SEE: relação de vagas para próxima chamada do concurso de PEB II será publicada na próxima semana

A SEE (CGRH) informou à APEOESP que a publicação da relação de vagas para a nova chamada de candidados aprovados no concurso para PEB II, inicialmente prevista para 17/04, será realizada na próxima semana. De acordo com a SEE, o atraso se deveu a um erro no processamento dos dados, que está sendo corrigido.

24/04/2014 at 12:58 Deixe um comentário

Aprovação automática e baixos salários prejudicam educação em São Paulo

Maria Izabel Azevedo Noronha  

Maria Izabel Azevedo Noronha – Presidenta da APEOESP

Especial para o UOL 18/04/2014 – 06h00

Algo está errado com a educação oferecida pelas escolas estaduais de São Paulo. Quando me deparo com a informação que indica que 800 mil estudantes (46% dos alunos da rede estadual de ensino) admitem ter passado de ano sem aprender, concluo que há algo errado com o modelo de progressão continuada que vem sendo aplicado no Estado de São Paulo.

Na realidade, não tivemos progressão continuada na rede estadual de ensino, e sim uma “aprovação automática” dos alunos, sem que estejam presentes todas as condições necessárias para a aprendizagem. O modelo atual foca na aprovação ou reprovação dos estudantes.

No entanto, é necessário um conjunto de medidas que possibilite seu pleno desenvolvimento em cada ciclo, e sua progressão com qualidade.

Divulgação/Apeoesp

 Não temos progressão continuada, e sim aprovação automática
dos alunos sem as condições necessárias para a aprendizagem
Maria Izabel Azevedo Noronha, presidente da Apeoesp, sobre os problemas na educação em São Paulo

Essas informações são recentes e estão na pesquisa encomendada pela Apeoesp (sindicato dos professores) ao instituto Data Popular sobre a “Qualidade da Educação nas Escolas do Estado de São Paulo”.

O estudo também confirma algo que já venho afirmando: há um déficit de professores na rede estadual de ensino. É preciso que este problema seja sanado para que possamos avançar no sentido de uma educação de qualidade.

É válido lembrar que houve um progresso com a realização de recente concurso que aprovou 116 mil professores para 59 mil vagas. Mas ainda persistem mais de 50 mil professores contratados de forma precária por tempo determinado, com direitos reduzidos e obrigados a afastamentos periódicos para que não sejam criados vínculos trabalhistas. Isso prejudica a qualidade da educação.

Outro ponto fundamental que precisa ser melhorado com urgência está ligado ao salário do professor de escola estadual, que é baixo.

Sendo assim, a sobrecarga de trabalho é inevitável, pois o professor acaba sendo obrigado a trabalhar em várias escolas e períodos, favorecendo faltas e comprometendo o tempo dedicado à preparação das aulas  –  40% dos professores complementam sua renda lecionando em mais de uma escola e, o pior, um terço diz que a complementa com atividades que não estão ligadas ao magistério.

Algumas medidas já foram tomadas, mas a situação está longe de ser aceitável.

Um terço dos professores diz que complementa sua renda com atividades que
não estão ligadas ao magistério
Maria Izabel Azevedo Noronha, presidente da Apeoesp,
sobre os baixos salários da educação pública.

Por outro lado, como educadora e presidente da Apeoesp, fico muito feliz em constatar que, apesar das ineficiências do sistema, que poderiam prejudicar o reconhecimento dos professores, os docentes foram aprovados frente à comunidade escolar.

Além disso, fico satisfeita em ver professores sendo aprovados no último concurso público, cujas provas tiveram elevado grau de dificuldade.

Se é verdade que não existe solução mágica para darmos o salto de qualidade que tanto sonhamos na educação, podemos afirmar que a melhora do ensino passa, necessariamente, pela valorização do professor. Temos de ter orgulho de ser professores.

20/04/2014 at 04:26 4 comentários

Governador autoriza abertura de concurso para PEB I

Concurso1Diário Oficial do Estado de São Paulo

Quarta-feira, 16 de abril de 2014 – Pagina 03

DESPACHOS DO GOVERNADOR

No processo SE-402-13 (SGP-42.554-14), sobre autorização para a abertura de concurso público para o provimento de cargos de Professor Educação Básica I – PEB I: “Diante dos elementos de instrução do processo, à vista da manifestação da Secretaria da Educação e do pronunciamento favorável da Secretaria de Gestão Pública, autorizo a Pasta requerente a adotar as providências necessárias para a abertura de concurso público, visando ao provimento de 5.734 cargos vagos de Professor Educação Básica I, mais os que vierem a vagar durante o prazo de validade do concurso público, observadas as disponibilidades orçamentárias e obedecidos os preceitos legais e regulamentares atinentes à espécie.”

16/04/2014 at 18:08 8 comentários

APEOESP continua na luta pela ampliação do reajuste salarial de julho, aumento real e jornada do piso

APEOESP continua na luta pela ampliação do reajuste salarial de julho

Como é público, a partir de 2011 o governo instituiu unilateralmente o mês de julho para os reajustes salariais, até este ano de 2014. Nós, da APEOESP, em conjunto com todo o funcionalismo, lutamos para que se aplique a lei aprovada pela Assembleia Legislativa, que prevê a data-base no mês de março. O fato, porém, é que os professores tem garantido em julho deste ano um reajuste salarial de 7%. Os reajustes salariais anuais, é preciso lembrar, embora insuficientes, foram conquistados como resultado da nossa greve de 2010.

No momento, a APEOESP negocia com a Secretaria da Educação, com base no artigo 5º da lei complementar 1143/2011, a ampliação deste reajuste previsto para julho deste ano. Em contato telefônico com a SEE, a APEOESP foi informada de que prosseguem os estudos neste sentido prosseguem no âmbito do governo.

A APEOESP continua lutando por um reajuste maior em 2014 e por um plano de ganho real de salários que parta do salário mínimo do DIEESE para PEB I, rumo aos 75,33% de aumento necessários para que nossos vencimentos sejam equiparados aos das demais profissões com formação em nível superior.

Estudos para nova forma de contratação dos professores da categoria O

Neste contato com a SEE, a Presidenta da entidade, professora Bebel, voltou a cobrar do governo soluções para a situação dos professores da categoria O, contratados precariamente, sem direitos básicos. Durante o contato, a partir de cobranças e sugestões formuladas pela APEOESP, a SEE admitiu a realização de estudos sobre uma possível nova forma de contratação dos atuais professores da categoria O, de forma a assegurar-lhes condições dignas de contratação e de trabalho.

Concurso de PEB II

A SEE informou que serão chamados até a primeira quinzena de maio 30 mil novos concursados. A lista de vagas será publicada no dia 17/04.

Professores concursados que estão adidos

A Presidenta da APEOESP relatou à SEE casos de professores que ficaram adidos nas escolas que escolheram, por falta de aulas, sendo que há aulas disponíveis em sua escola de origem. A SEE considerou não haver motivos para que isto ocorra, tendo em visto que orientação era propiciar a opção por escolas da DRE com aulas livres disponíveis.

Assim, os professores devem comunicar às subsedes para que enviem à sede central, por meio do endereço presiden@apeoesp.org.br todos os casos desta natureza para que a SEE possa corrigir a situação.

Professor Coordenador Pedagógico

Também foi informada à SEE a existência de casos de PCP que solicitaram a incorporação anual de 1/10 pelo exercício da função, mas não foram atendidos. Da mesma forma, todos os casos desta natureza devem ser comunicados à sede central pelo e-mail presiden@apeoesp.org.br.

16/04/2014 at 15:14 15 comentários

IAMSPE estuda projeto de lei específico para atendimento aos professores da categoria O

hspA APEOESP cobrou do governo providências para o envio de um projeto de lei específico para que o Instituto passe a atender os professores da categoria O, de forma a concretizar o último dos pontos negociados na greve de abril-maio de 2013 ainda não equacionado.

Obtivemos a informação de que o IAMSPE está soluções para esta questão, independentemente do projeto de autarquia especial que tem causado divergências entre o governo e as entidades do funcionalismo. A APEOESP está atenta e buscará interferir neste processo para assegurar os direitos dos professores.

16/04/2014 at 15:12 2 comentários

Certificados de aprovação no concurso de PEB II

Em contato com a CGRH, a APEOESP foi informada de que os certificados de aprovação no concurso de PEB II (2013) serão encaminhados no início do segundo semestre para as diretorias de ensino, de onde deverão ser retirados pelos professores interessados.

16/04/2014 at 15:08 2 comentários

Campanha da APEOESP em defesa dos professores está no ar

tem algo erradoA APEOESP lançou no dia 4 de abril nas mídias sociais a campanha de valorização dos professores e professoras denominada “Sou mais minha professora”. Na primeira fase, denominada “Tem algo errado”, professores e professoras denunciam a realidade da rede estadual de ensino,  a partir dos dados da pesquisa sobre qualidade da educação realizada pela APEOESP por meio do Instituto Data Popular com alunos, professores e pais.

Na segunda fase da campanha, ex-estudantes das escolas estaduais, estudantes atuais e pais farão a defesa dos professores.; Na pesquisa, eles foram considerados por pais e estudantes o que de melhor tem a escola pública estadual.

Se você tem perfil no Facebook, curta a página http://www.facebook.com/soumaisminhaprofessora, compartilhe e convide seus amigos a fazerem o mesmo. Está nas nossas mãos tornar esta campanha popular e, assim, contribuir para melhorar a situação da educação pública no Estado de São Paulo e no Brasil.

 

07/04/2014 at 20:49 12 comentários

Posts mais antigos


Mensagem da Presidenta da APEOESP às professoras

Clique no play para ouvir.

Blog Stats

  • 2,993,590 hits

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 401 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: