Governador autoriza abertura de concurso para PEB I

16/04/2014 at 18:08 12 comentários

Concurso1Diário Oficial do Estado de São Paulo

Quarta-feira, 16 de abril de 2014 – Pagina 03

DESPACHOS DO GOVERNADOR

No processo SE-402-13 (SGP-42.554-14), sobre autorização para a abertura de concurso público para o provimento de cargos de Professor Educação Básica I – PEB I: “Diante dos elementos de instrução do processo, à vista da manifestação da Secretaria da Educação e do pronunciamento favorável da Secretaria de Gestão Pública, autorizo a Pasta requerente a adotar as providências necessárias para a abertura de concurso público, visando ao provimento de 5.734 cargos vagos de Professor Educação Básica I, mais os que vierem a vagar durante o prazo de validade do concurso público, observadas as disponibilidades orçamentárias e obedecidos os preceitos legais e regulamentares atinentes à espécie.”

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

APEOESP continua na luta pela ampliação do reajuste salarial de julho, aumento real e jornada do piso Aprovação automática e baixos salários prejudicam educação em São Paulo

12 Comentários Add your own

  • 1. maria  |  17/04/2014 às 01:17

    Bebel , tudo bem!
    Como você deve saber existe muitos prof. categoria F, PEB I, em sala, não passando no concurso o que vai acontecer… não vamos dar aula…será ainda em 2014.
    abraços!!!

    Responder
    • 2. apeoesp  |  18/04/2014 às 12:50

      Prezada professora Maria,
      A concurso é a chance para que todos se efetivem. Ele vem exatamente neste sentido. Se não passar no concurso e não houver aulas disponíveis, ficarão com horas de permanência na escola.
      Bebel

      Responder
  • 3. Thiago  |  17/04/2014 às 04:16

    Bebel, será que posso fazer uma pergunta para você que foge ao tema do post?

    A escola em que atuo, devido à grande transferência de alunos, está na iminência de ter algumas salas de aula fechadas (duas ou três salas).

    Qual é o direito do professor efetivo, com jornada estabelecida, que perde salas atribuídas nesse caso?

    Estou na frente de outros colegas da minha disciplina: a atribuição é refeita e o professor de menor pontuação terá que buscar salas em outras escolas? Ou só perde aulas quem teve o azar de escolher na atribuição salas que seriam fechadas?

    Se as salas realmente fecharem, existe opção de recurso pela via jurídica?

    Obrigado pela atenção!

    Responder
    • 4. apeoesp  |  18/04/2014 às 12:56

      Prezado professor Thiago,
      Por favor, passe informações mais detalhadas para o e mail presiden@apeoesp.org.br para que possamos interceder junto ao Secretário da Educação. Informe nome da escola, diretoria e que classes serão fechadas.
      Quanto à sua pergunta, não tenho as respostas. Se for concretizado o fechamento, creio que o correto seria refazer a atribuição, mas os alunos das salas restantes poderiam ser prejudicados com as trocas de professores.
      Bebel

      Responder
  • 5. Pedro Paulo Nassif  |  17/04/2014 às 13:48

    Bom Dia!
    Ilma.Sra. Presidente da Apeoesp.

    Tomei a liberdade de escrever este e-mail com uma pergunta sobre remoção; pois no dia 28/03/2014 foi realizada pelas escolas um levantamento de vagas para um a escolha do ultimo concurso, que pelo previsto sera na segunda quinzena de abril.
    Pois bem foram enviadas todas as aulas livres existentes e muitas delas não passaram por uma remoção; ao ler o jornal da UDEMO de dezembro-13/janeiro 14 com a manchete O ABSURDO DA LC Nº 1.207 de julho de 2013, que revogou o paragrafo 2º do artigo 24 da Lei Complementar nº 44 de 27/12/1985, revogando que o concurso de remoção sempre deverá preceder o de ingresso ed de acesso para provimento dos cargos, somente poderão ser oferecidos as vagas remanecentes da remoção.
    Perante este novo fato que foi coletados todas as aulas livres e muitas delas não passaram por uma remoção.

    Como fica vosso parecer sobre isto?

    Att, Pedro Paulo nassif

    Responder
    • 6. apeoesp  |  18/04/2014 às 12:59

      Prezado professor Pedro,
      Discutimos este assunto com a SEE na época. Infelizmente, o governo tem ampla maioria na ALESP e aprova as leis da maneira como pretende. Alegou naquela ocasião a urgência dos prazos para viabilizar o concurso.
      Bebel

      Responder
  • 7. Rose  |  18/04/2014 às 20:57

    Boa tarde

    Sou PEB II (Geografia) efetiva, vou completar 10 anos no cargo. Se eu passar como PEB I , exonerar como PEB II, o salário vai diminuir, já foi divulgado o salário

    Responder
    • 8. apeoesp  |  20/04/2014 às 13:04

      Prezada professora Rose,
      Levamos este caso diversas vezes à SEE, para que a pessoa não perca os direitos acumulados. Estamos ainda aguardando um posicionamento. Se ocorrer, sugiro que procure o departamento jurídico para preservar os direitos.
      Bebel

      Responder
  • 9. Cristiane Caetano  |  24/04/2014 às 14:10

    Prezada Bebel, é com muita satisfação q venho por meio deste agradecer o empenho da Apeoesp na realização deste concurso para PEb I , estou na rede há 18 anos e me tornei O, preciso deste concurso para me efetivar e garantir os direitos ja adquiridos anteriormente. Vc tem idéia de quando poderá sair o edital? Aguardo ansiosamente! Obrigada!

    Responder
    • 10. apeoesp  |  27/04/2014 às 13:21

      Prezada professora Cristiane,
      Obrigada pela suas palavras.
      Ainda não temos mais informações. Estamos aguardando a SEE.
      Bebel

      Responder
  • 11. Arlete  |  28/04/2014 às 18:59

    Boa tarde Bebel,sou professora categoria o e já estou desanimada pela descriminação e respeito que sofremos. Estou participando das atribuição desde o primeiro dia de fevereiro,pois já estamos no final de abril e não peguei aula até agora. Acho um descaso da nossa diretoria de ensino Tabõao da Serra; olha como funciona as atribuição , começa do numero 1 até 100 até ai é justo,no outro dia a mesma coisa,no outro dia a mesma coisa e assim sucessivamente. sabe o que eles responde com a maior pouca vontade temos completar a carga horaria do professor ,o docente tem que ter uma classe e completar com aulas de apoio. tudo bem temos que respeitar são as regras. Mas quando chega no meio de março os professores que pegaram esse acumulo de aula começa a sair de licença e ai entra os professores que estão fora da sala como eventual um dia trabalha o outro não . Eu estou cansada de ser humilhada ,parece que estamos pedindo esmola e não um trabalho digno. Desculpe pelo desabafo na verdade eu gostaria de mandar para o secretario da educação,será, que eles sabem o que acontece com nossa educação que deveria ser prioridade e não um descaso se mais obrigado professora Arlete: 28/04/2014.

    Responder
    • 12. apeoesp  |  03/05/2014 às 13:17

      Prezada professora Arlete,
      Você tem toda a razão. Esta forma de contratação é desumana e não traz nenhum benefício para professores e alunos. Estamos discutindo com a SEE uma nova forma de contratação, que assegure direitos aos professores e melhore a qualidade do ensino. Mas a luta não é fácil e precisamos da mobilização de todos nas assembleias e manifestações.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,862,445 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em Temer, inimigo da educação, ve…

%d blogueiros gostam disto: