Atenção concursados: Secretário não garante terceira chamada para PEB II

21/09/2016 at 10:22 8 comentários

Todos à assembleia nesta quinta, 22/9, 14 horas, Vão Livre do MASP

Em reunião mantida com a diretoria da APEOESP nesta terça-feira, 20/9, o Secretário da Educação disse que já não pode garantir as chamadas de concursados de PEB I e PEB II que havia prometido para o segundo semestre.

A assessoria do Secretário disse que está sendo feito levantamento das vagas existentes após o concurso de remoção, as disponibilidades financeiras do Estado e também o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Mesmo diante do nosso argumento de que hoje o Estado já tem despesas com o pagamento de temporários (que são 30% do total de professores, segundo o DIEESE), o Secretário e seus assessores não garantiram a nova chamada.

Este é mais um motivo para que todos os professores e professoras, independentemente de sua situação funcional, venham para a assembleia do dia 22 de setembro, quinta-feira, às 14 horas, no Vão Livre do MASP. Somente unidos, mobilizados e em forte movimento, poderemos fazer o governo recuar desta e de outras decisões, pois a diretriz do Governador Alckmin é de total descomprometimento com nossas necessidades e com a escola pública.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

TODOS À ASSEMBLEIA COM PARALISAÇÃO Você tem um compromisso nesta quinta-feira. Paralise sua escola e compareça.

8 Comentários Add your own

  • 1. Luiza  |  23/09/2016 às 14:12

    Já estava mesmo muito desmotivada, depois dessa… Sou professora, último ano que peguei aulas como categoria O foi 2013, o que me deixa fora da atribuição, este ano e no próximo. Passei entre os 20 primeiros da minha DE nesse concurso, o motivo de eu ter me afastado das aulas foi estudo, agora sou uma professora mestra interessada em trabalhar nas escolas públicas e simplesmente não “sirvo” para esse governo. Não posso ir as manifestações pois vivo no interior e desempregada fica impossível. Embora jovem, dediquei meus anos de formação à docência e aos estudos, o que não me qualifica para uma vaga de ensino médio que seja no comércio, ou qualquer área que não exija qualificação, já que exigem experiência, e numa sociedade que não valoriza os professores e a educação, é o mesmo que dizer que nunca “fiz nada”. Nem para o trabalho braçal sirvo, nada contra, respeito muito esses trabalhadores,mas me dediquei muito a essa profissão que para essa nação não vale nada. Diziam não faz nem tanto tempo assim, que emprego para professor nunca faltava, quem diria que eu estaria vivendo essa situação? Só um desabafo…

    Responder
    • 2. apeoesp  |  24/09/2016 às 14:00

      Prezada professora Luiza,
      Infelizmente as perspectivas são muito ruins. E dizem que educação é prioridade!!!! Agora, com as medidas que vem sendo tomadas pelo governo Temer, com a reforma do ensino médio e tudo o mais, as coisas tendem a ficar difíceis. Somente nossa luta pode mudar isto. Se você quiser vir às assembleias, procure a subsede da região. Há transporte. Inscreva-se.
      Bebel

      Responder
    • 3. Terezinha Pessoa de Almeida  |  25/09/2016 às 17:58

      Luiza, não fique esperando nada desse governo. Vá atrás de escolas particulares, faça doutorado e dê aulas em faculdade, se valorize, amiga!O governo de SP só desvaloriza a nossa profissão. Se esquecem de que só estão lá, porque passaram nas mãos de muitos professores, inclusive de professores alfabetizadores. Estou para me aposentar e esse é o meu conselho a você, com carinho e respeito. Abraços

      Responder
  • 4. Gustavo  |  24/09/2016 às 16:14

    Presidenta, tenho uma dúvida, o Secretário disse que não garante a chamada. Então, se Ele não garante, como é que a assessoria do Secretário está fazendo o levantamento das vagas existentes após o concurso de remoção, as disponibilidades financeiras do Estado e também o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal? Se não tem chamada não precisa fazer o rito do levantamento das vagas e tudo mais.

    Responder
    • 5. apeoesp  |  25/09/2016 às 00:08

      Prezado professor Gustavo,
      Creio que não atentou para minha resposta completa. Ele não garante, mas não descartou. Depende de autorização do Governador, cuja assessoria alega falta de recursos e problemas com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Contestamos isto, pois hoje já se gasta com professores temporários.
      Bebel

      Responder
  • 6. Ana Kamilla Wasik  |  24/09/2016 às 21:20

    VAMOS LUTAR PELO ENSINO DE QUALIDADE!
    Primeiramente – Fora Temer.
    Não aceitaremos essa Reforma – Retrocesso – Não ao tecnicismo!
    Chamada dos concursados PEB II JÁ!

    Responder
  • 7. Wilson Rodrigues da Silva  |  05/10/2016 às 23:37

    Sou professor e também estou impedido de lecionar, sou também metalúrgico e graças a essa crise que não fui eu que criei, mas estou pagando o pato tive meu emprego perdido no começo do ano, com duas profissões e sem emprego triste fim de um cara que sempre estudou para conseguir algo melhor, fiz o concurso em 2013 e depois não peguei mais aulas, em um ano porque não fiz a prova de classificação, depois a duzentena e assim já se passaram 3 anos e vou para o quarto ano, tive que arrumar um outro emprego para ganhar menos da metade, esse país e estado são um lixo, governo golpista, mídia vendida.
    Não tenho orgulho de ser brasileiro mais, pois nesse pais, não há educação, nem saúde e nem segurança e tratam a categoria como pedinte.
    Perdi tempo estudando algo que gostava e acreditava, acha essa profissão o nectar, a maravilhosa e poderia mudar e deixar o mundo melhor, mas o único mundo melhor são desses politicos que governam só para elite.
    Sem mais
    Um ex-professor

    Responder
    • 8. apeoesp  |  08/10/2016 às 13:46

      Prezado professor Wilson,
      Lamento muito pela sua situação, que sei ser a mesma de milhares de professores pelo Brasil afora. É muito triste tudo isso e este quadro está se agravando. Temos uma força numérica imensa. Juntamente com pais e estudantes, seria imbatível. Pena que nem todos tenham consciência e disposição para lutar. Acredito que bastaria apenas uma grande manifestação com uma parte expressiva da comunidade escolar para que as coisas começassem a mudar. Estamos sempre trabalhando para isso e luto para que seja possível esta grande mudança.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,805,200 hits

%d blogueiros gostam disto: