Projeto Apoio à Aprendizagem pode abrir possibilidade de vagas para o docente “categoria O”

02/02/2014 at 12:25 397 comentários

Nós, da APEOESP, temos acompanhado de perto todas as etapas do processo de atribuição de classes e aulas de 2014, buscando garantir as melhores condições possíveis para que todos os professores pudessem ter respeitados seus direitos. Desde dezembro tenho pessoalmente me dedicado a esta tarefa, não apenas acompanhando as questões gerais em nível de estado, mas também situações pontuais, sempre orientando o departamento jurídico sobre as atitudes a tomar, a partir de decisões discutidas no âmbito dadiretoria do sindicato.

Temos tido uma preocupação especial com os professores da categoria O, que são mais de 50 mil na rede, contratados nas precárias condições já conhecidas de todos. Conseguimos na justiça que fosse aplicada a quarentena (40 dias) para todos e não o afastamento de 200 dias que queria o governo. Isto permitiu a participação de todos no processo inicial de atribuição. Mas há ainda professores sem aulas.

Uma nova oportunidade surge para esses professores. A Resolução SE-68/2013 criou o Projeto Apoio à Aprendizagem, objetivando atender às demandas pedagógicas dos anos finais do ensino fundamental e das séries do ensino médio.

O projeto envolverá docentes que deverão atuar nas ausências ocasionais, bem como nas licenças e afastamentos de outros professores, ministrando aulas de qualquer componente curricular, desde que sob orientação e acompanhamento do Professor Coordenador da escola, exceto na disciplina Educação Física. Não existindo neces­sidade de substituição, o docente atuará em atividades que promovam o desenvol­vimento integral dos alunos, mediante a oferta de experiências educativas diversas.

Para atender seus objetivos, o projeto contará, em princípio, com professores docentes ocupantes de função-atividade (Categoria “F”) que, na ausência de classe ou aulas atribuídas, encontrem-se cumprindo horas de permanência e tenham sede de controle em tal unidade.

Caso a unidade escolar não conte com docentes “Categoria F”, ou apresente quantidade insuficiente, poderá contratar docentes “Categoria O” (LC nº 1.093/09), devidamente habilitados/qualificados e que tenham participado do processo anual de atribuição de classes e aulas.

A quantidade de professores dependerá do número de classes por turno de funcionamento, na seguinte proporção: a) até 10 classes por turno, 01 docente por turno; b) de 11 a 20 classes por turno, 02 docentes por turno; c) mais de 20 classes por turno, 03 docentes por turno.

Os professores vinculados ao projeto terão uma carga horária relativa à Jornada Inicial de Trabalho Docente, de 19 aulas e poderão atuar, a título de acréscimo, em turno diverso, como docente eventual.

Desta forma, é importante que o professor verifique em sua escola se ela está aplicando a Resolução SE-68/2013, pois possibilita mais uma oportunidade de trabalho para o professor “categoria O”.

Estou buscando um contato com a Secretaria da Educação para discutir as condições de inscrição para este projeto. Para nós ele deve ser centralizado nas DREs, para oferecer oportunidades justas para todos e, também, deve oferecer chances para os docentes PEB I adidos, para as séries iniciais.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

SEE divulga convocação do concurso para PEB II, local de escolha e quadro de chamada. Além dos professores da categoria O, PEB I adidos também podem obter aulas do PAA

397 Comentários Add your own

  • 1. deide  |  03/02/2014 às 00:56

    Quem é da disciplina de educação física não pode pegar aula como PAA?

    Responder
    • 2. apeoesp  |  09/02/2014 às 15:13

      Prezada professora Deide,
      Não vi qualquer restrição. Por favor, ligue para 11.33506214 para melhor informação.
      Bebel

      Responder
    • 3. Ana Lúcia Rocha  |  23/09/2014 às 02:17

      Tenho uma pergunta e anseio por resposta. Sou Paa numa escola em ribeirão preto, quero saber se preciso fazer inscrição para atribuição de classes para 2015 ou se quiser continuar de Paa posso ficar tranquila??

      Obrigada!

      Responder
      • 4. apeoesp  |  27/09/2014 às 13:05

        Prezada professora Ana,
        Você deve fazer sua inscrição. Não há garantia de sua permanência como PAA em novo ano letivo.
        Bebel

  • 5. Cleber  |  03/02/2014 às 13:31

    Bom dia Bebel, quando será feita essa atribuição do PAA (Projeto Apoio Aprendizagem) ? Vi que tem DE que já atribui (DE de Taboão Da Serra), e em algumas DE ainda nem se houve falar na atribuição desse projeto.

    Responder
    • 6. apeoesp  |  04/02/2014 às 00:17

      Prezado professor Cleber,
      Tão logo estejam constituídas todas as turmas a atribuição poderá ser feita. Vamos obter mais informações na SEE.
      Bebel

      Responder
    • 7. Ana Lúcia Rocha  |  23/09/2014 às 02:23

      Tenho uma pergunta e anseio por resposta. Sou Paa numa escola em ribeirão preto, quero saber se preciso fazer inscrição para atribuição de classes para 2015 ou se quiser continuar de Paa posso ficar tranquila??

      Obrigada!

      Responder
      • 8. apeoesp  |  27/09/2014 às 13:04

        Prezada professora Ana,
        Você deve fazer sua inscrição. Não há garantia de sua permanência como PAA em novo ano letivo.
        Bebel

    • 9. marieli spirlandeli  |  31/01/2015 às 20:19

      Boa tarde, sou PAA, a informação que obtive em minha sede ,e que teria salário até fevereiro por serem aulas livres, e até agora meu holerite nada ,e nada está provisionado, se puder me esclarecer ficarei grata.

      Responder
      • 10. apeoesp  |  07/02/2015 às 14:24

        Prezada professora Marieli,
        Por favor, ligue para 11.33506214, para informar-se e orientar-se sobre como proceder.
        Bebel

  • 11. salltorelli  |  03/02/2014 às 13:57

    Bebel, bom dia. Fugindo do tema (peço perdão) ficou uma dúvida quanto ao concurso de Analista de Tecnologia informado hoje no site da SEE. O diário oficial de sábado, destaca ser necessário o candidato possuir:

    ” REQUISITOS: Diploma devidamente registrado de conclusão de curso de graduação de nível superior *** (Bacharel, Licenciatura ****ou Curso Superior de Tecnologia) na Área de Informática ou Tecnologia da Informação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

    Ali está claro: bacharel, licenciatura, OU………

    Possuo graduação em administração de empresas e Matemática. Eu posso me inscrever já que o edital está aberta a possibilidade para aqueles que possuem bacharelado e licenciatura.
    Aguardo.
    Obrigado

    Responder
    • 12. apeoesp  |  04/02/2014 às 00:14

      Prezado professor Saltorelli,
      Sim, nos parece claro que há esta possibilidade.
      Boa sorte.
      Bebel

      Responder
  • 13. Julianna  |  03/02/2014 às 14:23

    Bom Tarde,
    Bebel gostaria de saber se a informação precede, na DE disseram que as aulas do PAA serão atribuidas na propria escola aos Fs inicialmente se não houver interresados serão oferecidos os Os e Vs que tem sede na propria escola, como diz na resolução na falta desses o Diretor manda essas aulas do projeto para DE?
    Obrigada
    Att,
    Julianna

    Responder
    • 14. apeoesp  |  04/02/2014 às 00:13

      Prezada professora Julianna,
      Nossa proposta, que levaremos para a SEE, é que essas aulas sejam centralizadas e atribuídas em cada DRE.
      Bebel

      Responder
  • 15. LuanaMS  |  03/02/2014 às 22:31

    Olá Bebel sou categoria O e gostaria de pedir a sua intervenção. Sou da SUL 2 e aproxima atribuição é dia 12/02/2014. Eles podem iniciar do número 1 ou tem que continuar do número em que parou?
    Estou me sentindo injustiçada pois compareço a todas as atribuições e é injusto conosco que estamos sempre presentes.
    Eles irão começar do número 1 novamente. Pode? É correto precisamos de você. Interfira ligue fale com a dirigente com alguém.
    O certo é continuar até o ultimo número. Para que só assim depois possa voltar para o número 01 novamente. Desde já agradeço e conto com você.

    Responder
    • 16. apeoesp  |  03/02/2014 às 23:46

      Prezada professora Luana,
      Vou consultar o departamento jurídico, mas o entendimento preliminar que temos é o de que, segundo a resolução de atribuição de aulas, os professores efetivos (quando é o caso) e da categoria F tem precedência sobre os categoria O em qualquer momento de atribuição de aulas e, no interior da categoria O, tem precedência os melhor classificados.
      Trata-se da regra, embora não necessariamente concordemos com ela. De toda forma, vou conversar com o departamento jurídico para verificar se pode haver entendimento diferente deste. Vou pedir a um advogado que faça contato com você por e-mail.
      Boa sorte.
      Bebel

      Responder
      • 17. LuanaMS  |  04/02/2014 às 10:15

        Bebel mais entende-se que se é uma chamada, e que foram atribuídas aulas do número 1 até o número 480. Teria que continuar de onde parou, concorda. Se não seria injusto com aqueles que estão esperando.. Então, por que ficar neste desgaste de chamar os números novamente. Por que não continuar de onde parou que é o correto. Quando terminar a chamada de todos os professores ai sim retorna ao número 1.

  • 18. Daniela  |  04/02/2014 às 00:42

    Bebel,quando nós professores categoria o que tivemos o contrato encerrado em 20 de dezembro 2013 receberemos nossas férias?

    Responder
    • 19. apeoesp  |  09/02/2014 às 14:56

      Prezada professora Daniela,
      A Secretária Adjunta da SEE assegurou que o pagamento será feito em fevereiro.
      Bebel

      Responder
  • 20. Daniel  |  04/02/2014 às 00:49

    Bebel eu e mais um monte de professores da categoria O e F e até efetivo estamos suplicando para não ocorrer mais ingressos de professores esse, pois a bagunça está sendo tensa e ninguém se manifesta.
    Eu passei no concurso, mas não quero assumir o cargo esse ano, não quero tirar as aulas de ninguém e tão pouco atrapalhar o andamento dos alunos que vão ficar confusos com as trocas de professores!
    Bebel por favor não permita isso, ingressos em meio de ano é desumano com os professores, alunos e com a escola.

    Responder
    • 21. apeoesp  |  09/02/2014 às 14:57

      Prezado professor Daniel,
      Já apresentamos nossa posição à SEE: podem chamar este ano, mas com posse apenas em 2015.
      Bebel

      Responder
      • 22. Josué  |  11/02/2014 às 13:07

        Bebel. Então não haverá uma nova chamada em Abril como o secretário disse nos telejornais? E aqueles que estão desempregados e esperando ser convocados, estes (que é o meu caso) terão de esperar por mais onze meses? Já pensaram nisso?

      • 23. apeoesp  |  16/02/2014 às 14:51

        Prezado professor Josué,
        A SEE afirma que haverá a convocação de mais 39 mil concursados em abril de 2015.
        Bebel

  • 24. luciana  |  04/02/2014 às 13:26

    Bebel
    Infelizmente neste mês não será possível pagar a mensalidade da APEOSP pois até agora dia 04/02 não tenho previsão de recebimento das minhas férias.
    Gostaria de saber também como é agendado no banco já que o pagamento deve ser descontado em folha.
    Gostaria também gentilmente pedir a este sindicato que tome alguma providência, professores categoria O estão praticamente a 60 dias sem pagamento – já que o pagamento de 08/01 é referente a dezembro.
    Somos professores também, muitos associados a este sindicato que ultimamente não tem dado muito atenção a nossa categoria.
    Até não publicação de mensagem tem ocorrido.

    Responder
    • 25. apeoesp  |  09/02/2014 às 14:06

      Prezada professora Luciana,
      Temos tratado a situação dos professores da categoria O como prioridade. Basta que veja as postagens neste blog e no site da APEOESP (www.apeoesp.org.br). Infelizmente, não somos governo e não temos o poder de resolver a situação.
      A Secretária Adjunta nos assegurou que os pagamentos de rescisões contratuais serão feitos ainda em fevereiro.
      Bebel

      Responder
  • 26. jane  |  04/02/2014 às 14:01

    Olá Bebel,gostaria de saber como vai o tramite da jornada do piso para o nosso estado.Há alguma novidade?
    Obrigada por tudo
    Jane

    Responder
    • 27. apeoesp  |  09/02/2014 às 14:04

      Prezada professora Jane,
      Infelizmente, não. Continuamos pressionando o Secretário da Educação e com ação judicial em Brasília, no STF.
      Bebel

      Responder
  • 28. Prof Clovis  |  04/02/2014 às 19:05

    Boa tarde, quero deixar registrada a situação dos companheiros e companheiras que lutaram na última greve e não conseguem receber a reposição das aulas ( no meu caso não recebi ainda a reposição da greve de 2010) . Antes que venha a resposta que não se faz greve pensando na reposição, e eu concordo, a verdade é que a reposição foi feita o pagamento não aconteceu, perdemos 1/3 das férias, não podemos concorrer às vagas das escolas de período integral, perdemos licença prêmio, perdemos pontuação, etc. Os militantes merecem uma ação urgente deste nosso sindicato. Obrigado

    Responder
    • 29. apeoesp  |  09/02/2014 às 13:50

      Prezado professor Clóvis,
      A não ser que tenha conhecimento de outros casos semelhantes (por favor, passe-nos os nomes e RGs), vamos focar no seu caso específico. Por favor, envie um e-mail para presiden@apeoesp.org.br com seus dados, para que possamos tratar do assunto junto à SEE.
      Bebel

      Responder
  • 30. Carla Silva  |  04/02/2014 às 21:02

    Prezada Bebel,
    Descordo em parte que as aulas do PAA devem ser centralizadas nas DEs, ou seja, essas aulas devem ser atribuídas aos docentes (cat. F e O) na escola em que possuem sede e depois, se não houver interessados ou docentes, na DE. Acredito que seria mais justo.
    Abraço,
    Carla.

    Responder
    • 31. apeoesp  |  09/02/2014 às 13:42

      Prezada professora Carla,
      Bem, temos uma divergência. Nós, da APEOESP, acreditamos que é preciso dar chance a todos.
      Bebel

      Responder
  • 32. Carla Silva  |  04/02/2014 às 21:05

    Bebel,
    Essas aulas do projeto também poderá ser atribuída aos docentes da área de humanas?
    Desde já agradeço pela atenção!
    Abraço, prof. Aluizio.

    Responder
    • 33. apeoesp  |  09/02/2014 às 13:42

      Prezada professora Carla,
      Sim, podem.
      Bebel

      Responder
  • 34. Edvaldo Lopes  |  05/02/2014 às 14:49

    olá, gostaria de colocar a minha indignação quanto ao que estão falando sobre a falta de professores, estive em uma escola na ultima terça feira e ali havia várias aulas sem atribuição por falta de professor pedi a diretora que eu gostaria de assumir essas aulas, a resposta que tive foi a DIRETORIA DE ENSINO NORTE 1 não autoriza as escolas a atribuirem essas aulas, que a autorização viria talvez depois do carnaval.
    Ora, as aulas estão livres, não tem professor da casa interessado e quando aparece um professor da área, formado, não pode assumir as aulas!!!!!!!
    Vai entender

    Responder
    • 35. apeoesp  |  09/02/2014 às 13:29

      Prezado professor Edvaldo Lopes,
      Compartilho da sua indignação. Os estudantes não podem ficar sem aulas. Vou levar esta situação ao conhecimento da SEE.
      Bebel

      Responder
  • 36. Donizetti  |  05/02/2014 às 15:12

    ola boa tarde…
    eu não recebi ferias…pois tive contrato assinado em 04/12 e foi encerrado em 05/12/13 depois q perdi uma aula de substiuição, e no ano de 2013 entrei como prof aux de matematica..e meu contrato encerrou em 18/12/13…porque sera que não recebi as ferias?

    Responder
    • 37. apeoesp  |  09/02/2014 às 13:27

      Prezado professor Donizetti,
      Segundo informação da Secretária Adjunta, o pagamento será feito em fevereiro.
      Bebel

      Responder
  • 38. Rosana  |  05/02/2014 às 18:08

    Boa tarde …

    na escola em que leciono todas as vezes que vou fazer um exame medico e pegando um comprovante de horas …seja o exame apenas de analises clinicas a unidade escolar solicita que tenha no comprovante do hospital o carimbo do medico e o CID… e se não tiver eles devolvem e descontam e em muitas vezes não é o medico que colhe os exames… gostaria de saber se essa postura da escola é correta e qual a legsilaçao que fala sobre atestado medico em faltas parciais…

    Responder
    • 39. apeoesp  |  09/02/2014 às 13:17

      Prezada professora Rosana,
      As exigências da sua escola são exageradas. Oriente-se pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 40. maria  |  05/02/2014 às 18:41

    Bebel, veja se entendi. Tenho garantido 19 aulas do projeto, mas se eu der aula de eventual que passem das 19 semanais aí ganho como eventual? Outra coisa, tenho que ir todo dia na escola ou posso centralizar as 19 aulas em dias que eu quiser?

    Responder
    • 41. apeoesp  |  09/02/2014 às 13:03

      Prezada professora Maria,
      Sim, é assim que funciona. Você deve comparecer à escola de acordo com as necessidades do projeto.
      Bebel

      Responder
  • 42. Leandro  |  05/02/2014 às 20:50

    Sou professor categoria F e escolhi o cargo em DE no dia 27 de janeiro. E verdade que somos obrigados a exonerar a categoria F para assumir novo cargo? Existe uma base legal para isso?

    Responder
    • 43. apeoesp  |  09/02/2014 às 12:58

      Prezado professor Leandro,
      Sim, é verdade. A base é a legislação federal sobre o serviço público. Mais informações, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 44. Rogério  |  06/02/2014 às 00:52

    Bebel sobre o pagamento ou não das férias do categoria O, que venceu contrato me 2013. Eu posso não receber as ferias por ter 3 faltas médicas no contrato? E se eu tiver 1 falta justificada? Pra esses casos a fazenda não vai pagar? Liguei no setor de pagamento na diretoria campinas oeste, eles deram a informação que seu tiver alguma falta medica ou falta justificada a fazenda não paga nada? Como é essa rescisão? Você nos informar? Obrigado.

    Responder
    • 45. apeoesp  |  09/02/2014 às 12:47

      Prezado professor Rogério,
      O pagamento está previsto para fevereiro. Anteriormente a lei 1093 falava em efetivo exercício. Em 2013 a redação mudou para exercício. É possível que isto resolva sua situação. Se não ocorrer, deve procurar o departamento jurídico, na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 46. Silvana  |  06/02/2014 às 10:54

    bebel!!quem esta com aula de PAA pode dar aula eventual no mesmo período para completar a jornada? ou tem que ser em período contrario?

    Responder
    • 47. apeoesp  |  09/02/2014 às 12:35

      Prezada professora Silvana,
      Desde que não haja choques de horário, não vejo qualquer problema. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 48. Pofa. Ilma  |  06/02/2014 às 12:07

    Porque categoria O? Os efetivos não podem pegar isso? Tem muitos efetivos que deixaram de pegar aula inicialmente senão seriam mandados para outras escolas, outras cidades, ou teriam que dar aula de disciplinas para as quais não não têm licenciatura específica, são correlatas. Porque o sindicato defente tanto a categoria O e menospreza os efetivos? A greve do ano passado só rendeu resultados à categoria O, sendo que foram poucos os dessa categoria que aderiram, sendo que fez greve na verdade foram os efetivos e F.

    Por que os F podem cumprir 19 horas na escola se não pegarem aula e os efetivos são obrigados a ir pra outras cidades onde tiver qq aulinha pra completar a jornada?

    Parece que o sindicato não é para os efetivos. Está melhor para os O e F que para os efetivos, vcs não percebem?

    Responder
    • 49. apeoesp  |  09/02/2014 às 12:32

      Prezada professora Ilma,
      Não vou entrar no mérito de sua colocação de que o sindicato não é para os professores efetivos. O sindicato luta por todos. Os reajustes salariais são para todos. As mudanças que estamos trabalhando na carreira são para os efetivos. A jornada do piso é para todos. Não creio que os professores da categoria F e O concordem que está melhor para eles.
      Quanto ao PAA, não vi em nenhum lugar que haja restrições aos professores efetivos. Noticiamos apenas que dará oportunidades aos professores da categoria O que ficaram sem aulas e também aos PEB I adidos.
      Bebel

      Responder
      • 50. MARILENA  |  23/02/2014 às 03:34

        SABEMOS que a maioria de professores da rede, lutam a décadas por uma situação melhor. Seja ele efetivo, F ou O….etc. O que importa é que embora existam categorias, devemos respeitar o direito de todos.
        Estamos lutando pela nossa profissão. Nossa luta é grande. Quantos concursos, provinhas nós professores enfrentamos para permanecermos na ativa.
        A conquista de uma efetivação foi satisfatória p/ muitos, Assim como quem esteve na rede tentando uma efetivação e apenas conseguiu ser F , onde muitos ainda este ano, nem conseguiram suas aulas, devem sim ser respeitados.
        Os da categoria O, que aguardam a quase um mês a oportunidade de escolha, sabem que a demora este ano em especial é por causa do ingresso que ainda vai ocorrer em março . Tudo vem ocorrendo muito lento e prejudicial a vários professores de qualquer categoria. É a realidade de nossa educação até o presente momento em 2014.
        Seja o professor efetivo, Cat.F ou O, vão ter que aguardar o ingresso e com isso nosso pagamento vai mudando com certeza.(efeito dominó), onde muito colegas que conseguiram efetivação devem assumir seus devidos postos.
        Não desconsidero nenhuma categoria, pois cada professor tem uma situação mas, este ano de ingresso esta sendo doloroso a todos nós.

      • 51. apeoesp  |  23/02/2014 às 13:05

        Prezada professora Marilena,
        Muito obrigada. Seu comentário é importante para que possamos ver, para além da situação específica de cada segme3nto, a situação geral da categoria e da escola pública. É este o papel do sindicato. Nossa atuação é complexa, porque complexa é situação que este governo impôs na educação pública paulista.
        Bebel

    • 52. Priscila  |  13/02/2014 às 16:34

      Prezada Professora Ilma,

      Sou professora categoria O, se fosse possível, você gostaria de trocar sua categoria pela minha? Fiquei sem nenhuma aula até ontem, praticamente dois meses sem receber nenhum vintém, não posso ficar doente durante dois anos, que é o período de vigência do meu contrato, e ainda por cima tenho que aguentar a arrogância de alguns efetivos que se julgam melhores do que nós. O que acha? Será que você aguenta “o tranco”?

      Sinceras melhoras para esse sentimento invejoso que tem cultivado!

      Abraços,

      Professora Priscila

      Responder
  • 53. José Rubens  |  06/02/2014 às 12:27

    A APEOESP está sabendo que a categoria Ó não recebeu férias e que o CGRH disse que se pagarem as férias é com 90 dias? Alguém está sabendo disso?

    Responder
    • 54. apeoesp  |  09/02/2014 às 12:09

      Prezado professor José Rubens,
      Segundo a Secretária Adjunta, o pagamento será feito em fevereiro.
      Bebel

      Responder
  • 55. Vinicius  |  06/02/2014 às 15:33

    bebel, e os professores cat. O com contrato encerrado em 12/2013 quando irá receber as verbas indenizatorias ??? Ferias…etc ???

    Responder
    • 56. apeoesp  |  09/02/2014 às 12:01

      Prezado professor Vinicius,
      De acordo com informação da Secretária Adjunta, receberão ainda em fevereiro.
      Bebel

      Responder
  • 57. Ana  |  06/02/2014 às 15:47

    Boa tarde Bebel!!
    Na minha DE (Jau) já tem aulas de PAA para serem atribuídas, mas eles estão atribuindo somente para os da categoria F, disseram que é uma condição da SEE. Sou Cat. O e hoje teve atribuição no polo da minha cidade, tinha as aulas PAA e não atribuíram para ninguém, pois não havia nenhuma pessoa da Cat, F.
    Isso é correto?

    Responder
    • 58. apeoesp  |  09/02/2014 às 12:00

      Prezada professora Ana,
      Vou levar este caso ao conhecimento da SEE. O PAA é para professores da categoria F e O e para PEB I adidos também.
      Bebel

      Responder
  • 59. renata  |  06/02/2014 às 16:29

    Bebel, sei que alguma perguntas minhas não são respondidas, mas não há problema. Mas realmente vc acha que foi uma conquista a quarentena, pq na minha opinião e como professora categoria O, eu acho que essa quarentena ou duzentena nunca deveria acontecer, isso sim seria uma conquista. E mais, nunca deveríamos perder o vínculo, porque vocês não lutam por direitos iguais aos que os professores da categoria F tiveram, a alguns anos atrás onde também não tinham direitos a nada e conseguiram uma lei que permitisse isso a eles? Agora além dessa quarentena, esse ano fomos prejudicados por outras categorias de prof. que passaram na nossa frente na atribuição de aulas. Pois já tinham aulas atribuídas e foram classificados como cat.O para assumirem outro cargo completando sua carga horária, essa mesma que deveria ser feito depois da escolha dos prof. da cat. O. Isso sim seria justo, REALMENTE SÓ RECONHECE O SOFRIMENTO QUEM POR ELE PASSA, QUEM ESTÁ DE FORA SÓ SE IMPORTA COM O DINHEIRO QUE SE GANHA.

    Responder
    • 60. apeoesp  |  09/02/2014 às 11:59

      Prezada professora Renata,
      Tenho respondido a todas as questões que aqui são colocadas, e são milhares a cada mês. Evidentemente, poderá ocorrer de uma ou outra não ser respondida em momentos em que preciso viajar ou há um acúmulo muito grande de questões.
      Quanto à sua colocação, teríamos que relatar desde o início esta luta contra a lei complementar 1093/09. Fizemos assembleias, atos, vigílias e não conseguimos impedir sua aprovação, pois o governo tem ampla maioria na Assembleia Legislativa. Não é questão de vontade nossa, portanto.
      Veja, a greve de abril-maio de 2013 tinha como eixo central a situação dos professores da categoria O. Lutamos contra qualquer tipo de afastamento, seja quarentena ou duzentena. Obviamente, você participou ativamente do movimento, por como você mesma diz, só reconhece o sofrimento quem por ele passa. Tendo participado, viu o esforço que fizemos para conseguir melhorar a situação dos professores da categoria O e F. Se hoje os professores da categoria O não precisam ficar duzentos dias afastados, foi por causa daquela luta. Se mais de 7 mil professores da categoria O já foram chamados no concurso de PEB II, foi graças à nossa luta por concursos públicos.
      Infelizmente a situação não é a que queremos, mas sugiro que leia os materiais da APEOESP, pois uma das nossas reivindicações, há tempos, é justamente a de que os professores da categoria O tenham os mesmos direitos da categoria F.
      Finalmente, os professores da categoria F tem os atuais direitos porque a APEOESP conseguiu que não ficassem fora do sistema previdenciário estadual em 2007, e que não ficassem em condições de serem demitidos, pois ganharam estabilidade. Na época, ainda não existia categoria O.
      Bebel

      Responder
      • 61. MARILENA  |  23/02/2014 às 03:53

        Bebel, sobre o seu cometário, gostaria de acrescentar um adendo, sobre a situação da Cat. F .
        A apeoesp sempre lutou e luta por todos os professores . Lembro-me perfeitamente que a divisão ocorreu onde em 2007 paramos e fomos a luta como sempre e conseguimos após décadas , não sermos demitidos.
        Quantos anos em busca de aulas, ficamos sem pagamento , trocando de diretorias em fevereiro p/ podermos trabalhar nas regiões mais próximas.
        Quantas listas de chamada p/ poder trabalhar.
        Quanto tempo de espera p/ um concurso ?
        Quantos professores ainda hoje não conseguiram efetivação?
        Quantos encontros na praça da República tivemos , inclusive em janeiro por causa da provinha, lembra-se?
        Afinal hoje temos que reconhecer e muito agradecer a Apeoesp por esta conquista Cat. F e por muitas também de outras categorias. . Afinal o sindicato é de todos nós..

      • 62. apeoesp  |  23/02/2014 às 13:03

        Prezada professora Marilena,
        Muito obrigada pelas suas palavras. É muito importante que aqueles que fazem a história das lutas do nosso sindicato e da nossa categoria testemunhem todo o esforço de milhares de professores, juntamente com a APEOESP, para preservar as condições e a dignidade da nossa profissão no estado de SP. Não é uma luta fácil e ela tem que ser valorizada e reconhecida, para que possamos avançar mais, com a participação de todos.
        Bebel

  • 63. CRIS  |  06/02/2014 às 20:10

    BEBE SOU CATEGORIA O COM 4 AULAS ATRIBUIDAS ,ONDE É MINHA SEDE .MINHA DIRETORA ATRIBUI O PROJETO 19 AULAS PARA MIM, POIS O F JÁ ESTAVAM COM AS AULAS COMPLETAS, POIS BEM AO MEU VER ESSE PROJETO NAO É PARA CARGO INGRESSO DOS EFETIVOS EM MARÇO . ENTAO A DIRETORA PODE DESATRIBUIR AS 19 AULAS QUE JA ASSINE NA ATRIBUIÇÃO, ALEGANDO QUE O PAA O PROJETO SERÁ ATRIBUIDO AOS , F QUE FICAREM SEM AULA APOS O INGRESSO. POR FAVO PRECISO DE ORIENTAÇÃO , INFELIZMENTE MUITOS DIRETORES ESTÂO SEGURANDO AULAS PARA OS F. SOU PROFESSORA DE GEOGRAFIA

    Responder
    • 64. apeoesp  |  09/02/2014 às 11:43

      Prezada professora Cris,
      A APEOESP ingressou com ação judicial que garante o direito de escolha do professor. Ganhamos liminar, mas foi cassada. Caso você se sinta prejudicada, poderá ingressar com ação individual, de acordo com orientação do próprio juiz. Para mais informações, entre em contato com o telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 65. MARILENA  |  07/02/2014 às 03:30

    INFELIZMENTE O QUE VEM ACONTECENDO É O MESMO DE SEMPRE. A CONTRATAÇÃO DIFERE DE CADA DIRETORIA, OS ALUNOS ESTÃO SEM AULA SIM, OS PROFESSORES EM GERAL MENOS OS EFETIVOS AINDA BUSCAM AULAS. MESMO SENDO F ESTAMOS SEM AULA, AGUARDANDO QUE SEE – DIRETORIAS E DIRETORES – QUE ESTÃO ATRASADOS E NEM UM POUCO PREOCUPADOS COM A EDUCAÇÃO E ENVIANDO SUPERVISORES PARA QUE ACOMPANHEM A ATRIBUIÇÃO DE AULAS TANTO NAS ESCOLAS COMO NAS DIRETORIAS, MOSTREM SERVIÇO, POIS É UM ANO POLÍTICO.
    A REALIDADE PARA TODOS NÓS É ESSA. INFELIZMENTE. A EDUCAÇÃO DEIXOU DE SER PRIORIDADE ASSIM COMO A SAÚDE, A SEGURANÇA PÚBLICA, O ABUSO DO STJ DE SP, FAZER DOS APOSENTADOS UM VERDADEIRO NÚMERO DE PROCESSOS ONDE NADA SE CUMPRE E SIM O DESRESPEITO AO CIDADÃO (A) QUE LUTOU E MUITOS DE NÓS AINDA LUTA POR UM ESTADO/PAÍS MELHOR.
    CHEGAMOS A UM PONTO GERAL DE DESCONTENTAMENTO. POR ISSO NÃO EXISTE MAIS QUEM QUER SEGUIR PLANO DE CARREIRA NO MAGISTÉRIO. JA ESTAMOS SEM MÉDICOS E ASSIM SERA TAMBÉM COM OS PROFESSORES., OS PRÓPRIOS MÉDICOS CUBANOS JA ESTÃO AFIRMANDO ISSO.
    BEBEL , A NOSSA REALIDADE É QUE POR MAIS QUE NÓS PROFESSORES LUTAMOS , GOSTAMOS DO QUE FAZEMOS, NUNCA SEREMOS VALORIZADOS , EM ESPECIAL QUEM AINDA AGUARDA ACERTOS DO GOVERNO. POR ISSO , VENHO A MAIS DE DOIS ANOS SOLICITANDO QUE COLOQUEM TAMBÉM EM PAUTA A NECESSIDADE DE ACERTOS AOS APOSENTADOS QUE AGUARDAM DESTE TJSP REGULARIZAÇÃO EM SEUS PAGAMENTOS. TALVEZ COM UMA SOLICITAÇÃO DE RECEBIMENTO EM ACORDO ,( É UMA SAÍDA.). AFINAL, A VIDA DE PROFESSOR NÃO É NADA FÁCIL E SABER QUE MUITOS DE NÓS TEREMOS PAGAMENTO CORTADO, PROCURANDO AULAS NESTE INICIO DO ANO LETIVO, DEPENDENDO DO OUTRO CHAMADO P/ INGRESSO , QUE AFASTARÁ ATÉ EFETIVOS QUE ESTÃO COM CARGA SUPLEMENTAR.
    RESTARA A NOSSOS ALUNOS UMA APRENDIZAGEM FRAGMENTADA EM 2014 POR INTERESSES GOVERNAMENTAIS.
    DESCULPE MAS É A REALIDADE DESTE INICIO DE ANO LETIVO.,

    Responder
    • 66. apeoesp  |  09/02/2014 às 11:03

      Prezada professora Marilena,
      Creio que você tem razão de uma forma geral, mas suas palavras não devem no fazer desistir; ao contrário, as constatações servem para que possamos ver que tipo de problemas temos a enfrentar e devemos lutar por soluções.
      Creio que você comete apenas um equívoco ao comparar nossa situação à dos médicos. O Brasil tem um grande número de médicos, o problema é que boa parte deles não deseja ir para regiões distantes, mesmo com bons salários. Nosso problema é que os salários são ruins em todo o Brasil e é ainda mais difícil sobrevivermos nos grandes centros urbanos.
      Para mim a solução não é desistir, mas lutar mais e mais, chamando a comunidade a lutar junto conosco. Além de lutar, devemos votar corretamente e eleger um governo que nos represente e que priorize a educação pública.
      Não temos ficado passivos diante das situações que você relata. O concurso público foi uma luta nossa, e por mais que cause transtornos, pelo calendário definido pela SEE, ele efetiva milhares de professores e lhes dá segurança e tranquilidade para exercerem a profissão. Para os professores não efetivos, temos procurado constantemente alternativas junto à SEE.
      Precisamos mudar a educação pública no estado de SP. E isto se faz por meio de luta e mobilização.
      Bebel

      Responder
      • 67. MARILENA  |  10/02/2014 às 11:17

        Concordo que nunca deveremos desistir, mas a política que estamos tendo a 20 anos aqui em SP, parece uma mesmo uma guerra sem fim, para todos nós professores. Dias, anos e anos para acertos, em especial aos nossos pagamentos. Sabe Bebel a anos estou aguardando um acerto no meu salário judicialmente e mesmo sendo intimados pelo TJ, o Sprrev não cumpre. É um grande descaso ao cidadão, ja pensei até ir para a mídia , é ano político quem sabe acordam e vejam que cidadão não é político e que as leis devem ser cumpridas.
        DESCULPE mas a verdade é essa além disso, também a FAZENDA esta arquivando pagamentos de acertos. Esta semana estou indo ao jurídico da apeoesp p/ explicar o meu caso. Agradeço a atenção , mas nossa luta ainda vai continuar., não vou desistir, nem que tenha que ir à mídia.

  • 68. Ana  |  07/02/2014 às 15:17

    Prezada Profª Bebel,

    Para a recondução de alguns projetos da pasta para categoria “O” o termo diz “observar a vigência da contrato”, se o contrato terminou essa é uma forma legal de dispensar o professor, mas se a coordenação do projeto quiser atribuir novamente não há problema?

    Responder
    • 69. apeoesp  |  09/02/2014 às 10:52

      Prezada professora Ana,
      Não. Não há qualquer problema.
      Bebel

      Responder
  • 70. ANDERSON  |  08/02/2014 às 01:45

    Cara Bebel gostaria de saber sobre o pagamento do final do contrato dos professores categoria O.Temos direito e quando vai ser pago. Desde já agradeço Obrigado

    Responder
    • 71. apeoesp  |  09/02/2014 às 10:25

      Prezado professor Anderson,
      A Secretária Adjunta assegurou que será pago neste mês de fevereiro.
      Bebel

      Responder
  • 72. Jacob  |  08/02/2014 às 10:08

    Bebel,é preciso intervir judicialmente em relação as férias dos Prof.categoria ‘O”, pois estamos sem pagamento de fevereiro e o desgoverno do psdb não paga os nossos direitos das férias.

    Responder
    • 73. apeoesp  |  09/02/2014 às 10:22

      Prezado professor Jacob,
      A Secretaria Adjunta afirmou que o pagamento será feito neste mês de fevereiro. Caso não ocorra, procure o departamento jurídico na subsede, pois a ação é individual.
      Bebel

      Responder
  • 74. Érika  |  08/02/2014 às 13:22

    Prezada Bebel, gostaria de saber se o sindicato tem alguma notícia sobre o pagamento das férias dos professores categoria O, com contrato extinto em dezembro de 2013. Este é o terceiro ano consecutivo que essa atrocidade está acontecendo, impossível que a Apeoesp não esteja sabendo e o pior, que não esteja tomando providências para que o pagamento seja agilizado. Fomos dispensados por volta de 20/12/2013 e até agora não temos notícia sobre quando iremos receber. Lembrando que todo categoria O, com contrato de 2 anos extinto tem direito a receber 1 salário + 1/3 de férias. Qual a desculpa que o Governo dá para uma demora tão grande? Qualquer empresa privada tem 10 dias para pagar direitos rescisórios, por que o Governo tem um prazo tão longo? Sei perfeitamente que não trabalhamos regidos por leis como a CLT, mas demorar dois meses para calcular e nos pagar? É o cúmulo da falta de respeito! Em 2012 as férias foram pagas em 28/02 e en 2013 foram pagas em 22/02, ou seja, uma demora absurda!!!

    Responder
    • 75. apeoesp  |  09/02/2014 às 10:10

      Prezada professora Érika,
      A Secretária Adjunta afirmou que o pagamento será feito ainda em fevereiro. Caso não receba, procure o departamento jurídico na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 76. Prof Edilson  |  08/02/2014 às 17:02

    Presidenta Bebel,
    Por favor, já faz mais de 2 anos que ingressei com uma ação para retorno à cat. “F”. Fora concedida a liminar pelo juiz. Ocorre que a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo não cumpriu a decisão do juiz.
    Eu fui F em 1999, 2000 e 2001. Desmotivadamente, no final do ano letivo de 2001, decidi trabalhar na área de segurança. Já em 2010, quando resolvi retornar a dar aulas no Estado, notei que eu estava na cat. “L” e, no ano seguinte, estava na cat. “O”, onde me encontro até esse momento.
    Bebel, por favor, eu amo lecionar. E só desejo receber aquilo que me é de direito. Ajude-me !
    Meu nome: Edilson Ferreira dos Santos
    RG.: 25.810.877-0
    CPF.: 204.483.518-54

    PROCESSO: 0043788-56.2010.8.26.0053

    Responder
    • 77. apeoesp  |  09/02/2014 às 10:08

      Prezado professor Edilson,
      Na esfera jurídica, nada há que eu, pessoalmente, possa fazer. Você deve procurar o departamento jurídico na subsede ou na sede central.
      Boa sorte.
      Bebel

      Responder
  • 78. Raphael Müzel  |  09/02/2014 às 00:30

    Boa Noite, fugindo do tema da manchete gostaria de saber se há algum mandado de segurança que garante ao novo efetivo o direito de escolher dentre os cargos livres o que mais se adequar a seu perfil, e consequentemente horario, um professor postou sobre isso no grupo da APEOESP no face, e gostaria de saber se é verdade e onde achar esse documento. Obrigado

    Responder
    • 79. apeoesp  |  09/02/2014 às 09:56

      Prezado professor Raphael,
      De fato a APEOESP conquistou liminar que garante o direito de escolha do professor, mas esta foi cassada. A orientação do próprio juiz é para que os professores que se sintam prejudicados ingressem com ações individuais. Procure o departamento jurídico da APEOESP, na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 80. Cleber  |  09/02/2014 às 16:37

    Boa tarde Bebel,tenho algumas dúvidas: aqui na DE TUPÃ, as aulas do PAA serão atribuidas na quinta-feira agora dia13/02, e só estão convocando para a atribuição os professores da categoira F. Isso é legal? sou professor cat. “O” e não poderei participar da atribuição. Outra coisa: sou professor categoria “O” com 10 aulas atribuidas na escola, sou da casa, eles não poderiam me atribuir na casa as aulas do PAA? dizem que não, por haver categoria F na diretoria de ensino sem aulas. Grato.

    Responder
    • 81. apeoesp  |  16/02/2014 às 16:15

      Prezado professor Cleber,
      Os professores da categoria F são chamados à frente da categoria O em todas as fases da atribuição de aulas.
      Bebel

      Responder
  • 82. Cleber  |  09/02/2014 às 16:41

    Boa tarde Bebel, peguei aulas do PAA em novembro, terminou o meu contrato em 20/12/13, não poderia ser reconduzido ao cargo?

    Responder
    • 83. apeoesp  |  16/02/2014 às 16:14

      Prezado professor Cleber,
      Esta é uma decisão que compete exclusivamente à escola.
      Bebel

      Responder
  • 84. Giselle Garcia  |  10/02/2014 às 15:43

    Qto a nossa colega que acha que O e F estão numa situação melhor, vou expor a minha situação de categoria F.Fui obrigada a pegar aulas no municipio vizinho e viajo todos os dias 60 km sendo que na minha cidade tem varios cargos livre em projetos como o Professor Mediador, O PAA, SALA DE LEITURA E ATÉ REFORÇO e eu categoria F não posso pegar na porta da minha casa mas O pode, porque não posso me afastar das aulas regulares para esses projetos.Isso não tem lógica para um país que quer caminhar para a qualidade na educação e ficou bem claro que “a merda” está geral né.No fundo, no fundo Professor seja efetivo, F ou O está sendo um mero “bonequinho” nas mãos do sistema que muda e faz o que quer
    a cada ano, com novas resoluçoes que só vem pra acabar com a vida dos professores não para ajudar. QUE PAÍS É ESSE???

    Responder
  • 85. Profª Rose  |  10/02/2014 às 21:15

    Boa noite Bebel. Gostaria de saber se, os professores que atribuíram aula como professor auxiliar PA, tem obrigação de substituir outros professores. Digo isso pois onde estou lecionando esse ano como professora auxiliar de Língua Portuguesa, quando falta professores de outras disciplinas, a diretoria diz que não pode ter dois professores em uma sala, enquanto terá salas sem professor. Gostaria de mais informações a respeito dos direitos e deveres do Professor Auxiliar para assim não sofrer constrangimento, pois se a gente se nega a entrar e substituir outros professores, o grupo gestor nos trata mal e nem fala mais com a gente.
    Agradeço sua atenção!!!!

    Responder
    • 86. apeoesp  |  16/02/2014 às 15:23

      Prezada professora Rose,
      Você não é obrigada a assumir uma sala. A escola precisa ter professores eventuais para estas substituições. É correto não deixar alunos sem aulas, mas escola tem que se organizar para isto, sem ferir direitos dos professores.
      Bebel

      Responder
  • 87. André Christian Dalpicolo  |  11/02/2014 às 12:16

    Prezada Bebel,

    Gostaria de indagá-la sobre o pagamento da rescisão do contrato do categoria O. Há alguma previsão para este pagamento?
    Desde já, agradeço-lhe a atenção
    um abraço
    Prof. André Dalpicolo

    Responder
    • 88. apeoesp  |  16/02/2014 às 14:56

      Prezado professor André,
      O pagamento está previsto para até final de fevereiro.
      Bebel

      Responder
  • 89. alessandro  |  11/02/2014 às 16:17

    Bebel estava preocupado quando ao pagamento da férias do cat. O obrigado pela noticia que será em fevereiro pena não saber o dia.
    Sempre vou as manifestações e represento os colegas de trabalho no sindicato mas fico muito triste quando tem greve pois poucos professores compartilham, e quando alguns representante vão ao sindicato só para pegar o atestado para não trabalhar.
    gostaria de parabeniza-lá pelo trabalho fretne ao sindicato e saber sobre as férias do ex -cat L pois o sindicato tinha ganho e nós não recebemos me informe por favor

    Responder
    • 90. apeoesp  |  16/02/2014 às 14:47

      Prezado professor Alessandro,
      Muito obrigada.
      Creio que a participação de todos é que nos permite avançar. Quanto maior a participação, mais força teremos.
      Quanto às férias, segundo a SEE o pagamento será mesmo em fevereiro, mas a Secretaria da Fazenda ainda não nos informou a data.
      Bebel

      Responder
  • 91. maira  |  11/02/2014 às 21:07

    Olá Bebel a minha duvida é em relação as aulas De PA , não PAA , eu gostaria de saber se essas aulas são atribuidas de forma diferentes das outras aulas , pois na escola onde estou como eventual, iam ser atribuídas aulas de PA de português e como eu estou apenas como eventual , eles disseram q ñ poderiam me atribuir porque eu ñ tinha aula atribuida, eles disseram q eu só poderia pegar essas aulas se eu fosse na atribuição da De.

    Responder
    • 92. apeoesp  |  16/02/2014 às 14:39

      Prezada professora Maira,
      Sim, é verdade. Nesta fase a atribuição é feita na DE.
      Bebel

      Responder
  • 93. Evelyn Antunes  |  12/02/2014 às 17:01

    Boa tarde, Bebel. Se eu atribuir aulas do PAA poderei completar a carga com outras aulas depois? Obrigada!

    Responder
    • 94. apeoesp  |  16/02/2014 às 14:21

      Prezada professor Evelyn,
      Apenas como eventual, em turno diferente.
      Bebel

      Responder
  • 95. cleide  |  13/02/2014 às 22:38

    Olá Bebel,
    Sou cat F e peguei aulas livres na minha sede, gostaria de saber
    se esta confirmado o ingresso dos novos efetivos em Março? tb
    gostaria de saber se aula suplementar que estão com efetivos, ele
    pode perde-las para os novos ingressantes?

    grata,

    Responder
    • 96. apeoesp  |  16/02/2014 às 12:00

      Prezada professora Cleide,
      Sim, o ingresso será em março. A possibilidade de perda das aulas suplementares também existe.
      Bebel

      Responder
  • 97. Diego  |  15/02/2014 às 22:11

    Boa noite , gostatia de saber se o professor PAA pode completar sua carga como professor auxiliar em outro período?

    Responder
    • 98. apeoesp  |  16/02/2014 às 11:26

      Prezado professor Diego,
      A resolução 68/13 prevê apenas que poderá atuar como eventual em turno diverso.
      Bebel

      Responder
  • 99. Adrica Araujo  |  16/02/2014 às 15:26

    Boa tarde!
    Ouvi dizer que depois da efetivação um professor categoria F
    que perder suas aulas corre escala e o professor de PAA categoria O pode perder suas aulas para o F isso procede?

    Responder
    • 100. apeoesp  |  23/02/2014 às 16:21

      Prezada professora Adrica,
      De fato, o professor da categoria F tem precedência para assumir aulas livres e projetos.
      Bebel

      Responder
  • 101. osmar davide  |  20/02/2014 às 02:50

    Boa noite,
    Gostaria de saber se em uma atribuição do projeto de apoio de aprendizagem (PAA) a Diretora da escola pode reconduzir professores do ano passado (Categoria O), que já estava com Projeto, sem o mesmo passar pela atribuição, ou seja, já estava com suas vagas garantidas !!!!!

    Atenciosamente,
    Osmar Davide

    Responder
    • 102. apeoesp  |  23/02/2014 às 14:17

      Prezado professor Osmar,
      Defendemos que a atribuição seja feita na DRE para que isto não ocorra. Entretanto, de acordo com a resolução, há uma primeira fase na escola, e a diretora tem esta prerrogativa. Nossa liminar que garante o direito de escolha dos professores foi cancelada. A orientação do juiz é de que qualquer professor que se sinta prejudicado ajuíze ação judicial individual. Se este é o caso, procure o departamento jurídico na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 103. Diva M P Silva  |  21/02/2014 às 23:22

    Por gentileza, gostaria de saber quais são as reais atribuições de um Professor PAA? Pois pelo que disseram, só vai faltar lavar, cozinhar, etc…

    Responder
    • 104. apeoesp  |  23/02/2014 às 13:36

      Prezada professora Diva,
      Publico a íntegra da Resolução 68/13, que trata do PAA. Verifica-se que são atividades de natureza pedagógica. Os professores que forem solicitados a realizar atividades que extrapolem suas atribuições devem trazer o fato ao conhecimento do sindicato. Temos que nos basear em fatos concretos e não em ouvir dizer.
      ” O Secretário da Educação, considerando:
      – o direito do aluno de se apropriar do currículo escolar de forma contínua e bem sucedida, nos ensinos fundamental e médio;
      – a necessidade de se garantir o cumprimento da totalidade da carga horária e dos dias letivos, previstos na lei de diretrizes e bases, Resolve:
      Artigo 1º – Fica instituído, no âmbito da Secretaria da Educação, o Projeto Apoio à Aprendizagem, com objetivo de atender às demandas pedagógicas dos anos finais do ensino fundamental e das séries do ensino médio, a fim de assegurar o cumprimento integral das aulas programadas e dos dias letivos previstos no calendário escolar homologado, em cada escola da rede estadual de ensino.
      Artigo 2º – Para a implementação do Projeto Apoio à Aprendizagem, a unidade escolar contará com docentes ocupantes de função-atividade que, na ausência de classe ou aulas atribuídas, se encontrem cumprindo horas de permanência e tenham sede de controle de frequência nessa unidade.
      § 1º – Os docentes ocupantes de função-atividade que se encontrem cumprindo horas de permanência deverão assumir as demandas pedagógicas que se fizerem necessárias à implementação do Projeto Apoio à Aprendizagem, em sua unidade de classificação.
      2º – Os docentes ocupantes de função-atividade, que excederem o módulo previsto para sua unidade de classificação, nos termos do artigo 3º desta resolução, deverão ser remanejados para outra unidade escolar, pertencente à mesma Diretoria de Ensino, mediante ato do Dirigente Regional de Ensino.
      § 3º – A unidade escolar que não contar com docentes, de que trata o caput deste artigo, ou apresentar quantidade insuficiente para o atendimento de suas demandas, poderá, nos termos da Lei Complementar nº 1.093, de 16 de julho de 2009, proceder à contratação de candidatos à docência devidamente habilitados/qualificados e inscritos no processo anual de atribuição de classes e aulas.
      § 4º – Os docentes contratados para atuar no Projeto Apoio à Aprendizagem estarão sujeitos aos mesmos deveres, proibições e responsabilidades previstos na Lei nº 10.261/68, na Lei Complementar nº 1.093/09 e, subsidiariamente, nas disposições da Lei Complementar nº 444/85.
      Artigo 3º – A unidade escolar deverá, no desenvolvimento do Projeto Apoio à Aprendizagem, observar o módulo de docentes estabelecido de acordo com o número de classes dos anos finais do ensino fundamental e das séries do ensino médio, na seguinte conformidade:
      I – até 10 classes por turno de funcionamento – 1 (um) docente por turno;
      II – de 11 a 20 classes por turno de funcionamento – 2 (dois) docentes por turno;
      III – mais de 20 classes por turno de funcionamento – 3 (três) docentes por turno.
      § 1º – Os docentes, a que se refere o artigo anterior, inclusive os contratados. cumprirão, no respectivo turno de atuação, a carga horária relativa à Jornada Inicial de Trabalho Docente, fazendo jus às horas de trabalho pedagógico correspondentes.
      § 2º – Os docentes integrantes do Projeto poderão, ainda, atuar, a título de acréscimo, em turno diverso, como docente eventual, observado o limite máximo de aulas correspondente ao da carga horária da Jornada Integral de Trabalho Docente.
      § 3º – Na composição prevista no inciso III deste artigo, deverá ser priorizada, na contratação de docentes, a disponibilidade de habilitados/qualificados nas seguintes áreas de conhecimento:
      1. Linguagens;
      2. Matemática;
      3. demais áreas.
      § 4º – O docente contratado, cuja atuação for considerada inadequada e/ou não corresponder às atividades previstas pelo Projeto, perderá a carga horária de que trata o § 1º deste artigo, desde que esse procedimento seja devidamente ratificado pelo Conselho de Escola.
      § 5º – O docente que atuar no Projeto Apoio à Aprendizagem será remunerado com base na Faixa e Nível em que estiver enquadrada a sua função ou com base na Faixa e Nível constantes de seu contrato.
      Artigo 4º – Os docentes participantes do Projeto Apoio à Aprendizagem deverão atuar nas ausências ocasionais, bem como nas licenças e afastamentos de outros professores, ministrando aulas de qualquer componente curricular, nos anos finais do Ensino Fundamental ou nas séries do Ensino Médio, independentemente de sua habilitação/qualificação, desde que sob orientação e acompanhamento do Professor Coordenador da escola, no correspondente segmento de ensino, exceto quando se tratar da disciplina Educação Física, que exige habilitação docente específica.
      § 1º – Os professores de cada unidade escolar serão notificados de que suas ausências/licenças/afastamentos deverão ser previamente comunicados à equipe gestora da escola, para a devida substituição pelos docentes do Projeto Apoio à Aprendizagem.
      § 2º – Na inexistência da necessidade de substituição, a que se refere o caput deste artigo, o docente do Projeto atuará em atividades que promovam o desenvolvimento integral dos alunos, mediante a oferta de experiências educativas diversas, ocupando tempo e espaços físicos disponíveis na unidade escolar, observada a obrigatoriedade de participar das horas de trabalho pedagógico coletivo.
      § 3º – A equipe gestora de cada escola deverá, fundamentada nos objetivos, metas e resultados alcançados pelos alunos, nas avaliações internas e externas de desempenho escolar, incluir na sua Proposta Pedagógica, devidamente homologada, as atividades a serem desenvolvidas pelos docentes do Projeto Apoio à Aprendizagem, bem como a natureza dessas atividades e a indicação das abordagens metodológicas mais adequadas e dos tipos de instrumentos de avaliação mais apropriados.

      § 4º – As atividades, a que se refere o parágrafo anterior, deverão ser acompanhadas pelo(s) Professor(es) Coordenador(es) da unidade escolar, cabendo à equipe gestora garantir o desenvolvimento das ações previstas na proposta pedagógica, disponibilizando e organizando os materiais didático- pedagógicos a serem utilizados pelos docentes do Projeto.

      Artigo 5º – No Projeto Apoio à Aprendizagem, além das atribuições que lhe são inerentes, cabe ao professor:
      I – elaborar o seu próprio plano de ação alinhado às ações do Projeto estabelecido pela unidade escolar;
      II – planejar e desenvolver as atividades do Projeto, a que se refere o disposto no § 2º do artigo anterior;
      III – subsidiar as atividades de apoio aos alunos com dificuldades;
      IV – auxiliar, em conformidade com as diretrizes emanadas pelos órgãos da Pasta, nas demais atividades pedagógicas desenvolvidas pela escola;
      V – desenvolver as ações do Projeto Apoio à Aprendizagem, de forma a assegurar aos alunos um aprendizado eficiente e de boa qualidade.
      Artigo 6º – A unidade escolar e a Diretoria de Ensino, independentemente da instituição do Projeto Apoio à Aprendizagem, deverão obrigatoriamente continuar a oferecer e atribuir as aulas livres e em substituição que se apresentem disponíveis, de acordo com a legislação pertinente ao processo anual de atribuição.
      Parágrafo único – Os docentes ocupantes de funçãoatividade, de que trata o caput do artigo 2º desta resolução, ficam obrigados a participar de todas as sessões de atribuição de classes e aulas na unidade escolar e Diretoria de Ensino.

      Artigo 7º – Caberá às Diretorias de Ensino, através de seu Núcleo Pedagógico, oferecer, na conformidade da demanda apresentada, subsídios e materiais didático-pedagógicos que garantam a efetiva aprendizagem dos alunos.
      Artigo 8º – As Coordenadorias de Gestão de Recursos Humanos
      – CGRH e de Gestão da Educação Básica – CGEB poderão baixar orientações complementares para o cumprimento do disposto nesta resolução.
      Artigo 9º – Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.”
      Bebel

      Responder
  • 105. Bernardete Moreira de Brito  |  22/02/2014 às 00:23

    Olá! boa noite!
    Gostaria de saber sobre os direitos que o PAA tem?
    Pois atribui essa aulas, porém a diretora falou-me que o PAA não tem direitos!
    obrigada!

    Responder
    • 106. apeoesp  |  23/02/2014 às 13:31

      Prezada professora Bernardete,
      Os direitos do professor são aqueles determinados pelo tipo de vínculo que mantem com o Estado. Se você tem um contrato como categoria O, seus direitos (que realmente são mínimos) são aqueles previstos na lei complementar 1093/09.
      Bebel

      Responder
  • 107. Luiz Roberto  |  25/02/2014 às 19:15

    Olá Bebel

    Faço parte da categoria O e após atuar em projeto, meu contrato continuou ativo e eu voltei para a minha sede para trabalhar como eventual. ocorre que existem aulas para serem atribuidas dentro da discilpina que atuo (entrava nestas salas como eventual) e mesmo nao tendo professor a direção não me atribui e nem envia as aulas para a diretoria para atribuição. Outra coisa: as vagas de apoio a apredizagem – a direção não me avisou e contratou outros professores me tirando dessas salas em que eu ja estava desenvolvendo meu trabalho pedagógico. Está correto isso?

    Responder
    • 108. apeoesp  |  02/03/2014 às 15:51

      Prezado professor Luiz Roberto,
      Nesta fase da atribuição, as aulas são enviadas para a DRE, a não ser nos caso dos efetivos e categoria F, que tem sede na escola.
      No caso do apoio à aprendizagem, as aulas nesta fase também deveriam ser encaminhadas à DRE, pois o diretor não pode fazer escolhas discricionárias. Entretanto, embora tenhamos ganho a liminar quanto ao direito de escolha do professor, esta foi cassada e o diretor tem poderes para fazer escolhas “por perfil”. Sugiro que ligue para 11.33506214 para verificar se algo pode ser feito.
      Bebel

      Responder
  • 109. Isis  |  28/02/2014 às 17:19

    Boa tarde,
    sou professora no Estado de São Paulo, categoria O. Gostaria de saber se eu atribuir aulas PAA, posso preencher minha carga horário atribuindo aula de professor de recuperação continua (reforço) ou aulas livres??

    Responder
    • 110. apeoesp  |  03/03/2014 às 12:50

      Prezada professora Isis,
      Não há nada na resolução de PAA que impeça outras aulas, desde que haja horários compatíveis. Para melhor orientação, procure o departamento jurídico na subsede ou ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 111. antonia de jesus xavier  |  02/03/2014 às 23:20

    ola´, gostaria de saber sobre o projeto de apoio aprendizagem se quem tem pedagogia pode pegar aulas. e quando posso ir nas atribuiçães.

    Responder
    • 112. apeoesp  |  04/03/2014 às 14:02

      Prezada professora Antonia,
      Não há nenhuma restrição na resolução que regula o programa.
      Bebel

      Responder
  • 113. Amanda  |  04/03/2014 às 20:16

    Olá, tenho percebido que em atribuições para PAA as escolas tem dado preferência para professores de português e matemática, existe uma ordem de preferência mesmo? Pois estive em uma atribuição e a diretora dispensou todos os candidatos de outras matérias alegando que só professores de português e matemática poderiam atribuir essas aulas.

    Responder
    • 114. apeoesp  |  09/03/2014 às 12:51

      Prezada professora Amanda,
      A resolução 68/2013 fixa, em seu artigo 3º, parágrafo 3º, a seguinte ordem de prioridade na contratação:
      § 3º – Na composição prevista no inciso III deste artigo, deverá ser priorizada, na contratação de docentes, a disponibilidade de habilitados/qualificados nas seguintes áreas de conhecimento:
      1. Linguagens;
      2. Matemática;
      3. demais áreas.
      De certa forma, a atribuição foi feita de forma correta, priorizando as duas primeiras áreas. Entretanto, priorizar não significa excluir. Vou levar o caso à SEE.
      Bebel

      Responder
  • 115. Amanda  |  05/03/2014 às 00:02

    Olá, eu gostaria de saber se existe preferência por disciplinas para vagas de PAA, é muito comum ver escolas que selecionam apenas professores de português e matemática, estive em uma única atribuição para PAA em que a diretora dispensou todos os candidatos de outra disciplina alegando que somente essas duas disciplinas podem ocupar a vaga.

    Responder
    • 116. apeoesp  |  09/03/2014 às 12:54

      Prezada professora Amanda,
      A resolução que criou o PAA fixa a seguinte prioridade:
      § 3º – Na composição prevista no inciso III deste artigo, deverá ser priorizada, na contratação de docentes, a disponibilidade de habilitados/qualificados nas seguintes áreas de conhecimento:
      1. Linguagens;
      2. Matemática;
      3. demais áreas.
      Mas priorizar não significa excluir. Vou levar o caso à SEE.
      Bebel

      Responder
  • 117. Silvana  |  07/03/2014 às 20:51

    Bebel , boa tarde!
    O professor que atribuir 19 aulas de PAA ,pode trocar essas aulas por aulas de substituição , para reduzir UE ?

    Responder
    • 118. apeoesp  |  09/03/2014 às 14:19

      Prezada professora Silvana,
      Em princípio, não. O professor deve ficar com as aulas que lhes são atribuídas, seja de PAA ou outras.
      Bebel

      Responder
  • 119. Val  |  07/03/2014 às 23:39

    Boa Noite, Bebel!
    Sou Pedagoga (Categoria O), mas sempre atuei como substituta (Peb II) de todas as áreas nas escolas e em atribuíções na DE, e desde que implantaram o PAA, a DE tem a prescrição de que não podemos atribuir como professores deste projeto (PAA), como pode… se nós os pedagogos éramos os únicos a substituírem em todas as áreas em deficiência dos outros professores?

    Responder
    • 120. apeoesp  |  09/03/2014 às 14:29

      Prezada professora Val,
      A resolução 68/2013 diz:
      Na composição prevista no inciso III deste artigo, deverá ser priorizada, na contratação de docentes, a disponibilidade de habilitados/qualificados nas seguintes áreas de conhecimento:
      1. Linguagens;
      2. Matemática;
      3. demais áreas.
      Por favor, ligue para 11.33506214 e verifique se há chance de você pleitear a atribuição.
      Bebel

      Responder
  • 121. Maria De Lourdes Oliveira Campos  |  09/03/2014 às 02:03

    Eu sou da categoria F e , estou como PAA quero saber se continuo com os mesmos direitos que eu teria se estivesse com salas , por exemplo preciso de ir ao médico posso dar atestado?

    Responder
    • 122. apeoesp  |  09/03/2014 às 14:41

      Prezada professora Maria de Lourdes,
      Sim. Os direitos permanecem.
      Bebel

      Responder
  • 123. ROSANA  |  09/03/2014 às 19:01

    OI! BEBEL
    HÁ POSSIBILIDADE DE GREVE NESTE 1º SEMESTRE???
    GRATA!

    Responder
    • 124. apeoesp  |  16/03/2014 às 12:32

      Prezada professora Rosana,
      A assembleia do dia 28 de março decidirá se iremos à greve ou não pelas nossas reivindicações.
      Bebel

      Responder
  • 125. Val  |  10/03/2014 às 13:44

    Bom Dia Bebel, tbm estou indignada pois tive meu contrato da Categoria O instinto em 18/12/2013 e a ainda não recebí minhas férias que tenho direito, sei que uma grande maioria já receberam no dia 20/02/2014, mas segundo as informações que tive DE teria que entrar c/ uma carta com MOTIVO 12 na minha antiga sede, p/ que este pagto fosse feito pela Fazenda, já fazem uns 18 dias que aguardo o pgto e nada, falaram que vai ser gerada uma folha suplementar, mas quandoooooo até agora nadaaaaaa e meus compromissos como ficam??? Estou ARRASADA com esta profissão? POR ACASO A APEOESP ESTÁ CIENTE DESTE GRAVE OCORRIDOOO?????

    Responder
    • 126. apeoesp  |  16/03/2014 às 12:46

      Prezada professora Val,
      Infelizmente, casos como este são recorrentes na rede estadual de ensino, por falhas que ocorrem nas escolas e em outros órgãos da administração. Se você já ingressou com recurso e não surtiu efeito, procure o departamento jurídico na subsede para orientar-se como sobre como proceder agora.
      Bebel

      Responder
  • 127. Larissa  |  10/03/2014 às 23:37

    Ola,ano passado trabalhei no PAA,e meu contrato foi extinto em dezembro de 2013.Por que nao tenho mais vinculo com a escola?estou com varias duvidas a respeito?fico grata por uma resposta?

    Responder
    • 128. apeoesp  |  16/03/2014 às 13:00

      Prezada professora Larissa,
      Você pertence à categoria O? Se for, o que ocorre é que os professores deste segmento não mantem vínculos com a escola e as atribuições são realizadas na DRE. Há casos em que a escola mantém o professor vinculado a algum projeto ou função, assim ele permanece na mesma escola. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214 ou na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 129. Wilma Costa  |  11/03/2014 às 05:07

    Boa noite, Bebel!
    Trabalhei como docente (contratada) nas Escolas Estaduais/SP de 1991 a 2004. Agora (03/2014) peguei aulas do PAA (Contrato de um ano, categoria O).
    Pergunta: É “obrigatório” que a abertura da conta para receber meus provimentos, seja corrente ou pode ser conta salário? (Tenho restrições no Banco do Brasil e não posso abrir conta corrente, mas posso abrir Conta Salário). Estou preocupada em não poder assumir as aulas por conta desta questão… Obrigada!

    Responder
    • 130. apeoesp  |  16/03/2014 às 13:14

      Prezada professora Wilma,
      Creio que não poderá haver nenhuma restrição quanto ao tipo de conta que você possui. Basta informar os dados da conta para que seus vencimentos sejam depositados.
      Bebel

      Responder
  • 131. Profº Mario  |  11/03/2014 às 05:54

    Prezada Bebel, sou professor de História e Geografia, categoria O e durante quatro anos atuei como mediador porém, devido a resolução, não pude ser reconduzido este ano. A equipe gestora da escola onde trabalho me atribuiu o PAA no começo do ano devido ao meu trabalho na Escola da Família, onde desenvolvo um projeto de reforço escolar e alfabetização para adultos, aulas de espanhol, e aulas de português para estrangeiros, mas a dirigente proibiu que minha atribuição fosse feita, alegando que por lei, as atribuições do PAA devem ser conduzidas na DE. Participei das atribuições na DE mas, por ordem da dirigente, apenas os professores de Português e Matemática podem participar das atribuições para o PAA e as demais áreas tem sido excluídas. Hoje indaguei na DE quando os professores das demais áreas poderão participar da atribuição do PAA e fui informado que isto não ocorrerá por ordem da dirigente. Fiquei indignado e depois de me exaltar com vários supervisores pelo tratamento desumano ao qual fui submetido, consegui marcar uma reunião com a dirigente para daqui dois dias. Até agora não consegui nenhuma aula atribuída e caso minha reivindicação junto a dirigente não surta efeito, como devo proceder para ter meus direitos garantidos?
    Gostaria de saber se este procedimento de simplesmente excluir os professores das demais áreas em todas as atribuições do PAA é correto e se realmente o diretor de minha escola não tem autonomia para me atribuir o PAA, embasado no meu perfil e no trabalho que executo há anos na mesma escola.

    Responder
    • 132. apeoesp  |  16/03/2014 às 13:17

      Prezado professor Mário,
      O autoritarismo é uma marca muito forte na rede estadual de ensino e devemos combatê-lo. A lei e o tipo de funcionamento da rede, porém, favorecem o autoritarismo. De fato, a resolução de PAA diz que a prioridade é para professores de português e matemática, mas não manda excluir os demais. Se a conversa com a dirigente não surtir efeito, procure o departamento jurídico na subsede para orientar-se sobre como proceder.
      Bebel

      Responder
  • 133. Ana Ligia  |  11/03/2014 às 13:03

    Sou categoria O, e ainda estou sem aulas, pois gostaria de pegar as aulas PAA na minha cidade e até então nenhuma escola atribuiu ainda. Liguei em algumas escolas e disseram que eles não aderiram ao projeto, achei estranho e liguei para diretoria de ensino perguntando se uma vez que o estado coloca o projeto através de uma resolução as escolas tem esta possibilidade de não querer aderir?????Me responderam que a escola tem sim, esta autoridade. Mas ainda estou encabulada e gostaria que você me esclarecesse. Como você mesmo colocou” Uma nova oportunidade surge para esses professores. A Resolução SE-68/2013 criou o Projeto Apoio à Aprendizagem, objetivando atender às demandas pedagógicas dos anos finais do ensino fundamental e das séries do ensino médio”. E algumas escolas resolvem não aderir????????Estou sem entender!!!!!

    Responder
    • 134. apeoesp  |  16/03/2014 às 13:24

      Prezada professora Ana Lígia,
      São os absurdos que acontecem em nossa rede. Ao mesmo tempo, há projetos que, para terem sucesso, precisam que a escola adira e não podem ser simplesmente impostos, pois não terão os resultados esperados. O que surpreende, neste caso, é que as escolas não queiram aderir, pois isto significa descaso para com os direitos dos alunos. Por favor, informe os nomes das escolas para presiden@apeoesp.org.br para que possamos tratar do assunto junto à SEE.
      Bebel

      Responder
  • 135. Ana Ligia  |  11/03/2014 às 13:09

    Os categoria O pode pegar aula na casa???Ligo na escola fala que sim e na Diretoria de ensino fala que não???

    Responder
    • 136. apeoesp  |  16/03/2014 às 13:24

      Prezada professora Ana Lígia,
      Não. A atribuição é na Diretoria de Ensino.
      Bebel

      Responder
  • 137. Camila  |  11/03/2014 às 20:47

    Bebel, sou professora Cat. O, não habilitada, e termino a complementação pedagógica em Língua Portuguesa agora no final de maio, porém foi me dito que só entro como habilitada no ano que vem. Por quê? J

    Responder
    • 138. apeoesp  |  16/03/2014 às 13:29

      Prezada professora Camila,
      Creio que não há razão para isto. Informe-se melhor e oriente-se pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 139. alessandro dos santos  |  11/03/2014 às 20:49

    VERDADEIRA FALCATRUA ESTE PROJETO,ANTES DE SEREM ENTREGUES OS PROJETOS ,JA SE SABIA QUE SERIAM OS ESCOLHIDOS NA D.. E DE ITARARÉ,SP.É FILHO DE DIRETOR,PARENTES DE PESSOAS DA EDUCAÇÃO,PARENTES DE FUNCIONA´RIOS,O PROJETO PARECIA SER SÉRIO,MAS , ALGUNS O DETONOU.

    Responder
    • 140. apeoesp  |  16/03/2014 às 13:30

      Prezado professor Alessandro,
      O que você diz é grave. Por favor, passe as informações para presiden@apeoesp.org.br para que possamos tratar do assunto com a SEE.
      Bebel

      Responder
  • 141. alessandro dos santos  |  11/03/2014 às 20:51

    dúvida : colei grau dia 20/01,fui contratado em 20/02,fiz o seletivo quando estava no ultimo semestre,não devo receber como PEB II?

    Responder
    • 142. apeoesp  |  16/03/2014 às 13:32

      Prezado professor Alessandro,
      Por favor, converse sobre isto com o departamento jurídico por meio do telefone 11.33506214, para receber orientações sobre como proceder.
      Bebel

      Responder
  • 143. Felipe  |  12/03/2014 às 01:04

    Boa noite!
    Trabalhei como eventual e PAA ano passado numa escola, em 2014 iniciei o ano letivo como eventual e gostaria de saber se tenho alguma prioridade para atribuir as aulas do Projeto de Apoio à Aprendizagem por fazer parte do quadro de professores.
    Obrigado

    Responder
    • 144. apeoesp  |  16/03/2014 às 13:44

      Prezado professor Felipe,
      Você deve tentar, embora, nesta fase, as atribuições para PAA sejam processadas pelas Diretorias de Ensino.
      Bebel

      Responder
  • 145. Aline  |  12/03/2014 às 15:53

    Olá gostaria de tirar uma duvida!
    Sou professora de matemática, cat O, estou com aulas de PAA, porém vai haver atribuição de PA, essas vão ser atribuídas para algumas professoras cat F que vão completar a carga e vai sobrar aula. Então essas aulas tem ser oferecidas pra mim antes de ir para atribuição? Apesar desse PAA ser um projeto eu tenho vínculo na escola? Ou seja elas tem que me oferecer?
    Obrigada!

    Responder
    • 146. apeoesp  |  16/03/2014 às 14:06

      Prezada professora Aline,
      O PAA é constituído por professores sem aulas atribuídas. Você precisa verificar na escola se, estando no PAA, pode ter outras aulas atribuídas. Se sim, como você tem vínculo com a escola, teoricamente ter preferência para as aulas que surgirem na unidade.
      Bebel

      Responder
  • 147. Bruna Alves  |  13/03/2014 às 21:04

    Sou categoria o peguei em janeiro 10 aulas do regular substituição aguardando aposentadoria e logo depois peguei 22 aula de professor auxiliar de classe’ pois todos os F da casa no momento da atribuição estava com a carga completa…Só que uma professora F perdeu 10 aulas para um ingressante de física….a duvida é o seguinte posso perder essas aulas agora depois de mais de um mês ‘onde já assinei o contrado e mesmo sendo ela de física e não matematica

    Responder
    • 148. apeoesp  |  16/03/2014 às 14:34

      Prezada professora Bruna,
      Em tese, sim, pois ela á habilitada. Oriente-se melhor pelo telefone 11.33506214 ou no departamento jurídico da subsede.
      Bebel

      Responder
  • 149. Cristiane Guedes  |  14/03/2014 às 03:53

    Prezada Bebel,sou professora formada em Educação Física,entrei como eventual numa escola no ano final de 2011,com isso como fica difícil atribuir aula com pouCa pontuação,estou mais um ano de eventual e vejo que na escola onde leciono as coisas andam muito erradas,os eventuais foram excluídos do projeto de PAA,e fui informada que como sou da área de educação física não poderia participar da atribuição,com isso excluiu os eventuais da sede e não nos deu oportunidade de participar por sermos eventuais,fiquei chateada,já que como eventual nunca deixei a escola na mão já que falta muito professor,só acho que é errado alguns ter privilégios e outros não,e tbm que ali eles atribuem aula só para alguns e os demais sempre são dispensados,com isso eles colocam na escola que eles querem,e dispensam os outros.Como profissional formada em educação física,com meu registro do cref em mão,é verdade que não posso aTuar com PAA?

    Responder
    • 150. apeoesp  |  16/03/2014 às 14:39

      Prezada professora Cristiane,
      De fato a prioridade do PAA é para professores de português e matemática, mas as demais áreas não estão excluídas, havendo vagas e necessidade.
      Bebel

      Responder
    • 151. Felipe  |  20/03/2014 às 18:47

      Prioridade? Isso é exclusão… muitos foram aprovados no concurso, trabalham como eventuais nas escolas e são excluídos desse projeto que deveria beneficiar exatamente os professores eventuais… É mais uma piada da secretaria da educação… Ainda bem que temos o sindicato né? (ironia…)
      Estou na escola desde o primeiro dia do ano letivo, já cheguei a dar mais de 10 aulas por dia, faço de tudo para ajudar e sou excluído pq não sou professor de port ou mat…

      Responder
      • 152. apeoesp  |  22/03/2014 às 11:41

        Prezado professor Felipe,
        Não entendi sua ironia. Por acaso você considera que o Sindicato tem o poder de resolver tudo? Se fosse assim, seríamos o governo e não haveria qualquer tipo de conflito. O Sindicato existe justamente porque há governos que prejudicam os professores. No momento em que qualquer governo legislar corretamente, priorizar a qualidade do ensino, valorizar devidamente os professores, garantir todos os direitos dos estudantes e aplicar a nossa concepção de educação, talvez o sindicato passe a ter outra função ou mesmo deixe de existir como o conhecemos. Os desmandos são do governo. Nós, que somos a direção do Sindicato, levamos as reivindicações, negociamos, pressionamos e temos nossos limites. Quando necessário, é preciso que os professores paralisem suas atividades, vão às ruas, pressionem aos milhares.
        Quanto ao projeto, nós, da APEOESP, cremos que todas as áreas são importantes para a formação do aluno. Não somos a favor de concentrar apenas em português e matemática. Mas este projeto é do governo, não é nosso. Em todo caso, deu oportunidade a milhares de professores que ficaram sem aulas.
        Aceito todas as críticas à direção do sindicato, porque somos falíveis obviamente, mas a existência deste projeto respondeu a uma demanda nossa e da categoria por alternativas para os professores da categoria. Nós faríamos um pouco diferente, mas não podemos desconsiderá-lo por ser falho.
        Bebel

  • 153. Marcos  |  19/03/2014 às 01:23

    Boa noite,
    Estou com as 19 aulas do PAA atribuídas, porém quero me livrar logo delas, alguém sabe se posso, por exemplo, na atribuição pegar apenas 6 aulas regulares que irão chocar com o horário do meu PAA, ou se tem um número X de aulas pra eu poder pegar? Enfim, em quais circunstâncias vou poder deixar o PAA por aulas regulares? Sou Cat. O

    Responder
    • 154. apeoesp  |  22/03/2014 às 12:45

      Prezado professor Marcos,
      Você não pode deixar aulas atribuídas, a não ser com justificativa. Informe-se e oriente-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 155. Camila  |  19/03/2014 às 15:34

    Bebel se eu estiver com PAA e surgir auxiliar, eu posso pegar essas aulas na minha sede

    Responder
    • 156. apeoesp  |  22/03/2014 às 12:33

      Prezada professora Camila,
      O parágrafo 2º do artigo 3º da resolução 68/2013 diz que: Os docentes integrantes do Projeto poderão, ainda, atuar, a título de acréscimo, em turno diverso, como docente eventual, observado o limite máximo de aulas correspondente ao da carga horária da Jornada Integral de Trabalho Docente.
      Assim, creio que não haverá problemas, respeitado o disposto na lei. Informe-se e oriente-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 157. Daiane  |  19/03/2014 às 16:04

    Prezada Bebel meu eu estava de PAA no final de 2013 e entrei de licença gestante dia 06 de janeiro, gostaria de saber se meu contrato foi extinto, e se em julho deste ano as aulas de PAA serão atribuidas novamente?

    Att Daiane Pereira da Silva Juliani

    Responder
    • 158. apeoesp  |  22/03/2014 às 12:11

      Prezada professora Daiane,
      Seu contrato não pode ser extinto durante a licença gestante. Quanto ao PAA, não é seguro que retorne automaticamente. Informe-se e oriente-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 159. Mariane  |  20/03/2014 às 16:42

    Bom dia
    Gostaria da sua confirmação a respeito da atribuição dos Paas. Soube que não será possível que os professores ingressantes possam sê-los. Estou certa?
    Mariane

    Responder
    • 160. apeoesp  |  22/03/2014 às 11:46

      Prezada professora Mariane,
      Os professores ingressantes, no primeiro ano, devem ater-se à sua jornada de trabalho.
      Bebel

      Responder
  • 161. Ana  |  22/03/2014 às 01:16

    Prezada Bebel, sou categoria O e atribui aulas do PAA e fui informada que não posso dar aula como eventual no mesmo turno que trabalho como PAA, segundo este paragrafo § 2º – Os docentes integrantes do Projeto poderão, ainda, atuar, a título de acréscimo, em turno diverso, como docente eventual, observado o limite máximo de aulas correspondente ao da carga horária da Jornada Integral de Trabalho Docente.
    Contudo em outra orientação encontrei essa informação
    Se ministrar aulas eventuais, antes ou após o horário fixado para o exercício do PAA, ainda que no mesmo turno, será retribuído por essas aulas a título eventual. Ou seja, o que realmente procede?
    Entendi que o projeto tem que ter um horário estabelecido, e fora deste horário poderia dar aula como eventual no mesmo turno.
    Preciso saber o quanto antes, pois precisei entrar como eventual por diversas vezes, será que não vou receber essas aulas?
    Desde já agradeço a atenção.

    Responder
    • 162. apeoesp  |  22/03/2014 às 11:16

      Prezada professora Ana,
      Sugiro que procure o departamento jurídico na subsede para ingressar com recurso, com base nas informações contraditórias e no princípio de que, não havendo prejuízo para suas atividades no PAA, pode assumir aulas no mesmo turno.
      Bebel

      Responder
  • 163. line  |  24/03/2014 às 19:35

    OLA BEBEL, GOSTARIA DE SABER SE SENDO PAA TENHO QUE CUMPRIR AS 6 AULAS NA ESCOLA. EXEMPLO PEGO AS PRIMEIRAS 4 AULAS COMO PAA, DEPOIS SOU OBRIGADA A PEGAR AS DUAS ULTIMAS COMO EVENTUAL ? GRATA

    Responder
    • 164. apeoesp  |  30/03/2014 às 14:15

      Prezada professora Line,
      Não, você não é obrigada, mas poderá fazê-lo. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 165. Fernando Rodrigues  |  25/03/2014 às 01:47

    Boa noite,

    Vi no site da DE de São Vivente especificamente na cidade de Peruibe que existem 19 aulas de PAA para disciplina de História. Gostaria de saber se em todas as DEs possui vagas para PAA especifico em História ou é pra qualquer disciplina que na ausência do Professor ele substitui?

    Responder
    • 166. apeoesp  |  30/03/2014 às 14:18

      Prezado professor Fernando,
      O programa de PAA é prioritariamente para português e matemática e pode ser estendido para outras disciplinas de acordo com a necessidade sentida pela escola. Trata-se de um programa para auxiliar a aprendizagem do aluno e não para substituição de professores.
      Bebel

      Responder
  • 167. Luciana  |  26/03/2014 às 19:44

    Fui informada na escola onde atuo como P.A.A, que não temos direito a licença médica. Porém gostaria de saber se um atestado médico de dois dias pode prejudicar meu contrato.

    Responder
    • 168. apeoesp  |  30/03/2014 às 15:01

      Prezada professora Luciana,
      Creio que a informação não procede, se seu contrato é de categoria O. Até 15 dias a licença é pelo Estado e, sendo superior a este prazo, pelo INSS. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 169. FRANCISCO EMILIO ALVES  |  30/03/2014 às 15:47

    sou categoria 0 e foram atribuidas aulas para mim desde 27/01/2014 de biologia e quimica, agora em 01/04/2014 será admitido professores efetivos nessas areas. portanto ficarei sem aulas .tenho uma pontuação bastante alta e queria saber se posso administrar as aulas de PAA , já que a professora que esta administrando essas aulas tbem é categoria 0, porem não tem ponto algum.

    Responder
    • 170. apeoesp  |  30/03/2014 às 15:59

      Prezado professor Francisco,
      Você conversar com a direção da escola, a quem cabe a atribuição para PAA. Antes, ligue para 11.33506214 e tire suas dúvidas.
      Bebel

      Responder
  • 171. Ana Ligia  |  04/04/2014 às 12:52

    Olá Bebel,estou com com Projeto PAA e sou formada em Licenciatura de Matemática.Sou Obrigada a dar a matéria de outro professor ou posso trabalhar com reforço de matemática nas aulas que vir a substituir.Obrigado.

    Responder
    • 172. apeoesp  |  06/04/2014 às 13:50

      Prezada professora Ana,
      Parece-me que você deve atuar na sua área. Este é o espírito do programa. Do contrário, os estudantes não serão realmente beneficiados.
      Bebel

      Responder
  • 173. juliana  |  09/04/2014 às 01:33

    boa noite Bebel, tenho uma dúvida, por favor me ajuda. Conseguir na atribuição pegar sala livre trabalhei no ano de 2013 todo, , porém não recebi o salário referente as férias. Isso é normal, pois tenho colegas que entraram junto comigo e receberam. Somos categoria O e foi o primeiro contrato… me ajuda.

    Responder
    • 174. apeoesp  |  12/04/2014 às 13:25

      Prezada professora Juliana,
      O Estado só considera o pagamento de férias com 12 meses de exercício. Você poderá receber férias, portanto, em junho (pois as férias nesta ano serão antecipadas).
      Bebel

      Responder
  • 175. Rafaela  |  11/04/2014 às 17:00

    Prezada Bebel tenho 19 aule de PeAA numa escola e dou aula como professora auxiliar também, eles querem me tiirar da minha aula de auxiliar e me colocar para substituir professores em outra sala, com isso os alunos nao tem reforço? Isso é correto?Como faço para denunciar isso?Quais as atitudes devo tomar?

    Responder
    • 176. apeoesp  |  12/04/2014 às 13:53

      Prezada professora Rafaela,
      Defendemos o direito de escolha do professor e conseguimos uma liminar no início do ano. Infelizmente o juiz a retirou, mas orientou todo professor que seja prejudicado a ingressar com ação individual. Sugiro que procure o departamento jurídico na subsede e converse com o advogado ou advogada sobre esta situação.
      Bebel

      Responder
  • 177. Lúcia  |  15/04/2014 às 23:17

    Olá, Bebel, tenho aulas de PAA e na minha escola a direção pede para entrar para auxiliar o professor, na sala de aula, quando não há ninguém para substituir. Isso está correto? Me sinto incomodada com esta situação, pois percebo que alguns professores não gostam, e segunda a direção isto está na resolução.

    Responder
    • 178. apeoesp  |  18/04/2014 às 12:37

      Prezada professora Lúcia,
      A Resolução 68/13 não ampara esta atitude da direção da sua escola:
      Artigo 4º – Os docentes participantes do Projeto Apoio à Aprendizagem deverão atuar nas ausências ocasionais, bem como nas licenças e afastamentos de outros professores, ministrando aulas de qualquer componente curricular, nos anos finais do Ensino Fundamental ou nas séries do Ensino Médio, independentemente de sua habilitação/qualificação, desde que sob orientação e acompanhamento do Professor Coordenador da escola, no correspondente segmento de ensino, exceto quando se tratar da disciplina Educação Física, que exige habilitação docente específica.
      Procure a subsede da APEOESP na região para que entre em contato com a direção da escola.
      Bebel

      Responder
  • 179. eliane  |  16/04/2014 às 12:13

    Bom dia, Bebel
    Eu queria saber se um professor de português faltar, quem entra para substituí-lo é o professor PAA primeiro ou o professor PA, pois o professor PA já está com os alunos de reforço em outra sala.Então, ele sai dessa sala e substitui o professor, mesmo que o professor PAA não esteja em sala nenhuma naquele momento.
    Aguardo sua resposta.

    Responder
    • 180. apeoesp  |  18/04/2014 às 12:46

      Prezada professora Eliane,
      A Resolução 68/2013 determina:
      Artigo 4º – Os docentes participantes do Projeto Apoio à Aprendizagem deverão atuar nas ausências ocasionais, bem como nas licenças e afastamentos de outros professores, ministrando aulas de qualquer componente curricular, nos anos finais do Ensino Fundamental ou nas séries do Ensino Médio, independentemente de sua habilitação/qualificação, desde que sob orientação e acompanhamento do Professor Coordenador da escola, no correspondente segmento de ensino, exceto quando se tratar da disciplina Educação Física, que exige habilitação docente específica.
      Por outro lado, na resolução 2/2012 não está previsto que o PA substitua o professor regente da classe.
      Bebel

      Responder
  • 181. Natalo  |  16/04/2014 às 12:16

    Olá quem trabalha com PAA TEM direito a decimo terceiro , ferias e bonus? se trabalhar o ano todo , obrigada .

    Responder
    • 182. apeoesp  |  18/04/2014 às 12:46

      Prezado professor Natalo,
      Sim. Não há nenhuma disposição em contrário.
      Bebel

      Responder
      • 183. Lane  |  27/04/2014 às 12:27

        Peguei projeto reforço portugues, as aulas foram divididas em 10 no periodo da manha e 10 periodo tarde( mesma escola). Dou 1 aula de manha e 1 aula a tarde.Minha duvida sao qtos dias da semana devo trabalhar para dar 10 de manha e 10 atarde, totalizando 20 aulas?. Pq vejo pessoas q pegaram 20 e trabalham menos diias q euennguem sabe me explicar q calculo é esse. Grata

      • 184. apeoesp  |  03/05/2014 às 12:14

        Prezada professora Lane,
        Não encontrei legislação que discipline este detalhe. Cabe à escola organizar a distribuição das aulas. Informe-se e oriente-se pelo telefone 11.33506214 ou no departamento jurídico, na sua subsede.
        Bebel

  • 185. grace  |  23/04/2014 às 15:58

    boa tarde, Bebel
    Sou categoria O, com aulas do PAA, no entanto no período em que leciono a professora de Português está afastada, a supervisora de ensino (Dir. Jacareí, cidade Arujá) diz que já que eu sou da mesma disciplina sou obrigada a pegar essas aulas, como complemento. Mas eu não tenho interesse, se eu recusar ela disse que eu perco o PAA. Quanto eu perder o PAA eu aceito, mas a categoria O o interesse nas aulas oferecidas posteriormente são facultativas? Não sou obrigada a pega´-las? Caso eu recuse e perca o PAA, posso ser prejudicada futuramente, como O ou como efetiva?
    Obrigada!

    Responder
    • 186. apeoesp  |  27/04/2014 às 12:52

      Prezada professora Grace,
      Você necessita de uma orientação mais precisa sobre a legislação e as regras de atribuição de aulas. No início do ano, conseguimos uma liminar contra os amplos poderes do diretor para “distribuir” as aulas da forma como bem entende. A liminar foi retirada pelo juiz, mas ele orientou todos que se sentirem prejudicados a ingressarem com ação judicial. Por favor, procure o departamento jurídico na subsede ou ligue para 11.33506214 para orientar-se sobre seus direitos e sobre como proceder.
      Bebel

      Responder
  • 187. Souza  |  25/04/2014 às 16:11

    Boa tarde!

    Estou com uma duvida… sou PAA no período noturno e acumulo um cargo efetivo… na quarta-feira dou aula das 8:40 as 18:20 no cargo efetivo… como PAA devo cumprir 19 horas semanais, ou seja, 5 na segunda, 5 na terça, 4 na quinta e 5 na sexta… mas foram reclamar com a diretora da escola que devo cumprir essas 19h de PAA na sequencia… oq faço? há algo que regulamente como devo cumprir essas horas?

    Responder
    • 188. apeoesp  |  27/04/2014 às 14:05

      Prezado professor Souza,
      Não encontrei na legislação esta obrigatoriedade. Para melhor informação, sugiro que ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 189. Andre  |  03/05/2014 às 19:23

    boa tarde gostaria de relatar o meu descontentamento com a forma de atribuição do projeto de apoio aprendizagem sou cat o desde 2009, e na escola onde substituía eles atribuíram o projeto para uma professora efetiva da escola agora que pode dobrar o cargo ela não teve nem o interesse de fazer a prova de categoria o fez o cadastro emergencial e atribuíram as aulas pra ela e o outro professor atua na escola como professor mediador e categoria f aconteceu a mesma coisa os dois foram os escolhidos da diretora onde fica a igualdade nos direitos eu fiz a prova passei e eles tem mais direitos que eu????. Eu estou sem aulas e agora nem a substituicão que podia contar posso mais. Precisa urgente mudar essa forma de atribuição ou vamos voltar ao sistema do QI( quem indica), onde esta a democracia quando a substituição não atribuía ninguém queria agora que atribui os professores eventuais vao ficar desempregados isso e justo?????????

    Responder
    • 190. apeoesp  |  11/05/2014 às 13:34

      Prezado professor André,
      É contra isto que lutamos. De um lado, a precariedade da contratação dos professores da categoria O. De outro, a absoluta liberdade dos dirigentes e diretores de escolas para montar a “grade” de aulas e os projetos, sem que haja regras claras que assegurem os direitos de todos. Infelizmente, as regras para atribuição do PAA, que oferecem oportunidades para professores da categoria O que ficaram sem aulas, permite que possam ser feitas coisas deste tipo. Por favor, ligue para 11.33506214 e verifique se algo pode ser feito.
      Bebel

      Responder
  • 191. Olair de Fatima da Silva  |  11/05/2014 às 12:00

    Bebel, bom dia!
    Estou como PAA em minha escola sede e ouvi dizer que professores que estejam atuando neste projeto não tem direito a licença médica. Gostaria de sabe se isso procede e a lei que fundamenta, pois me causa indignação , caso seja verdade , o professor agora não ter mais esse direito que é de adoecer.
    Grata
    Olair de Fatima

    Responder
    • 192. apeoesp  |  18/05/2014 às 18:19

      Prezado professor Olair,
      Se você tem contrato como categoria O, tem direito a licença pelo INSS, se for superior a 15 dias. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
      • 193. Olair de Fatima da Silva  |  21/05/2014 às 23:48

        Prezada Presidenta Bebel,
        Primeiramente quero lhe agradecer pela atenção.
        Peço-lhe desculpas por não ter esclarecido melhor, acontece que sou professora categoria F e o que eu ouvi dizer é que caso o professor desta categoria e no projeto PAA tire licença médica, quando retornar da licença perde todas as aulas do mesmo.
        Grata
        Olair de Fatima

      • 194. apeoesp  |  25/05/2014 às 16:11

        Prezado professor Olair,
        Sim, é possível que ocorra, pois os estudantes não podem ficar sem este apoio. Só há garantia de retorno para as mesmas aulas para professores titulares de cargo.
        Bebel

  • 195. Oliveira  |  21/05/2014 às 00:44

    O governo vai nos obrigar a trabalhar mais e sem remuneração devido a secretaria digital e o sindicato mais uma vez não fez nada,nada,nada!!!Gostaria de saber o que é que vocês defendem?Será que nem um bom advogado vocês podem pagar?!!

    Responder
    • 196. apeoesp  |  25/05/2014 às 14:58

      Prezado professor Oliveira,
      Creio que você não leu as deliberações da assembleia. Sugiro que leia. Suas ofensas não ajudam em nada a fazer avançar a nossa luta. Melhor seria se oferecesse propostas e sugestões, pois o sindicato não existe sem a colaboração de seus associados. Apenas pagar as mensalidades não resolve este problema, porque o sindicato existe para organizar as lutas dos professores, não para substituí-los.
      Bebel

      Responder
  • 197. Gislene  |  21/05/2014 às 22:41

    Boa noite, sou PAA, e ouvi na escola que trabalho que com a entrada dos efetivos, nós perderemos as aulas de PAA para os professores F que perder as aulas para os efetivos, isso pode?

    Responder
    • 198. apeoesp  |  25/05/2014 às 16:00

      Prezada professora Gislene,
      Sim, é possível, pois os professores da categoria F tem precedência sobre a categoria O para obtenção de aulas. Por isso estamos lutando para que o exercício dos novos concursados se dê apenas em 2015.
      Bebel

      Responder
  • 199. Gustavo Castilheiro de Oliveira  |  22/05/2014 às 11:09

    Sou da área de Biologia e estou como PAA. Gostaria de saber, em relação ao projeto, qual tema devo abordar no mesmo, e se posso abordar temas da minha área como educação ambiental, sexualidade, drogas, entre outros, ou devo desenvolver um projeto de qualquer disciplina e tema propostos pela escola???
    No meu entendimento, posso desenvolver uma atividade dentro da minha área de conhecimento, o que seria mais viável,
    Estou enganado???
    Por favor me esclareça tudo sobre PAA.
    Obrigado!

    Responder
    • 200. apeoesp  |  25/05/2014 às 16:22

      Prezado professor Gustavo,
      A responsabilidade pela coordenação de seu trabalho é a sua unidade escolar. É preciso conversar com a coordenação pedagógica e com os professores da área, na unidade escolar, sobre os conteúdos a abordar, de acordo com o projeto pedagógico que vem sendo desenvolvido.
      Bebel

      Responder
  • 201. michele  |  26/05/2014 às 13:19

    Bom dia, Sou professora categoria O com a disciplina de arte no período da tarde, e no período da manhã sou PAA nesta mesma unidade escolar. Entretanto, estou decepcionada com o projeto, pois a única coisa que tenho feito é dar aulas de matemática (por ordem da direção), aos 8º anos por afastamento da professora deles. Estou perdendo várias aulas de arte em outras escolas por conta do projeto, e não estou conseguindo por em prática o projeto escrito que fiz para trabalhar com os alunos como PAA. Há alguma possibilidade de eu deixar o PAA sem perder minhas aulas de arte da tarde? Ou eu perderia tudo? E qual seria a punição? Pois fiz o concurso, estou esperando a nomeação para fazer o laudo e tomar posse, tenho medo de não pode entrar concursada por causa de punições se eu largar meu cargo. Obrigada.

    Responder
    • 202. apeoesp  |  01/06/2014 às 14:14

      Prezada professor Michele,
      No regime de trabalho do professor da categoria O, do qual discordamos frontalmente, deixar aulas é sinônimo de quebra de contrato, o que pode trazer consequências como o afastamento prolongado da rede estadual de ensino.
      Por favor, informe-se e oriente-se melhor junto ao departamento jurídico na subsede ou ligue para 11.33506214.
      Boa sorte,
      Bebel

      Responder
  • 203. Lane  |  27/05/2014 às 23:34

    o noite, obrigada por responder. Bebel, sobre o projeto apoio a aprendizagem, se a escola decidir continuar pode renovar ocontrato com o prefessor, porem isso nao é obrigatorio, o professor pode recusar renovar o contrato?. Grata.

    Responder
    • 204. apeoesp  |  01/06/2014 às 13:33

      Prezada professora Lane,
      Em princípio, sim. Defendemos o direito de escolha do professor. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 205. renata rocha  |  28/05/2014 às 19:18

    eu to cursando o segundo semestre de história, fui na atribuição de aula em miracatu para pegar PAA, a funcionaria disse que eu não podia pegar,só quem é formado em matematica ou portugues,isso pode?

    Responder
    • 206. apeoesp  |  01/06/2014 às 13:16

      Prezada professora Renata,
      A prioridade é para Matemática e Português, mas a escola pode, sim, atribuir a outras disciplinas se houver necessidade.
      Bebel

      Responder
  • 207. Maria Clementina da Costa Gomes Lopes  |  30/05/2014 às 12:35

    Olá, bom dia! Gostaria que me informasse o número da Resolução que trata sobre as faltas do Professor Auxiliar de classe PI. Obrigada.

    Responder
    • 208. apeoesp  |  01/06/2014 às 12:50

      Prezada professora Maria Clementina,
      O número de faltas é regulado pelas legislações gerais que regem o trabalho dos professores. Lei 10.261/68 (Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado de São Paulo), lei complementar 836/97, lei complementar 1093/09 (categoria O), lei 1044/08 (lei das faltas médicas).
      Bebel

      Responder
  • 209. Lane  |  30/05/2014 às 22:51

    Eventos no sabado, por exemplo uma festa junina, o professor de reforço é obrigado a comparecer? Conta falta?.

    Responder
    • 210. apeoesp  |  01/06/2014 às 12:33

      Prezada professora Lane,
      Sempre que convocado o professor deve comparecer, porém pode exigir pagamento de serviço extraordinário. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 211. Adriano Quirino Rodrigues  |  03/07/2014 às 15:11

    Boa tarde, Tenho aulas Livre atribuídas e aulas de professor auxiliar, terei que me afastar para cirurgia. No entanto sou OFA, tenho perigo ao perder ambas aulas por causa do afastamento? Principalmente as de professor auxiliar? Grato.

    Responder
    • 212. apeoesp  |  05/07/2014 às 11:02

      Prezado professor Adriano,
      Sim, poderá perdê-las. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 213. Julio  |  18/07/2014 às 00:57

    Boa noite, sou professor categoria O aguardando a próxima chamada do concurso. Estou como PAA numa escola e ouvi na secretaria que provavelmente vou perder essas aulas pois os professores categoria F vão perder as aulas para os ingressantes. Essa informação procede?

    Obrigado

    Responder
    • 214. apeoesp  |  19/07/2014 às 12:56

      Prezado professor Julio,
      É possível que ocorra, pois a ordem de prioridade é essa mesma.
      Por isso a APEOESP posicionou-se pelo não ingresso de concursados agora no meio do ano, mas não fomos atendidos pela SEE.
      Bebel

      Responder
  • 215. Julio  |  20/07/2014 às 15:16

    Entendo que seja a ordem de prioridade para que as aulas seja atribuídas, agora existe legitimidade em encerrar um contrato que deveria ser válido por um ano?

    Responder
    • 216. apeoesp  |  27/07/2014 às 16:32

      Prezado professor Julio,
      O contrato é encerrado quando não há aulas. Veja o que pode ser feito juridicamente ligando para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 217. mauro antoniolli  |  23/07/2014 às 12:51

    ola estou entrando na carreria de docente agora, pedi aula de eventual em varias escola só fazem cadastro, e a respeito do PAA eu não entendir esta questão.

    Responder
    • 218. apeoesp  |  27/07/2014 às 14:54

      Prezado professor Antoniolli,
      Você deve verificar nas escolas de seu interesse se há vagas disponíveis para professor de apoio à aprendizagem.
      Bebel

      Responder
  • 219. Joao Barbosa da Silva  |  03/08/2014 às 22:04

    OI, BOA NOITE!!EU SOU FORMADO EM HISTORIA, COMO PROFESSOR PAA, POSSO DAR AULAS DE MATEMÁTICA, JÁ QUE SÓ VOU INICIAR ESSE CURSO NO PROXIMO ANO, POR ENQUANTO ESTOU ESTUDANDO POR CONTA PROPRIA.

    Responder
    • 220. apeoesp  |  04/08/2014 às 18:54

      Prezado professor joão,
      Pode, desde que tenha pelo menos 160 horas desse componente curricular no seu histórico e desde que não haja professor habilitado disponível na escola/DE.
      Bebel

      Responder
  • 221. Lucinéia  |  04/08/2014 às 21:33

    Boa Noite…Sou PAA de matemática e gostaria de saber a respeito da falta médica…O médico me deu 2 dias de afastamento e secretária alegou que como é projeto que estou,tenho direito somente a um dia de atestado e que terei que abonar o outro dia.Como saber qual meu direito…
    Desde já agradeço…

    Responder
    • 222. apeoesp  |  09/08/2014 às 15:37

      Prezada professora Lucineia,
      A contratação de professores da categoria O é regida pela LC 1093/09. É uma péssima lei, que estamos tentando alterar profundamente. Ela limita as faltas médicas a uma por mês e duas por contrato.
      Verifique se algo pode ser feito ligando para 11.33506214.
      Bebel.

      Responder
  • 223. mauro antoniolli  |  04/08/2014 às 21:53

    ola vou nas escola pergunta se estão precisando de professor PAA, as resposta são que não conhecem esse projeto e por causa da eleição não pode contrata nem PAA eeventual ja sou formado estou sem aula. essa forma de contrat ar professor com uma prova de atribuição sou contra temos que lutar para acabar com essa prova na minha opinião so um cadastro ja serviria para todos oas anso

    Responder
    • 224. apeoesp  |  09/08/2014 às 15:35

      Prezado professor Mauro,
      Sim, também somos contra a prova e estamos lutando contra ela e por uma contratação justa.
      Quanto ao PAA, por favor, procure a diretoria de ensino, que poderá contratar e destiná-lo a uma escola, se houver vagas.
      Bebel

      Responder
  • 225. Ana Paula Oliveira Silva  |  05/08/2014 às 00:08

    boa noite Bebel !!

    Sou P.A..A. , me informaram que não posso pegar afastamento por motivo de doença por mais que 3 dias , isso procede , mesmo que por motivo de doença

    Responder
    • 226. apeoesp  |  09/08/2014 às 15:22

      Prezada professora Ana,
      Se você é da categoria O, tem direito a licença de 15 dias pelo Estado e, em período superior, pelo INSS. Verifique exatamente sua situação e informe-se melhor pelo telefone 11.33506214 ou no departamento jurídico, na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 227. Paulo  |  20/08/2014 às 13:43

    Bom dia…Como a escola deve proceder diante da seguinte situação: Sou categoria O na escola que eu trabalho tinha 6 vagas, fui o segundo a escolher, agora na hora de perder as aulas estão dizendo que sou o primeiro a perder..Isso está correto? poque quem escolheu depois de mim, teoricamente está depois na classificação.A escola deve seguir qual classificação?Geral da DE?Obrigada.

    Responder
    • 228. apeoesp  |  23/08/2014 às 12:50

      Prezado professor Paulo,
      É preciso verificar se o segundo a escolher era professor da categoria O, efetivo ou F. O professor efetivo ou da categoria F tem prioridade em manter as aulas. Se era igualmente da categoria O, neste caso você deve contestar, porque a classificação deve prevalecer.
      Bebel

      Responder
  • 229. Paulo  |  20/08/2014 às 13:44

    Desculpa esqueci de citar que são as aulas do PAA.

    Responder
  • 230. Elisangela  |  21/08/2014 às 01:56

    Boa noite
    Gostaria de tirar uma duvída sobre o PAA,sou categoria O professora de matemática,diretoria de ensino de Itaquaquecetuba,estava como professora PAA desde abril desse ano,como os professores que passaram no concurso começaram a assumir,uma professora categoria F perdeu suas aula
    e então atribuirão as minhas aulas de PAA para ela ,isso é certo?
    Sendo que o contrato de PAA é de um ano,oque devo fazer?

    Responder
    • 231. apeoesp  |  23/08/2014 às 13:01

      Prezada professora Elisângela,
      Essa é uma consequência do ingresso no meio do ano. Lutamos para que isso não acontecesse. O professor da categoria F tem prioridade para manter aulas. Informe-se sobre algo que possa ser feito pelo telefone 11.33506214. Creio, porém, que não haja muito a fazer neste caso.
      Bebel

      Responder
  • 232. Elina  |  22/08/2014 às 02:26

    Boa noite, sou categoria F e perdi minhas aulas para um ingressante. A questão é que não posso assumir o PAA da noite e estão tentando me obrigar, além do mais prejudicarei um colega categoria O. O que acontece se eu realmente não puder assumir esse projeto no período noturno? Obrigada

    Responder
    • 233. apeoesp  |  23/08/2014 às 11:35

      Prezada professora Elina,
      Como categoria F, você é estável, e ficará com horas de permanência na escola. Informe-se melhor sobre seus direitos pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 234. mauro antoniolli  |  23/08/2014 às 18:14

    boa tarde, atribuir aula em uma escola tive o direito de preferencia lecionei dois dias de aula e me dispensaram das aulas pelo motivo que periodo de eleição para quem não tem contrato a secretaria da educação não estão fazendo novos contratos, eu não tenho contrato, me disseram que só pode contratar professores que já tem contrato me explica o motivo porque a educação não esta fazendo contrato como vai ficar a semana que eu lecionei sem contrato outra duvida para assumir aula só pode assumir depois que assina o contrato, sou novo de formado tenho muitas duvidas.

    Responder
    • 235. apeoesp  |  30/08/2014 às 14:14

      Prezado professor Mauro,
      O período eleitoral impõe restrições à contratação. Você tem direito a receber as aulas ministradas. Ingresse com recurso na diretoria de ensino.
      Bebel

      Responder
  • 236. luciana  |  28/08/2014 às 23:41

    Boa noite, Bebel preciso de ajuda, participei da primeira atribuição em 2013 e consegui pegar sala livre e trabalhei o ano todo, porém nao tive direito a ferias. Nesse ano novamente participei da primeira atribuição e conseguir uma sala de substituição, porém por motivo pessoal tive que me desligar da escola, abrindo mao da sala no dia 29/07, fui informada que no dia 05/09 teria algum salario a receber, mas nao foi provisionado ainda.. Tenho realmente direito a esse salario, e como fica minha situação sobre o 13° e as ferias, ja que fui eu que desistir da sala. Ano que vem posso participar da atribuição normalmente…. tenho muitas duvidas, e muito preocupada, por nao estar trabalhando….obrigada

    Responder
    • 237. apeoesp  |  30/08/2014 às 12:49

      Prezada professora Luciana,
      Suponho que você pertença à categoria O. Há divergências entre a APEOESP e o estado sobre o pagamento desses direitos. Consideramos que o professor da categoria O deve receber férias e 13º, mesmo que sejam proporcionais ao tempo trabalhado. Como o Estado se recusa a pagar, é preciso recorrer à via judicial. No caso de rompimento de contrato, o Estado pretende manter o professor afastado por cinco anos, o que nós contestamos como ilegal. Por favor, entre em contato com o telefone 11.33506214 e verifique como proceder.
      Bebel

      Responder
  • 238. luciana  |  01/09/2014 às 01:25

    boa noite Bebel, por ter rompido o contrato, não poderei lecionar no Estado por 5 anos? E os 19 meses trabalhados nao terei direito as ferias????

    Responder
    • 239. apeoesp  |  06/09/2014 às 12:37

      Prezada professora Luciana,
      A APEOESP discorda totalmente desse afastamento por cinco anos e você pode recorrer ao departamento jurídico.
      Você deve requerer o pagamento de suas férias, às quais tem direito.
      Bebel

      Responder
  • 240. Priscila  |  02/09/2014 às 19:51

    Olá, gostaria de saber se o diretor de escola pode atribuir as aulas de Apoio à Aprendizagem por perfil.

    Responder
    • 241. apeoesp  |  06/09/2014 às 12:20

      Prezada professora Priscila,
      Infelizmente, sim.
      Bebel

      Responder
  • 242. mauro antoniolli  |  06/09/2014 às 18:22

    ola, estou com uma duvida grande eu trabalho em uma empresa de economia mista chama-se proguaru no municipio de guarulhos, como professor contratado na categoria O ou nas demais categorias sera acumulo de cargo. Ou e só acumulo de cargo se eu tivese feito o ultimo concurso para fica efetivo. Nesta empresa eu trabalho na função de agente de portaria. Esta e a minha duvida como só no contrato posso ingresar como docente no estado.

    Responder
    • 243. apeoesp  |  13/09/2014 às 15:55

      Prezado professor Mauro,
      O acúmulo de cargos é apenas para dois cargos de docente.
      Bebel

      Responder
  • 244. GISELE BOARO  |  18/09/2014 às 23:52

    QUERIDA BEBEL, SOU PROFESSORA EFETIVA DO CICLO 1 E ESTOU NA CONDIÇÃO DE ADIDA E NÃO ME CONFORMO DO GOVERNO TER CRIADO A RESOLUÇÃO DO PROJETO PRESENÇA E NOS JOGAR EM SALAS DO CICLO II E ENSINO MÉDIO, CONTÁVAMOS COM A REMOÇÃO PARA TENTARMOS UMA VAGA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, PORÉM ELE ABRIU UM EDITAL OFERECENDO QUASE 6 000 VAGAS PARA O CICLO I SEM ANTES ALOCAR TODAS NÓS QUE ESTAMOS ADIDAS, ALIÁS ESTAMOS ENTRANDO EM SALAS DO CICLO II E ENSINO MÉDIO E RECEBENDO COMO CICLO I, ESTAMOS CRIANDO UMA MOVIMENTAÇÃO EM NOSSA CIDADE JACAREÍ, ALIÁS FAÇO PARTE DA ESCOLA MARIA DE LOURDES VILELA E TRABALHO COM O ROBERTO MENDES E SOU FILIADA A APEOESP E QUERO FAZER JUS AOS MEUS DIREITOS ADQUIRIDOS QUANDO ASSUMI UM CARGO PÚBLICO E NÃO SER TRATADA COMO SE EU FOSSE UM PROFESSOR EVENTUAL SEM CONCURSO NENHUM. TENHO UM GRUPO DE PROFESSORAS TAMBÉM ADIDAS E VAMOS MOBILIZAR O MAIS BREVE POSSÍVEL PARA QUE ELE ABRA O PROCESSO DE REMOÇÃO ANTES DA EFETIVAÇÃO DESSES NOVOS PROFESSORES.

    Responder
    • 245. apeoesp  |  20/09/2014 às 09:36

      Prezada professora Gisele,
      Sim, você tem razão. Estamos questionando oficialmente a SEE sobre a remoção e poderemos ingressar com ação judicial quanto a esta questão. Lembro que temos assembleia estadual agendada para o dia 25/09, às 10 horas, na Praça da República e que este assunto estará na pauta.
      Bebel

      Responder
  • 246. Vânia Regina dos Santos  |  07/10/2014 às 13:02

    Bom dia Bebel. Peguei aulas em substituição e três dias depois larguei as mesmas por motivos de Tratamento do coração.Tinha contrato em aberto. Após 7 meses, agora, penso em voltar a lecionar, pois terminei meus tratamentos
    Quais as implicações que sofro? Há problemas? Posso concorrer às aulas de PAA?

    Obrigada, desde já, por sua atenção.

    Responder
    • 247. apeoesp  |  11/10/2014 às 11:49

      Prezada profesora Vania,
      É possível que tenha sido considerado rompimento de contrato e que você tenha que permanecer afastada por longo período da rede. Sugiro que tente fazer a inscrição. Conforme a resposta,ligue para 11.33506214 ou procure a subsede.
      Bebel

      Responder
  • 248. Vanessa  |  08/11/2014 às 10:18

    Por favor, o professor PAA que foi contratado em Março de 2014 e infelizmente tera seu contrato extinto em Dezembro do mesmo ano, terá direito á ferias?
    Obrigada
    Vanessa

    Responder
    • 249. apeoesp  |  08/11/2014 às 20:13

      Prezada professora Vanessa,
      Infelizmente, não. O Estado só paga férias para quem completa 12 meses de trabalho. Pode tentar a via judicial para receber proporcionalmente. Procure a subsede.
      Bebel

      Responder
  • 250. Maria Jose  |  12/11/2014 às 16:31

    BOA TARDE MINHA DUVIDA É REFERENTE A ATRIBUIÇÃO DESTE PROJETO COMO É FEITA ? A DIRETORA ESCOLHE E OFERECE? OU TEM UM PERIDO DE INSCRIÇÕES ? … SOU EVENTUAL A 1 ANO E PARA 2015 EU CONSEGUIRIA O PROJETO NESSA ESCOLA QUE EU ESTOU ?

    Responder
    • 251. apeoesp  |  15/11/2014 às 11:48

      Prezada professora Maria José,
      Para a APEOESP, as aulas de projetos devem ser disponibilizadas para todos os professores na atribuição de aulas e não ser uma escolha do(a) diretor(a).
      Bebel

      Responder
  • 252. carina  |  12/11/2014 às 16:32

    BOA TARDE MINHA DUVIDA É REFERENTE A ATRIBUIÇÃO DESTE PROJETO COMO É FEITA ? A DIRETORA ESCOLHE E OFERECE? OU TEM UM PERIDO DE INSCRIÇÕES ? … SOU EVENTUAL A 1 ANO E PARA 2015 EU CONSEGUIRIA O PROJETO NESSA ESCOLA QUE EU ESTOU ?

    Responder
    • 253. apeoesp  |  15/11/2014 às 11:47

      Prezada professor Carina,
      Para a APEOESP, as aulas de projetos devem ser disponibilizadas para todos os professores na atribuição de aulas e não ser uma escolha do(a) diretor(a).
      Bebel

      Responder
  • 254. luciana  |  12/11/2014 às 23:13

    ola Bebel, sou categoria O, peguei substituição em fevereiro e quebrei o contrato em agosto, queria saber se terei direito as férias a o decimo proporcional … lembrando que trabalhei 6 meses em 2012, e 11 meses no ano de 2013 e nunca recebi o valor das ferias.. Obrigada e aguardo contato

    Responder
    • 255. apeoesp  |  15/11/2014 às 11:38

      Prezada professora Luciana,
      O Estado só paga férias para professores que completam doze meses de trabalho dentro do mesmo ano, com o que não concordamos. Da mesma forma, você deveria ter recebido o 13º proporcional quando da rescisão contratual. Deverá recorrer judicialmente para obter esses direitos. Para melhor informação, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 256. Carina SB  |  13/11/2014 às 18:32

    BOA TARDE MINHA DUVIDA É REFERENTE A ATRIBUIÇÃO DESTE PROJETO COMO ELA É FEITA????
    A DIRETORA DA ESCOLA ESCOLHE E OFERECE O PROJETO? OU TEM UM PERIODO DE INSCRIÇÃO ? SOU EVENTUAL A 1 ANO E PARA 2015 EU CONSEGUIRIA O PROJETO NESTA ESCOLA QUE ESTOU ???? OBRIGADA

    Responder
    • 257. apeoesp  |  15/11/2014 às 11:28

      Prezada professora Carina,
      Há diferentes procedimentos no caso dos projetos e nós, da APEOESP, não concordamos com esse desregramento, que permite decisões discricionárias de diretores e dirigentes. Vamos cobrar da SEE que todas as aulas de projetos sejam disponibilizadas na atribuição de aulas, juntamente com as demais, sujeitas às mesmas regras, para todos possam ter as mesmas chances, de acordo com suas qualificações.
      Bebel

      Responder
      • 258. Carina SB  |  15/11/2014 às 18:10

        Oi Boa Tarde.. Quero agradecer primeiramente pela atenção …Na escola onde estou como eventual tem 2 PAA projeto apoio aprendizagem no periodo da manha e eu como eventual … Como devo proceder para falar que eu quero participar desse projeto ano que vem nesta escola????

        Não sei muito bem como funciona o projeto mas eu liguei da diretoria de ensino e me explicaram assim… no periodo da manha ter 2 PAA periodo da tarde mais 2 e periodo da noite mais 2 por causa da quantidade de salas como no caso na escola onde eu estou já esta completo ….

        então se eu chegar na minha diretora e falar que quero atribuir como PAA eu posso ?? mesmo tendo esses dois PAA????

      • 259. apeoesp  |  20/11/2014 às 14:15

        Prezada professora Carina,
        Em primeiro lugar, por decisão do Conselho de Representantes, queremos que as aulas de projetos sejam disponibilizadas na atribuição de aulas, para que não fique dependendo de decisões dos diretores.
        Na situação atual, se permanecer, você pode manifestar seu interesse, mas a diretora terá que remanejar quem já está ocupando essa função no turno que você deseja.
        Bebel

  • 260. César Relva  |  18/11/2014 às 23:47

    Olá bebel, escolhi uma vaga de agente de organização escolar, mais sou formado em licenciatura plena, fui obrigado a escolher depois que perdi minhas aulas de p.a.a para um professor categoria F, que também perdeu suas aulas pelo ingresso dos novos efetivos, gostaria de saber, porque o agente é impedido de acumular cargo com professor, e se o sindicato já entro com alguma ação para a SEE, a favor dos agentes ou não é de suas autorias?
    desde já Obrigado
    césar.

    Responder
    • 261. apeoesp  |  20/11/2014 às 13:36

      Prezado professor César,
      A lei só permite o acúmulo de dois cargos docentes.
      Bebel

      Responder
  • 262. Eduardo  |  21/11/2014 às 01:19

    Olá, o professor efetivo que quiser pegar mais 20 aulas com cat O, tem preferencia ou não?

    Responder
    • 263. apeoesp  |  22/11/2014 às 10:14

      Prezado professor Eduardo,
      Não, a classificação para categoria O é sequencial. Não há diferenciação para efetivos.
      Bebel

      Responder
  • 264. Vanessa  |  03/12/2014 às 15:48

    Por favor, a escola onde atuo como paa disse que não há problema algum em continuar comigo no próximo ano nessa mesma área.
    Mas não sei quando as inscrições de paa será feitas , pois esse ano consegui o contrato em 18 de Março apenas.
    Em 2015, será tarde tbm essa atribuição?
    Obrigada

    Responder
    • 265. apeoesp  |  06/12/2014 às 12:43

      Prezada professora Vanessa,
      Nossa luta, primeiro, é para que o projeto seja mantido, pois há rumores de cortes. Segundo, queremos que todas as aulas, inclusive de projetos, já sejam atribuídas no processo inicial de atribuição de aulas.
      Bebel

      Responder
  • 266. Clayton  |  04/12/2014 às 02:08

    Boa Noite !!!

    Bebel, poderia me dizer se esse Projeto de Apoio a Aprendizagem será mantido no exercício de 2015, ouvi conversas que será extinguido !!!

    Prof. Clayton

    Responder
    • 267. apeoesp  |  06/12/2014 às 12:31

      Prezado professor Clayton,
      Há rumores de que será extinto. Vamos cobrar um posicionamento do Secretário, pois somos contra que se tire essa possibilidade aulas para os professores.
      Bebel

      Responder
  • 268. Paulo  |  08/12/2014 às 23:11

    Boa noite,

    Gostaria de saber como ficará a minha situação em 2015.Comecei o meu contrato em Abril de 2013 (categoria O), mas não consegui fazer a inscrição para 2015. Vou ter que ficar 200 dias sem trabalhar?Obrigado.

    Responder
    • 269. apeoesp  |  13/12/2014 às 16:05

      Prezada professor Paulo,
      Se já usou a quarentena, sim, pela atuais regras. A APEOESP ingressou com ação judicial pelo fim da duzentena e agora ingressou com nova ação, em conjunto com UBES, UPES e CRECE.
      Bebel

      Responder
      • 270. Vanessa  |  13/12/2014 às 19:21

        Bebel,

        Então todo mundo que tinha o contrato de 2013 e que não pode fazer a inscrição pra 2015 estão de duzentena?????

      • 271. apeoesp  |  20/12/2014 às 15:18

        Prezada professora Vanessa,
        Não. Somente os que já se utilizaram da quarentena.
        Bebel

  • 272. Luciane  |  11/12/2014 às 18:10

    Olá

    Corre um boato na nossa Diretoria de que o Projeto Professor de Apoio a Aprendizagem e Professor auxiliar será extinto em 2015. Vocês saberiam informar se isso procede?

    Responder
    • 273. apeoesp  |  13/12/2014 às 12:25

      Prezada professora Luciane,
      Na reunião com o Secretário da Educação, o mesmo informou que todos os projetos estão passando por avaliação.
      Bebel

      Responder
  • 274. Vanessa  |  21/12/2014 às 14:49

    Bebel, a cada comentário fico mais confusa.
    Eu tive meu primeiro contrato como eventual em junho de 2013… Já em março de 2014 entrei como paa na mesma escola. Eu havia passado na processo seletivo em 2013, aí quando fiz minha inscrição no gdae fui informada que meu contrato era de 2013 e agora só cadastramento emergencial .
    A secretaria da escola disse: seu contrato de 2013 como eventual, derrubou o de 2014 como paa, por isso não aceitaram sua inscrição…
    To perdida! Um contrato derruba o outro? Tive só meio ano de eventual , e depois já virei paa… Sou estudante do 6 semestre letras, tenho como cair na duzentena com essa bagunça toda? Nem sei se cumpri quarentena pois eventuei de junho de 2013 e aí em março de 2014 fui paa… To com muitas dúvidas. Agora o paa foi extinto? E minha prova de 2013? Não valeu de nada ? Socorro!

    Responder
    • 275. apeoesp  |  28/12/2014 às 12:42

      Prezada professora Vanessa,
      Se o seu primeiro contrato é de 2013, encerrando-se em 2014, e você não cumpriu ainda quarentena, poderá cumpri-la agora e participar da atribuição inicial em janeiro. Se já teve um contrato anterior e cumpriu quarentena, terá que cumprir duzentena agora, ficando para o cadastro emergencial, se não conseguirmos alterar isto judicialmente.
      Para melhor informação, ligue para 11.33506214 ou procure o departamento jurídico na subsede. Dependendo da situação, se não reconhecerem seus direitos, talvez precise de uma ação judicial.
      Boa sorte.
      Bebel

      Responder
      • 276. Renata  |  29/12/2014 às 10:31

        Bebel bom dia.
        Este ano por falta de opção foi atribuído a mim duas salas.No início do ano uma licença saúde e depois das férias atribui uma licença prêmio.
        Fui informada de que não terei pagamento em fevereiro mas porquê já que trabalhei? Não existe uma lei ou uma ação judicial na qual eu possa ser favorecida ?
        Obrigada

      • 277. apeoesp  |  03/01/2015 às 22:38

        Prezada professora Renata,
        Por favor, procure o departamento jurídico na sua subsede para ser orientada ou ligue para 11.33506214.
        Bebel

      • 278. renata  |  12/01/2015 às 12:49

        Querida Bebel. Conforme a última informação referente ao concurso público de professores, fui aprovada no mesmo, porém no meu diploma não consta a informação de séries iniciais, entrei em contato com a faculdade na qual estudei solicitando uma averbação, mas a mesma se negou a realizar. Informando que o meu diploma está de acordo com as leis previstas pela See. Entrei em contato com a secretaria da educação e estou aguardando um retorno, entrei em contato coma VUNESP, que me disse que este assunto não é de responsabilidade deles, e agora o que fazer, não posso chegar até aqui e perder minha oportunidade.
        A única informação que consta em meu diploma é : concluiu o curso de Pedagogia na data (tal), confere-lje o grau de Licenciada e outorga-lhe o presente diploma, a fim de que possa gozar de todos os direitos e prerrogativas legais. Já no meu histórico, consta informações de todas as disciplinas inclusive ensino fundamental.
        Não se o que fazer Bebel, nem a quem recorrer, estou desesperada, porque estudei tanto para chegar agora e não conseguir assumir meu cargo. Por favor me ajude, me indique o que posso fazer, será mesmo que a SEE não irá aceitar o meu diploma, um vez que já trabalho, que estou sim habilitada, que conclui o curso de Pedagogia? Aguardo retorno.

      • 279. apeoesp  |  17/01/2015 às 10:21

        Prezada professora Renata,
        A informação que divulgamos é uma recomendação do departamento jurídico da APEOESP para aumentar a segurança dos candidatos no momento da posse. Não se preocupe, pois o seu direito está garantido. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
        Bebel

  • 280. Elaine Alves de Oliveira Silva  |  30/12/2014 às 11:03

    Olá gostaria de saber o porquê do fim do PAA em 2015? Um projeto bom e que deu certo vai acabar mesmo?

    Responder
    • 281. apeoesp  |  03/01/2015 às 22:54

      Prezada professora Elaine,
      Não sabemos. Já protestamos contra isso, mas o Secretário diz que os projetos estão todos sob avaliação. Já solicitei audiência para continuarmos a lutar para que não acabem.
      Bebel

      Responder
      • 282. Elaine Alves de Oliveira Silva  |  05/01/2015 às 10:44

        Olá Bebel, eu vi no site da diretoria de ensino de Capivari que o Projeto PAA não será instinto. Gostaria de saber se essa informação confere.

      • 283. apeoesp  |  11/01/2015 às 11:16

        Prezada professora Elaine,
        Sim, de fato o projeto não foi extinto.
        Bebel

  • 284. Daniele Ruiz da Silva  |  30/12/2014 às 18:19

    Olá sou professora de língua portuguesa categoria O e meu contrato se encerrou agora dia 18/12 enfim não consegui fazer meu cadastro para atribuição, vou ter que esperar o cadastro emergencial que esta previsto para Fevereiro, bem sou diretoria leste 5 e gostaria de saber se vai ter esse projeto de apoio a aprendizagem o PAA e o auxiliar para o ano de 2015, minha dúvida e que correm boatos de que esses dois projetos vão ser extintos o ano que vem.
    Estou super preocupada com essa situação, ficaria muito grata se tivesse uma resposta obrigada

    Responder
    • 285. apeoesp  |  03/01/2015 às 22:56

      Prezada professora Daniele,
      O Secretário diz que os projetos estão sob avaliação, mas ainda não afirmou que o PAA será extinto. Já solicitei audiência para continuar lutando para que não acabe.
      Bebel

      Responder
  • 286. Renata  |  02/01/2015 às 15:11

    Bebel boa tarde. Sou professora categoria O, esse ano de 2013 fui obrigada a assumir duas licenças..uma no ínicio do ano (licença saúde) e a segunda após o recesso uma licença prêmio, porém fui informada pela gerente da minha escola que por ser uma licença não tenho direito a receber salário em FEVEREIRO. Nossa isso é um absurdo, porque trabalhei igual, porque então ela não me disse isso antes de assumir a sala, porque eles precisavam de professores, mas depois cada um por si…estou indignada com essa situação, porque tenho meus compromissos financeiros.
    SERÁ que não existe nenhuma Lei aonde eu posso ser atendida, para não ficar sem meu pagamento em fevereiro.?
    Será que alguém pode me ajudar.?
    OBRIGADA.

    Responder
    • 287. apeoesp  |  04/01/2015 às 12:37

      Prezada professora Renata,
      Por favor, procure o departamento jurídico na subsede, com documentação, para ser orientada e eventualmente ajuizar mandado de segurança.
      Bebel

      Responder
  • 288. marli25  |  03/01/2015 às 23:34

    Boa Noite Bebel…
    Sou professora de matemática categoria O, contrato aberto em 2014. Gostaria de saber se posso lecionar em 2015 como eventual em escola que não é minha sede (escola que abriu meu contrato). Pois a escola que abriu meu contrato fica muito longe da minha casa.
    Aguardo retorno
    Grata

    Responder
    • 289. apeoesp  |  04/01/2015 às 13:25

      Prezada professora Marli,
      Você não pode interromper unilateralmente seu contrato, sob pena de não poder retornar em curto ou médio prazo. Informe-se melhor sobre como proceder pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 290. André  |  06/01/2015 às 12:57

    Bom dia sou professor de matemática categoria O e meu contrato se encerrou agora dia 19/12 fiquei impedido de fazer meu cadastro para atribuição,mas sou remanescente concurso.
    Terei que cumprir quarentena ou duzentena?
    Vou ter que esperar o cadastro emergencial?
    Gostaria de saber se vai ter projeto de professor de apoio a aprendizagem o PAA para o ano de 2015?
    Desde já agradeço.

    Responder
    • 291. apeoesp  |  11/01/2015 às 11:47

      Prezado professor André,
      Sim, a legislação de categoria O obriga à quarentena e duzentena.
      estamos com duas ações na justiça para derrubar a duzentena.
      O projeto de PAA foi mantido, com atribuição específica.
      Bebel

      Responder
  • 292. André  |  08/01/2015 às 12:06

    Bom dia sou professor de matemática categoria O e meu contrato se encerrou agora dia 19/12,sou remanescente do ultimo concurso.
    Vou ter que cumprir quarentena ou duzentena?Recebi 13º, tenho direito a férias?

    Att.

    André

    Responder
    • 293. apeoesp  |  11/01/2015 às 12:38

      Prezado professor André,
      Terá que cumprir duzentena, se já cumpriu quarentena uma vez. Estamos tentando derrubar a duzentena na justiça.
      Você tem direito a férias. se não receber, procure o departamento jurídico na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 294. André  |  27/01/2015 às 15:00

    Bebel, tem alguma posição em relação a ação para derrubar a duzentena?

    Responder
    • 295. apeoesp  |  31/01/2015 às 12:59

      Prezado professor André,
      Não conseguimos a liminar. Recorremos. Estamos orientando todos os professores a ingressar com ações individuais.
      Bebel

      Responder
  • 296. Tereza cristina  |  01/02/2015 às 00:26

    Querida Bebel primeiramente gostaria de agradecer pelo apoio que sempre voce nos deu,sou categoria f e gostaria de saber,tenho 4 aulas atribuidas ,sera que posso pegar as aulas de paa ,pois sou a unica f de lingua portuguesa na minha escola.Desde ja obrigada.

    Responder
    • 297. apeoesp  |  07/02/2015 às 14:21

      Prezada professora Tereza,
      Creio que sim. Para melhor informação, por favor, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 298. Eliane  |  02/02/2015 às 19:05

    Ola Bebel!
    Quando será aberta atribuição para professor PAA?Grata!

    Eliane

    Responder
    • 299. apeoesp  |  07/02/2015 às 13:54

      Prezada professora Eliane,
      A partir de março.
      Bebel

      Responder
  • 300. Elaine Alves de Oliveira Silva  |  12/02/2015 às 19:42

    Olá Bebel, tudo bem?gostaria de saber por que nós que temos pedagogia não podemos fazer o cadastro?

    Responder
    • 301. apeoesp  |  15/02/2015 às 10:49

      Prezada professora Elaine,
      Diretorias tem aberto cadastro para determinadas disciplinas e para PEB I, outras não. É tudo uma bagunça total, por isso vamos à greve.
      Bebel

      Responder
  • 302. André Molina  |  20/02/2015 às 16:05

    Olá, tudo bem? Meu contrato de PAA foi encerrado em dezembro de 2014. Ouvi dizer que teria um acerto até fevereiro, está correta esta afirmação? Se sim, existe alguma data, porque até agora não veio nada, e me disseram que seria até o dia 20.
    Desde já, grato!

    Responder
    • 303. apeoesp  |  21/02/2015 às 11:54

      Prezado professor André,
      De acordo com informações da SEE, esses acertos devem ser feitos até 27/02. Caso não ocorra, procure o departamento jurídico na subsede para orientar-se sobre como proceder.
      Bebel

      Responder
  • 304. Andre Luiz Souza  |  20/02/2015 às 16:52

    Gostaria de saber se a data de atratribuição do PAA ja foi deferida..obrigado

    Responder
    • 305. apeoesp  |  21/02/2015 às 11:51

      Prezado professor André,
      Deve ocorrer em março, mas ainda não foi divulgada nenhuma data.
      Bebel

      Responder
  • 306. Kátia  |  24/02/2015 às 22:20

    Bebel, irá ocorrer alguma mudança no número de aulas do PAA? Aguardo uma resposta. Kátia.

    Responder
    • 307. apeoesp  |  28/02/2015 às 13:01

      Prezada professora Kátia,
      Ainda não tenho nenhuma informação sobre isto.
      Bebel

      Responder
  • 308. Eliane  |  02/03/2015 às 00:31

    Olá Bebe!Tudo bem?

    Alguma novidade sobre a atribuição do PAA?Pois não está fácil este ano para quem é categoria O!!! Muitas salas se fecharam e isso esta sendo um agravante maior para nós !Abraços!

    Eliane

    Responder
    • 309. apeoesp  |  08/03/2015 às 12:41

      Prezada professora Eliane,
      Temos informação de que será em 13/03. Procure a sua DE.
      Bebel

      Responder
      • 310. Renata  |  08/03/2015 às 19:05

        Bebel gostaria de saber quanto a duzentena, pois muitos profs. estão vivenciando essa dificuldade agora , como a Apeosp irá se posicionar em favor dos profs que estão sendo prejudicados.??

      • 311. apeoesp  |  15/03/2015 às 14:11

        Prezada professora Renata,
        Não entendi sua pergunta, tendo em vista que a luta contra a duzentena é uma das lutas centrais da APEOESP e não é de hoje e sim desde 2009, quando a lei foi criada.
        Você sabia que inicialmente só havia duzentena? Você sabia que a possibilidade de quarentena foi criada por luta da APEOESP. Você sabia que no ano passado nós derrubamos a duzentena por meio de ação judicial? Você sabia que neste ano ingressamos com duas ações judiciais coletivas, mas não conseguimos liminar? E elas continuam tramitando no TJSP? Você sabia que a APEOESP está ajuizando ações individuais e temos conseguido vitórias em mais de 20 regiões do estado? basta procurar o departamento jurídico na subsede.
        Você sabia que o fim da duzentena (e da quarentena também) é um dos pontos centrais da nossa greve que começou na sexta-feira e que também tem na pauta um nova forma de contratação de professores temporários, que garanta direitos?
        Pois então, todas essas informações estão aqui no blog e no portal da APEOESP (www.apeoesp.org.br). É só ler, se informar e, assim, não dizer mais que a APEOESP não se posiciona em favor dos professores que estão sendo prejudicados, pois isto não é verdadeiro e é profundamente injusto com uma entidade que defende todos os professores.
        Bebel

      • 312. Renata  |  15/03/2015 às 14:33

        Nossa Sra. Educada Bebel. Me sinto agredida verbalmente com suas palavras, como se eu tivesse ofendido ao sindicato com a minha pergunta sobre a duzentena, afinal tenho amigas que não estão trabalhando, e dai, ninguém vai fazer nada? Porque não estão mesmo fazendo, porque você se ofendeu tanto, já que foram a suas palavras mesmo que disseram que essa luta é desde 2009, então não me venha com ironias, se não tem capacidade de ouvir as perguntas e responde-las com educação, então sai fora. Aliás estou dentro dos que aprovação a sua queda.
        Como pode um professor ficar 200 dias sem trabalhar, que absurdo isso, que horrendo, que democracia é essa em que vivemos, não posso realizar uma pergunta que sou ofendida.
        Não perguntei pra ofender ninguém, só queria mesmo saber o que está acontecendo, como nós professores não temos voz perante o governo e vocês são o sindicato que “teoricamente” nos representa e está a frente e tem mais acesso ao governo, pensei então que alguma coisa poderia estar sendo movido em nosso favor, é só isso.
        Estúpida.

      • 313. apeoesp  |  21/03/2015 às 16:47

        Prezada professora Renata,
        Reafirmo minhas palavras. Nosso sindicato não é responsável pelos desmandos do governo e lutamos contra todos eles. No momento nossa categoria está em greve, lutando contra esses desmandos. Não aceito que se insinue que o sindicato aceita essa situação e que nada faz, pois demonstrei que lutamos contra ao regime de contratação do professor da categoria O desde que existe.
        Sei ler e li muito bem suas palavras e suas intenções. Releia o seu texto e o tipo de pergunta que fez.
        Bebel

      • 314. luciana  |  29/03/2015 às 18:30

        ola Bebe, trabalhei em 2014 ate agosto com sala substituição… tenho direito ao bônus? e agora estou comprimindo duzentena!!!!

      • 315. apeoesp  |  04/04/2015 às 12:11

        Prezada professora Luciana,
        O cumprimento de duzentena não interfere. Receberá se tiver cumprido os requisitos.
        Bebel

  • 316. Lucinéia Pereira Clemente  |  08/03/2015 às 21:36

    Olá Bebel! Tudo bem?
    Gostaria de saber se os contratos de emergencia poderão participar das atribuições de PAA, em 2014 eu era PAA mais meu contrato encerrou no final do ano, já cumpri a quarentena e participei da contratação de emergência, E agora posso participar da atribuição para PAA que irá ocorrer dia 13/03 na Diretoria de Ensino??

    Lucineia, Professora de Matemática

    Responder
    • 317. apeoesp  |  15/03/2015 às 14:04

      Prezada professor Lucineia,
      Sim, poderão.
      Bebel

      Responder
  • 318. Eliane  |  11/03/2015 às 14:23

    Olá Bebel!

    Professor categoria O sem licenciatura em Portugues ou Matemática não poderá participar da atribuição de PAA? É isso que a resolução realmente quer dizer?Grata!

    Eliane

    Responder
    • 319. apeoesp  |  15/03/2015 às 13:02

      Prezada professora Eliane,
      A prioridade é para esses professores. Na ausência, havendo necessidade, para outros professores com habilitação.
      Bebel

      Responder
  • 320. Lucas Lion  |  11/03/2015 às 16:05

    Boa tarde! Bebel, eu tenho a Portaria S, estou em duzentena, mas estou como eventual este ano. Posso ser PAA??

    Responder
    • 321. apeoesp  |  15/03/2015 às 12:56

      Prezado professor Lucas,
      Lutamos para que todos possam ser, mas a duzentena impede. Por favor, ligue para 11.33506214 e informe-se melhor.
      Bebel

      Responder
  • 322. Elaine Alves de Oliveira Silva  |  14/03/2015 às 02:07

    Querida Bebel, gostaria de saber se tenho direito ao bônus,,pois trabalhei como PAA em 2014 no período da manhã com todas as 8ºséries( todas as 8º séries eram de manhã no meu período de trabalho, fiz um grande trabalho com eles) dando aulas de português, porque a escola estava sem professor, mas no meu holerite percebi que está como Ensino Médio e apenas o Ensino Fundamental atingiu a meta. Acredito ter direitos, mas gostaria de ter saber de uma pessoa experiente como vc. Obrigada por tudo aguardo sua resposta.

    Responder
    • 323. apeoesp  |  15/03/2015 às 11:32

      Prezada professora Elaine,
      Pelas regras, todos os profissionais de uma determinada escola que trabalharam mais de 80% do ano letivo naquela unidade tem direito ao bônus. Para mais informações, ligue para 11.33506214.
      Boa sorte.
      Bebel

      Responder
      • 324. AlineBonette  |  16/03/2015 às 23:48

        Bebel você tem alguma informação sobre a nova data para atribuição do PAA??
        Obrigada!

      • 325. apeoesp  |  21/03/2015 às 15:47

        Prezada professora Aline,
        Ainda não.
        Bebel

  • 326. Priscila Ferreira  |  16/03/2015 às 16:06

    Prezada Bebel foi excluida a tribuição para PAA do dia 13/03/15, vc saberia informar se será atribuído ainda em março?

    Responder
    • 327. apeoesp  |  21/03/2015 às 16:04

      Prezada professora Priscila,
      Infelizmente não tivemos mais qualquer informação a esse respeito.
      Bebel

      Responder
  • 328. Tereza Cristina  |  16/03/2015 às 23:18

    Bebel graças a DEUS e a APEOESP ganhei uma luta,passei de categoria O para F,mas foi uma Vitória mesmo.Então gostaria de saber se tenho direitos de receber uma indenização por danos,pois minha escola atingiu o IDESP,todos receberam o bônus,mas eu não .Tive meu IAMSP cortado e outras como a mais.Peço uma resposta e aguardo ansiosa.Abraços.

    Responder
    • 329. apeoesp  |  21/03/2015 às 15:51

      Prezada professora Tereza,
      Não tenho informação jurídica suficiente para responder. Por favor, ligue para 11.33506214 ou procure o departamento jurídico na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 330. EDSON MOREIRA  |  17/03/2015 às 13:09

    Com respeito a greve do professores, seria importante que a APEOESP, através do Depto Jurídico entrasse com uma ação preventiva, no sentido de garantir que todos os direito de todas a categorias enquanto a greve for considerada legal, não sejam contrariadas ou ofendidas como cessar contratos de cat O , licença prêmio etc. Acredito que após isso, as adesões seriam maiores.

    Responder
    • 331. apeoesp  |  21/03/2015 às 15:37

      Prezado professor Edson,
      Isto está sendo feito. Obrigada.
      Bebel

      Responder
  • 332. Amanda Pereira dos Santos  |  19/03/2015 às 20:14

    Boa tarde
    Gostaria de saber por que o PAA foi cancelado. A secretaria tem alguma previsão de data para a atribuição. Sou cat. O de Língua Portuguesa e o pior, sem aulas, a minha esperança é o projeto.
    Obrigada pela atenção.

    Responder
    • 333. apeoesp  |  21/03/2015 às 14:39

      Prezada professora Amanda,
      O adiamento das atribuições de PAA mostra a bagunça que reina da SEE e o quanto nossa greve é justa e motivada. Não temos nenhuma nova informação a respeito.
      Bebel

      Responder
  • 334. Alessandra  |  20/03/2015 às 19:26

    Olá Bebel

    Gostaria de receber informações sobre as aulas do projeto
    PAA, eu li o edital dizendo que essas aulas iriam ser atribuídas
    a partir do dia 13 de março, no dia 16 recebi a informação
    que era para aguardar, pois as aulas não seria atribuídas nesse
    momento.
    O que está acontecendo, pois na escola em que trabalho ninguém
    sabe dar informações sobre o assunto.
    Fico grata se puder esclarecer esta situação.

    Alessandra

    Responder
    • 335. apeoesp  |  21/03/2015 às 14:22

      Prezada professora Alessandra,
      Estamos em greve. Nossa prioridade neste momento é a luta por melhores salários, condições de trabalho, mais oportunidades de emprego para a nossa categoria.
      O adiamento da atribuição de PAA é mais uma demonstração da bagunça que reina na SEE e a necessidade da greve.
      Bebel

      Responder
  • 336. Eliane  |  20/03/2015 às 22:26

    Olá Bebel!

    Vamos nos unir e mostrar que juntos podemos mais!A Greve é um direito contitucional!Gostaria de saber se o projeto PAA foi extinto?Grata!

    Eliane

    Responder
    • 337. apeoesp  |  21/03/2015 às 14:20

      Prezado professora Eliane,
      Obrigada. Estamos juntas.
      O PAA não foi extinto, mas a atribuição adiada.
      Bebel

      Responder
  • 338. Terezinha Almeida  |  21/03/2015 às 03:16

    Bebel, boa noite. Sou PEB I, cat.”O” e estou cumprindo a maldita duzentena. Minha diretoria abriu cadastro emergencial e postou no blog que todos os inscritos com as inscrições deferidas, poderão participar da atribuição no próximo dia 25/3/2015. Suponho que, nesse caso, a duzentena já não seja mais válida. O que você entende? Que é certa a nossa participação na atribuição de classe?
    Abraços

    Responder
    • 339. apeoesp  |  21/03/2015 às 14:19

      Prezada professora Terezinha,
      O governo está usando todos os métodos para combater a nossa greve, até mesmo contratando professores que estão em duzentena, coisa que se recusou a fazer quando reivindicamos.
      Entendemos que você deve aproveitar a oportunidade, mas faço um apelo para que, se conseguir as aulas, imediatamente após ministrar a primeira aula, adira à nossa greve.
      Bebel

      Responder
    • 340. luciana  |  23/03/2015 às 20:50

      ola Terezinha, estou na mesma situação que a sua. Participei do cadastro reserva, tive a inscrição deferida, porém quando fui participar da atribuição fui informada que não posso entra na sala de aula.. motivo DUZENTENA!!!! a minha classificação ficará ativa, mas só posso da aula depois da DUZENTENA…

      Responder
  • 341. Elaine Alves de Oliveira Silva  |  31/03/2015 às 13:34

    Olá Bebel, tudo bem?Trabalhei como PAA em 2014 no período da manhã com todas as 8ºséries( todas as 8º séries eram de manhã no meu período de trabalho) dando aulas de português, porque a escola estava sem professor, mas no meu holerite percebi que está como Ensino Médio e apenas o Ensino Fundamental atingiu a meta. Gostaria de saber se tenho direito ao bônus,pois não recebi e acredito ser injusto. Obrigada por tudo!! Aguardo resposta.

    Responder
    • 342. apeoesp  |  05/04/2015 às 12:49

      Prezada professora Elaine,
      No meu entendimento, você tem direito ao bônus, por trabalhar naquela unidade escolar. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 343. Ana Luiza Branquinho Motta  |  29/04/2015 às 01:07

    Boa noite, Bebel. Parabéns pela sua luta!
    Meu marido fez o concurso em 2013 para Ciências e Biologia e passou nas duas disciplinas, mas infelizmente até agora não foi chamado para assumir o cargo, já estamos em Abril.
    Vocês tem alguma informação sobre isso, se o governo pretende chamar esses professores ainda neste ano de 2015.
    Obrigada pela atenção!
    Aguardo resposta!

    Responder
    • 344. apeoesp  |  02/05/2015 às 14:28

      Prezada professora Ana,
      Haverá chamada no segundo semestre para exercício em 2016.
      Bebel

      Responder
  • 345. Camila  |  30/04/2015 às 14:29

    Sou professora de PAA em uma determinada escola e a diretora me informou que sou obrigada a aceitar aulas eventuais fora as 19 aulas e em período diverso, essa informação procede ? Obrigada

    Responder
    • 346. apeoesp  |  02/05/2015 às 14:21

      Prezada professora Camila,
      A atividade do PAA é complementar. Você não deve aceitar substituir professores em greve. Aliás, creio que você deveria aderir à greve da categoria.
      Bebel

      Responder
  • 347. Rafaela Frazão  |  02/05/2015 às 13:58

    Olá Bebel sou PAA numa escola, gostaria de saber se sou obrigada a substituir professor que esta de greve?

    Responder
    • 348. apeoesp  |  02/05/2015 às 14:17

      Prezada professora Rafaela,
      Não. A atividade do PAA é complementar. Creio, ainda, que você deveria aderir à greve da categoria.
      Bebel

      Responder
  • 349. Kátia  |  02/05/2015 às 19:37

    Bebel, quero tirar uma dúvida, por que existe diretorias de ensino que já atribuíram PAA, ou seja, já tem professor trabalhando de PAA em 2015 e existe diretorias que ainda não tem previsão de nada?
    Aguardo uma resposta.
    Kátia

    Responder
    • 350. apeoesp  |  02/05/2015 às 20:17

      Prezada professora Kátia,
      Isto não deveria ocorrer e mostra a bagunça e incompetência da SEE. Vamos cobrar que todas abram a atribuição. Solicitamos um calendário único, a SEE concordou, mas continua dando autonomia para cada DE fazer o que quer.
      Bebel

      Responder
  • 351. Camila  |  04/05/2015 às 13:12

    Sou professora de PAA em uma determinada escola e a diretora me informou que sou obrigada a aceitar aulas eventuais fora as 19 aulas e em período diverso, essa informação procede ? ( mas não tem nada haver com professores em greve). Obrigada

    Responder
    • 352. apeoesp  |  10/05/2015 às 15:13

      Prezada professora camila,
      Para melhor orientação, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 353. Isabel  |  05/05/2015 às 11:23

    Olá, Bebel!
    Eu gostaria que me esclarecesse uma questão: eu entrei ano passado na escola, atribuí aulas de uma licença maternidade, e em outubro a professor retornou. Não consegui atribuir mais, nem neste ano, e estou na escola somente como eventual.
    Eu posso ou não atribuir as aulas de P.A.?
    Eu entrei em contato com a diretoria daqui e me disseram que as aulas de P.A. serão somente para os professores efetivos e categoria “F”. É isso mesmo?
    Fico no aguardo de uma resposta.
    Isabel

    Responder
    • 354. apeoesp  |  10/05/2015 às 14:57

      Prezada professora Isabel,
      De fato a prioridade é para professores efetivos e da categoria F, podendo ser atribuídas depois aos professores da categoria O, se sobrarem vagas.
      Bebel

      Responder
  • 355. Kelly Proença  |  06/05/2015 às 00:16

    Olá a todos
    O PAA mudou a resolução e por alto sei que nesse primeiro momento serão atribuidas essas aulas a professores de Português e Matemática e será vinculado o mesmo a outro projeto PA … Isso procede?

    Responder
    • 356. apeoesp  |  09/05/2015 às 17:29

      Prezada professora Kely,
      Sim, a prioridade é para professores de português e matemática.
      Bebel

      Responder
  • 357. Simone  |  08/05/2015 às 12:57

    Prezada, sou PAA categoria F e gostaria de saber se na condição de PAA posso tirar licença prêmio, ou seja, se tenho meus direitos garantidos como se eu tivesse aulas normais atribuídas. Obrigada.
    Abraços.

    Responder
    • 358. apeoesp  |  09/05/2015 às 16:57

      Prezada professora Simone,
      Creio que sim. Confirme pelo telefone 11.33506214.
      bebel

      Responder
  • 359. jose luiz  |  08/05/2015 às 19:36

    Por favor, me diga se eu posso largar o projeto “curriculum mais”, eu aderi ao projeto, mas, foi oferecido para mim as aulas de PAA, poderia tirar minha duvida? Se não posso largar, ficarei prejudicado pois o projeto é de apenas dois meses e duas semanas, meu nome é jose luiz e sou professor de matematica. Desde já agradeço a atenção dispensada.

    Responder
    • 360. apeoesp  |  09/05/2015 às 16:26

      Prezado professor José Luiz,
      Creio que nesse caso, sim. Mas você precisa tirar sua dúvida ligando para 11.3350-6214.
      Bebel

      Responder
      • 361. jose luiz  |  13/05/2015 às 14:41

        Obrigado pela atenção!

      • 362. apeoesp  |  16/05/2015 às 18:09

        Prezado José Luiz,
        De nada.
        Bebel

  • 363. Rafaela Frazão  |  13/05/2015 às 12:36

    Olá Bebel gostaria de saber se eu posso deixar as aulas de PAA para pegar aulas regulares.

    Responder
    • 364. apeoesp  |  16/05/2015 às 18:10

      Prezada professora Rafaela,
      Por favor, informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
    • 365. Simone Stuqui Gonçalves  |  18/05/2015 às 01:46

      Olá Rafaela, tenho esta dúvida também. Você conseguiu esclarecê-la ligando no telefone orientado? Obrigada. Simone

      Responder
  • 366. Kátia  |  13/05/2015 às 16:58

    Bebel, uma professora formada em Matemática e também em Nutrição, tem um serviço durante o dia de nutricionista e pretende fazer acúmulo a noite com PAA, só que na escola existe 5 aulas no período da manhã, mas a pessoa trabalha durante o dia, sendo assim só poderia trabalhar a noite de PAA. A D.E não atribuiu o projeto para a professora porque não foi esgotada as aulas de Matemática no período da manhã. Isto pode acontecer?

    Responder
    • 367. apeoesp  |  16/05/2015 às 18:08

      Prezada professora Kátia,
      Só é permitido o acúmulo legal de dois cargos de docente. Neste caso, talvez a escola esteja dentro da legalidade, pois a professora teria que ter a disponibilidade para as aulas da manhã,. Sugiro que ligue para 11.3350-6214.
      Bebel

      Responder
  • 368. Rodrigo de Sousa  |  16/05/2015 às 02:57

    Olá Bebel,gostaria de saber o seguinte: consegui aulas como PAA na DE sou cat O. no período da tarde ,gostaria que me respondesse com sinceridade aqui por gentileza apenas três questões : a primeira é se posso ao acaso perder essas aulas ou se estão garantidas até o final do ano,a segunda é se posso eventuar no mesmo período além das 19 aulas semanais e se para isso precisa-se abrir outro livro ou portaria e a terceira é se devo seguir “às ordens” da diretora e ir nas salas que ela determina a ir ou posso continuar apenas cobrindo a professora de minha área que está afastada que cumpre as 19 aulas obrigatórias?Muito obrigado .Agradeço desde já sua ajuda e compreensão.

    Responder
    • 369. apeoesp  |  16/05/2015 às 17:06

      Prezado professor Rodrigo,
      Quanto às aulas de PAA, creio que você tem garantia até o final do ano letivo. Em segundo, creio que não pode ministrar aulas eventuais no mesmo período. Em terceiro lugar, você tem obrigações apenas em relação às aulas que lhe foram atribuídas. Entretanto, para uma melhor orientação, sugiro que ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 370. Vanessa  |  20/05/2015 às 16:18

    Boa Tarde,
    Sou professora Cat O.
    Peguei aula de PAA em uma escola totalizando (19 PAA E 5 REGULAR)24 aulas,posso largar essas aulas e pegar 16 aulas regular livres na outra escola que tenho 6 aulas?

    Aguardo Resposta

    Responder
    • 371. apeoesp  |  23/05/2015 às 12:06

      Prezada professora Vanessa,
      Creio que você não pode deixar aulas atribuídas. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 372. Ana Cristina Macaúbas  |  30/05/2015 às 19:10

    Olá!
    Acabei de pegar PAA em uma escola (19 aulas), eu sou obrigada a permanecer na escola após o período das 19 aulas a mando da direção? A escola já possui outros professores eventuais.
    Agradeço muito se a Bebel puder me responder.
    Obrigada!!!

    Ana Cristina.

    Responder
    • 373. apeoesp  |  31/05/2015 às 03:27

      Prezada professora Ana,
      Você não obrigada a cumprir nada mais que as obrigações previstas pelo programa. Não tem que ficar à disposição da diretora. Informe-se melhor e oriente-se pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 374. si.nutri@hotmail.com  |  03/07/2015 às 17:22

    Boa tarde Bebel!!
    A Coordenadora da escola onde atuo como PAA comentou que essas aulas nos seriam tiradas no mês de Julho e que em agosto (retornando das férias e recesso) poderiam ser atribuídas novamente. Você sabe se essa informação procede?
    Obrigada.
    Simone

    Responder
    • 375. apeoesp  |  05/07/2015 às 12:58

      Prezada professora Si,
      Não tenho informação oficial sobre isto. Vou levar o caso à SEE. Se desejar, informe-se melhor sobre a legalidade desta medida pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 376. Dinah Franco da Silveira  |  17/07/2015 às 23:44

    Prezada Bebel
    Estou como PAA comecei no dia 29-06-15 estou entrando para rede estadual agora não sou cat.nenhuma, minha dúvida é a seguinte: a escola que estou começou a repor aula a partir do dia 03-07 desde esse dia estou em casa, mas vou receber o mês de julho? A diretora pediu que eu fosse como eventual nos dias da reposição…. Se eu for receberei?

    Responder
    • 377. apeoesp  |  18/07/2015 às 13:12

      Prezada professora Dinah,
      Você deve, sim, ser enquadrada em algum vínculo com o Estado, provavelmente categoria O. Você recebe o mês de julho se o seu exercício tiver se iniciado antes, o que parece ser o caso. Para maiores esclarecimentos, solicito que ligue para 11.33506214 se for associada da APEOESP. Caso contrário, deverá obter todos os esclarecimentos junto à secretaria da unidade escolar.
      Bebel

      Responder
    • 378. Dinah  |  18/07/2015 às 16:24

      E se eu for durante a reposição como eventual receberei?

      Responder
      • 379. apeoesp  |  26/07/2015 às 12:26

        Prezada professora Dinah,
        Sim, desde que conste oficialmente em seu plano de reposição. A falta também será retirada.
        Bebel

  • 380. Márcio  |  05/08/2015 às 19:55

    Olá, vou categoria O de ciências biológicas. Gostaria de saber se posso pegar aulas de PAA, caso não há ninguém de L.P. e matemática no dia da atribuição? Desde já obrigado.

    Responder
    • 381. apeoesp  |  09/08/2015 às 12:38

      Prezada professor Márcio,
      Creio que sim, mas somente se não houver nenhum outro professor que tenha os requisitos necessários.
      Bebel

      Responder
  • 382. Dinah  |  23/08/2015 às 23:34

    Gostaria de saber quantas faltas médicas o professor PAA pode ter?

    Responder
    • 383. Dinah  |  24/08/2015 às 14:36

      Levei meu bebê ao médico e ele deu atestado de 5 dias, mas no nome do meu filho. A escola deve aceitar?(sou professora PAA)

      Responder
      • 384. apeoesp  |  29/08/2015 às 13:28

        Prezada professora Dinah,
        Você precisa de uma orientação jurídica. Por favor, ligue para 11.33506214.
        Bebel

    • 385. apeoesp  |  29/08/2015 às 13:36

      Prezada professora Dinah,
      É preciso saber o vínculo funcional. Se for da categoria O, são duas faltas médicas por contrato.
      Bebel

      Responder
  • 386. Priscila  |  01/09/2015 às 16:38

    Olá,eu tenho 19 aulas atribuídas de PAA no período noturno,e a escola quer me atribuir mais 12 aulas no período da manhã e segundo a coordenadora da escola disse que sou obrigada a pegar essas aulas.
    Bom, eu não quero pegar essas aulas por questão de localidade eu moro muito longe da escola e fica difícil pra mim ir 2 vezes no dia na escola enfim,o que eu gostaria de saber é se eu realmente sou obrigada a pegar essas aulas?

    Agradeço desde já.

    Responder
    • 387. apeoesp  |  06/09/2015 às 14:34

      Prezada professora Priscila,
      Havendo aulas disponíveis e não havendo professor melhor classificado, você precisa assumi-las, a não ser que tenha motivos de força maior. Informe-se melhor sobre o que pode ser feito pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 388. Daiane  |  13/01/2016 às 16:19

    Caros, boa tarde! Assinei em maio/2015 um contrato de PAA em uma escola. E me lembro de ter visto que esse contrato pode ser estendido por mais um ano. Dessa forma, se a escola me chamar esse ano (2016) e eu não quiser, posso me candidatar a outra escola como PAA ou adquirir aulas como substituta em outras escolas? Obrigada pela atenção.

    Responder
    • 389. apeoesp  |  14/01/2016 às 13:34

      Prezada professora Daiane,
      Creio que há um equívoco. Pela minha pesquisa, a contratação do professor como categoria O que é podería ser estendendo até o final do ao letivo em que se encerraria, sendo que com a nova lei, o prazo de contratação passou a ser de três anos, podendo ainda ser prorrogado até o final do ano letivo de seu encerramento. Assim, se está com contrato vigente, participará de atribuição de aulas na DE e poderá escolher aulas em outras unidades.
      Para melhor esclarecimento, sugiro que ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 390. Caroline  |  26/01/2016 às 16:27

    Boa tarde, esse ano que passou fui PAA no período de 04/2015 a 12/2015, meu contrato venceria em 2015, porém ele foi prorrogado para mais um ano, gostaria de saber se tenho pagamento em fevereiro/2016 e se recebo férias também, ou só no término do contrato?

    Obrigada!

    Responder
    • 391. apeoesp  |  31/01/2016 às 14:01

      Prezada professora Caroline,
      Você deve receber salário em fevereiro, pois o contrato está em vigor. No nosso entendimento, deveria receber férias também, mas o governo só paga no final do contrato. Isto deveria ser alterado com a nova lei e estamos tratando do assunto com a SEE.
      Bebel

      Responder
  • 392. Cleide Aparecida de Oliveira Alves  |  21/03/2016 às 00:57

    Bebel, acho muito confusa essa resolução do PAA
    Gostaria que tirassem minha dúvida e muitos colegas.

    § 3º – Quando atuar em turno diverso, complementando sua carga horária de trabalho até o limite máximo de aulas, correspondente ao da Jornada Integral de Trabalho Docente, de que trata o parágrafo 2º do artigo 3º desta resolução, a prioridade de atuação do docente do Projeto serão as atividades de apoio escolar ao professor das disciplinas de Língua Portuguesa e de Matemática das classes de 7º, 8º ou 9º ano do ensino fundamental e/ou de séries do ensino médio, sendo que, na inexistência dessa necessidade, a atuação dar-se-á, como docente eventual, nas substituições de professores, a que se refere o parágrafo § 3º do citado artigo 3º.

    Artigo 5º – O docente do Projeto Apoio à Aprendizagem, quando atuar em apoio escolar ao professor das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática nas classes de 7º, 8º ou 9º ano do ensino fundamental e/ou de séries do ensino médio, desenvolverá atividades de ensino e aprendizagem, em especial, as de recuperação contínua, oferecidas aos alunos, visando à superação de dificuldades e necessidades identificadas em seu percurso escolar.
    § 1º – A atuação do docente do Projeto nas atividades de apoio escolar, ouvido o professor das disciplinas a que se refere o caput deste artigo, ocorrerá simultaneamente às atividades desenvolvidas no horário das respectivas aulas regulares, mediante atendimento por grupo de, no mínimo 5 (cinco) alunos.
    § 2º – O docente do Projeto poderá atuar nas atividades de apoio escolar somente em classes que totalizem, no mínimo, 25 (vinte e cinco) alunos, nos 7º, 8º e 9º anos do ensino fundamental, e 30 (trinta) alunos, no ensino médio.
    § 3º – Cada classe poderá contar com o docente do Projeto em 2 (duas) aulas semanais para cada disciplina (Língua Portuguesa e Matemática), podendo, conforme a necessidade, totalizar 4 (quatro) aulas semanais (duas e duas), atendendo ao que indicar o diagnóstico efetuado pelos docentes dessas disciplinas.

    Responder
    • 393. apeoesp  |  27/03/2016 às 12:36

      Prezada professora Cleide,
      Para melhor orientação e informação, por favor, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 394. Cleide Aparecida de Oliveira Alves  |  21/03/2016 às 01:07

    Bebel
    Tenho 5 aulas a tarde.Gostaria de saber se posso pegar PAA no mesmo período, se puder mande a parte da resolução que comprove, pois tem diretor que não atribui o PAA nesse caso , ele diz que é preciso estar livre o período que pegar o Projeto.

    Responder
    • 395. apeoesp  |  27/03/2016 às 12:36

      Prezada professora Cleide,
      Por favor, para melhor informação e orientação, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 396. JOSEFA COSTA  |  16/04/2016 às 17:39

    Bebel!!! O professor PAA que trabalhe em um escola em que no período tem fundamental e médio ele é obrigado a entra nos dois?

    Responder
    • 397. apeoesp  |  17/04/2016 às 13:08

      Prezada professora Josefa,
      De acordo com a resolução, sim. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,862,445 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em Temer, inimigo da educação, ve…

%d blogueiros gostam disto: