Ministério Público dá parecer favorável a pedido de liminar da APEOESP sobre pagamento dos dias parados

06/05/2015 at 20:56 2 comentários

Ministério Público dá parecer favorável ao não desconto dos dias parados em ação da APEOESP
O ministério público estadual manifestou-se favorável à concessão de liminar à APEOESP para que não sejam descontados os dias parados na greve dos professores estaduais.
Agora a juíza encarregada da ação deverá decidir se concede ou não a liminar. Caso a conceda, o Estado terá que estornar os dias descontados e não poderá descontar os demais.
Estamos atentos à decisão judicial.MP 1MP 2MP 3 MP 4

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Secretaria da Educação joga com a desinformação

2 Comentários Add your own

  • 1. Benedito  |  07/05/2015 às 12:06

    SAÚDO A DECISÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO
    MINISTÉRIO PÚBLICO SE POSICIONA CONTRA O CORTE DE PONTO DOS PROFESSORES EM GREVE PELO GOVERNADOR DE SÃO PAULO GERALDO ALKIMIN PSDB
    A decisão do Ministério Público de São Paulo favorável a não descontar dias de greve dos professores, sem dúvida alguma é uma notícia que merece ser comemorada nessa nossa caminhada de 54 dias em greve, e é sem dúvida a melhor das notícias,diante de todas ás quais nós que estamos em greve ouvimos e passamos nesse período.
    Saúdo a decisão lúcida do promotor que de seu parecer favorável pois sem dúvida reconhece a legitimidade de nossas reivindicações e as arbitrariedades do governador de São Paulo, que sob a pretensa defesa dos mais indefesos no caso os alunos,pratica as mais abjetas práticas de humilhação e desrespeito á lei, tanto no que se refere ao direito de greve garantido pela Constituição a lei máxima do país , quanto no que diz respeito ao desrespeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente ao qual ele diz estar se defendendo, quando na verdade, está atacando os direitos dessas crianças ao não negociar com os professores e fazer com que essa greve acabe logo para que tudo volte ao normal, mas ele prefere se escudar na sombra do mais fraco, para nos atingir, sem se preocupar que de todos nós os mais atingidos são realmente os alunos.
    Dessa forma, ordena que coordenadores e até inspetores de alunos atribuam notas aos alunos ,sem sequer o aluno tenha sido avaliado pelo professor da sala e que obvio não poderia avaliar, pois está em greve.
    Esta é uma ilegalidade senão contra as crianças e seu estatuto -o é na sua moralidade e na impessoalidade e razoabilidade das suas atitudes como administrador do estado , ao qual foi colocado para administrar e não ser o “dono” ou legislador,antes porém,ser o executivo, executar o que as lei determina, e nesse caso, por sua amoralidade e por sua interpretação pessoal da lei, já mereceria a cassação por atos de improbidade administrativa, em que de uma forma irresponsável se nega a reconhecer a greve dos professores agindo como um verdadeiro dono e ditador onde as leis não existem, e ele faz o que bem entender; coloca professor substituto, que segundo relatos o grande ensinamento desses professores é não dar aulas e ficar ali com o aluno para dar aparência de normalidade e em outras vezes os coloca no pátio para ouvir música ou ainda superlota as salas colocando mais de uma sala no mesmo ambiente esse em suma é a tal da responsabilidade e a tal da preocupação que o governador Alkimin , tem com os alunos.
    Portanto, na esteira das lutas de todos os professores que estão lutando em vários estados,e principalmente no Paraná, saúdo sim, a decisão do MP,e decidir por devolver o salário aos professores, e espero sinceramente, que a juíza diante desse verdadeiro massacre contra os professores e contra os alunos e contra a educação seja favorável e mantenha a decisão do MP, que reconheça a justeza de nossa greve e detenha o autoritarismo do governador Geradol Alkimin e restabeleça a valorização e a dignidade da educação e dos educadores!

    Responder
    • 2. apeoesp  |  09/05/2015 às 17:17

      Prezado professor Benedito,
      Ganhamos a liminar e infelizmente já foi cassada. Na segunda feira já recorreremos ao Supremo Tribunal Federal.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,805,762 hits

%d blogueiros gostam disto: