, considerando a necessidade de estabelecer datas, prazos e diretrizes para o desenvolvimento do processo de atribuição de classes e aulas do ano letivo de 2014, expede a presente Portaria.

Artigo 1º – Após a entrega de documentos e a atualização dos registros de que tratam os artigos 3º e 4º da Portaria CGRH nº 05, de 04/12/2013, dar-se-á a publicação da nova classificação dos docentes candidatos à contratação que estará disponível, em 16/01/2013, no endereço: http://drhunet.edunet. sp.gov.br/PortalNet .

Parágrafo único – O docente que se encontra na condição de aluno, caso participe do processo de atribuição de classe/ aulas deverá comprovar matrícula e frequência no respectivo curso no momento da atribuição.

Artigo 2º – A atribuição de classes/anos iniciais do Ensino Fundamental, aulas dos anos finais do Ensino Fundamental e Médio e Educação Especial – SAPE com classes de educação especial exclusiva e aulas de sala de recurso, na Etapa I, a docentes habilitados de que trata o § 1º do artigo 7º e o artigo 8º da Resolução SE 75, de 28/11/2013, obedecerá ao seguinte cronograma:

I – dia 20-01-2014 – Fase 1- na Unidade Escolar, aos titulares de cargo, para:

a) Constituição de jornada;

b) Ampliação de Jornada;

c) Carga Suplementar de Trabalho Docente.

II – dia 21-01-2014 – MANHÃ – Fase 2 – Diretoria de Ensino, aos titulares de cargo, não atendidos, parcial ou integralmente em nível de Unidade Escolar, para:

a) Constituição de Jornada, na seguinte ordem:

a.1 – aos docentes não atendidos totalmente, na Fase 1;

a.2 – aos adidos em caráter obrigatório.

b) Composição de Jornada, na seguinte ordem:

b.1 – aos parcialmente atendidos na constituição;

b.2 – aos adidos, em caráter obrigatório.

III – dia 21-01-2014 – TARDE – Fase 2 – Diretoria de Ensino – aos titulares de cargo não atendidos na Unidade Escolar, para Carga Suplementar de Trabalho Docente.

IV – dia 22-01-2014 – MANHÃ – Fase 2 – Diretoria de Ensino, para:

a) Designação nos termos do artigo 22 da Lei Complementar 444/1985, aos titulares de cargo;

b) Atribuição para o Centro de Estudos de Educação de Jovens e Adultos – CEEJA;

c) Atribuição para o Centro de Estudos de Línguas – CEL.

§ 1º – os docentes da alínea “a”, deverão apresentar classificação disponível no GDAE, para comprovar as habilitações/ qualificações. Caso a classificação do docente não esteja contemplada com as disciplinas de sua habilitação, o mesmo deverá apresentar de documentos comprobatórios para fins de atribuição.

§ 2.º – As Diretorias de Ensino deverão comunicar à Diretoria de Ensino/ unidade escolar de classificação do docente, que o mesmo foi atendido na atribuição para designação nos termos do artigo 22 da LC 444/85, conforme orientação a ser expedida pela CGRH.

Artigo 3º – A atribuição de classes/anos iniciais do Ensino Fundamental, aulas dos anos finais do Ensino Fundamental e Médio e Educação Especial – SAPE com classes de educação especial exclusiva e aulas de sala de recurso, na Etapa I, a docentes e candidatos à contratação habilitados conforme trata o § 1º do artigo 7º e o artigo 8º da Resolução SE 75, de 28/11/2013, e será efetuada de acordo com o cronograma definido pela respectiva Diretoria de Ensino, com início em 23/01/2014, conforme sua especificidade, devendo ser amplamente divulgado e obedecendo à seguinte ordem:

I) Fase 1 – Unidade Escolar – de carga horária aos docentes ocupantes de função-atividade, na seguinte conformidade:

a) declarados estáveis nos termos da Constituição Federal de 1988;

b) celetistas;

c) ocupantes de função-atividade.

II) Fase 2 – Diretoria de Ensino – de carga horária aos docentes ocupantes de função-atividade, na seguinte conformidade:

a) declarados estáveis nos termos da Constituição Federal de 1988;

b) celetistas;

c) ocupantes de função-atividade.

III) Fase 2 – Diretoria de Ensino – para atribuição da carga horária aos candidatos à contratação.

IV – A atribuição de classes e aulas na Etapa II aos docentes e candidatos qualificados, em conformidade com o disposto nos §§ 6º e 7º do artigo 7º e no § 1º do artigo 8º da Resolução SE 75, de 28/11/2013 se processará na seguinte conformidade:

§ 1º – Unidade Escolar – Fase 1 – aos docentes da unidade escolar na seguinte ordem:

a) Efetivos;

b) Declarados estáveis pela Constituição Federal de 1988;

c) Celetistas;

d) Ocupantes de Função- Atividade;

e) Candidatos à docência já atendidos na Etapa I, com aulas atribuídas na respectiva unidade escolar.

§ 2º – Diretoria de Ensino – Fase 2 – observada a sequência:

a) Os docentes de que trata o inciso anterior, não atendida totalmente nas unidades escolares, observada a mesma ordem;

b) Candidatos à contratação.

§ 3º – Diretoria de Ensino – Fase 2 – atribuição para Projetos da Pasta, observadas as Resoluções específicas, exceto CEL e CEEJA – inciso IV do artigo 2º desta Portaria.

Artigo 4º – No caso de alguma das datas previstas nos incisos I a IV do artigo 2º desta resolução recair em feriado no município-sede da Diretoria de Ensino, o evento poderá ser adequado, desde que seja amplamente divulgado.

Artigo 5º – A partir de 29/01/2014, as Diretorias de Ensino poderão proceder à atribuição de classe/aulas nos termos do artigo 21 da Resolução SE 75, de 28/11/2013, aos docentes cadastrados no período de inscrição para atribuição de classes e aulas.

Parágrafo Único – Observadas as peculiaridades de cada região e havendo classes/aulas disponíveis para atribuição, as Diretorias Regionais de Ensino poderão, a partir de 30/01/2014, abrir período de cadastramento.

Artigo 6º – Caso não conste no Sistema a Qualificação necessária para as aulas pretendidas, a atribuição das aulas poderá ocorrer mediante documento comprobatório, a ser apresentado pelo docente.

Artigo 7º – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, ficando revogadas as disposições em contrário.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

BOAS FESTAS!! Sobre a remoção de docentes

56 Comentários Add your own

  • 1. vanessa  |  02/01/2014 às 19:20

    Bebel,
    Já existe alguma informação oficial de como fica a situação dos professores da Categoria O que estão na rede desde 2010, ou seja, os professores que já passaram pela quarentena? Terão que ficar 200 dias fora mesmo?
    Vanessa.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  04/01/2014 às 11:49

      Prezada professora Vanessa,
      Entendemos que uma lei não pode tratar desigualmente nem prejudicar professores em uma mesma situação funcional. Para nós, pelo critério da isonomia, todos devem ser beneficiados pela redução da quarentena. Se a SEE aplicar os 200 dias, o professor deve recorrer judicialmente, por meio do departamento jurídico da APEOESP. Estamos realizando contatos com a SEE para que isto não seja aplicado.
      Bebel

      Responder
  • 3. Érika  |  03/01/2014 às 00:31

    Bebel, acho que a questão duzentena para os categoria O é muito mais importante e cabe uma prioridade maior que a própria atribuição. Queremos uma posição do sindicato sobre o que está sendo feito ou conversado com a SEE. São muitos pais e mães de família que serviram ao Governo até agora e correm o risco de ficar 200 dias sem poder trabalhar. Estou falando dos casos de professores que tiveram seu segundo contrato extinto, portanto já usufruíram da quarentena uma vez. Professores que estão como O desde 2010. Necessitamos de respostas! A atribuição vai começar com esse saldo tão negativo?
    Outra coisa, todo trabalhador que tem contrato findado sem nenhuma penalidade, tem direito a seguro desemprego. Somos regidos por leis do funcionalismo público, eu sei, mas por que a Apeoesp e seus advogados não conseguem estudar uma brecha nas nossas leis que assegure esse tipo de benefício aos professores? Pagamos INSS pra nada? Obrigada!

    Responder
    • 4. apeoesp  |  04/01/2014 às 11:37

      Prezada professora Érika,
      Entendemos que uma lei não pode tratar desigualmente ou prejudicar professores em uma mesma situação funcional. Para nós, pelo critério da isonomia, todos devem ser beneficiados pela redução da quarentena. Se a SEE aplicar os 200 dias, o professor deve recorrer judicialmente, por meio do departamento jurídico da APEOESP. Estamos realizando contatos com a SEE para que isto não seja aplicado.
      Quanto à legislação, isto já foi estudado. Não há seguro desemprego para trabalhadores que não sejam contratados pelo regime de CLT, o que não é o caso. Há projetos na ALESP sobre uma indenização para contratos de professores ACT que são rescindidos pelo Estado, mas não são aprovados porque o governo tem ampla maioria no legislativo.
      Bebel
      Bebel

      Responder
  • 5. profdavidmat  |  03/01/2014 às 14:01

    Bom dia Bebell!!
    Logo podemo dizer que teremos uma atribuição em janeiro e depois outra em março quando o efetivos assumem? em março sera feito na diretorias ou ainda sera nas unidades escolares?

    Responder
    • 6. apeoesp  |  04/01/2014 às 11:28

      Prezado professor David,
      Ainda não sabemos como isto será operacionalizado. É um dos assuntos de que trataremos com a SEE em reunião que já solicitamos.
      Bebel

      Responder
      • 7. paulo  |  04/01/2014 às 12:24

        Está claro que a SEE vai dispensar os catgoria O para os novos efetivos assumirem em março

      • 8. apeoesp  |  05/01/2014 às 12:48

        Prezado professor Paulo,
        Nenhuma situação está totalmente clara ainda. Há professores aprovados no concurso que são da categoria O. Há muitos aprovados nos primeiros lugares da classificação que já são efetivos e realizaram o concurso para obter pontos. Há situações variáveis de disciplina para disciplina e de região para região. Em todo caso, a realização de concursos públicos é uma luta histórica dos professores, não apenas no Estado de SP, mas em todo o Brasil.
        Bebel

  • 9. Carina  |  03/01/2014 às 15:26

    E como ficará a situação daqueles que já fizeram uso da quarentena?? Vai atribuir aula ou não??

    Responder
    • 10. apeoesp  |  04/01/2014 às 11:24

      Prezada professora Carina,
      Entendemos que uma lei não pode tratar desigualmente professores em uma mesma situação funcional, prejudicando parte deles. Para nós, pelo critério da isonomia, todos devem ser beneficiados pela redução da quarentena. Se a SEE aplicar os 200 dias, o professor deve recorrer judicialmente, por meio do departamento jurídico da APEOESP. Estamos realizando contatos com a SEE para que isto não seja aplicado.
      Bebel

      Responder
  • 11. renata  |  03/01/2014 às 16:17

    Por favor Bebel, muito tem se falado que os prof. da categoria O, ficaram 200 dias sem trabalhar..mas pelo que me lembro em uma das últimas greves foi publicado no site da apeosp essa nota

    “A Assembleia Legislativa aprovou na última terça-feira (08/10) o Projeto de Lei Complementar 34/2013 do Governo Estadual, que altera a Lei Complementar 1093/2009, sobre as contratações temporárias de professores. Para se tornar lei, a medida necessita ainda ser sancionada pelo governador.”

    Nessa mesma também existe a extinção da prova sendo eliminatória e passando pra classificatória e assim foi…então eu entendo que estes 200 dias não irão acontecer…este ano eu começo um novo contrato e estou confusa se terei que ficar 200 dias sem trabalhar…meu Deus por favor me ajude.

    Será que a apeoesp não consegue mudar isso para a nossa categoria, conseguir que nosso contrato não seja mais extinto…e sim sem interrupção…seria isso ótimo para nossa categoria, saber que todos os anos teríamos a certeza de atribuir aulas…sem recesso de salário….

    Responder
    • 12. apeoesp  |  04/01/2014 às 11:23

      Prezada professora Renata,
      Entendemos que uma lei não pode tratar desigualmente professores em uma mesma situação funcional. Para nós, pelo critério da isonomia, todos devem ser beneficiados pela redução da quarentena. Se a SEE aplicar os 200 dias, o professor deve recorrer judicialmente, por meio do departamento jurídico da APEOESP. Estamos realizando contatos com a SEE para que isto não seja aplicado.
      Bebel

      Responder
  • 13. salltorelli  |  04/01/2014 às 23:34

    Bebel, perdão pelo não ” entendimento” pleno. Acredito que a dúvida seja a mesma de outros colegas.
    Por favor, a atribuição dos professores categoria F ocorrerá em que data ?
    Ela será feita na Unidade Escolar ou Diretoria ?
    Perdoe, mas como disse acima, a dúvida pode ser minha e dos demais colegas.
    Obrigado e agradeço pela resposta.

    Responder
    • 14. apeoesp  |  05/01/2014 às 12:02

      Prezado professor Salltorelli,
      Será feita nos dias 23 e 24/01, conforme cronograma definido pela respectiva DE.
      Bebel

      Responder
  • 15. miriam  |  06/01/2014 às 00:33

    Oi Bebel.
    Desejo um ótimo ano para todos com mais conquistas e igualdade de condições de trabalho para todos os professores da rede, afinal não importa a categoria (O, F, efetivo, etc) todos estão ajudando a melhorar a educação neste país.
    Com relação a aplicação de 1/3 da jornada para realização de atividades sem alunos o que ficou decidido? teremos este ano a redução da jornada, ou mais uma vez teremos que lutar pela aplicação desta lei? quando teremos este direito aplicado de fato?
    abraços.

    Responder
    • 16. apeoesp  |  12/01/2014 às 17:20

      Prezada professora Miriam,
      Muito obrigada. O mesmo para você e os seus.
      O secretário descumpriu o compromisso e não negociou a aplicação da jornada do piso. Não vamos desistir.
      Temos ação judicial tramitando em Brasília e vamos continuar pressionando aqui.
      Bebel

      Responder
  • 17. Sara Gualberto da Sva  |  06/01/2014 às 04:14

    Bebel desculpa incomoda – la, mas meu contrato foi extinto e terei que ficar a quarenta sem poder pegar aula, porém me disseram que os “O” ficaram da casa isso procede? quando poderemos realmente pegar aulas?

    Responder
    • 18. apeoesp  |  12/01/2014 às 17:15

      Prezada professora Sara,
      Não. Todos os professores da categoria O participam da atribuição de aulas em 23/01 ou 24/01. Verifique na DE.
      Bebel

      Responder
  • 19. Antonio  |  06/01/2014 às 17:37

    Boa tarde.
    A atribuição dos professores categoria F ocorrerá na UE ou na DE?
    Grato

    Responder
    • 20. apeoesp  |  12/01/2014 às 17:01

      Prezado professor Antônio,
      Na Unidade Escolar, na etapa 1.
      Bebel

      Responder
  • 21. André Christian Dalpicolo  |  09/01/2014 às 21:47

    Prezada Bebel,

    Já foi feito o pedido por parte da APEOESP junto à SEE para a não aplicação da duzentena aos professores categoria O?
    E se a resposta for positiva, qual é o posicionamento da SEE?

    abraços
    prof. André dalpicolo

    Responder
    • 22. apeoesp  |  12/01/2014 às 14:53

      Prezado professor André,
      A lei foi modificada pelo governo para aplicar os 200 dias nos casos em que o professor já tenha usado os 40 dias. Vamos recorrer judicialmente em cada caso. Deve comparecer à atribuição. Havendo negativa, deve recorrer ao plantão da APEOESP no local.
      Bebel

      Responder
  • 23. Carina  |  10/01/2014 às 17:15

    Bebel
    Sobre os professores da categoria O que foram contratados em 2010 e já cumpriram os 40 dias. Esse ano vão atribuir aulas ou terão mesmo que esperar os 200 dias?? As atribuições estão chegando e até agora não vi nenhuma resposta concreta. Obrigada!!

    Responder
    • 24. apeoesp  |  12/01/2014 às 14:17

      Prezada professora Carina,
      Ao final da greve de 2013, numa negociação difícil, asseguramos junto ao Secretário da Educação que todos teriam o direito ao afastamento por apenas 40dias. A Secretaria de Gestão Pública e a Casa Civil reintroduziram os 200 dias para casos em que o professor já tenha usado 40 dias, mas em linguagem que não deixou isto claro. O projeto foi votado em apenas dez dias na ALESP, sem aviso prévio.
      Você deve comparecer à atribuição. Se for negada, procure o plantão do departamento jurídico no local. Vamos ajuizar ações baseadas no princípio da isonomia: professores em mesma situação funcional não podem ser tratados de forma desigual.
      Bebel

      Responder
  • 25. Rogerio Alexandre Garcia  |  11/01/2014 às 00:43

    Olá Bebel

    Sou cat O com contrato até 31/12/2014, estava com uma substituição licença saúde que terminou em 12/12/2013, mas agora foi concedido ao titular mais 90 dias de licença prêmio, é possível que estas aulas me sejam novamente atribuídas em continuidade mesmo no recesso, antes da atribuição inicial?

    Responder
    • 26. apeoesp  |  11/01/2014 às 11:59

      Prezado professor Rogério,
      Creio que não, pela sua situação como categoria O. Você deve participar da atribuição na DE. Para confirmar esta informação, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 27. André Christian Dalpicolo  |  11/01/2014 às 13:21

    Prezada Bebel,

    Por favor, emita um boletim urgente apontando aos professores categoria O sobre a manobra do governo em aplicar a duzentena… A atribuição está aí e ao menos é um direito dos professores saber o que está ocorrendo e um dever do sindicato….Peço-lhe gentilmente que emita esse boletim esclarecendo toda a situação e apontando o caminho do sindicato para a resolução desta problemática…

    abraços
    prof. André dalpicolo

    Responder
    • 28. apeoesp  |  12/01/2014 às 13:37

      Prezado professor André,
      Isto será feito. Os professores devem comparecer à atribuição. Se for negada, no próprio local teremos o departamento jurídico para encaminhar ações baseadas no princípio da isonomia. Professores na mesma situação funcional não podem ser tratados de forma diferenciada.
      Bebel

      Responder
  • 29. Fátima  |  12/01/2014 às 13:00

    Olá Bebel, gostaria de saber se existe a possibilidade da escolha do concurso ser feita antes da atribuição, pois com os professores efetivos ampliando jornada, o número de cargos disponíveis irá diminuir. É verdade que quem assumir não poderá pegar mais aula como suplementar este ano? Obrigado pela atenção. Fátima.

    Responder
    • 30. apeoesp  |  19/01/2014 às 13:25

      Prezada professora Fátima,
      A escolha será após a atribuição de aulas.
      Bebel

      Responder
  • 31. Hugo  |  12/01/2014 às 16:48

    Prezada Bebel.
    Fui aprovado no concurso, e irei acumular meu segundo cargo, tenho disponibilidade apenas para o período da manhã, ao chegar em minha vez de escolher, caso não tenha aulas para o período da manhã, eu perco o concurso?
    Obrigado

    Responder
    • 32. apeoesp  |  12/01/2014 às 17:43

      Prezado professor Hugo,
      Sim, tendo em vista que você precisa ter aulas atribuídas para ser avaliado em estágio probatório. Para melhor informação e para saber se é possível algum tipo de licença, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 33. Kátia  |  12/01/2014 às 19:53

    Olá Bebel!
    Gostaria de tirar uma duvida em relação a jornada de trabalho docente (concurso). Vi que no edital fala apenas da jornada reduzida e jornada inicial, ou seja, somos obrigados à pegar apenas o nº de aulas estipulado pela SEE (9 aulas ou 19 aulas)? Caso queira pegar mais aulas não poderei?
    Grata.

    Responder
    • 34. apeoesp  |  19/01/2014 às 13:37

      Prezada professora Kátia,
      O ingressante somente poderá optar pela jornada inicial. Ingressamos com ação judicial para que possa optar pela reduzida, se for o caso. Apenas no ano seguinte poderá optar por outras jornadas.
      Bebel

      Responder
  • 35. Marilena  |  13/01/2014 às 03:03

    Gostaria de uma informação p/ quem foi reconduzido na Sala de Leitura em dez/2013 e tinha 19hs na sala de leitura e 9aulas . Comno fica a situação, A resolução p/ a sala de leitura é de 40hs ou 24hs – , já a da atribuição é que Cat.F tem que pegar 19aulas;
    Saiu algo a respeito?

    Responder
    • 36. apeoesp  |  19/01/2014 às 13:59

      Prezada professora Marilena,
      A jornada reduzida pode ser mantida para que já a possuía. Em todo caso, ingressamos na justiça para que todos tenham direito a optar pela reduzida. Ainda não há decisão. Para melhor informação, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 37. Professor Jean  |  14/01/2014 às 12:45

    Bom dia Bebel, estou com uma dúvida, está chegando o momento de atribuição de aula e como sou categoria O e passei no concurso, gostaria de saber se existe a possibilidade de pegar aulas dia 24, jornada integral como categoria O e ainda em março assumir efetivo com a jornada inicial sem perder as aulas da categoria O. Pergunto isso pois o salário da jornada inicial do efetivo é baixo e será que posso acumular logo no primeiro ano ?? no aguardo.

    Responder
    • 38. apeoesp  |  19/01/2014 às 02:07

      Prezado professor Jean,
      Normalmente, no primeiro ano o novo efetivo tem que se ater à jornada escolhida. Para melhor informação, ligue para 11.33506214.
      Boa sorte.
      Bebel

      Responder
  • 39. Cleber  |  14/01/2014 às 13:13

    Bom dia Bebel,sou cat. “O” e fui avisado hoje pelo secretário de escola que terei que ficar 200 dias em poder dar aulas, por ja ter usufruido os 40 dias em 2011, e agora a APEOESP vai entrar com uma ação contra o governo?, não poderemos pegar aulas?

    Responder
    • 40. apeoesp  |  19/01/2014 às 01:44

      Prezado professor Cleber,
      A APEOESP ingressou com ação coletiva contra os 200 dias e toda forma de quarentena para o professor da categoria O.
      Bebel

      Responder
  • 41. Rogerio Alexandre Garcia  |  14/01/2014 às 15:20

    Sou professor cat o, atualmente aluno de último ano licenciatura matemática, fui aprovado em concurso, e de acordo com o cronograma de atribuição não poderei participar desta atribuição inicial,pois sou considerado qualificado, penso que isso não deveria acontecer pois já possuo contrato ativo, o que pode ser feito?

    Responder
    • 42. apeoesp  |  19/01/2014 às 01:41

      Prezado professor Rogério,
      Para posse em concurso de professor é preciso diploma. A Secretária Adjunta da SEE comprometeu-se a estudar uma solução. Disse que a lei permite que candidatos em casos como o seu fiquem como remanescentes, podendo tomar posse se houver vaga, quando obtiverem o diploma.
      Bebel

      Responder
  • 43. Daniel Rib Preto  |  14/01/2014 às 20:23

    Saudações Bebel!! Os professores efetivos que estão afastados e aguardando em casa a publicação da aposentadoria participam da atribuição de aulas normalmente?

    Responder
    • 44. apeoesp  |  19/01/2014 às 01:31

      Prezado professor Daniel,
      Sim.
      Para mais informações, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 45. Mara  |  14/01/2014 às 23:55

    Bebel,
    Bom início de ano para você, seus familiares e a todos nós, que estamos sempre lutando por melhores condições de trabalho. Sou efetiva desde 2000, estou pela segunda vez tentando assumir o segundo cargo e fico muito chateada de ver que não haverá uma coerência em relação às chamadas dos professores aprovados neste último concurso, porque a atribuição para os OFAS será antes das atribuições para os efetivos, ou seja, as aulas livres atribúídas aos OFAS numa semana poderão ser reatribuídas aos efetivos que ingressam no concurso. Imagina como isso vai repercutir nas escolas…professor vem, nem bem se apresenta e já tem que “desocupar o beco” prá outro..O pior é que não é culpa de nenhum dos dois, o problema é a desorganização da secretaria. Lembro que um ano (2003 eu acho) teve atribuição para efetivos no meio do ano letivo, foi um massacre…..era só prof. profa. perdendo aula, tendo q se deslocar prá longe pra assumir cargo, um horror…. Uma pena que as coisas sejam assim. Não temos ainda datas da atribuição e relação das escolas para escola. Você sabe dizer quando saem esses dados? Força e luta em 2014!!!!!!

    Responder
    • 46. apeoesp  |  19/01/2014 às 01:14

      Prezada professora Mara,
      Obrigada. Um ótimo 2014 para você.
      Realmente a desorganização é muito grande. Anteciparam o calendário escolar sem tomar providências relativas ao concurso. Tudo entrou em descompasso. Vai ser mesmo muito ruim tudo isso, mas acredito que as coisas se ajeitarão, não da melhor maneira.
      Vamos continuar a nossa luta!
      Bebel

      Responder
  • 47. MARILENA  |  16/01/2014 às 02:36

    BEBEL
    Enviei um pergunta mas não enviaram a resposta. A atribuição já esta próxima e preciso saber como fica a minha situação; Sou F e fui reconduzida p/ Sala de Leitura , onde tinha 19 aulas em 2013 dava 9 aulas . Li a resolução que reconduzida ,permanece nas mesma escola com a mesma quantidade de aulas e completa com mais 12 aulas ( sei que a resolução é de 18 de dezembro 2013 d diz respeito a Sala de Leitura e Mediador. Por favor preciso saber se é desta forma mesmo .

    Responder
    • 48. apeoesp  |  18/01/2014 às 15:22

      Prezada professora Marilena,
      Sim, é desta forma. Mas você pode obter informações mais detalhadas por meio do telefone 11.33506214 ou na sua subsede.
      Bebel

      Responder
  • 49. Dyeine Siqueira Brandão  |  16/01/2014 às 12:19

    Prezada Bebel,
    Meu contrato iniciou em fev. de 2012 e terminou em dez. 2013. Participei dos dois processos seletivos sendo aprovada e entre as 15 primeiras colocações. No meu caso já foi utilizado a quarentena? Se positivo, por qual razão me foi permitido participar do processo seletivo?? Fiz a prova, fui aprovada e não sou palhaça, tenho o direito de atribuir aulas, afinal isso não gerou uma expectativa de direito??
    Att.
    Dyeine

    Responder
    • 50. apeoesp  |  18/01/2014 às 13:02

      Prezada professora Dyeine,
      Você não usou a quarentena, a não ser agora. Tem todo o direito de participar normalmente da atribuição de aulas. Procure o departamento jurídico na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 51. Joana  |  16/01/2014 às 21:29

    Boa noite, estou com uma dúvida me incomodando.
    Qual é a função da quarentena, porquê temos que cumprir, qual é a alegação do governo para justificar esta barbárie.

    Responder
    • 52. apeoesp  |  18/01/2014 às 12:25

      Prezada professora Joana,
      A alegação (furada) é a de que se trata de contrato por tempo determinado e que, porisso, o vínculo precisa ser quebrado periodicamente.
      Bebel

      Responder
  • 53. Carla  |  17/01/2014 às 00:32

    Boa noite Bebel, estava vendo os vídeos da Web conferência sobre atribuição de aulas e vi uma situação que se parece com a minha, mas quero ter certeza. Pedi ampliação de cargo de reduzida para básica para 2014, na escola tem 14 aulas de Inglês (meu cargo) e 36 de Português (não específica minha). Posso pegar por exemplo 10 aulas de Inglês e completar com Português? Vi na web conferência um caso de professores de Português integral pegando 30 de Português e 2 de Inglês para completar sua jornada. Obrigada !!!!!!!!

    Responder
    • 54. apeoesp  |  18/01/2014 às 11:49

      Prezada professora Carla,
      Sim, é possível. Para confirmar esta informação e obter mais orientações, por favor, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 55. Alex  |  18/01/2014 às 14:06

    Boa Tarde Bebel! O professores que se removeram em 2014 poderão ampliar sua jornada de trabalho?
    Muito Obrigado!

    Responder
    • 56. apeoesp  |  19/01/2014 às 15:33

      Prezado professor Alex,
      A informação preliminar que recebemos da SEE indica que não. Para melhor informação, por favor, entre em contato com o telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,931,922 hits

%d blogueiros gostam disto: