Sobre os problemas da reposição dos dias da greve

18/07/2015 at 20:16 14 comentários

Após a publicação da Liminar do presidente do Superior Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, obrigando o governo estadual paulista a efetuar o pagamento de todos os dias da greve a todos os profissionais que participaram do movimento a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo publicou no dia 08 de julho a Resolução SE 30, dispondo sobre o acompanhamento de reposição e no dia 9 de julho a Resolução SE 31criando uma Junta Jurídica responsável pelo acompanhamento das atividades da reposição e os problemas que estejam ocorrendo.

Junta jurídica

Em razão dos problemas que já vem ocorrendo em diversas regiões do estado de São Paulo, muitos deles já encaminhados pela APEOESP à Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, e por detectarmos que há em diversas regiões, uma orientação para dificultar que os professores possam realizar de forma adequada a reposição dos dias da greve garantindo aos estudantes o direito ao conteúdo previsto no Plano de Ensino do Professor, a APEOESP constituiu uma Junta Jurídica formada por advogados da entidade que estará de plantão para orientar todos os professores e encaminhar os problemas à Secretaria da Educação de forma a solucionar os mesmos e garantir o direito à reposição aos profissionais grevistas e dos estudantes aos conteúdos planejados.

Os problemas relativos à reposição dos dias de greve devem ser informados através do e-mail: presiden@apeoesp.org.br e o plantão dos advogados que constituirão o Grupo de Trabalho de Assessoria Jurídica poderá ser acionado através do telefone: (11) 3350.6070.

Boletim com Orientações: ” “Passo a passo sobre a reposição dos dias da greve”

Está disponível no portal da APEOESP (www.apeoesp.org.br – veja link aqui no blog) um Boletim Informa Urgente com orientações explicando todos os procedimentos necessários para garantir o pleno direito dos professores grevistas à reposição dos dias de greve, para subsidiar todos os docentes a partir dos nossos conselheiros e representantes de escola de todo estado na orientação aos professores, para que se faça garantir o direito de todos.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Campanha salarial e educacional – continuidade da mobilização Aos professores que estão enfrentando dificuldades para repor os dias da greve.

14 Comentários Add your own

  • 1. Prof Clóvis  |  19/07/2015 às 11:31

    Seguindo a lógica do pagamento dos dias parados o próximo em agosto não poderá ter desconto dos 12 dias de junho, correto? Obrigado.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  26/07/2015 às 12:11

      Prezado professor Clóvis,
      Correto.
      Bebel

      Responder
  • 3. Luisa  |  19/07/2015 às 21:18

    boa noite,
    Sou professora categoria o e estou prestando concurso de nível médio na prefeitura da minha cidade, caso eu passe nesse concurso eu posso acumular como professora no estado? Isso não equivale acumulo, correto?

    Responder
    • 4. apeoesp  |  26/07/2015 às 12:10

      Prezado professora Luisa,
      Você só pode acumular dois cargos como docente.
      Bebel

      Responder
  • 5. Rubens  |  20/07/2015 às 15:46

    Olá Bebel, boa tarde. Solicito um posicionamento à respeito do MEMORIAL pois, ja se passaram mais ou menos 3 anos e até agora nada desse memorial que poderá, o professor, optar pela prova de mérito ou pelo memorial. Até agora, estamos esperando a publicação dessa Resolução de tal modo que possamos começar a montar o memorial. Por favor! Poderia nos posicionar? Um abraço. Muito obrigado. Rubens

    Responder
    • 6. apeoesp  |  26/07/2015 às 12:06

      Prezado professor Rubens,
      As entidades do magistério (APASE, UDEMO, CPP, APAMPESP), as mesmas que atrapalharam a nossa greve, atravancaram os trabalhos em torno do memorial. Com a greve, os trabalhos foram suspensos. Não há a menor condição de retomá-los agora, em meio aos atritos com o governo. Devemos esperar passar essa fase para que os trabalhos de regulamentação do memorial possam ser retomados.
      Bebel

      Responder
  • 7. Eliade  |  20/07/2015 às 17:44

    Bebel parabéns pela “Luta” e ela continua!
    Fui convocada no concurso de PEBII em 2014, porém não pude assumir pq segundo a pericia tenho “Doença Mental”, mas trabalho na Educação desde 1985, sou PEBI categoria F, estava filiada no CPP, mas qdo fui buscar auxilio a advogada que me atendeu disse que eu teria que pagar para agilizar o processo, então fiquei sozinha sem saber como proceder, fui até o Servidor pedir um relatório médico dizendo que estou “apta”, e até o presente momento não consegui nada, e me afastaram dizendo que preciso me cuidar…acontece que o médico que poderia até dar o relatório foi embora p/ Australia, e passei varias vezes com psiquiatra residente que hoje pela manhã disse que realmente sabe que eu estou bem e que devo trabalhar, porém qdo solicitei um relatório de alta, ela escreveu que eu estava bem devido aos medicamentos e que era p/ eu assinar aquilo, me recusei e foi então que fui até o CPP e me desfiliei, pq não prestam para nada, só para arrecadar nosso dinheiro. Fui bem recebida na Sede da Apeosp na Republica e ja agendaram com a advogada. Agora pergunto: se tenho doença mental e não sou apta, não deveria estar afastada da sala de aula??? Pois é, agora nem efetiva, e nem nada, pq acabaram com minha dignidade, e é isso que estou querendo recuperar. Ou eles me consideram “apta” e volto a trabalhar ou eles me “aposentam”. Pq que mãe vai querer uma professora com laudo de psiquiatria p/ ensinar seus filhos!!! Por favor me oriente!
    Desde ja agradeço.

    Responder
    • 8. apeoesp  |  26/07/2015 às 12:03

      Prezada professora Eliade,
      Você tem toda a razão em estar indignada e procedeu corretamente ao procurar o departamento jurídico. A advogada irá lhe dar todas as orientações para recorrer. Poderá eventualmente haver problemas quanto aos prazos já decorridos, mas ela irá lhe dizer o que pode ser feito. Infelizmente, há muitos casos como o seu, de desmandos dos peritos. A advogada dará a você todas as orientações necessárias.
      Boa sorte.
      Bebel

      Responder
  • 9. erika  |  20/07/2015 às 23:25

    Olá Bebel ! sou professora categoria o e estava na duzentena, dia 08/07 a duzentena terminou, gostaria de saber se posso dar aula e como faço para me cadastrar , pois as diretorias de ensino não sabem informar, fico no aguardo da sua resposta. Obrigada Prof Érika

    Responder
    • 10. apeoesp  |  26/07/2015 às 11:56

      Prezada professora Erika,
      A instância competente para dar a informação e fazer o cadastro são justamente as diretorias de ensino. Há prazos para isto, que somente as DEs tem condições de informar. Para melhor esclarecimento, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 11. Henrique Ataide  |  21/07/2015 às 14:13

    Bom dia Bebel,
    acabo de ver meu hollerit e o governo esta fazendo uma devolução referente ao mês de maio apenas, ou seja, ele pagou apenas 26 dias de trabalho, conforme o demonstrativo depagamento. não era para pagar todos os dias. parece me que ele pagou apenas os dias em que não houve eventuall
    obrigado.

    Responder
    • 12. apeoesp  |  26/07/2015 às 11:54

      Prezado professor Ataide,
      Nenhuma autoridade do governo esclarece qual foi o critério para pagar apenas os dias de maio. Ingressamos com petição no TJSP, que intimou novamente o Governo a pagar todos os dias parados.
      Bebel

      Responder
  • 13. LUIZ PIO  |  21/07/2015 às 16:58

    Cara Bebel, por favor gostaria de comunicar um problema que tem ocorrido em Diretorias do Interior. Tenho conhecimento que varios professores que entram pedindo licença saúde, relacionados a problemas psiquiatricos, estao tendo muitas vezes(para nao dizer todas) suas licenças negadas. Eu conheço alguns casos, além destas pericias estarem sendo marcadas para um ou dois meses apos a solicitaçao, ou seja, pericia sendo realizada até quando a propria licença ter terminado!Absurdo isto! Gostaria de sua ajuda, verificando o pq desta conduta do DPME que tem prejudicado muito a nossa classe.Obrigado.

    Responder
    • 14. apeoesp  |  26/07/2015 às 11:52

      Prezado professor Luiz,
      Este assunto foi tratado diversas vezes com o Secretário da Educação e com o DPME, que negam orientações neste sentido. Desta forma, não nos resta alternativa a não ser acionar a justiça sempre que ocorrem esses casos.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,854,049 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em

%d blogueiros gostam disto: