Juiz mantém liminar da APEOESP para recondução de professores aos projetos da pasta

02/02/2017 at 01:00 15 comentários

O Juiz Jamil Nakad Junior, da 10ª Câmara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça de São Paulo, negou na noite desta quarta-feira, 1/2, recurso ao Estado para derrubar a liminar concedida à APEOESP no processo em que o sindicato pleiteia a recondução dos professores aos projetos da pasta. A liminar, portanto, não foi derrubada.

Entretanto, como um dos Desembargadores do TJSP na noite de 31/1 havia suspendido a eficácia da liminar, é necessário agora aguardar o julgamento do mérito do processo para que, sendo mantida a decisão até então prevalece, o Estado seja finalmente obrigado a cumpri-la

A APEOESP, imediatamente, já solicitou audiência com o desembargador para que apresse o agendamento do julgamento, tendo em vista que professores estão sendo penalizados pela atual situação. Ao mesmo tempo, também está solicitando contato com o juiz do processo.

A APEOESP continua atenta e agindo com a máxima presteza, como sempre age no cumprimento de seu papel na defesa dos professores. Estamos na luta.

Impulsionar publicação
Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Dirigida por um jurista, Secretaria da Educação descumpre decisão judicial Vamos barrar a reforma da previdência!

15 Comentários Add your own

  • 1. MARILENA  |  02/02/2017 às 02:01

    BEBEL…. Parabéns . Uma luta constante e árdua a todos os professores que atuaram satisfatoriamente na sala de Leitura e foram chamados a continuar em 2017… Vamos aguardar e gratidão por tudo como sempre atuando a nosso favor.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  05/02/2017 às 10:21

      Prezada professora Marilena,
      Obrigada. Estamos juntos.
      Bebel

      Responder
      • 3. Marly Ribeiro Gauna  |  07/02/2017 às 16:48

        Bebel ….Obrigada por estar nesta luta com os professoras da Sala de Leitura!!Estamos aguardando para que possamos retornar a sala de leitura!

      • 4. apeoesp  |  11/02/2017 às 11:58

        Prezada professora Marly,
        Estamos juntas. Como vê, a batalha é dura, com idas e vindas.
        Bebel

  • 5. Thiago  |  03/02/2017 às 22:55

    Bebel, é verdade que se um professor efetivo sair de licença suas aulas ficam livres e se outro efetivo pegar ele perde as aulas. Isso vale para licença prêmio?

    Responder
    • 6. apeoesp  |  05/02/2017 às 10:23

      Prezado professor Thiago,
      Sim, é verdade. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
      • 7. Prof° Oswaldo  |  06/02/2017 às 13:30

        Bom dia! Por favor confirme isso para nós, pois será um grande absurdo sair de licença prêmio, algo conquistado arduamente e perder as aulas, se isso for verdade o sindicato tem que intervir urgentemente, já é um absurdo as aulas dos coordenadores e dos vices ficarem livres, isso cria cargos que não existem e irá geram professores efetivos sem aula, é muita incompetência junta!

      • 8. apeoesp  |  11/02/2017 às 12:04

        Prezado professor Oswaldo,
        Obviamente o sindicato se opôs a este tipo de medida. Entretanto, não há base legal para uma ação jurídica, tendo em vista que o Estado tem autonomia administrativa para organizar o processo de atribuição de aulas. A única providência viável são ações individuais para cada caso concreto.
        Bebel

  • 9. Luciana Ribeiro  |  03/02/2017 às 23:52

    Esperamos que tenha justiça de igualdade e de direitos

    Responder
  • 10. Ivonete P. B.  |  04/02/2017 às 14:08

    Bom dia, gostaria de saber como fica a situação dos readaptados, que diante da lei iriam ser reconduzidos para “sala de leitura”, e agora com esta liminar que a apeoesp orgulhosamente se destacou tendo com êxito prejudicou todos os readaptados que são tratados nas escolas e agora vejo que pela própria apeoesp como um zero a esquerda, somos sim seus contribuintes para que tenhamos nos direitos também adquiridos, temos capacidade de sermos alguém nas UEs, ao que temos visto concordo com a luta pelos direitos dos professores para um trabalho e salario digno, mas não pensaram nos readaptados que poderiam melhorar seus salários cumprindo a lei que os conduziam em 1º para sala de leitura, quando recorreram deveriam ser claros e especificar que paragrafo estaria de fora e teria que ser cumprido por todas escolas, o que não esta ocorrendo, nós readaptados estamos desgostosos com e como o sindicado que pagamos fielmente a anos, esta sempre nos deixando de lado, pois eu particularmente quando mais precisei dos advogados fui muito prejudicada por montar um processo de péssima defesa e má informação, depois de anos pensava agora nós readaptados poderemos ser úteis nas UEs e não servir de chacotas que ficamos fazendo bandeirinhas e isolados como se por ocasião do destino pedimos para estar readaptados.
    Desejo mais sucesso ainda Maria Izabel

    Responder
    • 11. apeoesp  |  05/02/2017 às 10:20

      Prezada professora Ivonete,
      Toda vez que generalizamos um conceito ou situação, tendemos a ser injustos com alguém. A APEOESP atendeu demanda de professores não efetivos e efetivos que trabalham em salas de leitura, foram bem avaliados e querem continuar este trabalho. Há professores readaptados nesta situação e há professores readaptados que não querem trabalhar em salas de leitura e inclusive reclamam por estarem nesta função. A sala de leitura tem que servir ao aprendizado dos estudantes. O professor não pode estar lá por estar, para cumprir horário. Quando a SEE pretendeu mexer na regulamentação, propusemos que a sala de leitura fosse avaliada pelo conselho de escola, que escolheria entre os professores interessados os melhores projetos. A SEE não fez desta forma. Em situações de conflito é difícil não desagradar alguém. Haverá as salas de leitura onde não haverá recondução. Os professores readaptados que ainda não estão em sala de leitura deve pleitear, desde que realmente tenha aptidão para isto.
      Bebel

      Responder
  • 12. Sandra  |  04/02/2017 às 18:32

    olá boa tarde!!!
    Acho muito importante o papel que o sindicato desempenha, sempre procurando ajudar o professor.
    Sei que a minha duvida não é coerente com o post mas estou precisando de uma informação, pois já pesquisei na internet mas estou com dúvidas sobre como acontece a Permuta entre professores, quando e como acontece.
    Se pudesse me ajudar ficaria muito agradecida.
    Sandra

    Responder
    • 13. apeoesp  |  05/02/2017 às 10:12

      Prezada professora Sandra,
      Obrigada.
      É preciso aguardar o concurso de remoção. Deve ficar atenta aos editais. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 14. Camila Aparecida dos Santos  |  05/02/2017 às 19:41

    Cara presidente
    Queria saber porque os CEEJAs ficaram de fora dessa liminar? Muitos professores da cat. F foram prejudicados, tendo que deixar suas 32 aulas para cumprir hora de permanência em outra escola porque foram obrigados assim como eu, pegar pelo menos uma aulinha na atribuição inicial. Não entendi essa injustiça?

    Responder
    • 15. apeoesp  |  11/02/2017 às 12:08

      Prezada professora Camila,
      Ficam porque a nossa ação só foi possível devido ao fato de o Governo descumprir o cronograma de atribuição de aulas. A justiça não está se pronunciando sobre a forma como o governo organiza os projetos, nem a atribuição de aulas. O problema foi ela ter descumprido o próprio cronograma e isto afetou alguns projetos da pasta.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,803,210 hits

%d blogueiros gostam disto: