Sobre o pagamento do reajuste de 10,15%

27/03/2018 at 20:01 73 comentários

Reproduzo a publicação do Diário Oficial do Estado desta terça-feira, 27/3, na qual a 7ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça de São Paulo pede informações ao Governo do Estado sobre o cumprimento da sentença que determinou o pagamento do reajuste de 10,15% que a APEOESP conquistou. O cerco se fecha sobre o Governo do Estado, que terá que pagar o reajuste. O Governo é obrigado a responder até o dia 6/4.
O índice de 10,15% incide sobre os 7% que se tornaram lei e serão pagos no quinto dia útil de abril, inclusive o retroativo a 1/2. O reajuste total, portanto, deve ser de 17,85% acumulados (10,15% sobre 7%).

Anúncios

Entry filed under: Artigos.

Pela qualidade da educação pública e contra a privatização das escolas estaduais SEE PUBLICA CHAMADA PARA ESCOLHA DE VAGAS DE PEB I

73 Comentários Add your own

  • 1. Joo Morishita  |  29/03/2018 às 16:09

    Boa tarde, sobre a matéria acima a Srª. no Informe Urgente nº 15 “Também lembramos mais uma vez que estamos solicitando a
    execução do reajuste de 10,15%, conquistado na Justiça”.
    No diário Oficial do dia 27/03/2018, o que se pede é o comprimento provisório de sentença, então não esta transitado e julgado e portanto, ela pode ter seus efeitos suprimidos, caso, em recurso posterior.

    Responder
    • 2. apeoesp  |  30/03/2018 às 12:22

      Prezado professor Joo,
      O governo perdeu todos os recursos até o momento.A probabilidade de que consiga resultado em qualquer outro recurso é muito, muito imporvável.
      Bebel

      Responder
      • 3. joo morishita  |  08/04/2018 às 12:02

        Quantas vezes eu li matérias em que você afirmava com todas as letras ganhamos a ação contra o governo e no fim tudo terminava em pizza, ate hoje estou esperando os valores dos quinquênios sobre os vencimentos integrais que segundo o jurídico esta apenas na forma como o governo ira pagar se já ganhamos cade o jurídico entrando com a obrigação de pagar.

      • 4. apeoesp  |  14/04/2018 às 10:55

        Prezado professor Joo,
        Poderia exemplificar quais foram essas ações? Professor, acredite, o jurídico da APEOESP sabe perfeitamente quais são os recursos que devem ser impetrados e já impetrou. Certamente o senhor não espera que o jurídico do nosso sindicato mande no poder judiciário, não é mesmo?
        Bebel

  • 5. Vera  |  01/04/2018 às 19:23

    Boa tarde,
    Será que o governo irá responder mesmo? Ou vocês terão que cobrar posição.
    Desculpe, mas digo isto, porque quando se trata em cumprir para nós, parece que governo não se importa com prazo e justiça também.
    Aproveitei para fazer este comentário porque estou com processo muito demorado, que achei melhor desistir ano passado porque meu abono de permanência foi publado e também devido minha saúde. O TJSP(2a vara juizado especial) solicitou em novembro/2017 que fazenda se manifestasse em 10dias sobre minha desistência. Porém; até final janeiro/2018 nenhuma resposta. Liguei no jurídico da Apeoesp pedindo o favor de ver o que podiam fazer para que TJSP desse uma decisão ao processo; ou então cobrasse uma resposta da fazenda. Apeoesp disse que é demorado mesmo e não podia fazer nada, que eu tinha de aguardar. Como não tive apoio, eu mesma decidi mandar email ao TJSP sobre meu caso; sendo que deu novamente 10dias para fazenda se manifestar, o que não ocorreu. Esta historia de ligar à Apeoesp aconteceu várias vezes e sempre eu é que tive que tomar providências recorrendo a ouvidoria e a 2a vara para ver se podiam ajudar.
    Enfim, em 02/03 e 27/03 constam no site TJSP que está concluso para sentença. Mas, afinal, quanto tempo mais se tem para conseguir parecer/finalizar ao processo no TJSP?
    Tanta demora para resposta de uma simples desistência. E sem homologação do juiz, a escola e diretoria de ensino dizem que não podem providenciar aposentadoria e depois que derem entrada ainda tem-se que aguardar 90dias para sair da ativa. Desculpe o desabafo, mas tudo isto prejudica mais a saúde; sem contar que também se perde a credibidade devido a falta de atenção e lentidão nas soluções.

    Responder
    • 6. apeoesp  |  08/04/2018 às 10:06

      Prezada professora Vera,
      O sindicato é obrigado a seguir os prazos e trâmites judiciais. Venceu o prazo para o governo responder. Na segunda feira os advogados vão cobrar do juiz a execução da sentença.
      Bebel

      Responder
  • 7. ana paula  |  03/04/2018 às 20:50

    Gostaria de uma informação,sobre os contratados categoria O de 2014,a lei que altera a rescisão dos professores mudou em 2016,porém fomos contratados na lei antiga,como proceder só ação judicial para que haja o pagamento?
    outra dúvida, faz 11 anos que estou no estado, não tenho quinquênio e nem sexta parte,ou licença prêmio,li alguns comentários que teve professor que entrou na justiça e ganhou a causa,como posso proceder nesse caso?obrigada !

    Responder
    • 8. apeoesp  |  08/04/2018 às 10:03

      Prezada professora Ana Paula,
      A nova lei alterou a anterior e prorrogou os contratos. Não há margem para ação judicial.
      Quanto a quinquênios e sexta-parte a ação foi coletiva, mas o governo está segurando a vigência com questionamentos na justiça sobre retroativos.
      Por favor, ligue para 11.33506214 para melhor informação.
      Bebel

      Responder
  • 9. Prof. Pedro  |  04/04/2018 às 21:43

    Bebel, por qual motivo até agora não entrou na conta o valor do vale alimentação?

    Responder
    • 10. apeoesp  |  08/04/2018 às 10:00

      Prezado professor Pedro,
      Não sei o motivo. Vou cobrar já do novo governo.
      Bebel

      Responder
  • 11. Kátia Cilene Saccomani Colovatti  |  05/04/2018 às 01:46

    Boa noite, pelo que vejo na folha de pagamento do mês de abril, não há diferença retroativa do mês de fevereiro provisionado, apenas um aumento de 7% referente ao mês de março/2018 na folha de 06/04/18. Teremos mesmo?

    Responder
    • 12. apeoesp  |  08/04/2018 às 09:59

      Prezada professora Kátia,
      Não houve pagamento do retroativo. Vamos cobrar já do novo governo.
      Bebel

      Responder
  • 13. Carlos  |  06/04/2018 às 13:16

    Nem o retroativo dos 7 veio, quem dirá 10

    Responder
    • 14. apeoesp  |  08/04/2018 às 09:55

      Prezado professor Carlos,
      O retroativo dos 7% veio para os aposentados. Vamos cobrar já do novo governo os retroativos para todos. Quanto aos 10.15%, conseguimos a vitória jurídica e estamos pedindo a execução da sentença.
      Bebel

      Responder
  • 15. Marcelo  |  09/04/2018 às 18:44

    Olá.
    Tem alguma posição em relação a ação dos 10,15%? Uma vez que o prazo para manifestação do Governador terminou no dia 06.
    Obrigado.

    Responder
    • 16. apeoesp  |  14/04/2018 às 10:05

      Prezado professor Marcelo,
      Entramos com pedido de execução imediata do pagamento e pedimos reunião com o novo governo.
      Bebel

      Responder
  • 17. edilson ferreira soares  |  09/04/2018 às 23:39

    Em todas as escolas não acreditam no pagamento dos 10.15%. Assim como o companheiro Carlos questionou, como mobilizar a categoria quando o governo nada a braçadas. Informações nos falta de como anda o processo.

    Responder
    • 18. edilson ferreira soares  |  10/04/2018 às 19:08

      Porque aguardando moderação? Citei apenas a realidade e emendo para saber se há alguma noticia sobre o pagamento do 10.15%

      Responder
      • 19. apeoesp  |  14/04/2018 às 09:54

        Prezado professor Edilson,
        Os comentários aguardam moderação até que eu possa responder.
        Solicitamos ao juiz que determine o imediato pagamento do reajuste de 10.15%.
        Bebel

    • 20. apeoesp  |  14/04/2018 às 09:52

      Prezado professor Edilson,
      Estamos cobrando da justiça que determine o pagamento imediato, pois o governo perdeu os recursos.
      Bebel

      Responder
  • 21. Antonio  |  10/04/2018 às 02:14

    Oi Bebel,tudo bem?Sou aposentado e no mês de março de 2018 comecei a receber R$39,48 retroativo a 01/2018 Código 001035 PISO SAL.DOCENTE-DECRETO 62500/2017,fui verificar e vi que este decreto é claro sobre este pagamento e no Artigo 5. indica que ele retroage a janeiro de 2017,portanto o Governo do Estado nos deve 12 parcelas de R$39,48 (no meu caso).Como fazemos para que a SPPREV pague o retroativo,o Sindicato poderia intervir sobre.
    Obrigado
    Antonio

    Responder
    • 22. apeoesp  |  14/04/2018 às 09:58

      Prezado professor Antonio,
      Já respondi em outro comentário seu, igual a esse.
      Bebel

      Responder
  • 23. Dete Garcia  |  10/04/2018 às 12:54

    NOSSA É MUITO DIFÍCIL FAZER UM TRABALHO DIGNO NA EDUCAÇÃO…SOMOS DESRESPEITADOS DE TODAS AS FORMAS, HUMILHADOS MESMO…

    Responder
    • 24. apeoesp  |  14/04/2018 às 09:57

      Prezada professora Dete,
      Estamos lutando contra tudo isso. Essa luta é muito difícil, mas é necessária e temos que continuar.
      Bebel

      Responder
  • 25. Joaquim Machado Filho  |  10/04/2018 às 14:02

    BEBEL, BOM DIA! OLHA O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SP DEU UM PRAZO DE ATÉ O DIA 06/04, PARA O GOVERNO DE SP RESPONDER PORQUE AINDA NÃO CUMPRIU A DECISÃO DO TRIBUNAL QUE MANDA PAGAR OS 10:15% AOS PROFESSORESATÉ! o PRAZO JA SE ESGOU E GOSTARIA DE SABER EM QUE PÉ ESTÁ ESSA SITUAÇÃO BEBEL, POIS PRECISO DESSE AUMENTO! O QUE O JURIDICO ESTA FAZENDO SE O GOVERNO NÃO RESPONDEU E SE RESPONDEU NOS INFORMA O QUE ELE RESPONDER, POR FAVOR?

    Responder
    • 26. apeoesp  |  14/04/2018 às 09:57

      Prezado professor Joaquim,
      Já ingressamos com pedido para execução imediata do pagamento e pedimos reunião com o novo governo.
      Bebel

      Responder
  • 27. Joaquim Machado Filho  |  10/04/2018 às 15:04

    OBRIGADO BEBEL, VC JA DEU A RESPOSTA NO GRUPO DE PROFESSORES DA APOESP NO FACE QUE EU FAÇO PARTE E LA EU TINHA QUESTIONADO TAMBEM! ERA ESSA INFORMAÇÃO QUE EU TANTO PRECISAVA PRA ME MANTER A PAR DESSE AUMENTO. TO SATISFEITO COM A SUA RESPOSTA, VAMOS AGUARDAR, COM CERTEZA ESSE AUMENTO VIRÁ VISTO NÃO HAVER ESCAPE DA PARTE DO GOVERNO. MUITO OBRIGADO BEBEL.

    Responder
  • 28. Antonio  |  12/04/2018 às 06:22

    Oi Bebel,tudo bem?Sou aposentado e no mês de março de 2018 comecei a receber R$39,48 retroativo a 01/2018 Código 001035 PISO SAL.DOCENTE-DECRETO 62500/2017,fui verificar e vi que este decreto é claro sobre este pagamento e no Artigo 5. indica que ele retroage a janeiro de 2017,portanto o Governo do Estado começou a pagar a partir de janeiro de 2018,o Sindicato poderia intervir fazendo com que o estado pague o retroativo,já que a lei é clara.

    Responder
    • 29. apeoesp  |  14/04/2018 às 09:51

      Prezado professor Antonio,
      Este pagamento em forma de abono é ilegal. Ingressamos na justiça e ganhamos o pagamento de reajuste de 10,15 retroativo a janeiro de 2017. O governo recorreu e perdeu em duas instâncias. Estamos cobrando a execução da sentença.
      Bebel

      Responder
  • 30. Magali de Cássia Merenda  |  12/04/2018 às 20:10

    Boa Tarde, Bebel
    Gostaria de uma informação: quanto aos 10.15, ganho na Justiça, a Apeoesp, já solicitou o pagamento, agora , após a saída do governador? O vice que assumiu, pode dar desculpas, para não pagar? Caso já tenha sido informado à Justiça, pode demorar meses para recebermos?. Obrigada
    Profª Magali

    Responder
    • 31. apeoesp  |  14/04/2018 às 09:49

      Prezada professora Magali,
      Pedimos execução do pagamento à justiça e pedimos reunião com o novo governo.
      Bebel

      Responder
  • 32. Silvia Miranda  |  12/04/2018 às 21:35

    Boa noite Bebel

    Gostaria de saber se o novo governo já deu uma posição quanto ao retroativo dos ativos do 7% e sobre os 10.15%,?

    Aguardo resposta

    Profª Silvia Miranda

    Responder
    • 33. apeoesp  |  14/04/2018 às 09:48

      Prezada professora Silvia,
      Ainda não. Estamos cobrando. Já solicitamos reunião.
      Bebel

      Responder
  • 34. tiago  |  19/04/2018 às 15:23

    olá bebel
    desde 2014 quando a apeoesp ganhou sentença aguardo receber quinquênio, afinal categoria o terá ou não direito a quinquênio, só vejo comentários que estão calculando retroativos até quando .

    Responder
    • 35. apeoesp  |  21/04/2018 às 09:35

      Prezado professor Tiago,
      Esta é uma pergunta para a qual eu gostaria de ter resposta. O governo está conseguindo protelar e a justiça de certa forma colabora com ele. O problema é que não podemos ainda subir às instâncias superiores.
      Bebel

      Responder
  • 36. PAULO  |  19/04/2018 às 15:35

    22 de mai de 2014 – A APEOESP, em ação coletiva, conquistou o direi- to de os docentes categoria “O” receberem os quinquênios ou sexta parte, nos casos em que já possuam o tempo necessário para tal fim: 5 anos de efetivo exercício no Estado para cada quinquênio e/ou. 20 anos de efetivo exercício no Estado para a …
    ATÉ AGORA NADA MAIS DE 4 ANOS DE ESPERA …..

    Responder
    • 37. apeoesp  |  21/04/2018 às 09:37

      Prezado professor Paulo,
      Creio não ser novidade para os brasileiros a demora da nossa justiça em muitos casos. O governo tem conseguido protelar. Nossos advogados estão lutando para que a justiça determine logo os índices a serem praticados para os retroativos e mande executar, porém não temos o poder se mandar na justiça e não podemos subir às instâncias superiores.
      Bebel

      Responder
  • 38. Ivone Sanches Colman  |  24/04/2018 às 17:28

    Bebel, gostaria se saber sobre os atrasados do processo da Gratificação do Magistério (Gam), estou sabendo que está em fase de pagamento e até o momento ainda não obtive solução para a situação sobre o que estaria acontecendo para.tanta demora, aqui é a Professora Aposentada Ivone Sanches.

    Responder
    • 39. apeoesp  |  05/05/2018 às 10:17

      Prezada professora Ivone,
      Para saber sobre seu caso específico, por favor ligue para 11.33506214.
      Bebel

      Responder
  • 40. Isabel da Silva Ferrareze  |  24/04/2018 às 18:44

    Boa tarde !
    Estou aguardando resposta sobre a licença premio da categoria F que não posso usufruir porque estou com aulas de substituição já fiz minha liquidação está tudo correto, porém tenho 10 meses e 15 dias que deixei para tirar este ano e me aposentar.
    Enviei no dia 8/04/18 detalhando toda a situação.
    Aguardo.
    Prof.Isabel.

    Responder
    • 41. apeoesp  |  05/05/2018 às 10:16

      Prezada professora Isabel,
      Para esse tipo de caso, você deve procurar o departamento jurídico na subsede de sua região.
      Bebel

      Responder
  • 42. Isabel da Silva Ferrareze  |  24/04/2018 às 18:45

    ok

    Responder
  • 43. Magali de Cássia Merenda  |  24/04/2018 às 23:17

    Boa Noite, Bebel.
    No final de semana passado, vi uma entrevista em um canal comunitário da minha cidade( na Net é o canal 9). Vi apenas uma parte da entrevista; porém, o que me deixou preocupada é que o ex secretário Nalini, é o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Isso pode nos prejudicar quanto ao recebimento do reajuste dos 10.5?
    Obrigada e desculpe-me, pois sei que estamos em um momento muito delicado para todos os trabalhadores.

    Responder
    • 44. apeoesp  |  05/05/2018 às 10:14

      Prezada professora Magali,
      O ex-Secretário Nalini é juiz aposentado e não é mais Presidente do Tribunal de Justiça há muitos anos.
      Bebel

      Responder
  • 45. manoel  |  25/04/2018 às 12:46

    Sou professor cat. O . Quero saber se o meu tempo de estado como professor entra no calculo da aposentadoria utilizando o critério de 30 anos de contribuição, pois tenho 10 anos como cat. O e 14 de empresa privada.

    Responder
    • 46. apeoesp  |  05/05/2018 às 10:13

      Prezado professor Manoel,
      A aposentadoria especial contabiliza exclusivamente o tempo no magistério.
      Bebel

      Responder
  • 47. Prof. Mario Bagascio  |  27/04/2018 às 13:28

    Profa. Bebel, alguma novidade sobre o pagamento do reajuste devido de 10,15%??

    Responder
    • 48. apeoesp  |  05/05/2018 às 10:02

      Prezado professor Mario,
      A justiça deu prazo até o dia 12/5 para o governo resolver a situação.
      Bebel

      Responder
  • 49. marilia galvão  |  27/04/2018 às 16:02

    Ola Bebel
    Em uma dessas comunidades de Facebook fizeram um post dizendo que o governo deveria pagar os 10,15% até maio, sendo que citaram até publicação em D.O..
    Gostaria de saber se issp procede,
    Entendo que o sindicato fez o que estava ao seu alcance mas, aqui em SP a situação é complicada após 20 anos de PSDB.
    Obrigada

    Responder
    • 50. apeoesp  |  05/05/2018 às 10:01

      Prezada professora Marília,
      O prazo que a justiça deu ao Governo vence no dia 12/5. Vamos ver o que fará.
      Bebel

      Responder
  • 51. Joab Gouveia  |  28/04/2018 às 13:54

    Bom dia!
    Como o governo não atendeu a solicitação de esclarecimentos do Juiz, teremos no dia 09/05 o cumprimento efetivo da determinação de aumento ? Existe algum meio de protelação? E por fim, este aumento será retroativo à 2017 ou é anterior ? Desde já agradeço à disposição!

    Responder
    • 52. apeoesp  |  05/05/2018 às 10:00

      Prezado professor Joab,
      O prazo que está nos autos do processo é o dia 12/5.
      Bebel

      Responder
  • 53. Silvia Miranda  |  29/04/2018 às 13:45

    Bom dia

    Alguma novidade sobre os aumentos retroativos?

    Responder
    • 54. apeoesp  |  05/05/2018 às 09:59

      Prezada professora Silvia,
      A informação que temos é que o retroativo de fevereiro será pago juntamente com nossos salários agora em maio.
      Bebel

      Responder
  • 55. TERESINHA KROEFF DAGHLAWI  |  02/05/2018 às 21:40

    BEBEL BOA NOITE QUERIA LHE PERGUNTAR SE O RETROATIVO VEIO PORQUE TERIA QUE VIR A LETRA A NO HOLERITE MAS NÃO VEIO

    Responder
    • 56. apeoesp  |  05/05/2018 às 09:55

      Prezada professora Teresinha,
      A informação é de que virá junto com o pagamento que receberemos agora em maio.
      Bebel

      Responder
  • 57. Dora  |  03/05/2018 às 00:33

    Então eles tem ate o dia 12 de maio para pagar os 10.5 para a categoria? Li no site da Apeoesp com sua visita com o novo secretário.

    Responder
    • 58. apeoesp  |  05/05/2018 às 09:54

      Prezada professora Dora,
      Sim, eles tem até o dia 12/5 para resolver a situação.
      Bebel

      Responder
      • 59. joo morishita  |  08/05/2018 às 01:05

        Eles ja responderam com a suspensão do pagamento via STF.

      • 60. apeoesp  |  13/05/2018 às 15:10

        Prezado profeesor Joo,
        Nós estamos em luta para garantir o reajuste de 10,15% para toda a categoria. A APEOESP luta em todas as frentes. A Procuradoria Geral do Estado conseguiu uma medida extraordinária da Presidenta do Supremo Tribunal Federal utilizando dados alarmistas. Ingressamos com recurso para reconsideração colocando os “pingos nos is”. O STF não revogou a sentença favorável, nem julgou o mérito da nossa ação. Quanto a isso, está ganha e não há retrocesso. O Estado de São Paulo, o maior da federação, tem que cumprir a lei do piso salarial profissional nacional, assim como estados mais pobres, como Maranhão, Piauí e tantos outros cumprem.
        Bebel

  • 61. Dora  |  06/05/2018 às 01:09

    E agora caberá recurso para a decisão da Dona Carmem Lucia? Será que está senhora sabe o salário de um professor da rede estadual? E agora Apeoesp qual será o proxímo passo?

    Responder
    • 62. apeoesp  |  13/05/2018 às 15:12

      Prezada professora Dora,
      Nós estamos em luta para garantir o reajuste de 10,15% para toda a categoria. A APEOESP luta em todas as frentes. A Procuradoria Geral do Estado conseguiu uma medida extraordinária da Presidenta do Supremo Tribunal Federal utilizando dados alarmistas. Ingressamos com recurso para reconsideração colocando os “pingos nos is”. O STF não revogou a sentença favorável, nem julgou o mérito da nossa ação. Quanto a isso, está ganha e não há retrocesso. O Estado de São Paulo, o maior da federação, tem que cumprir a lei do piso salarial profissional nacional, assim como estados mais pobres, como Maranhão, Piauí e tantos outros cumprem.
      Bebel

      Responder
  • 63. Joo Morishita  |  07/05/2018 às 11:54

    E agora Bebel, qual sera o próximo passo, depois desta cartada.

    GOVERNO DO ESTADO CONSEGUE SUSPENSÃO DO PAGAMENTO DO REAJUSTE DE 10,15% ⚠

    STF suspende decisão que impactaria mais de R$ 1,6 bi aos cofres públicos

    Por meio de Pedido de Suspensão apresentado perante o Supremo Tribunal Federal (STF), a Procuradoria Geral do Estado (PGE) obteve a suspensão dos efeitos de decisão proferida pela 7ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo (FPSP) nos autos da Ação Civil Pública nº 1012025-73.2017.8.26.00053, confirmada pela 2ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), que implicaria aumento superior a R$ 1,6 bilhão nos gastos de pessoal do Estado de São Paulo.

    A ação civil pública proposta, ajuizada pela Apeoesp – Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo, tinha por finalidade estender a todos os professores da rede estadual de ensino o percentual de reajuste fixado por Portaria do Ministério da Educação para o Piso Nacional do Magistério, estabelecido pela Lei Federal nº 11.738/08.

    A pretensão da Apeoesp foi julgada procedente pelo Juízo da 7ª Vara da FPSP, mediante decisão posteriormente confirmada pelo TJSP. Em face desse acórdão restaram interpostos recursos, especial e extraordinário.

    Tais recursos, no entanto, por não serem dotados de efeito suspensivo, não impediam a execução da decisão proferida, que traria prejuízos significativos ao erário, uma vez que resultaria em um acréscimo de R$ 1,6 bilhão nos gastos de pessoal do Estado, elevando o valor total da despesa com pessoal para aproximadamente R$ 72 bilhões, o equivalente a 46,73% da receita corrente líquida, percentual superior ao limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

    Ante a gravidade da situação, objetivando evitar lesão à ordem e economia públicas, a PGE apresentou Pedido de Suspensão perante o STF, que restou acolhido pela ministra Carmén Lúcia, presidente daquela Corte, que determinou a suspensão dos efeitos da decisão em questão até o exame do recurso extraordinário.

    O Pedido de Suspensão apresentado recebeu o código SL 1149, bem como o número único 0066918-67.2018.1.00.0000, tendo sido elaborado pelos procuradores do Estado Carlos José Teixeira de Toledo e Rosana Martins Kirschke, com acompanhamento da procuradora do Estado chefe da Procuradoria do Estado de São Paulo em Brasília (PESPB), Camila Pintarelli.

    Responder
    • 64. apeoesp  |  13/05/2018 às 15:12

      Prezado professor Joo,
      Ingressamos com recurso e temos assembleia com paralisação no dia 18/5.
      Bebel

      Responder
  • 65. manoel  |  08/05/2018 às 13:55

    Ainda não recebi 1/3 de férias referente ao ano de 2017.Oque devo fazer?

    Responder
    • 66. apeoesp  |  13/05/2018 às 15:10

      Prezado professor Manoel,
      Deve requerer na escola e pedir resposta por escrito. Não conseguindo receber, procure o departamento jurídico com a resposta para eventual medida judicial.
      Bebel

      Responder
  • 67. Prof. Mario Bagascio  |  09/05/2018 às 17:12

    Profa. Bebel, li, hoje, com muita tristeza que a ministra Carmem Lúcia do STF suspendeu, para análise do mérito do recurso da SEE o pagamento desse valor que nos é DE DIREITO. O que nos espera agora? Quais as chances de manutenção do pagamento do direito adquirido dos 10,15%?? Garanto que, se fosse para o judiciário (com “J” minúsculo, mesmo!!!) essa mulher não suspenderia o reajuste,mas sim agiria em causa própria, acolhendo o pedido. Afinal, existem membros do “judiciário” que, ganhando mais de R$26.000,00 moram no exterior, nada fazem, mas sugam o nosso suado dinheiro extorquido do I.R. Essa mulher, mineira, deveria honrar a cadeira que ocupa e entender que nós, Educadores, não estamos pedindo nada além do que o piso nacional nos oferece. Quanto à SEE, através de seu braço jurídico, alega que não teria grana para pagar os 200.000 educadores paulistas. Balela. Dinheiro tem e de sobra. O que não se tem é vontade e ética para corrigir esse erro inadmissível – professores de SP (com IDH maior do Brasil) ganhando menos do que nossos colegas no Maranhão, estado mais pobre (IDH) do Brasil.

    Responder
    • 68. apeoesp  |  13/05/2018 às 15:08

      Prezado professor Mario,
      Nós estamos em luta para garantir o reajuste de 10,15% para toda a categoria. A APEOESP luta em todas as frentes. A Procuradoria Geral do Estado conseguiu uma medida extraordinária da Presidenta do Supremo Tribunal Federal utilizando dados alarmistas. Ingressamos com recurso para reconsideração colocando os “pingos nos is”. O STF não revogou a sentença favorável, nem julgou o mérito da nossa ação. Quanto a isso, está ganha e não há retrocesso. O Estado de São Paulo, o maior da federação, tem que cumprir a lei do piso salarial profissional nacional, assim como estados mais pobres, como Maranhão, Piauí e tantos outros cumprem.
      Bebel

      Responder
  • 69. Enriko Eterovic  |  10/05/2018 às 11:09

    O STF deu ganho de causa para o Governo de SP, sobre os 10,15% para toda a categoria. À Apeoesp cabe algum recurso? Recorrer ao plenário, por exemplo?

    Responder
    • 70. apeoesp  |  13/05/2018 às 14:54

      Prezado professor Enriko,
      Sim, já ingressamos. Nós estamos em luta para garantir o reajuste de 10,15% para toda a categoria. A APEOESP luta em todas as frentes. A Procuradoria Geral do Estado conseguiu uma medida extraordinária da Presidenta do Supremo Tribunal Federal utilizando dados alarmistas. Ingressamos com recurso para reconsideração colocando os “pingos nos is”. O STF não revogou a sentença favorável, nem julgou o mérito da nossa ação. Quanto a isso, está ganha e não há retrocesso. O Estado de São Paulo, o maior da federação, tem que cumprir a lei do piso salarial profissional nacional, assim como estados mais pobres, como Maranhão, Piauí e tantos outros cumprem.
      Bebel

      Responder
  • 71. Vladmir Luis  |  12/05/2018 às 14:22

    Bom dia,

    Gostaria de saber se o sindicato já se posicionou sobre a implementação do “Gestão em foco – Método de Melhoria de Resultados”. Pelo que fui informado, o professor terá de justificar cada nota vermelha atribuída, ampliando em muito a jornada de trabalho, sem informações sobre as condições para tanto (tempo e condições técnicas).

    Sem mais,

    Vladmir Luis

    Responder
    • 72. apeoesp  |  13/05/2018 às 14:54

      Prezado professora Vladmir,
      Claro que sim. No ano passado publicamos um cartaz e um encarte contra esse programa. Vamos reeditar e atualizar esse material.
      Bebel

      Responder
      • 73. Vladmir Luis  |  13/05/2018 às 15:47

        Um cartaz e um encarte?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 5.166.820 hits

%d blogueiros gostam disto: