Pela unidade em defesa da democracia e do direito à aposentadoria

17/04/2017 at 21:05 10 comentários

A APEOESP – Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo defende a democracia como um valor fundamental para a defesa da escola pública, dos direitos do magistério e de toda a classe trabalhadora.

Por esta razão, nosso sindicato não titubeou em relação à luta contra o golpe parlamentar que retirou do governo federal a Presidenta legitimamente eleita com mais de 54 milhões de votos, instalando um governo ilegítimo que vem retirando direitos e impondo retrocessos aos trabalhadores e ao conjunto da população brasileira.

Devido a essa firme posição em defesa da democracia, nossa entidade foi criticada e atacada, inclusive por correntes internas, mas mantivemos nossa posição, dialogando com a categoria para esclarecer o processo que estava em curso e suas consequências, as quais, infelizmente, vem se confirmando.

A título de exemplo, vale lembrar que já em agosto de 2016 a APEOESP publicou cartaz e outros materiais contra a reforma da previdência (que sequer ainda havia se tornado um projeto de emenda constitucional) e realizou uma grande assembleia, com mais de 30 mil professores, seguida de manifestação em frente ao escritório da Presidência da República, na Avenida Paulista.

Desta forma, causa estranheza que determinados grupos, que neste momento deixam de lado divergências importantes para se unificarem com propósitos eleitorais – tendo em vista que a APEOESP realizará eleições para a Diretoria e Conselho de Representantes no dia 25 de maio –, estejam percorrendo o estado para declararem serem os primeiros e mais aguerridos lutadores contra o golpe no Brasil e para colocar em dúvida a luta que a APEOESP desenvolveu até aqui.

É importante lembrar, a propósito, que tais grupos se recusaram a participar da manifestação em defesa da democracia e dos direitos da classe trabalhadora, realizada no dia 13 de março de 2015, acusando a APEOESP de governista e não reconhecendo que havia um golpe em andamento. Com aquela manifestação, que coincidiu com o início da nossa greve de 92 dias, os trabalhadores conseguiram que fosse retirado da pauta naquele momento o projeto de lei 4330/2004, que tratava da terceirização.

Apenas após a consumação do impeachment, com o início do processo agressivo de ataques às conquistas do povo brasileiro e retirada de direitos (entrega do pré-sal à exploração estrangeira, congelamento dos investimentos públicos por vinte anos, reforma do ensino médio, reforma da previdência, reforma trabalhista e outros), é que alguns desses grupos passaram a reconhecer que houve um golpe de Estado no Brasil. Ainda assim, priorizam “explicar” que a ocorrência do golpe seria uma suposta consequência de erros do Governo deposto, em vez de centrar no ataque aos golpistas.

Consideramos que a unidade entre os trabalhadores, centrais sindicais, entidades e movimentos é fundamental para barrarmos a escalada de retirada de direitos, o aprofundamento do golpe e para defendermos a restauração da plena democracia no nosso país. Isto se faz sobre a base do respeito mútuo entre todas as forças atuantes no processo, sem que nenhuma dessas forças pretenda “tomar de assalto” os comitês de luta contra a reforma da previdência que vem se reunindo em todas as regiões do estado.

Orientamos os professores e as professoras que são atuantes nesses comitês a não se deixarem intimidar. A luta é de todos e todas e nossa ação tem que ser no sentido de nos unificar com os demais trabalhadores, para que possamos barrar a reforma da previdência e todos os demais ataques.

Os comitês não podem se transformar em palcos de disputas eleitorais. A unidade é nosso grande instrumento de luta rumo à GREVE GERAL no DIA 28 DE ABRIL, contra o desmonte da previdência e contra o golpe.

Maria Izabel Azevedo Noronha
Presidenta da APEOESP

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Sobre a recondução de professores aos projetos da pasta.

10 Comentários Add your own

  • 1. Carlos Roberto da Silva  |  18/04/2017 às 01:23

    Bebel, você já leu sobre a nova resolução sobre os professores readaptados? eles deixarão mesmo de ficar na escola de classificação e terão que ter os cargos atribuídos nas diretorias de ensino? O sindicato tomará alguma medida?

    Responder
    • 2. apeoesp  |  23/04/2017 às 11:49

      Prezado professor Carlos Roberto,
      Sim. Estamos preparando medida judicial. Individualmente, os professores que vierem a ser prejudicados também podem entrar com medida judicial por meio da APEOESP.
      Bebel

      Responder
  • 3. Priscila  |  21/04/2017 às 17:14

    Bebel rola um boato forte que não havera 4° chamada do concurso PEB II e que o governador junto a SEE estão se mobilizando para abrir um novo concurso PEB II junto com o Concurso de diretor devido estar proximo das eleições…isso procede?
    Me lembro que no concurso de 2010 não foram chamados todos os aprovados e em 2013 abriu-se um novo concurso devido as eleições se aproximarem.

    Responder
    • 4. apeoesp  |  23/04/2017 às 11:38

      Prezada professora Priscila,
      Que eu saiba, não procede. Alteraram as regras para a contagem de vagas, que deve ser feita no próximo período para nova chamada no segundo semestre. Esta é a informação extraoficial que tenho e estou solcitando reunião para tratar de vários assuntos e deste também.
      Bebel

      Responder
  • 5. julia  |  25/04/2017 às 18:18

    Sala de Leitura nada mesmo faz 23 anos que sou sócia da Apeoesp, participo de greve,e agora que preciso da sala de leitura , fica nisso de julgamento, vamos, resolve de uma vez por todas , da uma solução para nós, chega de ficar nesta angustia.Estou cansada se não voltar para a sala de leitura , estou saindo da Apeoesp.

    Responder
    • 6. apeoesp  |  30/04/2017 às 14:38

      Prezada professora Julia,
      A decisão de sair ou não da APEOESP é de foro íntimo. Uma decisão sua, na qual não podemos interferir. Peço, porém, professora, que releia o que escreveu e reflita sobre o que está dizendo.
      O Governo do Estado, por meio da SEE, cometeu uma arbitrariedade. A APEOESP, cumprindo sua obrigação, pressionou a SEE a voltar atrás e foi à justiça. Conseguimos uma liminar, que está suspensa porque o Estado recorreu. O juiz relator decidiu ouvir a APEOESP e o Estado, o que foi feito. Depois decidiu ouvir o Ministério Público, que se manifestou dizendo que os professores tem direito a voltar aos projetos. O juiz relator está aguardando o processo voltar às mãos dele para marcar o julgamento.
      Ou seja: o Estado a prejudica, a justiça demora e a senhora culpa a única instituição que está defendendo o seu direito? Alguma coisa não está certa na sua forma de pensar.
      Bebel

      Responder
  • 7. julia  |  28/04/2017 às 16:32

    Boa tarde

    Gostaria de saber o seguinte: Quanto que esta a hora aula professora categoria F com 23 anos de magistério Faixa/ Nível 001/C

    Responder
    • 8. apeoesp  |  30/04/2017 às 14:10

      Prezada professora Julia,
      Não tenho condições de responder aqui um caso tão específico. Por favor, procure o departamento jurídico na sua subsede, munida de seu holerite, para que verifiquem se está certo ou se há algumas incorreção.
      Bebel

      Responder
  • 9. M|ônica Schoen  |  28/04/2017 às 18:10

    Prezada Bebel,

    Gostaria de saber se foi negociada a reposição de todos os dias parados. Os descontos já estão feitos no pagamento de 08/05/17. Minha escola já fez um calendário de reposição dos dias 08 e 15/03. Mas e os outros dias? Se não vão pagar, não vamos repor, certo?

    Responder
    • 10. apeoesp  |  30/04/2017 às 14:09

      Prezada professora Monica,
      Estamos pressionando a SEE pela reposição de 28 a 31 de março e vamos colocar na pauta também o dia 28/4.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,931,922 hits

%d blogueiros gostam disto: