Dias parados serão pagos em folha suplementar no dia 24/07

08/07/2015 at 23:03 33 comentários

Após muita pressão nossa pelo cumprimento da liminar do STF, o Secretário da Educação contatou a APEOESP na noite desta quarta-feira para informar que os dias parados serão pagos em folha suplementar no dia 24/07. Na segunda-feira estaremos na SEE para obtermos mais detalhes em relação às decorrências da aplicação da liminar. Mais tarde divulgaremos um boletim sobre o assunto.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Secretário afirma que aguarda orientações da PGE sobre pagamento dos dias parados

33 Comentários Add your own

  • 1. Thiago  |  08/07/2015 às 23:20

    Bebel:

    1. Como fica a reposição de aulas em que entraram eventuais? Serão repostas, ou nos impedirão de repor e serão descontadas?

    2. As faltas serão apagadas?

    3. Bebel, por favor, faça um apelo para que a secretaria de educação estenda o prazo de reposição para dezembro. Novembro, como limite para a reposição, vai dificultar em escolas que tiveram paralisação massiva e faltam espaços para reposição no contra-turno.

    Obrigado!

    Responder
    • 2. apeoesp  |  11/07/2015 às 11:16

      Prezado professor Thiago,
      Creio que com o pagamento dos dias parados e situação se inverte e o Governo precisará que todos reponham, pois só poderá descontar se houver recusa do professor em repor.
      As faltas serão retiradas dos prontuários na medida em que as aulas sejam repostas.
      Vamos conversar com a SEE sobre a melhor forma de reposição para todos.
      Bebel

      Responder
      • 3. Thiago  |  11/07/2015 às 17:35

        Posso fazer uma sugestão: com o pagamento dos dias parados, sugira à Secretaria que aulas já dadas (os conteúdos previstos) por eventuais sejam repostas com hora-permanência na escola com nossa disposição para entrarmos em sala de aula em caso de faltas de colegas.

      • 4. apeoesp  |  18/07/2015 às 19:53

        Prezado professor Thiago,
        Sim, teremos que conversar com a SEE sobre todas essas possibilidades, uma vez que com o pagamento dos dias parados, terão que facilitar a reposição.
        Bebel

  • 5. Prof Clóvis  |  09/07/2015 às 00:06

    Ele pode entrar com recurso antes do dia 24/07 e suspender o pagamento?

    Responder
    • 6. apeoesp  |  11/07/2015 às 11:15

      Prezado professor Clóvis,
      Dificilmente conseguirá vencer um recurso antes do dia 24, pois já perdeu no TJSP e no STF.
      Bebel

      Responder
  • 7. Rodrigo  |  09/07/2015 às 02:18

    Olá, boa noite!
    Tenho uma dúvida, eu parei os 92 dias, porém fui o único na minha escola, antes dessa decisão decidi não repor, pois do jeito que havia sido posto, a reposição não me atenderia, entrou uma professora em minhas aulas da mesma disciplina que eu, dando continuidade ao conteúdo. Pois bem, antes de sair a decisão do STF, a direção da escola me “pediu” para que eu fizesse um requerimento abrindo mão da reposição, visto que o conteúdo havia sido trabalhado, eu fiz o tal requerimento e depois saiu essa decisão.
    Vocês tem alguma idéia de como fica o meu caso? Eu gostaria de repor.
    Obrigado

    Responder
    • 8. apeoesp  |  11/07/2015 às 11:14

      Prezado professor Rodrigo,
      Creio que, com a nova decisão, todos devem ter a oportunidade de repor. Na segunda-feira vamos procurar a SEE para cobrar definições sobre o processo de reposição. Você deve pedir para que seu primeiro requerimento seja desconsiderado e formular um novo requerimento para repor.
      Bebel

      Responder
  • 9. luciana  |  09/07/2015 às 07:22

    E o resto?
    Cade o aumento?
    Cade a melhoria n qualidade de ensino?
    Ficamos em greve so p recebermos os dias parados,como consolacao?
    Com muito odio de tudo. E vontade d fazer nova greve

    Responder
    • 10. apeoesp  |  11/07/2015 às 11:08

      Prezada professora Luciana,
      Você tem toda a razão. Foram 92 dias de greve e efetivamente o Governo não atendeu nossas reivindicações. Só suspendemos a greve por causa dos descontos de salário.
      Bebel

      Responder
      • 11. Paulo Henrique Correa  |  14/07/2015 às 00:57

        Então vamos retomar a greve após a regularização dos salários.

      • 12. apeoesp  |  18/07/2015 às 19:41

        Prezado professor Paulo,
        Em tese, concordo com você. Por mim, sequer teria suspenso a greve, o que só fizemos porque o governo cortou nossos salários. Entretanto, não creio que a categoria esteja disposta a nova greve diante da intransigência do governo e receio que uma nova batalha judicial em função de nova greve possa nos prejudicar. Veja bem: estamos com liminar e não uma decisão definitiva. De toda forma, a decisão é da categoria.
        Bebel

  • 13. Prof. Sebastião Miguel  |  09/07/2015 às 17:07

    Bebel, bom dia.

    Agora é pra valer? Iremos finalmente pagar nossas contas?
    Ou ainda cabe recurso?

    Responder
    • 14. apeoesp  |  11/07/2015 às 11:05

      Prezado professor Sebastião,
      Segundo a SEE, vão pagar. Cabe recurso, mas nos dois tribunais eles perderam. Dificilmente conseguirão mudar a decisão.
      Bebel

      Responder
      • 15. Paulo Henrique Correa  |  14/07/2015 às 15:09

        Infelizmente eu só acredito vendo. Não vi uma resolução falando isso. Pelo que estou entendendo o secretário só FALOU que vai pagar. Não vi ainda nenhuma secretaria de escola fazendo esse pagamento. E o fato de ter dito no dia 7 (por aí), que só vai pagar 15 dias depois uma coisa que devia ser imediata já mostra que não há intenção de pagar nada. Lábia. Não dá pra confiar nesse secretário.

      • 16. apeoesp  |  18/07/2015 às 19:35

        Prezado professor Paulo,
        Também não confiamos. Parte do pagamento está provisionado para a folha suplementar do dia 24/07. Entretanto, ele tem que fazer todo o pagamento dos dias parados. Estamos cuidando juridicamente do problema. Veja mais informações no site da APEOESP – http://www.apeoesp.org.br.
        Bebel

  • 17. Prof. Sebastião Miguel  |  12/07/2015 às 00:58

    Bebel, boa noite.

    Como bem frizou a colega acima, de fato o pagamento dos dias não atende as nossas necessidades, visto que 92 dias de greve já pode ser cosiderada uma vitória histórica para a categoria, mas o governo precisa cumprir pelo menos a promessa de negociar, já que ele deixou bem claro que a data base é julho. E outra, caso não o faça é hora de parar novamente.

    Abraços Bebel e conte comigo.

    Responder
  • 18. dirceu  |  12/07/2015 às 18:52

    meu conhecimento juridico é escasso contudo entendo q 48h é o prazo para pagamento, senão prisao do governador, favor iluminar meu entendimento grato um abraço companheiros abraço Bebel,

    Responder
    • 19. apeoesp  |  18/07/2015 às 19:45

      Prezado professor Dirceu,
      Recorremos ao STF, mas não houve nenhuma ordem de prisão contra o Governador. O pagamento, parcial, está agendado para 24/07. A decisão, entretanto, é para pagamento total. Estamos cuida dessa questão juridicamente.
      Bebel

      Responder
  • 20. dirceu  |  12/07/2015 às 18:54

    a não ser que recorressem. aí com a decisao terminal de Celso de Mello juiz STF de plantao a favor do sindicato esmagaria o governo e obrigaria a pagar no prazo legal q entendo ser de 48h

    Responder
  • 21. Neuza  |  13/07/2015 às 13:01

    Olá Bebel. Sou a Prof. Neuza e gostaria de saber sobre as aulas que entraram eventuais, enquanto estávamos de greve. Serão pagas ou não?

    Responder
    • 22. apeoesp  |  18/07/2015 às 19:44

      Prezada professora Neuza,
      No nosso entendimento, todas as aulas que não foram ministradas pelos professores em greve tem que ser repostas. Veja boletim com orientações no site da APEOESP – http://www.apeoesp.org.br.
      Bebel

      Responder
  • 23. Evaneide  |  17/07/2015 às 02:56

    Boa Noite Bebel! gostaria de saber como ficará no caso de não repormos todas as aulas, já que a resolução da SEE prevê que poderíamos optar por não repor, mediante comunicação por escrito. Agora em julho que deixei de repor uma semana, e as aulas foram dadas por eventuais. Será que ele vai pagar dia 24 e futuramente fará os descontos dos dias que não repomos? Está tudo tão confuso..
    Obrigada pela atenção.

    Responder
    • 24. apeoesp  |  18/07/2015 às 19:17

      Prezada professora Evaneide,
      Se você não repuser, terá os dias descontados e as faltas não serão retiradas.O pagamento será feito e depois o dinheiro será estornado.
      Bebel

      Responder
  • 25. gabriel  |  20/07/2015 às 20:32

    Boa tarde!

    No caso de aulas que professores eventuais entraram em nossas aulas. vamos receber por estes dias e depois terá estorno? Pois o governo diz que não vai pagar duas vezes! No meu caso, mais da metade das minhas aulas não poderei repor.

    Responder
    • 26. apeoesp  |  26/07/2015 às 11:56

      Prezado professor Gabriel,
      A liminar do STF não permite ao governo fazer essas distinção. Ingressamos com petição no TJSP, que intimou novamente o Governo a pagar todos os dias parados.
      Bebel

      Responder
  • 27. Prof. Sebastião Miguel  |  22/07/2015 às 14:41

    Olá, Bebel, bom dia.

    Voccê falou de pagamento parcial no dia 24 de julho. Como, se os dias que me pagaram foram 4 dias de faltas que não dizem respeito a greve, já que retornei no dia 5 de maio e estas faltas são desse mês. As de março e abril não vieram nada.
    Não houve parcial para todos. Inclusive, os 4 dias de faltas três foram justificadas e uma abonada.
    Pedimos esclarecimento junto ao jurídico para verificar isso.

    Responder
    • 28. apeoesp  |  26/07/2015 às 11:43

      Prezado professor Sebastião,
      Desculpe-me, mas os esclarecimentos devem ser solicitados ao governo, que está fazendo toda essa bagunça. Você deve protocolar um requerimento na escola. Quanto aos demais dias da greve, por favor, leia as postagens que publicamos sobre o recurso ao TJSP e a intimação do desembargador ao Governo para que pague tudo.
      Bebel

      Responder
  • 29. FERRARI  |  22/07/2015 às 19:07

    MAS SÓ VÃO PAGAR MAIO…..KD…..MARÇO…ABRIL E JUNHO???????

    Responder
    • 30. apeoesp  |  26/07/2015 às 11:39

      Prezado professor Ferrari,
      Por favor, leia as postagens mais recentes. Já ingressamos com medida judicial e o governo já foi intimado a pagar todos os dias da greve.
      Bebel

      Responder
  • 31. Raquel  |  24/07/2015 às 04:12

    Prezada Bebel,
    Compareci aos dois dias de reposição,cumpri o horário proposto, mas, infelizmente, os alunos não compareceram, consequentemente, fui impedida de assinar o livro ponto.O que devo fazer?
    Raquel

    Responder
    • 32. apeoesp  |  26/07/2015 às 11:30

      Prezada professora Raquel,
      Deve procurar o departamento jurídico na subsede para assegurar seus direitos. Não é responsabilidade do professor a convocação dos alunos e, portanto, não pode ser prejudicado.
      Bebel

      Responder
      • 33. Raquel  |  27/07/2015 às 02:42

        Obrigada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,804,952 hits

%d blogueiros gostam disto: