Há muita luta pela frente

17/06/2017 at 16:29 20 comentários

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Um intrigante incêndio em Diadema Ministério Público dá parecer favorável em ação da APEOESP por reajuste salarial

20 Comentários Add your own

  • 1. Professor Pablo  |  17/06/2017 às 20:47

    Bebel, boa noite! Se possível, lutar para que a jornada reduzida seja de 8 horas e a inicial de 18 aulas. Com isso, haveria menos transtornos para com os professores na hora da atribuição.
    Esse ano conheci vários professores que por conta de 1 aula (conseguiram 18 das 19 aulas), precisaram completar a jornada em outra unidade. Feito isso, sobrecarregaria os professores e muitos não ficariam adidos. Grato.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  25/06/2017 às 14:02

      Prezado professor Pablo,
      Temos feito várias propostas para melhorar a composição das jornadas dos professores, mas há grande dificuldade em negociar com este governo. Virá uma discussão sobre plano de carreira e vamos continuar insistindo nessa questão.
      Bebel

      Responder
  • 3. Maria  |  18/06/2017 às 02:34

    Bom dia Bebel,
    Como fica atribuição de aulas Agora?
    Efetivos continuam pegando carga suplementar antes do F compor jornada ou Não?
    Grata

    Responder
    • 4. apeoesp  |  25/06/2017 às 14:08

      Prezada professora Maria,
      No meu entendimento, sim. Para melhor informação, ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 5. Leandro dos Reis Oliveira  |  19/06/2017 às 13:40

    Gostaria de saber quando conseguiremos repor as paralisações que nós fizemos. Só repomos 2 dias e os demais?

    Responder
    • 6. apeoesp  |  25/06/2017 às 13:57

      Prezado professor Leandro,
      Diante da demora do Secretário da Educação em autorizar as reposições, ingressamos na justiça para termos este direito.
      Bebel

      Responder
  • 7. Paulo  |  19/06/2017 às 14:13

    Estou triste.
    Gosto de ser professor, sou efetivo a algum tempo e estava sentindo crises de pânico, ansiedade e outros sintomas ao sair de casa para ir ao trabalho (sintoma estes que perduram já há algum tempo, aguentei até onde resisti), resolvi então tirar uma licença e me ”reencontrar”. Problema que só aceitam licenças de 15 em 15 dias, até colegas que pediram 16 dias estão cortando pra 15 dias, já fui 3 vezes na perícia e terei que ir novamente …
    Já me sinto melhor e voltarei em agosto ministrar aulas se tudo correr bem…
    É sofrido pra alguém que não está se sentindo bem mentalmente ficar indo para outra cidade realizar perícia.. mais um meio de desanimar os adoecidos professores..
    LUTA

    Responder
    • 8. apeoesp  |  25/06/2017 às 13:56

      Prezado professor Paulo,
      Sim, é verdade. Tem sido uma luta constante nossa a humanização do atendimento, mas o governo Alckmin dificulta cada vez mais a vida do professor, mesmo quando está doente. Quer forçar o máximo a permanência na sala de aula, sem dar condições para isto. Temos lutado contra esse autoritarismo, mas é preciso muito mais mobilização.
      Bebel

      Responder
  • 9. Prof. Clóvis  |  20/06/2017 às 17:20

    Falta na reposição o dia da greve geral.

    Responder
    • 10. apeoesp  |  25/06/2017 às 13:49

      Sim, professor. O governo estadual não concedeu, ainda, a reposição. O autoritarismo vem piorando a cada dia.
      Bebel

      Responder
  • 11. Felipe  |  25/06/2017 às 14:48

    Bom dia
    Professora
    Em relação ao Professor Categoria O com contrato de 2014, alguma novidade sobre o período de afastamento de 180 dias?
    Já foi conversado com o secretário sobre este assunto? Desde de já. Muito Obrigado.

    Responder
    • 12. apeoesp  |  02/07/2017 às 13:59

      Prezado professor Felipe,
      O governo criou a lei e o Secretário não tem poder para alterá-la, somente o governador. Pelo que a SEE nos informou, o governo não está disposto a fazê-lo. Temos ação judicial em tramitação, mas não conseguimos vitória até o momento. O Tribunal deu ganho de causa para o governo e recorremos.
      Bebel

      Responder
  • 13. Felipe Pinheiro Amatuzzi  |  30/06/2017 às 22:36

    Bebel, boa noite! Peço desculpas se falei muito da atribuição de aulas. O fato é que queria expressar minhas indignações e ideias para o sindicato no sentido de ajudar. Vejo que estamos sem reajuste há 3 anos e nosso salário só diminui e a gente cada vez mais desvalorizado, e fico preocupado se continuar esse descaso de coisas, enfim. Bebel, fiz o concurso para professor da prefeitura de sp ano passado e passei em 4º lugar. Já fui escolher uma escola e farei perícia.

    Obrigado.

    Responder
    • 14. apeoesp  |  02/07/2017 às 13:18

      Prezado professor Felipe,
      Entendo sua indignação, pois é minha também. Não haverá solução a não ser com a efetiva união e mobilização de todos, ao mesmo tempo. Não se trata de retórica. Este governo não respeita ninguém. Ou arriscamos tudo, ou não teremos nada.
      Bebel

      Responder
  • 15. Any Mery Sousa  |  04/07/2017 às 13:41

    Bom dia ! Bebel gostaria de saber sobre à convocação dos professores PEB I, afinal quem prestou e passou está esperando! Sei que o sindicato está fazendo a parte dele, vimos que teve a 4ª chamada do concurso de PEBII, mas o governo não se manifestou sobre o concurso dos PEB I..e além disso as reposições do mês de abril..muito obrigado, desde já!

    Responder
    • 16. apeoesp  |  09/07/2017 às 14:42

      Prezada professora Any,
      A autorização da governador de convocação para 547 vagas foi publicada ontem, 8/7. Vou publicar aqui no blog.
      Bebel

      Responder
  • 17. marlene  |  13/07/2017 às 11:24

    Olá, Bebel!
    Gostaria de saber se tem alguma notícia sobre o julgamento dos projetos de pasta, li que seria dia 11 de julho. Obrigada

    Responder
    • 18. apeoesp  |  15/07/2017 às 17:25

      Prezada professora Marlene,
      Não. Conforme já havia informado anteriormente, está agendado para 25/11. Houve uma mudança de desembargador, teoricamente favorável para nós.
      Bebel

      Responder
  • 19. ROSI  |  13/07/2017 às 13:35

    ÓLA BEBEL.
    NAO HÁ NENHUM MOVIMENTO PREVISTO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA? ESTAMOS MUITO QUIETOS!!!!!
    PRECISAMOS DE MOBILIZAÇÕES OU VAMOS DEIXAR ESSA CORJA DE LÃDRÕES ACABAREM COMO NOSSA VIDA.
    MUITOS PROFESSORES ESTÃO DOENTES E TENDO SUAS LICENÇAS NEGADAS, PRECISAMOS IR PARA RUAS!
    ATÉ NOSSA LICENÇA PRÊMIO ESTÃO QUERENDO TIRAR.
    OU LUTAMOS AGORA OU SERÁ MUITO TARDE!
    FIQUE NA PAZ!

    Responder
    • 20. apeoesp  |  15/07/2017 às 17:17

      Prezada professora Rosi,
      Estamos permanentemente em movimento contra a reforma da previdência. A última manifestação foi em 30 de junho, a greve geral, lembra-se?; portanto há 15 dias atrás. O Congresso entra em recesso. No retorno, a reforma voltará à pauta e nós voltaremos às ruas e a Brasília.
      Em relação à licença prêmio, desconheço qualquer iniciativa neste sentido, a não ser no Rio Grande do Sul, conforme o que está circulando nas redes sociais.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,931,923 hits

%d blogueiros gostam disto: