Por unanimidade, delegados de 161 países elegem professor João Felício, ex-presidente da APEOESP, presidente da CSI

23/05/2014 at 15:46 27 comentários

João CSI                                                                                                                             Delegação da CUT delegação

O III Congresso da Confederação Sindical Internacional (CSI) terminou nesta sexta-feira (23) com a eleição à presidência da entidade do professor João Antonio Felício, ex-presidente da APEOESP por três mandatos consecutivos, de 1987 a 1993. A CSI representa mais de 180 milhões de trabalhadores e trabalhadores em todo o mundo. Eleito por unanimidade no Conselho escolhido pelos 1.500 delegados de 161 países presentes em Berlim, Alemanha, o ex-presidente da CUT e atual secretário de Relações Internacionais da Central, será o primeiro brasileiro e latino-americano a presidir a CSI.

Ele reiterou a necessidade de “avanços na política e uma gestão mais participativa na CSI”, a fim de garantir maior presença da Confederação junto às centrais dos cinco continentes e fortalecer a organização, a unidade e a mobilização do sindicalismo contra o retrocesso neoliberal. Também avaliou que houve uma enorme participação das centrais sindicais de todos os continentes na definição da candidatura e, posteriormente, na eleição. “Pelo sistema de rodízio implantado na CSI, esta era a vez das Américas e esse processo de diálogo e de consulta acabou gerando uma enorme expectativa, pois pela primeira vez um latino-americano, um sul-americano, chega à presidência da principal entidade mundial da classe trabalhadora. Representamos o anseio de mudanças expresso por centenas de centrais, que querem avanços na política e uma gestão mais participativa na CSI.”

Para o novo presidente da CSI, “o principal nó a ser desatado” é a crescente concentração de renda. “É inaceitável que, em pleno século 21, tenhamos uma minúscula elite de 300 bilionários com mais recursos do que três bilhões de seres humanos, metade da população mundial”, disse João Felício.

Nós, da APEOESP, temos a certeza de que com João Felício na Presidência da CSI as lutas dos profissionais da Educação por seus direitos, pelo acesso universal ao ensino público, gratuito, laico e de qualidade também ganhará novo impulso. Estamos orgulhosos desta vitória e, juntos com a CUT, a CNTE e com os trabalhadores de todo o mundo, contribuiremos para que seja uma gestão repleta de sucessos e conquistas.

Maria Izabel Azevedo Noronha – Presidenta da APEOESP

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Professores da rede estadual de SP definem início de greve na semana que vem

27 Comentários Add your own

  • 1. Neyde aparecida  |  24/05/2014 às 00:43

    Puxa ! Meus parabéns ao João Felicio ! Muito sucesso nesta nova empreitada

    Responder
  • 2. PEDRO  |  25/05/2014 às 13:29

    Querida Bebel, estou desesperado e espero que me ajude!!! sou cat o e me indispus com a minha diretora que quebrou meu contrato tipo 5 (descumprimento de obrigação legal) terei de ficar 5 anos sem pegar aulas…passei no concurso isso pode me impedir de assumir…por favor me ajude!!!!

    Responder
    • 3. apeoesp  |  01/06/2014 às 16:48

      Prezado professor Pedro,
      Por favor, procure o departamento jurídico na subsede e verifique o que é possível fazer.
      Bebel

      Responder
  • 4. Ricardo Garcia  |  25/05/2014 às 23:11

    Na última sexta-feira fui desrespeitado por um inspetor de alunos que sem o menor cuidado com as palavras, enquanto conversava com alguns alunos que se preparavam para um passeio, razão pela qual a escola se encontrava agitada, aos berro disse “você não trabalhar hoje”
    Quando o ignorei este continuo gritando, e tudo isso na presença de vários alunos, o que devo fazer ?
    Já comuniquei a direção e ele me disse que o faça por escrito, mas não sei como fazer.

    Responder
    • 5. apeoesp  |  01/06/2014 às 14:25

      Prezado professor Ricardo,
      Por favor, procure o departamento jurídico na subsede, onde poderá ser orientado e obter auxílio para fazer a sua denúnica.
      Bebel

      Responder
  • 6. alexandre  |  26/05/2014 às 21:15

    Bebel, sou professor ingressante. Na escola onde ingressarei, há duas aulas de HIstoria, disciplina na qual passei. Há muitas aulas livres de sociologia, disciplina na qual estou inscrito em correlatas. Os supervisores nao querem atribuir pra mim as aulas de sociologia para composição da minha jornada (de 19 aulas) conforme reza o artigo 16, inciso II da res. 75/2013. Ao contrário, querem me atribuir aulas em uma escola que ficam a 110 km da minha casa! Isso mesmo, 110km! Como devo proceder?
    ps: liguei na apeoesp e a atendente me perguntou se eu era filiado. Disse que não, que era ingressante. Ela disse que sentia muito mas que só atendia a filiados. Como vejo que vc indica às pessoas que liguem lá…achei que vc deveria saber. Abraço.

    Responder
    • 7. apeoesp  |  01/06/2014 às 14:09

      Prezado professor Alexandre,
      Obviamente, sei. Não cabe a mim fazer triagem neste blog. Achei que você deveria saber que, sendo um sindicato, os serviços da APEOESP destinam-se a seus associados. Não fosse assim, porque um professor se associaria ao sindicato e outro não?
      No seu caso, deve recorrer por escrito à Diretoria de Ensino.
      Boa sorte.
      Bebel

      Responder
  • 8. silvana  |  28/05/2014 às 20:35

    Bebel! por quanto tempo posso adiar minha posse? e como é feita as etapas de adiamento? pois tenho acumulo com a prefeitura e sou registrada a três anos não gostaria de pedir conta, porém em dezembro tenho a opção pela não renovação do meu contrato receberia todos os meu diretos. A escola onde escolhi tem os dois períodos porém os professores que escolheram antes querem no período que eu pretendia mas eu só fui saber depois da escolha na escola e a diretora atribui pela ordem de escolha e não pelo acumulo.

    Responder
    • 9. apeoesp  |  01/06/2014 às 13:13

      Prezada professora Silvana,
      Você pode solicitar trinta dias, prorrogáveis por mais trinta. Por favor, oriente-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 10. Thiago  |  29/05/2014 às 00:08

    Presidenta, o sindicato tem um posicionamento sobre a falência da empresa Multifuncional? Esta empresa, que é uma das inúmeras terceirizadas que fazem a limpeza das escolas estaduais (ela atendia 44 escolas) faliu, deixou funcionários à deriva, embolsou dinheiro do Governo do Estado de São Paulo e abandonou as escolas, como aquela em que atuo, na sujeira.

    A situação dos banheiros está insustentável. Imagine mais de duas semanas sem ninguém ser responsável pela limpeza das escolas. E a ação do governo é morosa.

    Nós professores, outros funcionários e os alunos vamos sendo submetidos a condições insalubres dentro das escolas, e a SEE não toma providências. O correto seria a suspensão das aulas.

    Temos contado, ainda, com a boa vontade de alguns professores em varrer o lixo da escola. Mas existe um limite: isso não é atribuição de nosso cargo. Mas era isso que me faltava: além de ter que ser psicólogo, mãe, pai, médico, policial, carcereiro, agora o professor tem que ser faxineiro das escolas.

    A diretoria de ensino de São Bernardo do Campo (minha DE) se isenta e ninguém se responsabiliza pela péssima condição de trabalho.

    Gostaria de saber se o sindicato já tem um posicionamento sobre esse caso.

    Grato;

    Responder
    • 11. apeoesp  |  01/06/2014 às 13:09

      Prezado professor Thiago,
      Vou levar o seu relato ao conhecimento da SEE, solicitando as providências necessárias.
      Somos contra a terceirização nas escolas estaduais exatamente por causa de casos como este. As empresas terceirizadas não tem nenhum compromisso com a educação pública. As escolas, para elas, são apenas fonte de lucros.
      Bebel

      Responder
  • 12. Prof Clovis  |  29/05/2014 às 08:22

    Bom dia, infelizmente não vou receber novamente, no próximo pagamento, a reposição das greves de 2010 e 2013. Obrigado.

    Responder
    • 13. apeoesp  |  01/06/2014 às 13:03

      Prezado professor Clóvis,
      Seu caso, assim como alguns outros que nos chegaram às mãos, foi entregue para o próprio Secretário e também para a Secretária Adjunta. Estamos cobrando respostas constantemente.
      Bebel

      Responder
  • 14. rosicler baldassi  |  29/05/2014 às 22:30

    BEBEL,

    GOSTARIA DE SABER SE O CONCURSO PARA PEBI, VAI SER REGIONAL OU ESTADUAL?
    OBRIGADA!!

    Responder
    • 15. apeoesp  |  01/06/2014 às 12:58

      Prezada professora Rosicler,
      Regional, apenas para as cidades onde ainda existem vagas para PEB I,
      Bebel

      Responder
  • 16. SOUZA NETO  |  31/05/2014 às 12:19

    Bom dia.
    Gostaria de agradecer por toda ajuda, tenho uma duvida como o professor cat “o” pode ter direito a Licença Paternidade negado pelo Estado? Isso não é tudo em 2011 tive meu 1º filho e gozei desse direito no entanto em 2014 não tenho mais? Como recorrer de um despacho negativo junto a SEE?

    Obrigado! É muita precariedade é muito humilhante é muito chato ser usurpado de seus direitos sendo que trabalho do mesmo modo que qualquer professor?

    Responder
    • 17. apeoesp  |  01/06/2014 às 12:31

      Prezado professor Souza Neto,
      A cada contrato, você deve ter os mesmos direitos. Por favor, procure o departamento jurídico na subsede ou ligue para 11.33506214 para orientar-se.
      Bebel

      Responder
  • 18. rosicler baldassi  |  31/05/2014 às 16:30

    Bebel,
    A apeoesp deveria lutar para a efetivação dos professores que são da categoria F, pois essa prova que fizemos já é um concurso. Poderia ter acontecer essa possibilidade?
    Obrigada ,
    Um abraço!!

    Responder
    • 19. apeoesp  |  01/06/2014 às 12:28

      Prezada professora Rosicler,
      Legalmente a prova não equivale ao concurso. Na prática, o professor da categoria F, com estabilidade, tem situação muito parecida com a do professor efetivo, mas necessita do concurso para efetivar-se. Não há como fugir da legislação e a APEOESP historicamente defende o concurso público como a forma de ingresso no serviço público.
      Bebel

      Responder
  • 20. PEDRO  |  01/06/2014 às 16:06

    PENSEI QUE O TRATAMENTO DA APEOESP FOSSE UNIFORME, DEMOCRÁTICO
    SÓ POR QUE NÃO SOU ASSOCIADO NÃO ME RESPONDEM…É ISSO MESMO…

    Responder
    • 21. apeoesp  |  01/06/2014 às 16:46

      Prezado professor Pedro,
      As lutas e campanhas da APEOESP são para todos os professores. Os serviços, somente para associados. Isto é democracia, pois o sindicato é sustentado pelas contribuições espontâneas de seus associados.
      Bebel

      Responder
  • 22. cristina  |  01/06/2014 às 22:03

    POIS É !!!MAS CUSTA ESCLARECER DÚVIDAS DO PROFESSOR? QUE ABSURDO !!!!BEBEL QUE VERGONHA !!! SINDICATO RESPONDER SUSTENTADO PELOS SÓCIOS, SE BEM QUE ATÉ PARA OS ASSOCIADOS O SINDICATO É UMA VERGONHA!!!

    Responder
    • 23. apeoesp  |  08/06/2014 às 15:24

      Prezada professora Cristina,
      O sindicato desenvolve inúmeras atividades abertas a qualquer professor. Inclusive as assembleias são abertas a toda a categoria. O estatuto da entidade é votado pelos representantes dos associados, reunidos em congresso. Como já foi dito, alguns serviços são exclusivos para associados. Neste blog, todas as dúvidas que podem ser esclarecidas o são, independente de a pessoa ser associada ou não. Espanta-me sua dedicação em tentar causar desavenças entre nós. Isto sim, é uma vergonha.
      Bebel

      Responder
  • 24. Michele  |  09/06/2014 às 23:58

    Por que vocês não estão entrando com medidas judiciais em relação a secretaria digital?

    Responder
    • 25. apeoesp  |  14/06/2014 às 13:17

      Prezada professora Michele,
      Porque não há margem legal para ação coletiva neste caso, a não ser que se torne lei ou resolução para toda a rede. Por enquanto, só são possíveis ações individuais. Por favor, procure o departamento jurídico na subsede ou ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 26. Rosi  |  12/06/2014 às 01:02

    BEBEL, O ESTADO ESTÁ DESASSOCIANDO MUITOS HOSPITAIS, CLÍNICAS E LABORATÓRIOS QUE ERAM CONVENIADOS AO HOSPITAL SERVIDOR PÚBLICO, ESTAMOS VOLTANDO A ESTACA ZERO, O QUE A APOESP PENSA EM FAZER? SOU PROFESSORA EM DIADEMA, E NÃO PODEMOS MAIS CONTAR COM O HOSPITAL SÃO BERNARDO E O LABORATÓRIO DELBONI ENTRE OUTROS, EM UMA URGÊNCIA É PRECISO SE DESLOCAR ATÉ O HOSPITAL SERVIDOR NA SANTA CRUZ E NEM SEMPRE O TEMPO É NOSSO MELHOR AMIGO, ESPERO QUE ESSA SITUAÇÃO SEJA REVERTIDA, CHEGA DE TANTO DESCASO COM OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO.

    Responder
    • 27. apeoesp  |  14/06/2014 às 14:11

      Prezada professora Rosi,
      Vamos fazer contato com a SEE e com a Secretaria de Gestão Pública para que resolvam esta situação.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,854,049 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em

%d blogueiros gostam disto: