O que a vida quer da gente é coragem

12/07/2017 at 12:57 3 comentários

O Senado Federal, dominado por golpistas, escreveu hoje uma das mais tristes e revoltantes páginas da história do Brasil, aprovando o texto da reforma trabalhista proposta pelo governo ilegítimo e corrupto de Michel Temer.

Em poucos minutos, por 50 votos a 26, direitos trabalhistas conquistados em décadas de lutas da classe trabalhadora foram eliminados. Agora, os empresários brasileiros e as multinacionais em solo pátrio estão autorizados a praticar a mais bárbara exploração de mão de obra, negando aos trabalhadores condições de trabalho, salários minimamente dignos, jornada de trabalho condizente com a saúde e o bem estar de seus funcionários. A precariedade das relações de trabalho passa a ser a regra.

Os sindicatos agora devem desdobrar-se para não perder força diante de suas categorias e da sociedade. Este é um desafio fundamental que todos juntos devemos vencer, sob pena de aprofundar-se ainda mais o fosso social que separa os trabalhadores da camadas mais privilegiadas da população.

Ao mesmo tempo, as senadoras da oposição escreveram hoje uma página heroica de luta e resistência contra os golpistas e o retrocesso.Ocuparam a mesa do Senado, levando seu Presidente, um cidadão também acusado de corrupção, a cortar o som e a luz do plenário. Ainda assim elas lá permaneceram durante horas, mostrando a força e a determinação militante das mulheres em defesa dos direitos e da democracia. Elas precisarão de toda a nossa solidariedade, pois a direita ameaça processá-las por meio da Comissão de Ética do Senado, a mesma que restabeleceu o mandato do Senador Aécio Neves, apesar das provas e evidências de que comanda um amplo esquema de corrupção no país.

Esses são os tempos que estamos vivendo. Em nome de nossos filhos, de nossos netos, das gerações futuras, não temos o direito de nos intimidar e de recuar. Se a luta é difícil, nos façamos mais fortes. Se é desigual, nos façamos mais unidos que antes. Se é violenta, nos mobilizemos ainda mais. Tomemos como lema as palavras de Guimarães Rosa, tantas vezes ecoadas em nossa lutas e movimentos:

O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria,
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem

Fora Temer! Nenhum direito a menos! Diretas já!

Maria Izabel Azevedo Noronha – Bebel
Presidenta da APEOESP

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Reforma trabalhista traz graves retrocessos Veja como votaram os Senadores na reforma trabalhista

3 Comentários Add your own

  • 1. Eunice  |  19/07/2017 às 17:16

    Existe uma legislação que estabelece o número de duas da semana para as cargas horárias?
    Por exemplo eu tenho a carga reduzida (9aulas). Em quantos dias eu posso trabalhar.
    No meu caso, teria que ser em 2 dias e não picadas em 4 dias da semana.
    Grata,
    Professora Eunice

    Responder
    • 2. Eunice  |  19/07/2017 às 17:17

      Digo número de dias da semana.

      Responder
    • 3. apeoesp  |  22/07/2017 às 14:29

      Prezada professora Eunice,
      Por favor, ligue para 11.33506214, onde poderá tirar todas as suas dúvidas.
      Bebel

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 4,911,314 hits

%d blogueiros gostam disto: