APEOESP cobra do Secretário da Educação respostas às reivindicações da categoria

12/08/2014 at 02:20 76 comentários

A APEOESP manteve na terça-feira, 5 de agosto, reunião com o Secretário da Educação para tratar de assuntos de interesse da categoria. Veja abaixo:

Salários
De início, a presidenta do Sindicato, professora Maria Izabel Azevedo Noronha, abordou a questão salarial, cobrando do secretário definição sobre a reivindicação da categoria de ampliação do reajuste 7% já aplicado sobre os salários e reafirmando que nossa entidade dará total prioridade à luta pela aplicação da meta 17 do Plano Nacional de Educação, que prevê a equiparação dos salários dos professores à média das demais categorias com formação em nível superior. No caso do Estado de São Paulo, isto significa um aumento de 75,33% sobre os salários atuais e queremos negociar com o Governo um plano para alcançar este percentual.

A presidenta da APEOESP também fez lembrar ao secretário que a categoria realizará assembleia estadual no dia 15 de agosto, com paralisação e indicativo de greve, e espera respostas para essas e outras reivindicações.

O secretário, por sua vez, voltou a afirmar que encaminhou ao Palácio dos Bandeirantes uma proposta de reajuste, da qual não pode revelar o índice, que estaria em análise por parte das áreas técnicas do Governo, sem que tenha sido apresentada nenhuma resposta.

Minutas
Um segundo assunto abordado pela presidenta da APEOESP foi quanto às minutas de alteração do Estatuto do Magistério, reafirmando que a nossa categoria não aceitará nenhuma medida que seja tomada em seu prejuízo e que este assunto também será abordado na assembleia do dia 15/08. Lembrou, a propósito, do episódio envolvendo o PLC 26/07 que previa demissão de professores contratados por tempo determinado para posterior recontratação segundo novas regras. O projeto fora retirado pelo governador diante da forte mobilização organizada pela APEOESP. Anos depois, porém,  APEOESP cobra do Secretário da Educação respostas às reivindicações da categoria foi criada a contratação de professores “categoria O”, com escassos direitos e total insegurança em sua relação trabalhista com o Estado.

O secretário afirmou que em sua gestão as minutas não voltarão ao debate e nem serão encaminhadas, esclarecendo que não se tratavam de minutas de projeto de lei, mas estudos para discussão na Comissão Paritária.
Secretaria Escolar Digital
Sobre a Secretaria Escolar Digital, a APEOESP voltou a cobrar do Secretário que faça valer a sua própria diretriz, conforme consta do Boletim CRRR encaminhado às subsedes, que determina que a digitalização dos dados seja providenciada pelos GOE das unidades escolares e que não seja tarefa dos professores. O Sindicato também reafirmou que não aceita que professores realizem trabalhos em duplicidade. Diante disso, o Secretário assegurou novamente que sua orientação é a de que o programa não seja imposto e que sua implantação seja paulatina, de acordo com as condições concretas de cada unidade. Os professores podem cobrar isto em suas unidades escolares, respaldados por esta orientação do secretário. Casos de pressões indevidas, assédio moral ou imposição de tarefas em duplicidade devem ser informados pelo e-mail presiden@apeoesp.org.br.

Concursos
Questionada pela diretoria da APEOESP, a secretária adjunta, presente à reunião, informou que não há previsão de uma terceira chamada de concursados ainda em 2014, pois só poderá ser realizada após os resultados do concurso de remoção.
Também respondendo à pergunta da presidenta do Sindicato, informou que as provas do concurso de PEB I poderão, eventualmente, ser realizadas no final de agosto (mas ainda não há definição de data).

Em relação aos candidatos que têm sido considerados inaptos pelos peritos médicos, o secretário limitou-se a dizer que esses profissionais seguem protocolos e legislação. A APEOESP aguarda o agendamento de reunião com o Secretário de Gestão Pública, ao qual se subordina o DPME, para tratar deste problema.

Categoria O
A APEOESP cobrou da S.E.E. o envio de projeto de lei para que seja extinta a “duzentena”. O secretário informou que este projeto está sendo providenciado.

Em resposta à questão formulada pela professora Maria Izabel, presidenta da APEOESP, voltou a informar que não haverá prova seletiva pra professores da categoria O que foram aprovados em concurso e para aqueles que terminam o período de afastamento “duzentena”. Quanto aos novos ingressantes como temporários, poderá haver um processo seletivo específico para cadastro emergencial.

Perícias médicas
A APEOESP relatou ao secretário diversas situações de professores doentes que têm suas licenças negadas pelo serviço médico e são obrigados a retomar aulas sem que estejam em condições de fazê-lo.

Diante dos relatos apresentados, ficou acordado que a APEOESP encaminhará por escrito informações sobre todos os casos que lhes chegarem ao conhecimento, para que o secretário possa tomar as providências cabíveis.

Assim, solicitamos que todas as ocorrências sejam informadas para presiden@apeoesp.org.br.
Este assunto também será tratado com o Secretário de Gestão Pública.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

A APEOESP perde uma grande companheira Morre Eduardo Campos

76 Comentários Add your own

  • 1. Paula  |  12/08/2014 às 03:49

    É tão simples a 3° chamada
    basta ele antecipar a remoção para Setembro ou outubro, o resultado sai até Novembro e em Dezembro ele pode fazer a nova chamada e pessoal ingressa em Janeiro e Fevereiro e para garantir que não ocorra essa bagunça suspende o inicio das aulas da 1° semana de fev para a 2°.
    O fato Bebel é que esse maligno governo não quer fazer o certo, eles querem é desunir a classe docente, mas vamos lutar, se for preciso vamos fazer uma paralisação, pois esse ano achei muito injusto tantos professores F, O e até efetivo perder aulas parcial ou total no meio do ano, temos que nos unir e impedir que isso ocorra ano que vem.

    Responder
  • 2. Matheus  |  12/08/2014 às 14:12

    Saiu o edital do concurso PEB I? Onde posso encontrar?
    Precisamos pressionar o estado para que a chamada ocorra antes das atribuições, pois não valerá a pena participar como professor eventual/contratado, já que em menos de um mês seremos substituidos pelos novatos.
    O sindicato poderia até lançar uma campanha; “Diga Não!! As contratações temporárias de Janeiro.” O governo tem que nos respeitar, o que eles pensam? Que somos burros de carga ao ficar o dia inteiro para pegar aulas livres para que em menos de 30 dias sermos substituídos pelos efetivos? Não!!! Diga Não!!!!

    Responder
    • 3. apeoesp  |  16/08/2014 às 13:53

      Prezado professor Matheus,
      Ainda não saiu, porém sabemos que a bibliografia será a parte pedagógica da resolução 52.
      Bebel

      Responder
  • 4. Prof. Roberto  |  12/08/2014 às 19:59

    Bebel, boa tarde
    Qual será a ordem de classificação para as atribuições 2015 como professor temporário? Quem acertou mais no concurso estaria a frente dos demais? Não acho justo considerar o tempo de estado para elaborar um nova classificação, visto que o tempo de estado já fora computado para a somatória de pontos no concurso. É como se os docentes com mais tempo fossem beneficiados por duas vezes. Desta forma, soaria estranho um professor que na 300 posição do concurso ficando a frente do aprovado na colocação 95 só pq este (o que ficou com 95) nunca deu aulas.
    E na hora das atribuições o certo seria desconsiderar os professores aprovados e convocados e continuar de onde a chamada do concurso parou.

    Responder
    • 5. apeoesp  |  16/08/2014 às 13:45

      Prezado professor Roberto,
      O que sabemos é que a nota do concurso será considerada para a classificação.
      Bebel

      Responder
  • 6. Laura  |  13/08/2014 às 01:47

    Bebel,já é a segunda vez que leio que NÃO HAVERÁ PROVA PARA OS PROFESSORES CATEGORIA O,no texto acima aparece escrito que não haverá para os profs cat O que passaram no concurso.Porém e no meu caso,que não fui aprovado no concurso,mas já trabalho como categoria O.Como ficara a minha situação e de tantos outros que não passaram???Por favor me esclareça esse tópico,obigada!!!

    Responder
    • 7. apeoesp  |  16/08/2014 às 13:18

      Prezada professora Laura,
      Está escrito também que não haverá para quem volta da “duzentena”, ou seja, para todos os que já estão na rede. Apenas para os novos haverá seleção, se necessário para cadastro emergencial.
      Bebel

      Responder
  • 8. sidnei jose  |  13/08/2014 às 01:51

    Ola Bebel em questão anterior vc disse que a Língua espanhola estaria na pauta no entanto vc em seu post não fala nada sobre o assunto.Por quê?

    Responder
    • 9. apeoesp  |  16/08/2014 às 13:16

      Prezado professor Sidnei,
      O assunto foi abordado quando se falou de uma nova chamada. A SEE diz que serão feitos os levantamentos de vagas, levando-se em conta remoções e aposentadorias.

      Responder
  • 10. ricardo  |  13/08/2014 às 09:03

    Como assim não haverá prova para categoria O?

    Responder
    • 11. apeoesp  |  16/08/2014 às 13:08

      Prezado professor Ricardo,
      Não haverá para todos que já estão ou estiveram na rede. A nota do concurso valerá para os que foram nele aprovados. Só haverá prova seletiva, se for necessária, para os novos.
      Bebel

      Responder
      • 12. ricardo  |  16/08/2014 às 20:42

        Então fica assim:
        Fiz 62 pontos no concurso , esta nota estara valendo para a classificação juntamente com a pontuaçãode tempo de trabalho?

      • 13. apeoesp  |  23/08/2014 às 14:03

        Prezado professor Ricardo,
        Sim.
        Bebel

      • 14. ricardo  |  25/08/2014 às 12:17

        Cara Bebel,
        Esta gerando muita confusão as noticias sobre a atribuição, estão dizendo por ai que os remanescentes do concurso,(que estao proximos da chamada) ficarão atras de quem passou,mas fez uma pontuação menor.
        Será que nao seria interessante um comunicado no site da apeoesp?
        Obrigado

      • 15. apeoesp  |  30/08/2014 às 13:57

        Prezado professor Ricardo,
        a informação que temos é a de que a nota do concurso será utilizada, substituindo a nota do processo seletivo, que não será realizado. A classificação é feita combinando-se a nota com os demais critérios de classificação. Infelizmente, contra a nossa vontade, a nota tem maior peso.
        Bebel

    • 16. ricardo  |  30/08/2014 às 15:48

      E sobre a remoção,ela nao acontecerá mesmo? Isso é legal?

      Responder
      • 17. apeoesp  |  06/09/2014 às 13:14

        Prezado professor Ricardo,
        A SEE informou que não haverá concurso de remoção. Legalmente, não são obrigados a fazer. Estamos estudando como proceder.
        Bebel

  • 18. Adriana  |  13/08/2014 às 14:50

    Prezada Maria Izabel,
    Se não houver prova seletiva para os aprovados no concurso, como será o critério de classificação?
    Desde já, agradeço!

    Responder
    • 19. apeoesp  |  16/08/2014 às 12:55

      Prezada professora Adriana,
      A classificação existente para os que já estão na rede. Para os que foram aprovados no concurso, vale a nota do concurso. Apenas para os novos poderá haver algum processo seletivo, em cadastro emergencial, se houver necessidade.
      Bebel

      Responder
      • 20. Marcello  |  16/08/2014 às 13:49

        Mas quem ficará a frente da classificação final, os que estão a tempos na escola e foram reprovados no concurso ou os que foram aprovados mas nunca lecionaram? Se o concurso que é a maior autoridade a preferência são dos aprovados, o correto seria os que foram aprovados saíssem a frente dos não aprovados.

  • 21. Valquiria  |  13/08/2014 às 18:02

    Boa tarde, gostaria de saber quando será o concurso de remoção e quantas vagas serão destinadas para a próxima chamada. Obrigada.

    Responder
    • 22. apeoesp  |  16/08/2014 às 12:50

      Prezada professora Valquiria,
      Ainda não temos essa informação. Assim que a obtivermos, divulgaremos.
      Bebel

      Responder
  • 23. Cris  |  14/08/2014 às 16:12

    Bebel, depois do dia 02/08, quem teve a resposta no D.O como apto tem quantos dias para a posse? Estão dizendo que é imediato. Está informação procede? Obrigada.

    Responder
    • 24. apeoesp  |  16/08/2014 às 12:42

      Prezada professora Cris,
      Sim. Se houver motivos suficientes, você pode ingressar com pedido de prorrogação da posse.
      Bebel

      Responder
  • 25. Cassio  |  16/08/2014 às 13:33

    Por que vc não muda essa estrategia de greve com professores, e joga limpo com a gente? O que poe preço em qualquer mercadoria em um pais capitalista é a lei da oferta e procura. Enquanto tiver professor de tudo, querendo dar aula de qualquer coisa, nosso salario será péssimo. A sua luta deveria incentivar os professores a pegar o menor numero de aulas possíveis na atribuição, para realmente faltar professor. Ai sim teríamos uma proposta decente de reajuste.

    Sem mais.

    Responder
    • 26. apeoesp  |  16/08/2014 às 13:50

      Prezado professor Cassio,
      Não entendi sua colocação. Se esta é a sua opinião, deveria participar das reuniões do sindicato e defendê-la. Cabe-me como Presidenta da APEOESP encaminhar o que decide a maioria. Se tem uma opinião, convença seus colegas e lute para aprová-la. Neste caso, aprovada pela maioria, a diretoria do sindicato a encaminhará. Isto é jogar limpo.
      Bebel

      Responder
      • 27. carlos  |  17/08/2014 às 19:19

        BEBEL boa tarde.
        Sei que as reclamações do sindicato estão de acordo com o que pensam os cidadãos, mas qual sindicato além do nosso luta pelos professores?
        Qual sindicato indica falta de água, mazelas no metro como formas de reclamação?
        Vejo que nossa luta primeiramente deve ser pelos professores, após conseguirmos melhorias em nosso círculo, aí deveríamos lutar pelas outras coisas. Vejo que você esta desvirtuando nossas lutas incluindo assuntos que não são pertinentes a categoria.

      • 28. apeoesp  |  23/08/2014 às 13:45

        Prezado professor Carlos,
        Discordo frontalmente. Somos, antes de tudo, pessoas, cidadãos e cidadãs. Na minha gestão, o sindicato tratará, sim, de tudo o que interfira em nossa existência, como professores, como profissionais, como pessoas e como participantes da nossa sociedade.
        Não vejo desvirtuamento nenhum nisso. Nosso silêncio sobre o que ocorre no nosso estado e no nosso país não vai facilitar em nada a melhoria de nossa situação na rede estadual de ensino. Muito pelo contrário.
        Bebel

  • 29. Ana Ligia Tácito  |  17/08/2014 às 21:49

    Olá Bebel!!Sou categoria O e não passei no concurso,vou mudar de diretoria de ensino (motivo trabalho do meu marido) e meu contrato termina no fim deste ano.Como fica minha situação??Essa duzentena ainda está valendo??Vou para outra diretoria com a pontuação que já tenho(passei na ultima prova tenho 68 pontos) ???ou vou ficar no cadastro emergencial??Obrigado.

    Responder
    • 30. apeoesp  |  23/08/2014 às 13:42

      Prezada professora Ana Ligia,
      A SEE afirma que encaminhará projeto de lei para acabar com a “duzentena”. Estamos cobrando todos os dias. Caso ocorra, ficará afastada quarenta dias e poderá iniciar o ano letivo com aulas.
      Bebel

      Responder
  • 31. Gustavo  |  18/08/2014 às 14:16

    Professora Bebel ,bom dia!
    Na minha U.E os comentários referentes a nova postura de contratação do categoria O são dúvidas.Serão duas listas? Uma para os aprovados no concurso e outra para os reprovados já na rede?
    No meu caso estou na rede á 3 anos e não prestei o concurso,logo não sei como será minha situação para o próximo ano. Alguns cogitaram á hipótese de que á ação de garantir para os aprovados junto dos que já atuam na verdade seria apenas um meio para a listagem final,que daria a classificação a partir dos pontos na D.E desde o ingresso no magistérios,pois nós O também recebemos essa pontuação anualmente , dados presentes na secretária digital por exemplo.

    Responder
    • 32. apeoesp  |  23/08/2014 às 13:32

      Prezado professor Gustavo,
      Os professores da categoria O aprovados no concurso utilizarão a nota do concurso para a classificação. Os professores que já fizeram a prova, utilizarão esta nota. Haverá seleção específica para os novos, se for necessária a sua classificação.
      Bebel

      Responder
      • 33. Marcelli  |  23/08/2014 às 16:09

        Bebel, uma duvida. Apos os estaveis, a preferencia na contratacao será para os aprovados no concurso?
        Se for isso, eu vejo como uma forma de facilitar os aprovados a aguardarem a convocaçao dentro do sistema. Obrigada…

      • 34. apeoesp  |  30/08/2014 às 14:16

        Prezada professora Marcelli,
        Sim, será esse o procedimento.
        Bebel

  • 35. Ana Ligia Tácito  |  20/08/2014 às 22:33

    Olá Bebel por favor me responda o mais breve possível,pois estou para ir embora porque meu marido foi transferido no serviço e eu não sei o que fazer.Sou categoria O aprovada com 68 pontos, peguei aulas na atribuição de PAA e vou ter que interromper meu contrato pois não tem condição de meu marido ir embora e eu ficar .Tenho criança pequena e a família mora muito longe.Como fica minha situação sou exonerada do cargo e só vou pegar aulas daqui 2 anos???Qual que está valendo a duzentena ou quarentena,pois contrato interrompe fim deste ano????Para mudar de diretoria não vou ficar na classificação dos categoria O aprovados???Eu posso sair antes da transferência ,pois preciso ir antes para procurar casa,escola para meu filho(4 anos). Desde meu muito obrigado.

    Responder
    • 36. apeoesp  |  23/08/2014 às 12:39

      Prezada professora Ana Ligia,
      Sim. Mas a situação pode ser ainda mais complexa, pois o Estado vem impedindo que pessoas que cancelaram seus contratos ou romperam vínculos com o Estado retomem esse vínculo pelo prazo de cinco anos. A APEOESP não concorda e ingressa com ação individual quando isto ocorre.
      No seu caso, se não ocorrer esse afastamento por cinco anos, teria no entanto que permanecer fora da rede por duzentos dias. Também estamos exigindo que o Governo acabe com essa “duzentena”.
      Bebel

      Responder
  • 37. claudelina  |  22/08/2014 às 10:13

    Haverá remoção este ano?

    Responder
    • 38. apeoesp  |  23/08/2014 às 11:34

      Prezada professora Claudelina,
      Corre informação interna na SEE apontando para a não ocorrência de concurso de remoção neste ano. Estamos realizando um estudo jurídico sobre a obrigatoriedade legal da remoção e faremos contato com o Secretário para discutir essa questão.
      Bebel

      Responder
  • 39. Joice Costa  |  25/08/2014 às 11:19

    Bom dia
    Estou na rede desde o ano passado e meh contrato se encerra neste ano.Prestei o concurso mas não fui aprovada, e corre rumores da extinção da categoria O no próximo ano! Você pode explicar qual é a real situação e como ocorrerá a contratação?obrigada

    Responder
    • 40. apeoesp  |  30/08/2014 às 13:59

      Prezada professora Joice,
      Lutamos para que a forma de contratação do professor da categoria O seja substituída por uma forma mais justa, com direitos e segurança. Isto ainda está distante de ocorrer. No ano que vem, os que não tiverem a nota do concurso ficarão para uma segunda fase, contratados em cadastro emergencial se houver necessidade.
      Bebel

      Responder
  • 41. Aline Flávia Pereira Pinto  |  28/08/2014 às 17:54

    Bebel,
    Nós professores precisamos que algo seja feito no que que diz respeito ao processo de remoção, uma vez que este ano já fomos prejudicados, pois foram oferecidas vagas para professores ingressantes que não foram oferecidas no processo re remoção no ano de 2013. Eu fui muito prejudicada, porque além de perder a oportunidade de trabalhar em minha cidade, eu tinha conseguido aulas pelo artigo 22 na atribuição inicial, depois das férias minha diretora me avisou que eu deveria voltar para a minha sede, pois as minhas aulas iriam para uma ingressante. E do jeito que as coisas estão caminhando, estou vendo que a cena se repetirá no ano que vem, pois não havendo a remoção neste ano, no ano que vem eles continuarão chamando os aprovados do concurso e mais uma vez seremos prejudicados. Confio em você e em nosso sindicato, portanto acho que a hora de lutar por essas questões é agora. Abraço,

    Professora Aline

    Responder
    • 42. apeoesp  |  30/08/2014 às 12:54

      Prezada professora Aline,
      A SEE diz que não fará remoção neste ano, alegando que o concurso foi regionalizado. Ocorre que muitos professores estavam esperando por essa oportunidade. Diz que só haverá a possibilidade pelo artigo 22. Estamos pressionando para que seja feito o concurso de remoção. Somente com mobilização podemos conseguir um recuo. É importante um grande comparecimento na assembleia do dia 25/09, 10 horas, na Avenida Paulista.
      Bebel

      Responder
  • 43. Caio Cesar  |  31/08/2014 às 00:35

    Bebel, e como ficará os professores ativos categoria O, aprovados no concurso que estão no fim do contrato?

    Responder
    • 44. apeoesp  |  06/09/2014 às 12:51

      Prezado professor Caio Cesar,
      Sugiro que se inscrevam no processo. Se houver indeferimento, podem recorrer à APEOESP para ingressar com mandado de segurança. O governo quer mantê-los afastados por 200 dias. A SEE informa que já elaborou projeto de lei para acabar com a “duzentena”, mas setores do governo não concordam. Ingressaremos com ação judicial para garantir os direitos de todos.
      Bebel

      Responder
      • 45. Caio Cesar  |  06/09/2014 às 21:29

        Obrigado. Saiu a portaria de inscrição para 2015 no qual não esclarece bem a situação dos professores aprovados no fim do contrato, entretanto esse é o meu primeiro contrato e me parece que a duzentena vale para o segundo contrato, correto? Lute por nós. Confiamos em vocês. Sou grato.

      • 46. apeoesp  |  13/09/2014 às 15:54

        Prezado professor Caio,
        A SEE não quer aceitar a inscrição de professores em final de contrato. Estamos lutando para que aceitem. Solicitamos reunião com o Secretário da Educação. Quanto à duzentena, se não for extinta, ingressaremos com ação judicial, como no início deste ano.
        Bebel

  • 47. Caio César  |  12/09/2014 às 20:19

    Se me permite quero deixar registrada a minha decepção com o sindicato!!! Como vocês podem não estar lutando contra essa última portaria? Como permitem que centenas de professores fiquem desempregados? que culpa temos de termos cumprido um contrato precário de dois anos? e por isso não poderemos confirmar inscrição para 2015! Passei no concurso e ainda assim terei que largar o projeto que trabalho nesse dois anos de luta em busca de uma educação diferenciada por um zelo do governo… Estamos sozinhos e sem direção alguma, é uma lastima tudo isso!!!

    Responder
    • 48. apeoesp  |  13/09/2014 às 12:15

      Prezado professor Caio,
      Creio que antes de manifestar sua decepção, você deveria informar-se, sem fazer pré-julgamentos. Nosso departamento jurídico examinou a portaria e manifestou-se pelo ingresso de ações individuais, caso não se consiga uma solução negociada. Já fizemos contato com a SEE e estamos aguardando resposta, para que seja permitida a inscrição de todos. Caso prevaleça a duzentena (embora a SEE informe que enviou ao governo projeto para acabar com ela, mantendo o afastamento de 40 dias), ingressaremos com ação judicial, como neste ano. Já solicitamos reunião ao secretário da educação para discutir esses pontos.
      Todos sabemos que este governo não negocia facilmente. Não temos feito sucessivas assembleias e estamos em situação de preparar a greve. A greve, porém, não é uma decisão da categoria. No dia 25 de setembro, às 10 horas, na Avenida Paulista, teremos nova assembleia. É preciso que categoria esteja mobilizada para conseguirmos resultados.
      Bebel.

      Responder
      • 49. Caio  |  13/09/2014 às 13:22

        Desculpa, mas está enganada! Já mandei alguns emails e liguei para vocês em SP, como também estive na minha subsede de Pindamonhangaba e as respostas foram as mesmas “aguarde o emergencial”. Por essa razao, tenho todos os argumentos.
        para expressar a minha indignação… não me orientaram em nada. Estou chateado. Grato.

      • 50. apeoesp  |  21/09/2014 às 12:58

        Prezado professor Caio,
        Creio que não pode responsabilizar o sindicato pelos desmandos do governo. Não temos o poder de fazer ou desfazer, mas de lutar da melhor forma ao nosso alcance para defender os professores. Fizemos contato com a SEE, que comprometeu-se a alterar o sistema de inscrições para que todos possam inscrever-se. Por outro lado, ingressamos com ação judicial para que não haja duzentena, mas apenas quarentena, embora nossa luta seja para que se extingua qualquer tipo de afastamento.
        Bebel

  • 51. Caio  |  13/09/2014 às 16:16

    Sobre ação individual o que posso fazer? Precio me inscrever no GDAE para ter acesso aos projetos de pasta no qual já tenho aulas atribuidas… sem essa confirmação estarei fora do programa.

    Responder
    • 52. apeoesp  |  21/09/2014 às 12:48

      Prezado professor Caio,
      Procure o departamento jurídico na sua subsede.
      Bebel

      Responder
  • 53. Caio Cesar  |  14/09/2014 às 21:51

    Recebi uma resposta da Secretária Adjunta da secretaria de educação de SP.
    Cleide Bauab Eid Bochixio
    Prezado Caio,
    boa noite.
    Se você fez o concurso e está classificado, será chamado pela classificação do concurso, na Diretoria de ensino onde se inscreveu, pois não fizemos prova seletiva, justamente para os professores aprovados não precisarem fazer prova de novo. Se o tempo de contrato venceu, porque já ficou mais de um ano, infelizmente não é o governo do Estado, mas é o Ministério Público que obriga a dispensa, porque não permitem contrato por mais tempo. Se o professor tiver de passar apenas pela quarentena, poderá fazer o cadastro emergencial. Ligue para o número 31566204 e tire suas dúvidas com o pessoal do CEMOV/CGRH
    respondi:
    Sra Cleide, entendo. Em 2013 alguns professores estavam na mesma situação e puderam confirmar inscrição no GDAE, puderam ir na atribuição e após a quarentena assumiram as aulas. Neste ano nem isso poderemos fazer e sem o cadastro no GDAE não poderei concorrer as aulas do projeto que terá atribuição em fev e na certa o emergencial será depois. Não acho justo eu ficar fora… Por isso a minha insatisfação.
    continuei: Li que a Sra postou sobre fé em mudanças… como podemos acreditar em mudanças em um cenário educacional tão precário? Na história do estado, concurso sempre foi mérito, nesse ano parece que seremos penalizados por termos passado uma vez que a portaria faz-se entender que remanescentes escolherão após os categorias O com contrato ativos para 2015… onde está o mérito? Como após dois anos d contrato seguindo e respeitando uma legislação pesada quanto a faltas etc… seremos penalizados e jogados em um possível cadastro emergencial? castigo por termos cumprido? Onde está a lógica nisso tudo? Sonho com mudanças, sim, mas que alguém possa ver nos professores com bons olhos e respeito!

    Responder
    • 54. apeoesp  |  21/09/2014 às 12:27

      Prezado professor Caio,
      A Secretária Adjunta nos respondeu há dias que as inscrições estavam suspensas para correção de problemas, inclusive o impedimento de inscrições. Por outro lado, ingressamos na justiça para que seja derrubada a duzentena, para que todos possam participar do processo de atribuição de aulas.
      Bebel

      Responder
  • 55. César  |  21/09/2014 às 20:42

    Bebel,

    Você obteve alguma previsão de aumento salarial durante as reuniões com o Secretário?

    César

    Responder
    • 56. apeoesp  |  27/09/2014 às 13:20

      Prezado professor César,
      Não há qualquer previsão.
      Bebel

      Responder
  • 57. Vanessa Cristina  |  23/09/2014 às 02:45

    Bebel,fui aprovada no concurso mas ainda não fui chamada, sou eventual desde 2009, nesta atribuição de 2015 caso eu não queira pegar aula posso aguardar a chamada do concurso ou sou obrigada pegar aula?Agradeço desde já
    Vanessa

    Responder
    • 58. apeoesp  |  27/09/2014 às 13:03

      Prezada professora Vanessa,
      Você pode aguardar a chamada do concurso.
      Bebel

      Responder
  • 59. Elizabeth Lima de Andrade Souza  |  23/09/2014 às 03:12

    Cara Bebel, sou PEB1, fiz a prova em 2012, fui aprovada mas em 2013 não pude atribuir pois era AOE contratada e tive que cumprir a duzentena. Em 2013 fiz novamente a prova mas perdi o prazo para apresentar meus documentos que comprovassem minha conclusão de curso,pois quando me cadastrei em 2012 era aluna do ultimo ano de pedagogia, portanto fiquei impossibilitada de atribuir.Quando abriu cadastro emergencial fui até minha diretoria para realiza-lo, fiquei acompanhado o processo mas meu cadastro não constou nem defirido nem indeferido.Não sei o que aconteceu com minha documentação nem o que a diretoria fez com o meu cadastro. Acontece que eu fiquei prejudicada, não pude atribuir e agora a pergunta: Como fica minha situação para ano de 2015?

    Responder
    • 60. apeoesp  |  27/09/2014 às 13:02

      Prezada professora Elizabeth,
      Você deve tentar inscrever-se. Se não tem nota do concurso, deverá ser inscrita em cadastro emergencial.
      Bebel

      Responder
  • 61. Edivan  |  23/09/2014 às 16:38

    Boa tarde, Maria Izabel! Ja li todas as perguntas e respostas acima e não ficou claro pra mim. Sou profª categoria O e meu contrato de 2 anos vencera esse ano. Não passei no concurso. Vou atribuir aulas somente agora porque não conseguir durante o ano todo, para não quebrar vínculo. Essa é a nossa real situação!!! Por favor seja objetiva, como ficara minha situação para o ano que vem? E o que o sindicato ira fazer por nós profª, para garantir nossos empregos? Só queremos trabalhar e mas nada!

    Responder
    • 62. apeoesp  |  27/09/2014 às 12:59

      Prezado professor Edivan,
      Primeiro, devo lembrar que o sindicato, de fato, para conquistar mudanças para todos, precisa que os professores participem das mobilizações. É isto que pressiona o governo a atender nossas reivindicações. Infelizmente o comparecimento à assembleia do dia 25/09 foi muito pequeno. Todos devem lutar para assegurar que possam continuar tendo seus empregos. Do contrário o governo imporá sua vontade, sem resistência da categoria.
      Buscando assegurar que todos possam participar do processo de atribuição de aulas, a APEOESP ingressou com ação judicial, também contra a duzentena.
      Bebel

      Responder
    • 63. Caio  |  27/09/2014 às 13:21

      Olá Bebel, primeiramente quero agradecê-la por estar a frente do sindicato ao nosso favor, mesmo que esteja frente a uma guerra onde os soldados (professores) pouco se mostrem interessados em mudanças, isso notório ao observar a assembleia de ontem e a enquete de intenção de votos presente no site da APEOESP. Tenho algumas dúvidas:
      – o sindicato já tem alguma respostas da SEE sobre a “duzentena” para 2015?
      – sabe quando o sistema GDAE estará disponivel para inscrições e se essas serão feitas por todos os professores em exercício em 2014?
      – tem previsão de terceira chamada?
      – professor categoria “O” poderá participar de projetos de pasta? Na última portaria cita apenas a opção de inclusão de efetivos e F.

      Grato pelas informações.

      Responder
      • 64. apeoesp  |  29/09/2014 às 00:24

        Prezado professor Caio,
        Obrigada.
        A SEE diz que é contra a duzentena, mas que o governo deve mantê-la. Ingressamos com ação judicial para que não seja usada.
        O sistema foi fechada para ajustes. Deve retornar nesta semana, mas não nos foi informada a data.
        Não há previsão para uma terceira chamada. Não deve ocorrer neste ano.
        Professores da categoria O não participam, em princípio, dos projetos da pasta. Sabemos de casos isolados, dependendo da diretoria de ensino.
        Bebel

  • 65. liliana schirrmeister silva  |  23/09/2014 às 18:47

    prezada Bebel sou cat O peb 1 iniciei meu contrato em fevereiro desse ano 2014 ,com classe atribuída, se permanecer o que decidiram faço minha inscrição no GDAE , eu gostaria de saber o que significa que o contrato continua, minha atribuição vai ser na escola em que estou depois dos efetivos , estáveis ? pois isso ta meio confuso , e minha colega trabalhou em 2013 ficou 40 dias afastada e pegou aula esse ano ,se entendi ela não faz a inscrição ? me tire essa dúvida por favor.

    Responder
    • 66. apeoesp  |  27/09/2014 às 12:52

      Prezada professora Liliana,
      Sim. Sua atribuição será na escola.
      Bebel

      Responder
  • 67. maria  |  24/09/2014 às 02:19

    VAMOS ENTRAR LOGO EM GREVE AGORA TA NA HORA

    Responder
  • 68. Paulo  |  24/09/2014 às 16:45

    quando o professor categoria ¨O¨ termina o contrato , que foi prorrogado, ele deve cumprir duzentena e não pode se cadastrar para o gdae ou cumpre quarentena e pode se cadastrar no gdae ?

    Responder
    • 69. apeoesp  |  27/09/2014 às 12:32

      Prezado professor Paulo,
      Está prevista duzentena, mas ingressamos com ação judicial para derrubá-la e também para garantir a inscrição de todos.
      Bebel

      Responder
  • 70. ROSI  |  26/09/2014 às 12:58

    BEBEL, MINHA ESCOLA PAROU NO DIA 25/09/14, PORÉM PELO QUE CONTEMPLAMOS A ADESÃO FOI POUCA, A APOESP IRÁ TENTAR A NEGOCIAÇÃO DESDE DIA COM O ESTADO PARA UMA FUTURA COMPENSAÇÃO!
    FIQUE COM DEUS!!!

    Responder
    • 71. apeoesp  |  26/09/2014 às 20:22

      Prezada professora Rosi,
      Sim, tentaremos. A fraca adesão, claro, dificulta uma negociação estadual.
      Bebel

      Responder
  • 72. Maria Angelica de A Rossito  |  26/09/2014 às 20:25

    Boa tarde Bebel,
    Mais uma vez preciso do apoio de nosso sindicato na luta pelos professores.Ele é aquele que luta por nós.Preciso para obter minhas tão esperadas evoluções ,do Decreto Regulamentador para evolução pela via não academica,do nível VI ao VIII. Conto com a ajuda deste sindicato o mais rapido possivel.Fico no aguardo de uma resposta satisfatória.

    Responder
    • 73. apeoesp  |  27/09/2014 às 11:59

      Prezada professora Maria Angélica,
      Para que possamos ajudá-la, precisamos de informações mais precisas. Quais são os problemas que vem encontrando? Você apresentou os documentos comprobatórios que lhe permitem a evolução? Realizou cursos, seminários, congressos? Tem as produções previstas no fator produção profissional? Sugiro que procure o departamento jurídico, na subsede, para que possa ser orientada, mediante a documentação que tem em seu poder.
      Bebel

      Responder
  • 74. Mônica  |  27/09/2014 às 19:54

    Bebel,

    O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), ao julgar recurso do Estado contra ação impetrada pela APEOESP, decidiu a favor do nosso Sindicato, em primeira instância, confirmando que o Estado deve pagar os quinquênios sobre os vencimentos integrais dos professores, da ativa, aposentados, pensionistas e todos aqueles que estiveram filiados em 2006. O pagamento deve ser retroativo a 2001 (pela lei, a retroatividade é de 5 anos da data de ingresso da ação) com juros e correção monetária.
    Entrei com ação pela APEOESP de Jacareí, tirei cópias de todos documentos solicitados e paguei uma taxa de R$60,00, o fato é que ninguém informa nada sobre o caso. Existe uma previsão para o pagamento desses quinquênios???

    Obrigada

    Responder
    • 75. apeoesp  |  29/09/2014 às 00:14

      Prezada professora Monica,
      Não existe. Há recurso do Estado. A APEOESP solicitou a execução da sentença. Vou solicitar informações ao departamento jurídico e publicarei aqui no blog.
      Bebel

      Responder
  • 76. Eloisa Limma Geografia  |  30/09/2014 às 20:45

    SOBRE REMOÇÃO 2014
    esta foi a RESPOSTA QUE RECEBI AO ESCREVER PARA A OUVIDORIA.
    OBS. TODOS OS PROFESSORES Q ESCREVERAM RECEBERAM A MESMA RESPOSTA “PRONTA”. QUER DIZER PRA SEE SOMOS APENAS Nºs E NÃO PESSOAS COM NECESSIDADES DIFERENTES. RESPOSTA PRONTA DE CONTEÚDO IGUAL, PARA TODOS OS PROFESSORES QUE ESCREVERAM REGISTRANDO SEU PEDIDO E SEU PROTESTO.ESTOU TRISTE, DEPRIMIDA E DESACREDITA.

    São Paulo, 29 de Setembro de 2014.

    Senhor(a) Eloisa,

    Em resposta ao seu questionamento, informamos que a demanda foi direcionada ao setor competente, neste caso a Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos – CGRH, para averiguação.

    Segue abaixo a resposta do(a) senhor(a) Coordenador.

    Atenciosamente
    Ouvidoria/SEESP

    Prezado (a),

    O Centro de Ingresso e Movimentação, responsável pela operacionalização do Concurso de Remoção e Atribuição de Classes e Aulas esclarece preliminarmente que pertinente ao Concurso de Remoção para a classe docente em 2014, a decisão administrativa para a não realização do evento, pautou- se em questões as quais teceremos algumas considerações:

    A remoção dos docentes titulares de cargo ocorre por meio de Concurso conforme o previsto no artigo 24 da LC 444/85, sendo regulamentado pelo Decreto nº59.447/2013, Decreto nº 55.143/2009 e Resolução SE nº 95/2009.

    Não existe obrigatoriedade legal para realização de Concurso de Remoção anualmente, embora esta Administração, atenta aos anseios de seus funcionários e ciente da necessidade de promover ao docente ter seu cargo classificado em unidade escolar perto de sua moradia, propiciando motivação para o desenvolvimento de seu trabalho pedagógico,promove sistematicamente Concurso de Remoção para a Classe Docente, nas modalidades Títulos e União de Cônjuges, eventos estes em que tem havido grande movimentação.

    Assim, verifica-se que a última movimentação da classe ocorreu por meio do Concurso de Remoção Docentes 2013, cuja movimentação deu-se em fevereiro de 2014, movimentação esta de grande proporção, que contemplou 9.248(nove mil duzentos e quarenta e oito) Professores Educação Básica II e 1.249( mil duzentos e quarenta e nove) Professores Educação Básica I, contabilizando 10.497 docentes removidos para unidades pleiteadas.

    Deste modo, a opção de não realizar nova remoção, decorreu do fato de que esta grande movimentação contemplou muitos docentes que já se encontram na rede recentemente, não havendo necessidade de promover-se novo evento, podendo-se aguardar até 2015.

    Ainda verificou-se que a Rede conta com grande número de docentes ingressantes, oriundos do Concurso de Provimento de Cargo – PEB II/2013, os quais, ainda se encontram em processo de posse e exercício, sendo o mais adequado aguardar a acomodação deste quadro;

    Considerou-se, portanto, que para os titulares de cargo que não se removeram em 2014 e necessitam de nova movimentação, tem a opção de na ocasião da inscrição para o processo de atribuição de classes e aulas/2015, previsto para ocorrer brevemente , concorrer pelo artigo 22 da LC 444/85, para a uma vaga temporária em outra unidade escolar para o próximo ano letivo, para a qual não há vedação.
    Diante deste quadro, informamos que a não realização do certame em 2014 não decorreu de descuido por parte desta Pasta com seus docentes e sim de decisão administrativa devidamente estudada, considerando-se o fator principal de atender amplamente o aluno, mantendo-se estabilizado o quadro docente, recentemente alterado.

    Atenciosamente,

    CEMOV/CGRH/SEE-SP

    ………………………………………………………………………………..

    MEU QUESTIONAMENTO FOI:
    1)SE O CONCURSO FOI REGIONALIZADO PARA OS INGRESSANTES. COMO INCLUIR OS PROFESSORES MAIS ANTIGOS NESTE PERFIL?
    2)COMO NÃO TER AVISADO ANTERIORMENTE AO SINDICATO E PROFESSORES QUE NÃO HAVERIA REMOÇÃO 2014 -SE FOI ALGO PLANEJADO MINUCIOSAMENTE PELA SEE?
    3)AS VAGAS QUE ESTÃO ESVAINDO-SE A CADA DIA E O PROFESSOR QUE AGUARDAVA A CADA ANO PARA CHEGAR PRÓXIMO DA SUA RESIDÊNCIA, VIU SUA VAGA SER PREENCHIDA.
    4) COMO SER DESIGNADO PELO ART. 22 VISTO QUE SE UM PROFESSOR RETORNAR CAUSARIA O EFEITO DOMINÓ? ART. 22 EM ÉPOCA DE INGRESSO É SORTE. – NÃO POSSO ME APOIAR EM SORTE.
    ……………………..
    Professora Bebel, qual a posição do Sindicato? Esse quadro tenebroso vai mudar? Aguardo resposta ansiosamente.
    professora Eloisa

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,910,351 hits

%d blogueiros gostam disto: