Levantamento parcial indica o fechamento de quase três mil classes na rede estadual de ensino

07/02/2015 at 11:38 11 comentários

Já são quase 3 mil classes fechadas, mas o levantamento parcial ainda não atingiu metade das subsedes da APEOESP. Primeiro, o Governo negou que houvesse fechamento de classes.

Diante das denúncias da APEOESP e do ato público com cinco mil professores em 29/01, passou a admitir, minimizando o problema. E agora? O que dirá? O Secretário da Educação diz que não há superlotação de salas de aula, mas proliferam nas redes sociais e na sede da APEOESP cópias de listas com 52, 58 e até 61 alunos no ensino regular. Em EJA há classes com o inacreditável número de 90 alunos por sala! Estamos exigindo o desmembramento das salas superlotadas e reaberturas de classes. Mais qualidade de ensino para o aluno e mais empregos para os professores.

Ainda por cima, falta água, condições de trabalho e a perspectiva de reajuste salarial por parte do Governo é ZERO. Por isso, a unica saída é a GREVE! Mas ela tem que ser bem preparada e muito discutida nas escolas para que saia forte, massiva e conquiste nossas reivindicações.

Professor(a): procure sua subsede. participe do movimento.

http://www.apeoesp.org.br/noticias/noticias/placar-do-fechamento-superlotacao-de-classes/

fechamento_salas_06_02_2015(1)_142325630710590764000

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Reivindicamos a volta das regras previstas na Resolução SE 75/2014. Vamos realizar uma grande assembleia no dia 13 de março, às 14 horas, no Vão Livre do MASP.

11 Comentários Add your own

  • 1. Lais  |  08/02/2015 às 03:27

    Olá Bebel, pode parecer cedo de mais, mas pelo andar das chamadas do concurso PEB II não seria viável já conversar com secretário agendada a 4°chamada do concurso? Observamos que cerca de 50% dos convocados não comparecem á chamada e como teremos que cumprir a duzentena no ano que vem teremos mais professores sem aulas aguardando a chamada, não seria bom estudarmos por exemplo a chamada em agosto e em setembro para as vagas não preenchidas? Obrigado!

    Responder
    • 2. apeoesp  |  15/02/2015 às 09:20

      Prezada professora lais,
      A chamada será feita no segundo semestre para posse em 2016. Não desejamos ingresso no meio do ano, que causa tumultos na vida dos alunos, transtornos e desemprego aos professores que estão com contratos.
      Bebel

      Responder
  • 3. André  |  08/02/2015 às 10:59

    Ola Profa. Bebel.
    Acho extremamente importante esse trabalho realizado, porém esses números ainda são muito pequenos, na minha cidade por exemplo , em Franca – SP o fechamento foi absurdo (praticamente todas as escola tiveram uma ou mais salas fechadas) , pq a subsede daqui não está calculando isso ? pelo que eu saiba ninguém da apeoesp daqui se deu ao trabalho de fazer esse levantamento.

    Responder
    • 4. apeoesp  |  15/02/2015 às 09:22

      Prezada professor André,
      Todas as subsedes da APEOESP estão sendo consultadas pela sede central.O total de classes fechadas na região de Franca, segundo a subsede, é de 103. verifique no placar em http://www.apeoesp.org.br.
      Bebel

      Responder
  • 5. gi-sarmento@hotmail.com  |  08/02/2015 às 15:53

    Queremos soluções sobre a duzentena, queremos trabalhar.😞

    Responder
    • 6. apeoesp  |  15/02/2015 às 09:28

      Prezada professora Gi,
      Também queremos. Infelizmente não somos o governo, que inventou essa aberração e poderia acabar com ela. resta-nos lutar. Não conseguimos a liminar nas ações coletivas, mas estamos conseguindo em várias ações individuais. Por favor, procure a subsede de sua região.
      Boa sorte.
      Bebel

      Responder
  • 7. Rodrigo  |  08/02/2015 às 21:29

    Se o nosso sindicato nos representasse, não estaríamos nessa situação. Presidenta pode dar mais uma resposta mal educada para mim. Mas isso só é minha humilde opinião.

    Responder
    • 8. apeoesp  |  15/02/2015 às 09:34

      Prezado professor Rodrigo,
      Conquistas são feitas de luta. O sindicato, sozinho, nada conquista, se não não houve participação. Estamos convocando uma grande assembleia para 13 de março, na qual vamos decretar a greve. Tenho certeza de que estará lá e levará o maior número possível de colegas para que possamos fazer uma greve forte, para obrigar o governo a atender nossas reivindicações.
      Bebel

      Responder
  • 9. Gabriela  |  10/02/2015 às 21:02

    Bebel, precisamos reabrir todas essas classes e fazer uma nova atribuição de aulas para os professores efetivos e F que ficaram adidos e aos professores cat. O com contrato vigente e remanescentes que ficaram sem aulas. Precisamos resolver essa situação até a quarta feira de cinzas para que o retorno pós carnaval seja melhor.

    Responder
  • 10. Professor  |  10/02/2015 às 22:41

    Presidenta, por favor, me esclareça uma dúvida.

    Sou professor da rede estadual e todo ano é o mesmo drama com os horários de aula. Nesse ano decidi dar um basta.

    Na escola em que atuo, com jornada de 32 aulas, dou 28 à tarde e 4 pela manhã (apenas uma sala).

    No horário fechado pela escola, em um dos dias da semana, serei obrigado à dar as duas primeiras aulas da manhã (das 7hs às 8h40) e depois todas à tarde (das 13 às 18h20). Como moro à uma distância de uma hora (e dependo de transporte público) da escola, serei obrigado a permanecer 11 horas e 20 minutos dentro da escola… Somando-se ao transporte, 13 horas longe de casa (sem acúmulo de cargo).

    Bom, em primeiro lugar, tentei negociar na escola, mas a gestão está irredutível. Eu quero saber: É possível eu procurar o jurídico de sindicato para buscar uma liminar que me garanta, no máximo, uma permanência de 9 horas consecutivas na escola? Eu tenho chances? Ou devo procurar a diretoria de ensino antes?

    E uma ação judicial, seria uma perda de tempo?

    Eu tive que ouvir, de maneira cínica, da coordenadora pedagógica, que eu não sou obrigado a permanecer na escola nesse período. Isso caracteriza assédio moral?

    Agradeço a atenção.

    Responder
    • 11. apeoesp  |  15/02/2015 às 10:09

      Prezado Professor,
      Sim, vale a pena tentar. Em 2014, conseguimos uma liminar coletiva para que os professores pudessem escolher. Foi cassada depois, mas fez efeito na atribuição.
      Procure o departamento jurídico na sua subsede.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,860,811 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em Temer, inimigo da educação, ve…

%d blogueiros gostam disto: