Sobre a matéria publicada no dia 20/04 na Folha de S. Paulo

21/04/2015 at 13:10 7 comentários

Hoje, 20 de abril, na parte da tarde, encaminhei material ao repórter da Folha de S. Paulo com nossos estudos salariais e questionamentos aos valores divulgados pelo Governo do Estado.
O repórter me disse que considera nosso material consistente e está solicitando à SEE que se pronuncie e demonstre os números que apresentou na reportagem publicada hoje no jornal. Em função do feriado, aguardará até quarta-feira e publicará a matéria na quinta-feira, contendo ou não os esclarecimentos da SEE.
Sabemos que a SEE não tem como demonstrar que a média salarial dos professores gira em torno de R$ 4.416,00, nem que há equivalência entre nossos salários e as remunerações dos demais profissionais com formação de nível superior. Portanto, na quinta-feira, a matéria contendo nossos estudos e as justificativas para a reivindicação de um plano de composição salarial para atingir o índice de 75,33% necessário para a equiparação esclarecerá a opinião pública e deixará a Secretaria em uma situação delicada, podendo criar novas condições para a negociação.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Todos às atividades da semana – a greve continua! Ao atacar lideranças da greve dos professores, Diário de S. Paulo blinda Governo do PSDB

7 Comentários Add your own

  • 1. Liz Connery  |  21/04/2015 às 14:54

    Ganhamos uma miséria, se fosse esse salário eu não precisava ter dois empregos.Vamos lutar sim.
    Liz

    Responder
  • 2. Thiago  |  21/04/2015 às 15:50

    Bebel, tem circulado nas redes sociais a ideia de exigirmos que a reunião do dia 23 seja transmitida ao vivo pelo Youtube como uma forma de expor as evasivas do governo em relação à nossa categoria. Isso seria possível? Acho uma boa ideia fazer a requisição para a secretaria de educação: a própria negação dela (o que ocorrerá) em aceitar a transmissão vai minar a credibilidade do governo.

    Responder
    • 3. apeoesp  |  21/04/2015 às 19:49

      Prezado professor Thiago,
      Vou levar o assunto à diretoria do sindicato.
      Bebel

      Responder
  • 4. Amalia  |  25/04/2015 às 13:14

    Parabéns Bebel e todos os valentes professores, pois nossa greve esta ficando mais,e mais forte a cada dias.

    Responder
    • 5. apeoesp  |  02/05/2015 às 15:05

      Prezada professora Amália,
      Muito obrigada. Juntos somos mais fortes.
      Bebel

      Responder
  • 6. Amalia  |  14/05/2015 às 22:35

    Essa proposta de de acabar com a duzentena e passar para 180 dias a cada 03 anos, é o mesmo que trocar 06 por meia dúzia. Acho que é muito pior. Esse governo não tá com nada mesmo.

    Responder
    • 7. apeoesp  |  16/05/2015 às 17:39

      Prezada professor Amalia,
      Sim, também não concordo com este ponto. Observemos, porém, que o contrato poderá passar de no máximo dois anos para no máximo quatro anos.
      Lembremo-nos, também, que a defesa histórica da APEOESP é pelo ingresso com concurso público e estabilidade. Contratos temporários devem ser exceções e todos devem ter a chance de prestar o concurso público.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,859,400 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em Temer, inimigo da educação, ve…

%d blogueiros gostam disto: