21/03/2015 at 13:46 25 comentários

iu 200315i u 200315

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Assista: convocação para a Assembleia Estadual de 20 de março – sexta-feira – Vão Livre do MASP VAMOS OCUPAR AS RUAS E DENUNCIAR O DESCASO DO GOVERNO ESTADUAL COM A EDUCAÇÃO PÚBLICA

25 Comentários Add your own

  • 1. Professor  |  21/03/2015 às 18:09

    Bebel, como proceder para fazer um BO contra escolas que estão colocando eventuais no lugar de grevistas. A alegação de uma supervisora de ensino com a qual eu conversei é que isso não retirará o direito à reposição. Será. E mesmo que possamos repor, a substituição descaracteriza a greve…

    Bebel, e colega que entra em lugar de professor grevista não merece ser protegido pelo sindicato. Gostaria que o sindicato solicitasse judicialmente que esses eventuais não recebam por entrarem no lugar de professores grevistas!

    Responder
    • 2. apeoesp  |  22/03/2015 às 17:26

      Prezado Professor,
      Você deve registrar o BO se desejar e deve também protocolar o formulário que encontra no boletim Informa Urgente nº 18 (veja em http://www.apeoesp.org.br).
      Estamos ingressando também com mandado de segurança coletivo contra a entrada de eventuais e outras medidas que o Governo está tomando contra a greve.
      Bebel

      Responder
  • 3. Fabião  |  22/03/2015 às 12:20

    E a Efetivação de concursados?

    Responder
    • 4. apeoesp  |  22/03/2015 às 17:17

      Prezado professor Fabião,
      Está na pauta da greve. Leia no cartaz e nos demais materiais publicados neste blog e no portal da APEOESP (www.apeoesp.org.br).
      Bebel

      Responder
  • 5. Paulo  |  23/03/2015 às 14:16

    Dia 30/03 é o dia do anestesista geral. Deveria ser organizado um movimento com o tema, como a apeosp instituir o dia da anestesia dada pelo médico anestesista Alckmin na educação.

    Responder
    • 6. apeoesp  |  28/03/2015 às 10:09

      Prezado professor Paulo,
      Teremos ato público nesse dia na SEE. Vamos lembrar desse fato.
      Bebel

      Responder
  • 7. Douglas C.  |  23/03/2015 às 22:35

    Olha que absurdo.
    Há algo que se possa fazer?
    http://www.portalmetropole.com/2015/03/em-comunicado-alckmin-quer-que-escolas.html

    Responder
    • 8. apeoesp  |  28/03/2015 às 10:18

      Prezado professor Douglas,
      Estamos fazendo. O crescimento da greve é nossa melhor resposta.
      Bebel

      Responder
  • 9. rogerioaugusto  |  24/03/2015 às 02:29

    Professores, pais de alunos, e cidadãos precisam compreender as razões a que levou a categoria dos Professores do Estado de Sâo Paulo entrarem em Greve, neste video, a Professora Sindicalista, diretora do Coletivo dos Aposentados da APEOESP, Ruth Rodrigues Ayres de Araujo Explica para todos e convoca a população a se solidarizar com a causa dos Professores do Estado, Veja o Vídeo e compartilhe com todos para que a greve seja rápida porém, com as vitórias conquistadas,,,, http://www.melhoriasparapiedade.com.br/#!Profa-Ruth-Araújo-explica-para-pais-e-fala-sobre-Greve-dos-Professores-2015-APEOESP-TV-Melhorias/cjds/5510c4df0cf2aa18115497db

    Responder
  • 10. Ronan  |  25/03/2015 às 00:29

    Bebel além de protocolar nas escola sede , o professor em estagio probatorio deve realizar outro procedimento?

    Responder
    • 11. apeoesp  |  28/03/2015 às 10:26

      Prezado professor Ronan,
      No momento não. Deve protoclar documento informando que está em greve para resguardar seus direitos.
      Bebel

      Responder
  • 12. Cintia  |  25/03/2015 às 03:18

    Estou em estágio probatório e entrei na greve, conforme orientação do comando de greve que esteve na escola, dizendo que não tinha problema. Porém, minha coordenadora disse que isso vai me prejudicar porque a diretora vai dar Falta Injustificada e que isso pode prejudicar no probatório. Ainda estou de greve, mas estou com medo de perder meu cargo…
    Essa informação procede? Ela pode nos dar falta injustificada? E se der, é algo que reprova no probatório?
    Agradeço,

    Responder
    • 13. apeoesp  |  28/03/2015 às 10:28

      Prezada professora Cintia,
      Como você, milhares de outros professores estão em situação igual. A força da greve protege vocês e os demais professores, pois a situação será negociada ao final da greve. também adotaremos medidas judiciais, caso o Estado tome alguma atitude prejudicial, pois a greve é direito constitucional.
      Bebel

      Responder
  • 14. Rodrigo  |  25/03/2015 às 12:25

    Gostaria de informaçoes a respeito da greve. 1 é descontado o salario? 2 posso repor as aulas caso só eu entre de greve na minha UE? 3 tenho que levar algum documento pra escola dizendo que aderi a greve?

    Responder
    • 15. apeoesp  |  28/03/2015 às 10:33

      Prezado professor Rodrigo,
      Você deve protocolar documento na escola informando que está em greve. Veja no site da APEOESP (www.apeoesp.org.br), no boletim Informa Urgente nº 15. A reposição, pagamento dos dias parados e retirada das faltas serão negociados ao final da greve.
      Bebel

      Responder
  • 16. catia  |  25/03/2015 às 12:46

    E a palhaçada de parcelar o bônus?? Eles podem???

    Responder
    • 17. apeoesp  |  28/03/2015 às 10:35

      Prezada professora Catia,
      A política de bônus é um erro em si. Nada impede que parcelem. Queremos salários, não bônus.
      Bebel

      Responder
  • 18. Sebastião Miguel  |  25/03/2015 às 19:06

    Fui nesta manhã à escola e visitei as salas de aulas onde ministro e deixei bem claro para os alunos: “não aceitem aulas de eventuais durante a greve, não irei considerar as atividades na minha disciplina” Os alunos aplaudiram e falaram que estão indo à escola devido a exigência dos pais.

    Responder
    • 19. apeoesp  |  28/03/2015 às 10:42

      Prezado professor Sebastião,
      Parabéns pela firme atitude. Nossa greve vai se fortalecer.
      Bebel

      Responder
  • 20. Gerson Brabo  |  26/03/2015 às 01:36

    Bebel

    O secretário de educação tem afirmado que somente no final de abril, o governo terá uma projeção da arrecadação. Com isso, segundo ele, não é possível falar em aumento salarial agora.
    Estive pesquisando sobre o FUNDEB, e pelo que entendi, estados e municípios estão recebendo o mesmo valor: R$1540,00 por aluno( existe uma pequena diferença de acordo com o segmento de ensino). Os que arrecadam mais, deixam a diferença no fundo, e os que não alcançam esse valor, tem a diferença complementada.
    Sendo assim, o governo já tinha essa informação (quanto arrecadará em 2015) desde janeiro, quando o MEC anunciou aumento de 13% no repasse do FUNDEB.
    O sindicato precisa orientar os professores e a sociedade que a informação do secretário é mentirosa. A arrecadação do Estado pode aumentar ou diminuir, que o valor do FUNDEB não sofrerá mudança.
    O fundo destina 60% para os salários dos profissionais da educação e 40% para manutenção das escolas. O governo fechou salas e reduziu os repasses de verba para as escolas, mesmo com um aumento de 13%. Para onde está indo o dinheiro da educação básica? Não seria necessário uma CPI para analisar essa situação?
    A minha interpretação, está correta ou errada?

    Responder
    • 21. apeoesp  |  29/03/2015 às 15:05

      Prezado professor Gerson,
      Há muita coisa mal explicada sobre o FUNDEB no Estado de São Paulo. Passei recentemente a ser representante da CNTE no Conselho de Fiscalização e Controle do FUNDEB aqui no estado e estou exigindo informações claras e transparentes sobre essas contas, inclusive sobre “desonerações” que o estado tem patrocinado junto a municípios devedores do Fundo. Estamos trabalhando sobre os dados disponíveis e tentando conseguir outros para divulgar um posicionamento bem fundamentado sobre essa questão.
      Bebel

      Responder
  • 22. silva  |  26/03/2015 às 04:22

    Porque em Taubaté a greve parece que n não chegou? A subsede da apeoesp em Taubaté é um completo fiasco. Em algumas escolas deixaram os panfletos na mesa dos professores nem com os professores tiveram o interesse de conversar. É muito triste ver que não há dedicação e nem união desta classe para lutar ´pelos seus interesses,

    Responder
    • 23. apeoesp  |  28/03/2015 às 10:48

      Prezado professor Silva,
      Também acho um absurdo. A greve é de toda a categoria. A unidade e o empenho de todos é fundamental. O comando de greve é descentralizado. pressionem a subsede. Organizem comandos. Eles podem ser espontâneos também.
      Bebel

      Responder
  • 24. rrl1986  |  26/03/2015 às 09:41

    Olá professora Bebel,

    Porque Apeoesp não mantém um blog atualizado com informações da greve?

    A falta de uma estratégia de comunicação não só enfraquece o movimento como faz valer perante opinião pública a cobertura da grande mídia.

    Saudações e ouvido na base pra vencer essa luta!

    Professor Raphael

    Responder
    • 25. apeoesp  |  28/03/2015 às 10:50

      Prezado professor rrl,
      Creio que você está comentando no blog da APEOESP, não? Temos também o portal (www.apeoesp.org.br) e facebook (maria izabel azevedo noronha).
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,860,816 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em Temer, inimigo da educação, ve…

%d blogueiros gostam disto: