Não deixe de ler.

30/03/2015 at 23:04 19 comentários

informa urgente 3003152

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Reajuste zero? Nem pensar!! A Greve continua! Todos ao MASP – 2/4 – 14 horas. Carta aberta a Reinaldo Azevedo: RESPEITO É BOM E EU EXIJO!

19 Comentários Add your own

  • 1. Waldemir Araújo Miranda  |  31/03/2015 às 00:04

    Que as negociações, acordos sejam bem ajustadas e benéficas pra todos nós da categoria que é única no nosso Magistério. Obrigado!

    Responder
  • 2. Rodrigo  |  31/03/2015 às 00:07

    Olá boa noite.
    Eu tenho dois cargos, gostaria de saber se posso entrar em greve somente em um cargo?
    Obrigado

    Responder
    • 3. apeoesp  |  04/04/2015 às 12:38

      Prezado professor Rodrigo,
      A greve é feita pela pessoa, não pelo cargo.
      Bebel

      Responder
  • 4. Luis Silva  |  31/03/2015 às 02:13

    Pergunta… Então só pra saber, o governo pode cortar o ponto de grevista que protocolou requerimento na secretaria da escola…???

    Pesquisei e não encontrei nenhum amparo legal para que a administração pública possa realizar tal ato… Se não existe lei que regule o corte de ponto então acredito que o governo não pode realizar o corte… Mas caso isso aconteça qual a orientação oficial do sindicato…???

    Responder
    • 5. apeoesp  |  05/04/2015 às 12:30

      Prezado professor Luis Silva,
      O Estado não pode cortar ponto de um professor que exerce o direito de greve. se for o caso, registre um Boletim de Ocorrência para preservar seus direitos.
      Bebel

      Responder
  • 6. João Carlos Peçanha da silva leme  |  31/03/2015 às 02:50

    Bom dia!
    Moro em Itapetininga, conhecida como a “Terra das escolas”, apesar da boa vontade da subsede, ainda não vemos os professores, parando e aderindo a greve!
    Dizem que muitas escolas não pararam, e neste contexto preferem esperar a oportunidade adequada!
    Muitos daqueles que entraram em greve, não se dispuseram a ir até a capital! Muitos dizem que tem medo, e outras fobias e outras desculpas! Por essa razão não viram a maravilhosa demonstração de união, daqueles que não tem medo!
    Será que estes terão medo de ir ao banco buscar, o dinheiro resultante da nossa luta??? Claro que não!!!
    Peço então humildemente, que a Srª envie militantes engajados nesta árdua luta, para que junto dos valorosos representantes, consigam tirar os medos que afligem os corações dos nossos colegas!

    Prof. João Carlos

    Responder
    • 7. apeoesp  |  05/04/2015 às 12:34

      Prezado professor João,
      Os comandos de greve são descentralizados. Não temos condições de enviar militantes de uma região a outra, pois todas estão necessitando do trabalho dos comandos. Você deve entrar em contato com a subsede da região e solicitar mais empenho para visitar as escolas e conversar com os professores.Rua Dom Stanislau, 745 – Vila Aparecida – (15) 3272-6890.
      Bebel

      Responder
  • 8. Fabiane  |  31/03/2015 às 13:29

    Olá, Bebel!
    É humilhante a forma com que o governo trata seus professores doentes. Sou efetiva desde 2005, estou em tratamento desde 2012, tentei voltar várias vezes para sala, no entanto meus sintomas só pioram e a doença evoluiu. Fui diagnosticada com Transtorno de Estresse Pós Traumático depois que fui ameaçada por um aluno armado e não consigo pensar na possibilidade de voltar à sala de aula. Um perito já pediu junta médica para eu tentar minha readaptação, mas isso já faz 5 meses e enquanto espero tenho que passar pelo estresse de perícias longe de casa, ás vezes o mesmo médico que deu favorável a licença em um mês, no outro dá contrário, parecem que pensam que eu estou brincando. Gasto muito com remédios, médicos e viagens para perícia e já pensei até em exonerar meu cargo porque não aguento mais essa humilhação, no entanto penso que agora que fiquei doente, onde vou conseguir emprego? O pior é que não tenho acesso ao que os médicos relatam sobre mim e não tenho como me defender na reconsideração. Não existe a possibilidade de ser aberto ao funcionário esse relatório tendo em vista que eu tenho direito de resposta e por duas vezes minha reconsideração saiu indeferida? Já trouxe meu caso para você, que disse que acompanharia junto ao DPME, mas não sei como entrar em contato para passar meus dados. O que me deixa indignada é que fiquei doente durante o exercício da minha profissão porque o Estado não oferece o mínimo de segurança para seus servidores. Agradeço a atenção e espero resposta acreditando que meu caso possa ter uma solução.

    Responder
    • 9. apeoesp  |  05/04/2015 às 12:40

      Prezada professora Fabiane,
      O Estado não deixa nenhuma abertura para resolvermos esses casos. As conversas com o Secretário da Educação não prosperam porque ele diz que os casos fogem à sua competência. Você deve recorrer à via judicial. Por favor, procure o departamento jurídico na sua subsede. Boa sorte.
      Bebel

      Responder
  • 10. maria  |  31/03/2015 às 18:46

    Olá Bebel, Parabéns pela greve!

    Nas redes sociais existe um movimento chamado “chão de giz”. Onde sugere que os professores escrevam com giz no asfalto, no dia 02/04 para chamar a atenção da população. É uma atitude, pacífica e inédita, que usa nosso principal instrumento de trabalho agora como instrumento de luta.
    Acredito que a Apeoesp deveria fortalecer esse movimento.
    Obrigada!
    Maria

    Responder
    • 11. apeoesp  |  05/04/2015 às 12:52

      Prezada professora Maria,
      Nenhuma proposta neste sentido foi feita nas reuniões de comando, no CER ou na assembleia.
      Bebel

      Responder
  • 12. fernando  |  01/04/2015 às 00:55

    Gostaria de saber como fica a questão da terceira chamada, já vi informe da apeoesp dessa fazendo referencia a datas dessa chamada que seria em agosto desde já agradeço……

    Responder
    • 13. apeoesp  |  05/04/2015 às 13:01

      Prezado professor Fernando,
      será feita no segundo semestre, para posse em 2016.
      Bebel

      Responder
  • 14. Ana Ligia  |  01/04/2015 às 13:10

    Não adianta ele tirar a duzentena e não refazer a classificação, pois conseguimos fazer só o cadastro emergencial , ficando no final da classificação.ou seja perdemos um ano de trabalho,sendo que será muito difícil pegar aulas.

    Responder
    • 15. apeoesp  |  05/04/2015 às 13:06

      Prezada professora Ana Lígia,
      Eliminar a duzentena será uma vitória do nosso movimento, mas precisamos que desmembrem as salas superlotadas para que os professores possam ter aulas atribuídas.
      Bebel

      Responder
    • 16. apeoesp  |  05/04/2015 às 13:06

      Prezada professora Ana Lígia,
      Eliminar a duzentena será uma vitória do nosso movimento, mas precisamos que desmembrem as salas superlotadas para que os professores possam ter aulas atribuídas.
      Bebel

      Responder
  • 17. WILSON SANTOS DE MIRANDA  |  01/04/2015 às 15:59

    Bom dia a todos (as)!

    Amanhã haverá mais uma assembléia no vão livre do Masp às 14 horas. Eu tentarei chegar lá o mais cedo possível para ficar bem próximo do caminhão e, ouvir o que a Profª Maria Isabel tem a propor para a categoria. Tentem chegar cedo. Multipliquem para os colegas e vamos pedindo a Deus, para que esses lideres da parte do governo e do sindicato, se sensibilizem da atual situação vivenciada dentro das escolas estaduais e os orientem para adotar medidas que não prejudiquem os que já estão e, possibilitem o acesso de professores e funcionários através de concursos e contratos de emergências. E no seu ingresso os qualifique, para exercer suas funções sem sobrecarregar os que já estão desempenhando, que o governo e seus representantes reconheçam que as precariedades, físicas e materiais não atendem as necessidades da escola, dos professores e principalmente dos alunos.

    Orem a Deus, acreditem, que o ambiente escolar vai melhorar!

    Diga não ao desvio de função!

    A vitória companheiros (as)…

    Abraços.

    Wilson

    Responder
  • 18. Oliveira E.C.P.,  |  02/04/2015 às 00:57

    Olá Presidenta, sou servidor tbm e acompanho o D.O.E. em todos cadernos e secretarias SAUDE, EDUCAÇÃO, AGRICULTURA, AMBIENTE etc, pelo que vejo nestes 3 ultimos anos este governo está tentando prejudicar por inteiro o servidor estadual com publicações de Decretos inconstitucionais etc. um deles é o mais recente em congelamento de aumentos de salarios para os servidores.

    Responder
    • 19. apeoesp  |  03/04/2015 às 19:44

      Prezado senhor Oliveira,
      Sim, é verdade. Nossa greve está denunciando isso também. O ideal seria um forte movimento conjunto de todo o funcionalismo para que isto possa mudar.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,858,351 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em

%d blogueiros gostam disto: