GOVERNO ESTADUAL SUSPENDE FOLHA SUPLEMENTAR – TODOS AO ATO PÚBLICO DO DIA 20 DE AGOSTO!

18/08/2015 at 19:53 14 comentários

Na tarde desta terça-feira, 18 de agosto, obtivemos informação de que o Governo Estadual mandou suspender a confecção da folha de pagamento suplementar prevista para o dia 24/08, na qual seriam pagos os 19 dias parados do mês de março e os 30 dias parados de abril.

A medida do Governo, que não foi oficialmente comunicada nos autos do processo, desobedece a liminar concedida à APEOESP pelo Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, referendando liminar concedida anteriormente pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

O Governo Estadual não cumpriu a liminar até o momento; apenas o pagamento dos dias parados de maio (realizado em folhas suplementares em 24 e 29 de julho) e do mês de junho, que não foram descontados.

A APEOESP está acionando o judiciário para denunciar o descumprimento da ordem judicial. O sindicato já ingressou com pedido de intervenção federal no Estado e abertura de processo-crime contra as autoridades estaduais por desobediência.

Face a esta atitude do Governo Estadual, é fundamental a presença de um grande número de professores e professoras no
ATO PÚBLICO, DIA 20 DE AGOSTO, ÀS 14 HORAS, NA PRAÇA DA REPÚBLICA, quanto vamos pressionar a Secretaria Estadual da Educação pelo pagamento dos dias parados, pelo direito de reposição para todos os professores e professoras, pelo reajuste salarial e demais pontos de nossa pauta de reivindicações.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Nossa campanha pelo atendimento das reivindicações continua. Governo desrespeita os professores e o judiciário

14 Comentários Add your own

  • 1. Prof Clóvis  |  18/08/2015 às 21:55

    O governo pode usar a abusividade da greve para exonerar professores? Se pode usar parte do julgamento para não pagar, pode usá-lo no todo. O jurídico do sindicato disse que ele pagaria e não é o que estamos vendo.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  22/08/2015 às 13:16

      Prezado professor Clóvis,
      A precipitação não é uma atitude. Nosso departamento jurídico e a diretoria estão agindo sempre. Ontem, 21 de agosto, o Governo confirmou que fará o pagamento na semana que vem. Quanto a exonerações, não existe este perigo.
      Bebel

      Responder
  • 3. sanches  |  19/08/2015 às 03:42

    Presidenta,
    Depois que eu bi na mídia a Bola flutuante da Apeoesp defendendo o Pt e a Dilma, perderam mais ainda o pouco crédito que ja tinham. Como vocês podem simbolizar uma categoria sem consullta prévia sobre de qual lado os professores estao? Absurdo. Uma categoria que defende corruptos defender a educação! Bem contraditório. ..

    Responder
    • 4. apeoesp  |  22/08/2015 às 13:14

      Prezado professor Sanches,
      A APEOESP não defende o PT nem a Presidenta Dilma. A APEOESP defende a democracia e lutará contra toda tentativa de golpe para retirar mandados eleitos pelo povo.
      Bebel

      Responder
  • 5. Inês Gianocarlos  |  19/08/2015 às 03:58

    Todos em ato público para que???? Para reafirmar nossa condição de palhaços desse estado?
    Fizemos greve, voltamos para a sala de aula com uma mão na frente, outra atrás… O governo faz o que quer. Jornada do piso, que na minha opinião é o mais importante, pois eu gostaria de estudar e não tenho tempo, JAMAIS será cumprida, porque nosso sindicato não tem força nenhuma… e também já abandonou essa questão da jornada faz tempo… Eu diria que se conformou com aquela fraude do hora-relógio…
    Aliás, acho que a Apeoesp está sendo bancada pela categoria O, pois só os vejo tratar deles…
    Como seu efetiva, já pedi para me desligar do sindicato… Chega de dar dinheiro para quem não faz nada de efetivo por nós!
    Chega de palhaçada!

    Responder
    • 6. apeoesp  |  22/08/2015 às 13:12

      Prezada professora Inês,
      Com base em que você afirma que a APEOESP abandonou a questão da jornada do piso? Na nossa greve, este é o segundo ponto da pauta. Para afirmar algo, é preciso se informar. Não apenas é o segundo ponto da pauta, como durante todo esse tempo temos lutado nos tribunais para que TJSP libere de uma vez o processo para que possa ser julgado no Supremo Tribunal Federal, pois há há pendências a serem resolvidas aqui.
      Acho que mais indigno do que lutar e não conseguir obter as reivindicações frente a um governo autoritário, que trata os professores com desrespeito e truculência, é passar a se considerar palhaço ou coisa que o valha. Não são palhaços os que lutam, os que se sacrificam, os que se recusam a aceitar tudo como está. Esses são guerreiros e são guerreiras. Por mais que doa, por mais difícil que seja, podem dormir com a cabeça tranquila e pensar: estou fazendo a minha parte.
      Não posso mantê-la no sindicato contra a sua vontade; nem sei se o faria se pudesse.
      Bebel

      Responder
  • 7. Marcio  |  19/08/2015 às 10:49

    Difícil Bebel; estou com prestação casa atrasada, aguá, luz, cartão crédito, casas Bahia, enfim não esperava um greve tão longa. Confesso que não pretendo mais fazer greve, minha vida financeira estava certinha não sobrava mas também não faltava hoje estou completamente perdido, e não só eu ontem conversava com um amigo professor que me disse que a mistura havia acabado não, não estou fazendo drama é uma realidade que estamos vivendo. Sugestão para próxima greve:
    – Convênio com financeira para empréstimo pessoal até recebimento dias parados
    – Convênio com fornecedores de cestas básicas para pagamento após receber dias parados
    Enfim tentar fazer algo para minimizar um pouco todo sofrimento….

    Fizemos greve durante noventa dias e não conquistamos nada, nada, nada mesmo nem as promessas foram cumpridas acho que precisamos dialogar mais do que radicalizar – precisamos restabelecer um diálogo governo/sindicato mas entendo ser isso quase que impossível pois os interesses políticos falam mais alto dentro do sindicato infelizmente a Apeoesp deixou de olhar para o professor para olhar a sigla partidária que está à frente do governo. Entendo que as correntes sindicais dentro da Apeoesp mais atrapalham do que ajudam – Sabe Bebel entendo que você até tem vontade de lutar pelos professores mas as correntes dentro da Apeoesp como disse o técnico Tite – Falam muito ou seja fazem muito barulho e nada…… Por uma Apeoesp livre de partidos e voltado para o professor.
    Abraços

    Responder
    • 8. apeoesp  |  22/08/2015 às 13:06

      Prezado professor Marcio,
      Entendo sua revolta, mas você faz um diagnóstico que não corresponde à verdade.
      Aqui mesmo neste blog e no portal da APEOESP (www.apeoesp.org.br) você verá que desde o final do primeiro semestre de 2014 tentamos o diálogo com o Governo Estadual. Foram várias tentativas e o Secretário sempre dizia que tinha projetos prontos para enviar à ALESP, que estariam com o Governador. Leia. Veja lá. Recupere a história. Não sei de onde tiram essa história de siglas partidárias. O que tem a ver uma coisa com outra? Não se deixe levar pelo que falam. Pesquise você mesmo. Veja aqui no blog. Observe como tudo se desencadeou. Os professores não aguentaram mais esperar, sobretudo quando o Governo passou a fechar mais de 3 mil classes, cortou verbas das escolas e tantos outros desmandos.
      Você é livre para fazer greve ou não, lutar ou não. Mas peço que tome suas decisões com base em dados corretos, não em suposições.
      Bebel

      Responder
  • 9. Edilson Lucena  |  19/08/2015 às 14:30

    Está confirmado que a Inscrição para atribuição 2016 para efetivos será antes do resultado da remoção? Que loucura é essa? Como saberemos se iremos ou não indicar artigo 22?

    Responder
    • 10. apeoesp  |  22/08/2015 às 12:53

      Prezado professor Edilson,
      Ainda não temos nenhuma informação oficial a esse respeito. Há mais de um mês estamos solicitando reunião com o Secretário, mas ele recusa-se a agendar.
      Bebel

      Responder
  • 11. Professora Alessandra  |  22/08/2015 às 22:55

    Boa noite Bebel, como disse alguns colegas nos comentários acima, fizemos greve, ficamos sem salários e nada adiantou. Sou categoria O, fui as ruas para lutar por reivindicações, mas nada aconteceu… Meu contrato acaba em 2015, e a grande preocupação de nós professores temporários é, como vamos fazer para sustentar nossos filhos??Vamos ficar 180 dias sem poder entrar em sala de aula, ou seja, sem salários. É revoltante essa situação. Lutarmos, ficarmos sem salario e ao final, como disse um colega acima, sair com uma mão na frente e outra atras.

    Responder
    • 12. apeoesp  |  29/08/2015 às 13:52

      Prezada professora Alessandra,
      Concordo com você. Isto demonstra o grau de descompromisso e crueldade do Governo Estadual para com nós, professores e para com a educação pública. Justamente por isso somos obrigados a lutar -ou aceitaremos essas imposições e injustiças.
      Temos nova assembleia no dia 25/09 para continuarmos lutando. Não há alternativa enquanto houver aí esses governantes que não dialogam e não apresentam soluções para os nossos problemas.
      De nossa parte, estamos ingressando com ação judicial para tentar garantir a todos a inscrição e participação na atribuição de aulas.
      Bebel

      Responder
  • 13. Glória  |  01/09/2015 às 20:02

    Bebel
    Qual é a orientação para o professor que será impedido de se inscrever,mandato de segurança ou ação coletiva?

    Responder
    • 14. apeoesp  |  06/09/2015 às 14:23

      Prezada professora Glória,
      A APEOESP ingressou com mandado de segurança coletivo.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,805,762 hits

%d blogueiros gostam disto: