Mais um levantamento parcial de classes fechadas

15/02/2015 at 09:25 42 comentários

levanta apeoesp

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Você não quer reajuste zero em 2015, não é? Informações importantes para a categoria

42 Comentários Add your own

  • 1. rubens celso pereira purificação  |  15/02/2015 às 11:14

    Questionei a respeito da LDB 9394/96 artigo 26 modificado pela lei 10793 que fala sobre as aulas de educação física no período noturno e até o momento a APEOESP não se posicionou a respeito. Este discurso ultrapassado não convence mais ninguem de são consciencia.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  21/02/2015 às 13:39

      Prezado professor Rubens,
      Não sei de que discurso ultrapassado o senhor fala. A APEOESP luta cotidianamente para que toda a legislação seja aplicada e regularmente o Estado desrespeita a legislação, o que nos obriga a ingressar na justiça com milhares de ações individuais e muitas ações coletivas. Conseguimos sucesso em grande parte delas e em muitas outras não conseguimos.
      No caso da educação física no noturno precisamos de fatos para cobrar da SEE ou para ingresso com qualquer tipo de ação. Por favor, encaminhe para presiden@apeoesp.org.br ou publique aqui mesmo no blog os dados do desrespeito a essa legislação para que o sindicato possa agir.
      Bebel

      Responder
      • 3. rubens celso pereira purificação  |  21/02/2015 às 18:32

        Leiam as leis e verifique a postura do Estado sobre como ele oferece essas aulas, no contra turno pra ninguém fazer, e aproveitem pra conferir que a educação física é base comum nacional. Toda grade curricular tem suas aulas oferecidas no período noturno a educação física não. O discurso ultrapassado fica por conta da APEOESP não conversar a respeito dessa exclusão, e agir como se isso fosse normal, dando crédito e rezando na cartilha neoliberal do Estado. Trabalho em Guarulhos e desde 2014 a educação de jovens e adultos do período noturno tem suas aulas de educação física, e o Estado nega sistematicamente e ninguém luta e questiona? aí não dá. Grato Rubens

  • 4. Fatima freitas  |  15/02/2015 às 17:16

    Prezada Bebel!
    Se não abrir cadastro emergencial durante o ano, mesmo o professor já ter cumprido a duzentena vai ficar impedido de dar aula.
    Outra pergunta ouvi falar que os antigos categoria L, não fica em duzentena, e nossas ferias que não recebemos no final do contrato da categoria L, podemos ter esperança de um dia receber.
    Agradeço desde já!

    Responder
    • 5. apeoesp  |  21/02/2015 às 13:18

      Prezada professora Fátima,
      Sim, o professor só pode trabalhar se houver aulas disponíveis. As DEs estão abrindo cadastro emergencial para as disciplinas que tem aulas.
      Ganhamos o direito ao pagamento das férias, mas o estado recorreu. Confirmada a sentença, o estado terá que pagar.
      Bebel

      Responder
  • 6. Domingues  |  17/02/2015 às 13:51

    BOM DIA BEBEL; DESCULPE DE NÃO TER RELAÇÃO COM O ASSUNTO.GOSTARIA DE APROVEITAR O ESPAÇO NO SEU BLOG; POIS ME INFORMO DE TUDO QUE ESTÁ SENDO COMENTADO A RESPEITO DO PROFESSOR E O CONCEITUADO SINDICATO.GOSTARIA DE SABER SE O PROF. APOSENTADO TEM DIREITO AO BÔNUS? OBRIGADO E AGUARDO RESPOSTA.

    Responder
    • 7. apeoesp  |  21/02/2015 às 12:48

      Prezado professor Domingues,
      Infelizmente, não.
      Bebel

      Responder
    • 8. André  |  03/03/2015 às 18:59

      Além de não contribuir mais com o processo de ensino-aprendizagem quer ganhar dinheiro nas custas dos outros? É brincadeira, no máximo depois que se aposentou nunca mais foi a escola para fazer uma visita.

      Responder
  • 9. Pro. Gabriel  |  19/02/2015 às 16:14

    Bebel, a exemplo do povo paranaense, não podemos aguardar até a primeira quinzena de Março para fazer greve. É muito tempo de espera e tudo pode acontecer para nos prejudicar. O correto é iniciarmos na primeira semana de Março.

    Responder
    • 10. apeoesp  |  21/02/2015 às 12:25

      Prezado professor Gabriel,
      Cada categoria, em cada estado, tem sua dinâmica. Em muitos anos realizamos greves e lutas, mas não apenas os colegas do Paraná e de outros estados não estavam em luta e não seguiram nosso calendário. Mais importante do que nos espelharmos nos professores do Paraná (que apoiamos e são filiados à CNTE, como nós) é saber se uma greve na primeira semana de março será forte, se terá a participação dos professores, se levará o governo à mesa de negociação, se terá força para conquistar as reivindicações.
      Como está a sua escola? Os professores vão aderir em massa? Estão prontos a parar na primeira semana de março? Espero que sim, mas o estado é grande e devemos conversar muito com nossos colegas, pois quem faz a greve não é o sindicato e sim a categoria. Nenhum tempo é demais se for para realizar um movimento vitorioso.
      Bebel

      Responder
  • 11. Edna Santana  |  19/02/2015 às 17:15

    Boa tarde Bebel,
    Justamente por causa do fechamento de salas, faltaram muitas aulas, e isso é fato, inclusive aqui na minha diretoria.
    Porém, aqui, estão impedindo os profs O com contrato vigente, de ao menos participar das atribuições nas escolas! As atribuições estão sendo somente para os Fs!
    Já liguei na SEE, e dizem que a diretoria tem suas autonomias, desde que não esteja ferindo a legislação.
    Mas, se só pegamos APÓS os Fs, por que não podemos ao menos participar, para pegar, caso ninguém queira/possa?
    E vejo meus colegas dizendo que estão indo normalmente em atribuições, e até pegando aulas já,quando sobram…

    A diretoria pode agir assim Bebel?
    Muito obrigada!

    Responder
    • 12. apeoesp  |  21/02/2015 às 12:20

      Prezada professora Edna,
      Isto não deveria ocorrer. Conversei com o Secretário para que houvesse uma padronização de procedimentos de todas as DEs. Ele concordou, mas vemos que nada aconteceu. A autonomia das DEs é total. Cada uma procede de uma maneira. Se desejar, envie uma mensagem para presiden@apeoesp.org.br com a identificação de sua diretoria e o que vem ocorrendo, para que possamos questionar a SEE.
      Bebel

      Responder
  • 13. SANDRA MARGARETE ROSSI  |  19/02/2015 às 22:55

    Eu sei que o post não aborda os temas sobre os quais eu vou escrever, mas como não encontrei nenhum que tratasse do assunto, peço que me oriente, se possível.
    1º: Em um dos informativos da APEOESP, li uma recomendação referente aos dias trabalhados fora do horário de trabalho; sendo que nesse caso, o professor deve solicitar o pagamento das horas trabalhadas na própria escola, através de um “documento formulado”. Sinceramente, eu não sei o que é isso e gostaria que explicassem;
    2º: A APEOESP tem discutido com a Secretaria da Educação sobre a não existência de horas pedagógicas livres para quem tem Jornada Reduzida? Nesse caso, há a possibilidade de ação individual contra o Estado?
    Muito obrigada,
    Sandra

    Responder
    • 14. apeoesp  |  21/02/2015 às 12:13

      Prezada professora Sandra,
      Sobre o pagamento de horas extras, você deve formular um documento em que se identifica (nome, RG, escola, etc) e solicita o pagamento por trabalho extraordinário realizado no dias tais e tais. Se desejar, ligue para 11.33506214 e solicite um modelo. Também pode solicitá-lo na subsede.
      Em relação ao segundo problema, a lei não prevê horas em local de livre escolha para jornada reduzida. Assim, não há como ingressar com ação judicial. O assunto é pauta da discussão sobre a reformulação da carreira, que deve iniciar-se neste ano.
      Bebel

      Responder
  • 15. Geuza Maria Xavier Lima  |  20/02/2015 às 14:26

    Bom dia!
    Sei que a Apeoesp não concorda com a prova do mérito por achar uma forma injusta de avaliar o professor, no que eu também concordo. Mas como no momento é a forma apresentada pelo governo de nos conceder o aumento, fiz a prova em 2014, obtendo nota 6,5 na prova objetiva e 6,5 na dissertativa. O governo não soltou a média final junto com as notas das provas, mas fiquei na esperança do arredondamento da média já que na prova anterior houve arredondamento e no edital da prova anterior , tanto como no edital desse ano não falam de arredondamento. Pensando não ser justo dois pesos e duas medidas, fiquei na esperança de que este ano também arredondassem pois nessa prova preciso de nota 7,0 para conseguir o aumento. O governo está enrolando em publicar a média e o comentário geral é de que não haverá arredondamento. Gostaria de saber o que a Apeoesp está fazendo para nos defender quanto a este caso, pois eu sou uma associada que sempre lutou junto ao sindicato, fazendo greves e participando das passeatas, e sei que só assim… nos unindo poderemos lutar a favor da valorização do professor… Agradeço dese já a atenção .

    Responder
    • 16. apeoesp  |  21/02/2015 às 11:57

      Prezada professora Geuza,
      Já levamos o caso ao Secretário da Educação. A resposta é que o edital da promoção de 2014 não prevê o arredondamento das notas. Você pode tentar uma saída judicial, por meio do departamento jurídico da APEOESP, mas dificilmente terá sucesso, pois a regra não prevê o arredondamento.
      Bebel

      Responder
  • 17. Neia ALves  |  20/02/2015 às 16:19

    Professora Bebel por favor a APEOESP tem alguma posição/data a respeito da indenização dos categorias “O” na duzentena?

    Responder
    • 18. apeoesp  |  21/02/2015 às 11:53

      Prezada professora Neia,
      De acordo com informações da SEE, deve ser feito até 27/02. Caso não ocorra, procure o departamento jurídico na subsede para orientar-se sobre como proceder.
      Bebel

      Responder
  • 19. ana paula  |  20/02/2015 às 17:58

    Gostaria de uma informação comecei a lecionar em 2006 foi aberta minha portaria como permanência fui dispensada pq a titular voltou em julho de 2007 fiquei como l depois como categoria O gostaria de saber se posso entrar na justiça pela apeoesp?ja que em 2016 vou ficar de duzentena.

    Responder
    • 20. apeoesp  |  21/02/2015 às 11:47

      Prezada professora Ana Paula,
      Se você é associada da APEOESP pode, sim. Procure o departamento jurídico na sua subsede.
      Bebel

      Responder
  • 21. Rogerio Garcia  |  21/02/2015 às 00:17

    Sou Cat O, meu contrato teve vigência de 08/05/2013 a 20/12/2014 e não recebi as férias dia 20/02 e o que devemos fazer, já que a subsede Rib. Preto não nos orienta ?

    Responder
    • 22. apeoesp  |  21/02/2015 às 11:24

      Prezado professor Garcia,
      Pelo que apuramos, as verbas rescisórias devem ser pagas até 28/02. Vamos buscar uma melhor informação junto à SEE. Caso não sejam realmente pagas, você deve procurar o departamento jurídico na subsede.
      Bebel

      Responder
  • 23. Lais  |  21/02/2015 às 01:24

    Olá, Bebel, outro dia escrevi sobre a 3° chamada do concurso e acho que não me expressei bem, veja só eu quis dizer o seguinte: Seria bom se o sindicato já conversasse com a SEE sobre a 4° chamada pensando da seguinte forma, a 3° chamada ocorre em agosto então eles convocam 30 professores para determinada disciplina, mas desses 30 apenas 20 comparecem então sobram 10, essas 10 poderiam ser disponibilizadas em setembro e todos assumem em 2016. Eu sei que a SEE convoca alguns candidatos a mais pensando na desistência, mas esse número é pequeno, eles convocam 3 ou 5 a mais e na realidade quase 50% não comparece. Obrigada!

    Responder
    • 24. apeoesp  |  21/02/2015 às 11:23

      Prezada professora Lais,
      Não há possibilidade de conversar sobre uma quarta chamada antes que ocorra a terceira. Além dos professores que não assumem o cargo, há aposentadorias e exonerações, que entram no cômputo das vagas. Pode ainda haver concurso de remoção. Cada chamada deve corresponder às vagas realmente existentes e não pode ser planejada ou realizada até que se complete totalmente a chamada anterior.
      Bebel

      Responder
  • 25. Fabio  |  21/02/2015 às 03:14

    Eu gostaria de saber quando vou receber a rescisão contratual, sou professor PEB II, categoria O, contratado em Janeiro de 2014, tinham falado que iria cair dia 20 fev. de 2015, mas não veio nada, poderia me informar ? Obrigado.

    Responder
    • 26. apeoesp  |  21/02/2015 às 11:20

      Prezado professor Fábio,
      Fontes da SEE informam que será realizado o pagamento até 28/02. Na segunda feira vamos buscar uma informação mais precisa.
      Bebel

      Responder
  • 27. Roberta  |  21/02/2015 às 13:14

    Olá Bebel, gostaria dde aproveitar o espaço e fazer um comentario.
    Toda vez que fala de mérito vocês respondem não somos a favor!!! Bem isso não vem ao caso o sindicato esta para defender o professores que são associados e até agora não tem um resultado “oficial” e a incorporação do aumento no salario mais que atrasado.É fácil vocês ficarem contra, mas tem professores que realizaram a prova de mérito que é um direto de todos. E o que a APEOES fez ???? Pense bem. Os professores de mérito já reclamaram da ajuda e não vão parar!!!!! Cada com sua consciência!!!

    Ro

    Responder
    • 28. apeoesp  |  21/02/2015 às 13:44

      Prezada professora Roberta,
      Desconheço a sua afirmação. Tenho respondido dezenas de perguntas sobre a prova de mérito aqui no blog sem dizer, em nenhum momento “não somos a favor”. Se você lesse os materiais da APEOESP, veria que no boletim Informa Urgente nº 07, de 27/01/2015, que publiquei aqui no blog, está escrito:
      “Pagamento da promoção por mérito
      Questionado pela APEOESP, o Secretário reiterou a informação da SEE de que o pagamento da promoção por mérito será feito em abril, com valores retroativos a 1º de julho de 2014.”
      Creio que toda crítica é bem vinda, se objetiva melhorar o funcionamento do sindicato. Uma crítica mal informada, feita apenas para atacar, é uma péssima atitude.
      Bebel

      Responder
    • 29. Roberta  |  22/02/2015 às 13:22

      Desculpa Bebel,
      Mas ja vi resposta do sindicato afirmando que vocês nunca foram a favor da prova de merito. A primeira vez que perguntei da demora do pagamento foi a resposta que tive. Bem não tenho a ideia de ficar criticando o sindicato, acho que você esta equivocada, sempre acompanho as noticias da APEOSP. A minha critica e porque vcs não fizeram nada em relação a essa demora!!!!!

      sem mais

      Roberta

      Responder
      • 30. apeoesp  |  28/02/2015 às 14:23

        Prezada professora Roberta,
        Novamente, você está mal informada. Forma muitas as vezes em que questionamos a SEE sobre o pagamento da prova de mérito até, que finalmente, definiram abril como o prazo de pagamento. Questionamos também sobre a demora para publicação das notas, e nos foi dito que a demora se devia ao grande volume e complexidade das provas dissertativas.
        Quanto ao seu entendimento de que a APEOESP nada fez, gostaria de ouvir alguma sugestão sobre o que poderíamos ter feito, para que possamos fazê-lo caso venha a ocorrer fato semelhante. Espero que não cite ação judicial, incabível ao caso porque o direito não foi negado.
        Em relação à posição da APEOESP, gostaria que transcrevesse o trecho em que alguma vez eu respondi a alguma pergunta sobre a demora do pagamento alegando que somos contra a prova de mérito. Não me recordo de dar dado essa resposta. Se o fiz, foi um grave equívoco.
        Bebel

  • 31. TIAGO  |  21/02/2015 às 21:59

    olá bebel
    Sou professor categoria o tive meu contrato encerrado em dezembro e até agora não recebi rescisão nem férias disseram que seria pago dia 20 /02 e nada, você tem alguma informação sobre o pagamento, ninguém sabe dizer quando vamos receber,um direito que não temos nem ao menos informação.

    Responder
    • 32. apeoesp  |  28/02/2015 às 14:31

      Prezado professor Tiago,
      A informação que temos é que foi pago em 27/02.
      Bebel

      Responder
  • 33. Marcelo  |  22/02/2015 às 15:46

    Olá Bebel
    Gostaria de saber se há previsão na ampliação de colônias de férias no estado.Outro ponto é que em janeiro fiquei hospedado na colonia de Ubatuba, e percebi que a mesma precisa de uma reforma e ampliação em sua estrutura.
    Abraços

    Responder
    • 34. apeoesp  |  28/02/2015 às 14:16

      Prezado professor Marcelo,
      Temos planos de reformar todas as colônias. A de Águas de São Pedro já foi reformada e a de Praia Grande passará por reparos também. A de Thermas de Ibirá também já passou por melhorias.
      Sim, queremos expandir as colônias, mas precisamos de condições mais favoráveis para fazê-lo.
      Bebel

      Responder
  • 35. Pedro Carvalho  |  23/02/2015 às 18:52

    Olá,

    Nas escolas em que leciono e nas que tenho conhecidos não há ninguém da APEOESP realizando o serviço de divulgar aos professores a pauta de reivindicações nem a assembleia de março. Nos dias de planejamento nenhum RE pronunciou nada. Fiz alguns questionamentos durante o planejamento que poderia ter gerado discussão sobre a greve e sua pauta, mas o RE presente não abriu a boca, ninguém me apoiou. Como haver movimentação para greve assim? Com todos que conversei, ninguém está sabendo sobre a assembleia de março e da da janeiro ficaram sabendo. Trabalho em Guaratinguetá e Lorena, porque essa inércia das subsedes daqui?

    Boa sorte,

    Pedro

    Responder
    • 36. apeoesp  |  28/02/2015 às 13:59

      Prezado professor Pedro,
      Lamento muito que isto ocorra. Como você sabe, a APEOESP possui 92 subsedes em todo o estado, pois seria impossível que a sede central ou a diretoria estadual conseguissem realizar todo o trabalho nos 645 municípios. As coordenações locais são eleitas pelos professores. Todos deveriam estar engajados na luta, pois ela beneficia a todos. Eu, pessoalmente, não consigo entender que as pessoas assumam voluntariamente determinadas atribuições, se não desejam exercê-las. De nossa parte, vamos reforçar os encaminhamentos e orientações, pois precisamos de uma grande assembleia e uma forte greve para podermos conquistar nossas reivindicações.
      Obrigada pelas informações.
      Bebel

      Responder
  • 37. Pedro Carvalho  |  23/02/2015 às 18:52

    nem da de janeiro ficaram sabendo

    Responder
  • 38. ricardo  |  23/02/2015 às 22:06

    Fui aprovado em 13º no concurso,hoje não estou efetivo e nem trabalhando,pois não há aulas disponíveis.

    Responder
  • 39. Fatima freitas  |  23/02/2015 às 23:48

    Cara Bebel!
    Entrei no estado 14 de fevereiro de 2007, fiquei como eventual até 2008 e desde então comecei a ter aula atribuidas, o meu hollerite era lei 500/74 RGPS até em 2012, depois virei categoria O. Pelo que entendi era para a categoria L também pegar estabilidade. Se for sim o que posso fazer, será que ainda consigo entrar com recurso. Sou afiliada da Apeoesp.
    Espero resposta obrigada!

    Responder
    • 40. apeoesp  |  28/02/2015 às 13:29

      Prezada professora Fátima,
      Não. Os professores da categoria L não eram estáveis e esta situação foi extinta no final de 2011. O que orientamos é que todos os professores nesta situação procurem o departamento jurídico da APEOESP na subsede para uma tentativa de tornarem-se categoria F pela via judicial.
      Bebel

      Responder
  • 41. Professor  |  25/02/2015 às 13:58

    Presidenta, diretor chamar atenção de professor na frente dos alunos caracteriza assédio moral? Um amigo da rede passou por isso, embora tenha sido um caso isolado – que não sei se é suficiente para assédio moral…

    Presidenta, é URGENTE reformas na educação que diminuam o poder de diretores de escola e aumente o poder dos conselhos.

    Responder
    • 42. apeoesp  |  28/02/2015 às 12:57

      Prezado Professor,
      Sim, dependendo da forma e da intensidade. Seu amigo deve procurar o departamento jurídico da APEOESP na subsede para relatar o problema e verificar que providências podem ser tomadas.
      Estou de acordo com você. É preciso implementar com urgência a gestão democrática nas escolas.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,910,555 hits

%d blogueiros gostam disto: