Nova comissão paritária com as entidades da educação na SEE

22/03/2017 at 19:30 26 comentários

Nesta quarta-feira, 22/3, a Presidenta da APEOESP, Maria Izabel Noronha, fala aos presentes na primeira reunião da comissão paritária das entidades da educação com a SEE, convocada a partir de reivindicação da APEOESP de que seja debatida a implementação da Meta 17 do Plano Estadual de Educação (equiparação salarial dos professores com demais profissionais com formação equivalente), aplicação da jornada do piso e redução do número máximo de estudantes por classe na rede estadual de ensino.

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

A APEOESP na luta contra o desmonte da previdência social

26 Comentários Add your own

  • 1. Rafaela Frazão  |  23/03/2017 às 19:12

    Boa tarde Bebel, gostaria de saber o que a Apeoesp tem feito em relação ao adiamento da 4 chamada do Concurso PEB II, isso já virou uma falta de respeito com nós professores, a Secretaria da Educação coloca comunicados enganosos, nos faz acreditar que a chamada está pra acontecer e quando está perto do dia cancelam. Como categoria O estou desempregada, sem aulas, não tenho dinheiro nem pra manter o pagamento da Apeoesp. Peço que nos ajude, pois esta situação está complicada.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  25/03/2017 às 12:48

      Prezada professora Rafaela,
      A SEE justifica dizendo que ainda há professores da chamada anterior para tomar posse, o que impede nova chamada. Temos cobrado que a convocação seja feita o mais rapidamente possível.
      Bebel

      Responder
  • 3. Felipe  |  25/03/2017 às 16:56

    Boa Tarde Professora
    Gostaria de saber se a questão do categoria O foi levantada nesta reunião, já que temos a meta 18.20 do PEE que preza pelos direitos igualitários entre os professores. Esta meta seria uma forma de acabar com a duzentena já que muitos professores poderão ter os seus contratos encerrados no final deste ano letivo se nada mudar.
    Obrigado….

    Responder
    • 4. apeoesp  |  02/04/2017 às 12:50

      Prezado professor Felipe,
      A questão do professor da categoria O está presente nas reuniões que realizamos com a SEE, assim como outros pontos do Plano Estadual de Educação. A comissão paritária tem como focos a meta 17, a jornada do piso e a redução do número de estudantes por classe. Claro que as demais metas serão mencionadas e discutidas, desde que não desfoquem o trabalho da comissão.
      Bebel

      Responder
  • 5. Prof. Clóvis  |  26/03/2017 às 15:57

    As duas últimas assembleias foram prejudicadas pela péssima qualidade do som. A minha escola fechou toda e fomos a assembleia, muita reclamação dos professores.

    Responder
    • 6. apeoesp  |  02/04/2017 às 12:45

      Prezado professor Clóvis,
      Temos tentado melhorar o som. Nem sempre é possível em função das condições em que as assembleias se realizam.
      Bebel

      Responder
  • 7. Antonio Sérgio Ferreira  |  28/03/2017 às 16:11

    Olá Bebel. Qual foi a posição da SEE na reunião da comissão paritária sobre a implementação da meta 17 do PEE?

    Responder
    • 8. apeoesp  |  02/04/2017 às 12:30

      Prezado professor Antonio,
      A comissão não começou efetivamente a trabalhar. Foi apenas constituída. Deve realizar sua primeira reunião nesta semana.
      Bebel

      Responder
  • 9. julia  |  28/03/2017 às 23:36

    Boa noite

    Bebel, gostaria de saber como anda o julgamento do projeto SALA DE LEITURA que até agora não saiu nada. Hoje minha diretoria de ensino abriu o edital para credenciamento para a sala de leitura, ou seja eu com 28 aulas em 2 cidades e em 4 escolas difícil locomoção
    com 22 anos de magistério 3 anos na sala de leitura para agora chega um professor com com menos tempo que eu, fica na sala de leitura tranquila sem viajar e com a carga completa, isso sim que é injusto, sem falar que estou com 22 aulas disciplina correlatas faz mais de 14 anos que não vejo esta disciplina ( Física) sou habilitada em Química e Biologia.

    Responder
    • 10. apeoesp  |  02/04/2017 às 12:28

      Prezada professora Julia,
      O juiz pediu informações à SEE, à APEOESP e parecer do Ministério Público. Tudo já foi feito. Ele precisa marcar o julgamento do recurso do governo. estamos cobrando, mas não temos meios de o obrigar. No limite, faremos uma queixa junto à Presidência do Tribunal.
      Bebel

      Responder
  • 11. Roberto Almeida  |  29/03/2017 às 18:31

    O que fazer com tamanha ameaça a nossa luta?
    O documento é enfático em dizer que vai conceder somente falta injustificada para que paralisar.

    Educação Estadual precisa continuar sua missão: não há motivos que justifiquem paralisação

     

    Para ciência de todas as escolas estaduais, bem como  ciência à comunidade

    Educação estadual precisa continuar sua missão: não há motivos que justifiquem paralisação

             Com o anúncio de que a Reforma da Previdência, em curso na Câmara Federal não afetará o funcionalismo estadual, não há justificativa para a paralisação das atividades dos profissionais da educação prevista para o período de 28, 29 e 30 de março.

            A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo tem consciência da crise e das expectativas do funcionalismo, com o qual mantém permanente diálogo, e nutre a esperança de que a retomada do desenvolvimento, com a recuperação da economia paulista, permitirá a recomposição salarial.

             De qualquer forma, os alunos paulistas não podem sofrer interrupção no processo contínuo de aprendizagem e de aprimoramento crescente. Por isso, foram adotadas estratégias que garantam a permanência das aulas.

             As 91 Diretorias de Ensino estão orientadas a utilizar o cadastro de professores eventuais, caso haja necessidade. Esses docentes deverão ser imediatamente chamados para substituir os faltantes. E não haverá descontinuidade no desenvolvimento dos programas, pois terão à disposição o material didático utilizado pela rede e de conhecimento de todos.

             As faltas injustificadas eventualmente registradas durante os dias de paralisação serão descontadas da folha de pagamento e não haverá possibilidade de reposição por parte dos professores faltantes.

             A orientação da Secretaria da Educação é no sentido de informar toda a comunidade – alunado, funcionalismo, familiares e parceiros – de que as escolas permanecerão em plena atividade durante esses dias – abertas e em funcionamento nos turnos oferecidos. Os pais devem zelar para que seus filhos não deixem de comparecer à escola e assistam normalmente às aulas.

             Os professores em estágio probatório devem estar conscientes de que faltas injustificadas poderão comprometer o atendimento aos requisitos para a sua efetivação.

             Neste primeiro semestre de 2017, ocorrerá a 4ª chamada de aprovados no concurso de Professores PEB II, para atender às necessidades em todo o Estado.

             O bônus por mérito, calculado a partir do desempenho das unidades no IDESP – Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo, será pago a todos os que a ele fizeram jus, no próximo dia 20 de abril.

             A população paulista reconhece a relevância da educação pública para transformar o Brasil no País a que todos aspiram e tem convicção de que o Magistério tem consciência de seu papel e compreende que a gravidade da crise impõe sacrifícios a todos. Deixar aluno sem escola em nada auxiliará a recuperação da autoestima brasileira, fator essencial para a retomada do desenvolvimento brasileiro.

    GABINETE

    Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

    Pça. da República, 53 – São Paulo/SP

    Responder
    • 12. apeoesp  |  02/04/2017 às 12:24

      Prezado professor Roberto,
      Ingressamos com representação ao Secretário para reveja essas posições e respeite o direito de greve. caso isso não ocorra, ingressaremos com ação judicial contra ele.
      Bebel

      Responder
  • 13. Priscila  |  30/03/2017 às 21:12

    Olá Bebel está na hora também de negociar o ticket pois é lamentável não receber o mês de janeiro.

    Responder
    • 14. apeoesp  |  02/04/2017 às 12:19

      Prezada professora Priscila,
      Está na nossa pauta de reivindicações.
      Bebel

      Responder
  • 15. Pablia Gomes Freitas  |  30/03/2017 às 22:07

    Boa noite! Sou professora da EE Prudente de Moraes e liguei na central de atendimento telefônico para tirar uma dúvida: ontem o comando de greve passou em nossa Unidade e nos conclamou a aderir ao movimento. Alguns professores aceitaram o convite, entre eles eu, e assinaram um carta padrão do sindicato dando ciência à Direção. Também foi dito pela senhora Silvana que não poderia haver entrada de eventual na sala dos grevistas, assim como qualquer forma de constrangimento do requerente. Contudo, hoje o Diretor da unidade admitiu eventuais para estas salas e desde ontem, ameaça os presentes, principalmente, os ingressantes com um comunicado atribuído a SEE. Agora chego ao ponto: após passar estas informações a atendente do jurídico da sede central eis que vem a resposta : ” o professor tem direito de aderir ou não ao movimento, e quem está substituindo está lá porque precisa trabalhar, precisa de dinheiro” Traduzindo: eu sou a VAGABUNDA que escolhi não TRABALHAR e portanto faço GREVE. A outra que está em minha classe é que está certa, coitada! E então: como fica a minha situação? O modelo de requerimento aos professores grevista está errado? A senhora Silvana passou informações erradas? Não existe greve?

    Responder
    • 16. apeoesp  |  02/04/2017 às 12:18

      Prezada professora Pablia,
      A informação da senhora Silvana está correta. O/a professor/a tem o direito de realizar greve e já notificamos o Secretário da Educação. Em seguida, na segunda-feira, ingressaremos com ação judicial contra ele por constrangimento ilegal e desrespeito ao direito de greve. Vamos negociar a reposição dos quatro dias de greve e a regularização funcional. Gostaria que você nos informasse o nome da atendente do jurídico que lhe deu a segunda informação, pois não é essa a posição do sindicato. Não admitimos substituições de grevistas, embora nosso foco não seja o professor que substituiu e sim o govenro, que o convocou.
      Bebel

      Responder
  • 17. Lucas  |  01/04/2017 às 03:38

    Bom dia Bebel.
    Por gentileza poderia me orientar, assumi cargo efetivo na 3 chamada e antes disso tenho tempo de categoria L e O. Posso agregar este tempo no cargo efetivo para benefícios como licença prêmio e quinquênio? Como devo proceder? Grato

    Responder
    • 18. apeoesp  |  02/04/2017 às 12:06

      Prezado professor Lucas,
      De acordo com informação da CGRH, esse tempo poderá ser agregado. Informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 19. Gabriella  |  01/04/2017 às 15:01

    Cai na bobeira de paralisar no dia 15/03 levei injustificada e não estou vendo nenhuma mobilização do sindicato para a reposição. Nunca mais vou aderir a nenhuma paralisação como tb não vou incentivar nenhum professor a aderir. Somos fantoches deste jogo político.

    Responder
    • 20. apeoesp  |  02/04/2017 às 12:05

      Prezada professora Gabriella,
      Ao contrário do que diz, a APEOESP se mobilizou, sim, e a reposição já foi autorizada. A CGRH comunicará as escolas.
      lamento que veja como bobeira lutar pelos seus direitos. Sim, poderá haver haver paralisações nas quais a SEE não autorize reposições e tenhamos que ir à justiça. Ainda assim vale a pena lutar, pois o objetivo da paralisação não é a reposição e sim conquistar reivindicações.
      Bebel

      Responder
  • 21. Felipe  |  02/04/2017 às 12:28

    Boa Tarde Professora
    Gostaria de saber se a questão do categoria O foi levantada nesta reunião, já que temos a meta 18.20 do PEE que preza pelos direitos igualitários entre os professores. Esta meta seria uma forma de acabar com a duzentena já que muitos professores poderão ter os seus contratos encerrados no final deste ano letivo se nada mudar.
    Obrigado….

    Responder
    • 22. apeoesp  |  15/04/2017 às 13:41

      Prezado professor Felipe,
      Este é um ponto que temos levantado em todas as reuniões com o Governo. Dizem que em breve este assunto será tratado, mas não é algo em possamos passivamente acreditar.
      Bebel

      Responder
  • 23. julia  |  02/04/2017 às 16:35

    Boa tarde

    Bebel, gostaria de saber como anda o julgamento do projeto SALA DE LEITURA que até agora não saiu nada. Minha diretoria de ensino abriu o edital para credenciamento para a sala de leitura, caso venha professor para a sala de leitura e o julgamento sair a favor dos professores que foram reconduzidos,neste caso eu volto para a sala de leitura e a professora,que esta na sala de leitura perde a sala de leitura?

    Responder
    • 24. apeoesp  |  09/04/2017 às 13:32

      Prezada professora Julia,
      Infelizmente, mais uma vez o Tribunal favorece o governo. Estamos pressionando para que seja marcado o julgamento do recurso do governo, mas isto não aconteceu até o momento. Caso vençamos o processo, o Estado deve garantir o retorno dos professores bem avaliados aos seus projetos da pasta.
      Bebel

      Responder
  • 25. maria aparecida barbosa artioli  |  05/04/2017 às 21:59

    Boa Noite,Bebel.Sou categoria F,faz 22anos.fiz processo seletivo da cidade vizinha de Campinas pela prefeitura.Fui informada pela secretária da escola q não posso assumir as aulas da prefeitura pq para o próximo ano ficarei impedida de participar da atribuição de 2018.Está correto?E q mudará para cat.O.

    Responder
    • 26. apeoesp  |  09/04/2017 às 13:02

      Prezada professora Maria Aparecida,
      Desconheço qualquer norma neste sentido. O que ocorre é que precisa compatibilizar os horários. Caso desista de aulas no Estado, poderá ter problemas com a atribuição de aulas. Por favor, exponha a situação e informe-se melhor pelo telefone 11.33506214.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,856,811 hits

Comentários

apeoesp em
apeoesp em

%d blogueiros gostam disto: