UNIDADE DA CATEGORIA RUMO À GREVE GERAL

03/04/2017 at 19:59 8 comentários

No dia 31 de março, novamente os professores e professoras compareceram em peso à Avenida Paulista, dando uma demonstração de muita combatividade e unidade na luta.

Fomos mais de 40 mil docentes no Vão Livre do MASP, contra a reforma da previdência, por reajuste salarial imediato, contra a terceirização e a reforma do ensino médio, contra o fechamento de classes, jornada do piso, condições de trabalho e tantas outras reivindicações que vem se acumulando, pois o Governo do Estado não negocia e se alia ao Governo ilegítimo de Temer em novos ataques à classe trabalhadora, à educação e a nós, professores e professoras. Em seguida, participamos da manifestação unitária convocada pelas centrais sindicais, com o lançamento da preparação da greve geral marcada para o dia 28 de abril.
A assembleia foi convocada para avaliar a continuidade ou não da greve que se iniciara no dia 28 de março e definir os próximos passos da nossa campanha. A deliberação da assembleia, por amplíssima maioria, refletiu a vontade da base, que já vinha sendo expressa nas escolas e nas reuniões de representantes, reafirmando a unidade da nossa categoria em torno de uma jornada de lutas dos professores e das professoras rumo à greve geral do dia 28 de abril.
Esta deliberação democrática, após amplo debate no Conselho Estadual de Representantes ocorrido na parte da manhã, demonstrou a responsabilidade da assembleia perante a vontade da nossa categoria e deve, agora, ser encaminhada pelos dirigentes, conselheiros, representantes e militantes da nossa entidade em todas as regiões e em todas as unidades escolares do estado de São Paulo.
Com unidade, mobilização e compromisso com os/as professores e professoras, vamos juntos em busca da conquista de nossas reivindicações.
Procure a sua subsede. Participe. Mobilize-se!
Maria Izabel Azevedo Noronha
Presidenta da APEOESP
Anúncios

Entry filed under: Artigos.

8 Comentários Add your own

  • 1. Junior  |  03/04/2017 às 21:42

    Boa noite!

    Professor com carga suplementar, entrando em licença médica, está perdendo a suplementar?

    Responder
    • 2. apeoesp  |  23/04/2017 às 12:00

      Prezado professor Junior,
      Não tenho condições de responder sua pergunta. Por favor, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 3. Ana  |  03/04/2017 às 23:59

    Boa Noite, Bebel!

    Gostaria de tirar uma duvida com respeito ao cadastro para aulas de reforço escolar. Os professores que se encontram sem vinculo por causa do decreto não poderão mesmo se cadastrar? O Cadastro será somente para professores aposentados e universitários?

    Obrigada pela atenção.

    Responder
    • 4. apeoesp  |  09/04/2017 às 13:26

      Prezada professora Ana,
      Nossa solicitação ao secretário é que essas aulas fossem oferecidas aos professores sem aulas e sem contrato. Ele alega que não tem autorização do governador para abrir contratos. Essa é uma das tantas razões para que tenhamos convocado uma greve no final de março. Infelizmente, a maioria da categoria entendem que a greve não deveria se estender. Por enquanto, o governo continua mandando e aplicando plenamente sua vontade.
      Bebel

      Responder
  • 5. Prof. Clóvis  |  04/04/2017 às 19:00

    Não podemos deixar as especificações particulares de nossa categoria se perderem. É necessário avaliar a conveniência de lutarmos as nossas lutas, sem perder é claro as lutas dos trabalhadores em geral. Aqueles que dizem que nossa categoria não está mobilizada que trabalhem para reverter o quadro e não fiquem só com discurso no caminhão. A categoria precisa de ação.

    Responder
    • 6. apeoesp  |  09/04/2017 às 13:19

      Prezado professor Clóvis,
      Não estamos participando das lutas dos trabalhadores em geral em detrimento das nossas. A reforma da previdência nos atinge diretamente. em todos os materiais, ela vem combinada com a luta por reajuste salarial, condições de trabalho e valorização da nossa categoria. A categoria está sendo chamada a lutar por reajuste salarial desde antes de surgir a questão da previdência. E essa demanda permanece, porque já são quase três anos sem reajuste.
      Bebel

      Responder
  • 7. Rodrigo Benett  |  26/04/2017 às 16:50

    Boa tarde!Meu nome é Rodrigo Benett Cruz e participei das paralisações dos dias 8, 15, 28 ao dia 31, desta vez iria paralisar no dia 28/4, pois será a greve geral, mas a diretora, de acordo com reuniões que tiveram com a D.E de São Joaquim da Barra, foi recomendada a colocar falta injustificada. Sendo avessa ao que está ocorrendo no Brasil.Como deveria agir?

    Responder
    • 8. apeoesp  |  30/04/2017 às 14:20

      Prezado professor Rodrigo,
      Infelizmente, devido a minhas atribuições, somente agora pude ver sua mensagem. Nós vamos negociar a reposição com a SEE. Porém, sabemos que esse tipo de postura tem sido tomada para intimidar nossas mobilizações.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,911,308 hits

%d blogueiros gostam disto: